LOGO-NEWS-CARIRI

Policiais militares são treinados para atuar no CPRaio

Publicidade

A capacitação é promovida pela Aesp e tem uma carga horária de 278 horas aula

Desde o último dia 12, um grupo de vinte e quatro policiais militares, participa do Curso Especial de Policiamento com Motocicletas (CEPM) promovido pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE). A qualificação tem uma carga-horária de 278 horas/ aula e visa habilitar os profissionais para atuar no Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

A capacitação, que tem duração de aproximadamente seis semanas, é ministrada por experientes profissionais do CPRaio e inclui treinamento físico, aulas teóricas e, principalmente, instruções práticas de pilotagem de motocicleta, que acontecem no estacionamento da Arena Castelão, no autódromo do Eusébio e em outros locais.

“Estamos na segunda semana de curso, agora eles estão treinando a parte de pilotagem, de frenagem, tem a parte de velocidade que vai ser feita no autódromo do Eusébio inclusive, e tem a parte de off road que é o ambiente fora de pista, na areia, na trilha, questão de transposição de obstáculo também que é importante o policial do Raio ter esse domínio, porque nas abordagens às vezes é preciso transpor obstáculo, como canteiro de rua”, explicou o tenente PM Thiago Aquino, um dos instrutores do curso.

Na programação do curso, disciplinas de tiro policial, defesa pessoal e técnicas policiais especiais, entre outros temas que preparam o PM para pilotar motocicletas com alto grau de destreza e segurança durante ações e operações de patrulhamento tático, abordagens policiais, escolta de pessoas e valores, e apoio a grandes eventos artísticos, culturais e esportivos.

Esta é a primeira turma do Curso Especial de Policiamento com Motocicleta promovida pela Aesp este ano, desde que o retorno das aulas presenciais foram autorizadas pelo Governo. Até o final de 2020, outras duas turmas estão previstas para acontecerem. Em 2019 a Aesp formou 13 turmas do CEPM, capacitando 258 policiais.

Protocolo de segurança sanitária

Para garantir a segurança e a saúde do corpo discente e docente do CEPM, a Aesp tomou diversas medidas para que o distanciamento social e as normas sanitárias previstas nos decretos estaduais de combate ao novo coronavírus (Covid-19) fossem obedecidos.

“A primeira medida foi a redução do número de alunos, nos anos anteriores eram 35 alunos, chegamos a ter turma até com 45 alunos… e também houve um aumento no número de instrutores, justamente para que sejam feitas as oficinas (práticas) com grupos menores de alunos. A gente também ampliou o número de motocicletas no treinamento para que eles passem mais tempo praticando e menos tempo ociosos juntos, assim cada grupo faz um tipo de exercício e evita que eles fiquem aglomerados”, destaca o instrutor, tenente Aquino.

Medidas como o uso obrigatório de máscaras, de álcool em gel 70% e aferição diária de temperatura, também estão entre os protocolos implementados na rotina do curso.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas