Ministro pede envolvimento da sociedade para evitar racionamento

Custos extras na tarifa pagarão energia térmica e importada

O ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque pediu o envolvimento de toda a sociedade para evitar apagões e racionamento de energia nos próximos meses. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, ele explicou a situação hídrica nos reservatórios das usinas e a alta na tarifa para pagar a energia produzida por termelétricas e a importada de países vizinhos.

Segundo o ministro, a perda de geração hidrelétrica provocada pela estiagem no Centro-Sul no fim do ano passado e no início deste ano equivale ao consumo de energia de uma cidade como o Rio de Janeiro por cerca de cinco meses.

O ministro classificou a seca como um fenômeno natural, que também ocorre em “muitos outros países” com a mesma intensidade. No entanto, ressaltou que a estiagem terá impacto sobre a geração de energia na maior parte do país.

“A nossa condição hidro energética se agravou. O período de chuvas na Região Sul foi pior que o esperado. Como consequência, o nível dos reservatórios de nossas usinas hidrelétricas das regiões Sudeste e Centro-Oeste sofreram redução maior que a prevista”, declarou.

Custos

Segundo Albuquerque, o governo está usando todos os recursos disponíveis e tomando medidas extraordinárias para garantir o fornecimento de energia. Algumas das ações, geraram custos que serão repassados à conta de luz, como a ativação de usinas termelétricas e a compra de energia de países vizinhos.

“Como todos os recursos mais baratos já estavam sendo utilizados, essa eletricidade adicional, proveniente de geração termelétrica e da importação de energia, custará mais caro”, justificou o ministro.

Mais cedo, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou a criação de uma bandeira tarifária que cobrará R$ 14,20 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumido entre amanhã (1º) e abril do próximo ano. O novo patamar representa um aumento de R$ 4,71, cerca de 50%, em relação à bandeira vermelha atual, e terá impacto de cerca de 7% na conta total de luz.

Consumo

Além das medidas para reduzir as perdas na geração, o ministro destacou as medidas que pretendem reduzir o consumo de energia. Ele citou ações recentes, como a determinação de que os órgãos federais diminuam o consumo em 20% e o incentivo para que grandes consumidores, como indústria, troquem de horário, reduzindo o consumo nos horários de pico.

Bento Albuquerque também pediu o empenho de toda a população, anunciando a intenção de criar um bônus para os consumidores residenciais, comerciais e de serviços que diminuírem o consumo de eletricidade. Segundo ele, esse tipo de iniciativa existe em outros países.

“Os consumidores que aderirem a esse chamado e economizarem energia serão recompensados e poderão ter redução nas contas de luz”, explicou. De acordo com o ministro, uma redução média de 12% no consumo residencial equivaleria ao suprimento para 8,6 milhões de domicílios.

O ministro deu exemplos de iniciativas que podem ser tomadas para reduzir o consumo e reduzir o desperdício. Ele citou o desligamento de luzes e aparelhos fora de uso, o aproveitamento da luz natural e a redução do uso de chuveiros elétricos, de aparelhos de ar-condicionado e de ferro de passar roupa. Ele sugeriu a utilização desses equipamentos durante a manhã e nos fins de semana.

Engajamento

Ao fim do pronunciamento, o ministro conclamou o engajamento de toda a população para evitar o risco de falta de energia em determinados horários. No entanto, ressaltou que a recuperação dos reservatórios leva tempo e também depende da intensidade das chuvas no próximo verão.

“É por isso que, nesse momento de escassez precisamos, mais do que nunca, usar nossa água e nossa energia de forma consciente e responsável. Com esse esforço, aliado ao conjunto de medidas que o governo federal vem adotando, seremos capazes de enfrentar essa conjuntura desafiadora. Uma conjuntura que será tão mais favorável quanto mais rápida, intensa e abrangente for a mobilização da sociedade para enfrentá-la”, concluiu Albuquerque.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Pão doce com cobertura de coco para o pequeno-almoço

Tenha um dia muito doce!

Asemana ainda nem vai a meio… porém, não desanime e dê mais sabor aos seus dias com esta receita de pão doce com cobertura de coco, partilhada pela Vaqueiro:

Ingredientes

250 g de leite
2 ovos
75 ml de Vaqueiro Líquida
125 g de açúcar
3 g de sal grosso
425 g de farinha
75 g de Maizena
5 g de levedura de padeiro desidratada

Leia Também: Pão de aveia e mel para um lanche muito saudável

Para a cobertura

30 g de coco ralado
50 g de açúcar
50 ml de natas

Preparação

Coloque todos os ingredientes na cuba da máquina pela ordem indicada. Encaixe a cuba na máquina, selecione o programa 6 e ligue a máquina.

Misture o coco ralado com o açúcar e as natas e 20 minutos antes de terminar o tempo de cozedura espalhe esta mistura sobre a superfície do pão.
Corte em fatias e sirva com fatias de fiambre, fatias de queijo fresco ou flamengo, ou barradas com Becel.

Fonte: Notícias ao Minuto

Assaré recebe areninha do Governo do Ceará e passa a contar com mais uma opção de esporte e lazer

Na tarde da última segunda-feira (31), o Governo do Estado, em parceria com o Governo Municipal, realizou a entrega da Areninha Lauro Carneiro, no Bairro Serra da Ema. O evento contou com a participação do prefeito Libório, o governador Camilo Santana, o secretário municipal de Cultura e Esportes, Tony Almeida, os deputados estaduais Nizo Costa e Fernando Santana, entre outras autoridades.

O governador Camilo Santana destacou que a implementação de areninhas é a maior política pública de esportes do Brasil. “As areninhas são equipamentos que protegem nossa juventude, estimulam a questão física e a saúde, enfim, melhoram a qualidade de vida das pessoas”, afirmou.

Camilo ainda anunciou a construção de mais duas areninhas na cidade de Assaré. As obras vão ser iniciadas até o próximo ano.

O prefeito Libório destacou a importância da boa relação entre a Prefeitura e o Governo Estadual para o progresso do município. “Eu não posso deixar de agradecer ao governador Camilo Santana, por tudo que tem feito por Assaré. Essa parceria é muito importante para o desenvolvimento da nossa cidade”.

O secretário municipal de Cultura e Esportes, Tony Almeida, ressaltou o papel fundamental da Areninha para a juventude do município, em especial para a comunidade do bairro Serra da Ema. “O equipamento vai fortalecer bastante o desenvolvimento da nossa juventude, além de trazer diversos outros benefícios para toda a comunidade”.

O diretor de esportes de Assaré, Wagner Sales, reforçou essa importância. “É mais um equipamento que vai contribuir além da área esportiva, no desenvolvimento saudável e a geração de renda, em especial para a comunidade da Serra da Ema, Vila Feliz e adjacências”.

Ceará registra primeira morte de Covid-19 pela variante Delta; 71% dos infectados não tomaram vacina

O homem de 45 anos, residente de Fortaleza, estava internado em hospital particular desde o dia 6 de agosto e faleceu no último domingo (29).

O estado do Ceará registrou a primeira morte de paciente infectado com a variante Delta do coronavírus. Segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), o homem de 45 anos, residente de Fortaleza, estava internado em hospital particular desde o dia 6 de agosto e faleceu no último domingo (29). Ele não estava vacinado contra a doença e tinha obesidade.

Conforme a Sesa, 71% dos pacientes infectados com a variante Delta não tomaram vacina contra a Covid-19.

O estado soma 96 casos identificados da variante Delta, sendo 51 registrados em mulheres e 45, em homens, com predominância na faixa etária de 20 a 39 anos. Alguns pacientes estiveram ou estão internados e todos são rastreados e monitorados pela Vigilância Epidemiológica da pasta.

Do total de casos, 25 foram identificados através do Centro de Testagem Covid-19 para Viajantes, instalado no Aeroporto de Fortaleza – Pinto Martins. Os outros 71 foram confirmados pela Vigilância estadual ou por amostras encaminhadas à Rede Genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Ceará por unidades de saúde ou municípios.

No rastreamento da Sesa, 26 pacientes relataram não ter histórico recente de viagens ou contato com viajantes, confirmando a transmissão comunitária da variante Delta no Ceará. Dos casos importados, o Rio de Janeiro é o estado de procedência com maior incidência, com cerca de 50% das amostras.

Os municípios cearenses onde residem pacientes com identificação da variante Delta são:

  1. Aquiraz
  2. Beberibe
  3. Cascavel
  4. Caucaia
  5. Choró
  6. Crateús
  7. Eusébio
  8. Fortaleza
  9. Hidrolândia
  10. Icó
  11. Ipaporanga
  12. Ipueiras
  13. Irauçuba
  14. Itapipoca
  15. Jaguaretama
  16. Maracanaú
  17. Monsenhor Tabosa
  18. Nova Russas
  19. Paraipaba
  20. Poranga
  21. Quixeramobim
  22. São Gonçalo do Amarante
  23. Sobral
  24. Tauá

 

Casos identificados

 

Ainda de acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará, somente 29% dos 96 casos identificados com a cepa indiana do coronavírus no Ceará são de pacientes vacinados.

“Este dado serve de alerta para a população se conscientizar da importância da vacinação como a principal arma para lutarmos contra essa pandemia. Quem toma a vacina protege a si e à coletividade. Outra medida importante com a chegada da variante Delta no Estado, inclusive com circulação comunitária, é o reforço do protocolo sanitário, com uso de máscara, álcool 70%, higiene frequente das mãos, além de evitar aglomeração. A Sesa e os municípios reforçam as barreiras sanitárias nos aeroportos e rodoviárias. Todos têm que fazer sua parte, tanto o poder público como a população”, destaca o secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha.

Fonte: G1/Ceará

População desempregada no Ceará cresce 30,6% em um ano e renda média dos empregados cai 14%

A taxa de desocupação dentre as pessoas aptas ao trabalho no Ceará atingiu o patamar de 15% nos meses de abril, maio e junho de 2021. Ao todo, 563 mil cearenses estão sem nenhum tipo de trabalho, uma alta de 30,6% ante igual período no ano passado.

Desde o segundo trimestre de 2020, cerca de 132 mil pessoas ficaram desempregadas no Ceará. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional de Amostra Domiciliar Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 31 de agosto.

O levantamento destaca ainda que, em um ano, o rendimento real bruto do trabalhador cearense caiu 14,1% com relação ao registrado no segundo trimestre de 2020. Conforme o IBGE, entre abril e junho de 2021, no Ceará, o rendimento mensal médio foi de R$ 1.682, menos de dois salários mínimos.

O Estado apresenta a segunda menor taxa de desocupação no Nordeste, ficando à frente apenas do Piauí, onde o desemprego atinge 14,9% dos aptos ao trabalho. Apesar disso, a taxa de desocupação do Ceará  ficou acima da taxa nacional, registrada em 14,1%.

Mesmo com aumento da desocupação, o número de trabalhadores cearenses inseridos no mercado de trabalho, formal ou informal, apresentou crescimento no segundo trimestre de 2021, conforme o IBGE. Entidade estima que das 7,6 milhões de pessoas em idade e condições de trabalho no Estado, 3,2 milhões estavam desenvolvendo alguma atividade de trabalho.

Com esse patamar, o nível de ocupação no Estado cresceu 1,6 pontos percentuais ao passar de 40,4% no 1º trimestre de 2021 para 42,1% no 2º trimestre. O número estimado de empregados do setor privado com carteira de trabalho assinada foi de 785 mil pessoas.

Ao todo, no Ceará, 53,9% das pessoas que desenvolvem alguma atividade laboral estavam alocadas no mercado informal. Percentual representa 1,7 milhão de cearense atuando sem nenhum tipo de vínculo formal de trabalho. Estado apresenta a sexta maior taxa de informalidade do Brasil.

Para o cálculo da informalidade, o IBGE considera: empregado no setor privado sem carteira de trabalho assinada; empregado doméstico sem carteira de trabalho assinada; empregador sem registro no CNPJ; trabalhador por conta própria sem registro no CNPJ e trabalhador familiar auxiliar.

No Estado, o setor privado é o que mais emprega, computando 785 mil pessoas com carteira assinada entre os meses de abril e junho de 2021. Apesar disso, o número de cearenses com força de trabalho subutilizado, isso é com carga horária de trabalho inferior a média da respectiva ocupação ou que realizam atividades laborais esporadicamente, é de 38,6%.

Em cenário mais instável, o número de desalentados no 2° trimestre de 2021 no Ceará foi de 10,5%. O percentual significa que dentre a população em plena condição ao trabalho no Estado, 441 mil pessoas não possuíam qualquer perspectiva de inserção no mercado de trabalho formal ou informal e que em decorrência das condições adversas do mercado, desistiram de procurar emprego.

No comparativo com o trimestre anterior e também a igual período de 2020, o número de desalentados no Ceará não apresentou “variação significativa”, conforme pesquisa do IBGE.

Fonte: O Povo

Programa CNH Popular será retomado com oferta de 20 mil carteiras

Anúncio foi feito pelo governador durante conversa semanal com a população pelas redes sociais

O governador Camilo Santana confirmou, nesta terça-feira (31), que o Programa de Carteira de Motorista Popular, conhecido como CNH Popular, será retomado com a oferta de 20 mil carteiras para a população cearense. Anúncio foi feito durante conversa semanal com a população pelas redes sociais.

“Nos próximos dias, vamos lançar o novo programa de carteira (de motorista) popular. Desta vez, eu vou dobrar: 20 mil carteiras populares serão autorizadas em breve aqui no Ceará”, garantiu Camilo Santana.

Criado em 2009, o programa possibilita o acesso das pessoas de baixo poder aquisitivo, gratuitamente, à obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias A (moto) ou B (automóvel). Quem se habilita na categoria A recebe um capacete, garantido através da Lei nº 15.931 de dezembro de 2015, e que atende às exigências legais vigentes. Até o momento, 139 mil pessoas foram habilitadas por meio da iniciativa.

Combate às Fake News

Durante a live, o governador fez críticas ao mecanismo de produção de notícias falsas que desrespeita agentes públicos e desinforma a população. “As pessoas precisam fazer oposição com seriedade, respeito e verdade. Todo dia essas mesmas pessoas estão provocando fake news nas redes sociais. Aqui eu quero mandar um recado a eles, que são os mesmos de sempre. Isso não afeta a mim, vocês prejudicam a população do Ceará, com desinformação, mentira e ódio. Os cearenses saberão julgar cada um de vocês por essas medidas tão intolerantes, desrespeitosas e anti-democráticas que vocês têm apregoado ao longo desses anos”.

A resposta ao desrespeito é verdade e trabalho, declarou Camilo Santana. “É importante as pessoas, quando receberem uma notícia, checarem se é verdadeira e saber qual é a fonte. Saibam que eu sempre estarei aqui, fazendo a minha live, esclarecendo as pessoas, com seriedade e respeito”.

Vale Gás Social

Ao responder um internauta sobre a volta do Vale Gás Social, o gestor confirmou que o benefício será transformado em política pública permanente após aprovação na Assembleia Legislativa. “A Assembleia deverá votar nesta semana, e nós vamos construir o decreto e estabelecer os critérios, conforme a lei prevê. Serão três entregas por ano à população mais vulnerável do Ceará”.

Vacinação contra a Covid-19

Outro destaque da conversa foi a lei, aprovada na Assembleia Legislativa e já sancionada pelo chefe do Executivo, que estabelece sanções administrativas aos servidores e empregados públicos estaduais que se recusarem a tomar vacina contra Covid-19 sem a devida justificativa médica. As medidas poderão ir desde advertência, suspensão até exoneração do serviço público.

No Ceará, até o último dia 29, mais de 7,62 milhões de doses já foram aplicadas, sendo 5,22 milhões em D1 e 2,24 milhões em D2. Mais de 156 mil pessoas receberam a dose única da Janssen. Com isso, o Estado já ultrapassou a marca de 55% da população vacinada com, pelo menos, uma dose. Quase 26% dos cearenses já estão com o processo de imunização concluído.

Esporte

As cidades de Antonina do Norte, Assaré e Tejuçuoca receberam areninhas nessa segunda-feira (30). Até o momento, 224 equipamentos foram entregues pelo Governo do Ceará. Todos os 184 municípios terão esse tipo de equipamento, alguns até dois, três ou quatro, a depender do tamanho de cada cidade cearense.

O governador destacou, ainda, que a Arena do Romeirão, quando inaugurada, será um importante equipamento para o futebol cearense e brasileiro. “Nós vamos ter mais opção, que será o de Juazeiro do Norte, para poder receber jogos nacionais em um estádio de grande porte que vai ter autorização da CBF”.

Avanços para a Educação

No bate-papo, Camilo Santana enfatizou a importância do Pacto pela Aprendizagem lançado pelo Governo do Ceará na quarta-feira, 26 de agosto. A pactuação tem o objetivo de fortalecer o regime de colaboração entre o Governo do Ceará e os 184 municípios para recuperar a aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental diante do contexto de pandemia da Covid-19.

“Vimos a necessidade de construirmos uma grande pactuação com poder público municipal, estadual, sociedade civil, estudantes e familiares, para que a gente possa acelerar e fazer um grande momento de recuperação dessas perdas que nós tivemos ao longo desse um ano e meio de pandemia no Ceará e no Brasil”, disse.

A iniciativa será executada em 2020 e 2021, beneficiando 910.445 estudantes do 1° ao 9° do ensino fundamental da rede pública. O Estado vai investir R$ 130 milhões.

Investimentos

O gestor informou ao público da live que vistoriou, nessa segunda-feira (30), as obras do Hospital Universitário do Ceará, Estação das Artes e do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), em Fortaleza. Além disso, sobrevoou outras obras na Capital, como a do Centro Gastronômico da Sabiaguaba.

As obras representam o investimento que o Estado tem feito para garantir desenvolvimento e mais empregos. “Para vocês terem uma ideia, não só a importância da obra, em termos de emprego diretos e indiretos. Só nessa obra do Hospital chega de 800 a mil empregos, que é uma das maiores obras em execução no Ceará”, justificou Camilo Santana.

Bondinho de Ubajara

O governador explicou que o Bondinho de Ubajara aguarda licença de operação para ser inaugurado. “Como lá é uma unidade de conservação federal, do ICMBio, que é o Instituto Chico Mendes, a gente está aguardando essa licença para inaugurar”.

Recuperação de Estradas

O Governo do Ceará segue recuperando as estradas estaduais, por meio da Superintendência de Obras Públicas (SOP). Doze trechos já foram concluídos (117 km) e outros 16 (cerca de 400 km) estão com intervenções e melhorias em andamento. No total, serão 2 mil km de CEs recuperados em todo o Estado. “Não é tapar buraco, é tirar o asfalto e fazer um novo”, afirmou Camilo.

O WhatsApp das Estradas é um canal aberto da SOP para que o cidadão compartilhe informações sobre a situação dos mais de 8 mil km de rodovias estaduais: (85) 98404-9800.

Crato reabre agendamento para público de 18 a 29 a partir das 14h30 de hoje (31)

Por Yago Pontes /  Agência News Cariri

Em nota divulgada nas redes sociais, a Secretaria de Saúde de Crato, anunciou a reabertura, nesta terça-feira (31), do agendamento para a vacinação contra a Covid-19, para a faixa etária de 18 a 29 anos.

O agendamento deve ser feito pela plataforma Saúde Digital, a partir das 14h30 de hoje. A aplicação do imunizante ocorrerá na quinta feira, 2 de setembro, nas localidades abaixo:

    • USF Amélia Pinheiro
    • USF Baixio das Palmeiras
    • USF Baixio do Muquém
    • USF Cohab
    • USF Dom Quintino
    • USF Guaribas
    • USF Monte Alverne
    • USF Muriti I
    • USF Muriti III
    • USF Recreio
    • USF Santa Fé
    • USF Tarciso Pinheiro
    • USF Vicência Garrido
    • USF Vila São Bento
    • USF Vila São Francisco

Por fim, a nota reitera que é preciso apresentar no ato da vacinação o RG, CPF, cartão do SUS e comprovante de endereço atualizado.