Zona Azul será reativada em Crato com duas novidades

O estacionamento rotativo no Centro do Crato, conhecido como Zona Azul, será retomado ainda este mês. A medida visa dar mais agilidade ao trânsito nas principais ruas do Centro, a fim de beneficiar clientes e lojas.

“Espero que na próxima semana já tenhamos todo o protocolo de início de atuação”, diz o secretário de Segurança Pública Brito Junior. “Já estamos com as principais vias do Centro repintadas. A demanda da licitação está sendo encaminhada e acredito que já tenhamos concluído esse processo para que possamos adesivar as áreas de Zona Azul”, acrescentou.

Campanhas educativas vão orientar os condutores de veículos no reinício da Zona Azul em Crato. “Todo o pessoal do Demutran está devidamente orientado que devemos iniciar com uma campanha educativa e, posteriormente, uma campanha mais ostensiva e incisiva para que possamos regular e dar tranquilidade maior ao comerciante”.

A venda de tickets para o estacionamento rotativo no Centro será inicialmente feita em lojas. Na próxima semana a Prefeitura vai anunciar um chamamento público para empresas que queiram administrar a venda de tickets.

O Crato Em Foco apurou que duas mudanças serão implementadas. É de interesse da Prefeitura a permanência de pontos fixos em vez de agentes vendendo de forma ambulante. Outra novidade é a redução pela metade no valor dos tickets. O condutor que antes pagava dois reais por uma hora, vai pagar dois reais para estacionar por até duas horas.

crato em foco

Sobe para 10 o número de açudes sangrando no Ceará, diz Cogerh

Sobe para 10 o número de açudes monitorados pela Cogerh sangrando no Ceará neste ano. Com a forte chuva que banhou todas as regiões do Ceará nesta terça-feira (12), os açudes Cauhipe e São Pedro Timbaúba atingiram a marca de 100% da capacidade, conforme a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos.

Mesmo com as chuvas, a companhia alerta que os grandes reservatórios do Ceará continuam todos com menos de 10% da capacidade e que a população deve continuar racionamento. O Castanhão, maior açude do Ceará e responsável pelo abastecimento da Grande Fortaleza, tem atualmente 5,87% da capacidade de armazenamento.

Dos 10 açudes com a capacidade máxima, apenas o Gameleira e Acaraú Mirim são de médio porte, capazes de abastecer uma cidade como Fortaleza por cerca de um ano. Os outros reservatórios são todos de pequeno porte.

Dos 153 açudes monitorados pela Copgerh, 106 têm menos de 30% da capacidade.

g1

Polícia indicia acusado de matar fisioterapeuta no Recife por estupro e homicídio triplamente qualificado

Responsável pelas investigações do assassinato da fisioterapeuta Mirella Sena, morta no dia 5 de abril deste ano no flat em que morava, o delegado Francisco Océlio indiciou o acusado do crime, Edvan Luiz da Silva, por estupro e homicídio triplamente qualificado, por não possibilitar chance de defesa da vítima, por assegurar a ocultação de outro crime e por feminicídio. O inquérito, concluído nesta quarta-feira (12), foi encaminhado ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

De acordo com a Polícia Civil, as investigações irão continuar para “esclarecer alguns pontos e robustecer o inquérito”. O órgão informou, ainda, que irá se pronunciar somente ao final das investigações para não comprometer o trabalho realizado até então.

Na terça-feira (11), a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou que Edvan Luiz da Silva, preso desde o dia 6 de abril no Centro de Observação e Triagem Professor Everaldo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, foi transferido para outra unidade prisional de Pernambuco por questões de segurança. No mesmo dia, amigos e familiares da fisioterapeuta rezaram pela vítima durante a missa de sétimo dia realizada no bairro das Graças, na Zona Norte do Recife.

Parentes e amigops de Mirella levaram faixas para a orla do Recife no domingo (9) (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Parentes e amigops de Mirella levaram faixas para a orla do Recife no domingo (9) (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Parentes e amigops de Mirella levaram faixas para a orla do Recife no domingo (9) (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

No domingo (9), pessoas próximas à vítima fizeram uma caminhada na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul da capital, para pedir justiça e defender a vida de outras mulheres. Visivelmente emocionada, a mãe de Mirella, Suely Cordeiro, afirmou, na ocasião, que a filha se tornou um símbolo da violência contra a mulher.

Entenda o caso

Homem é preso suspeito de matar mulher em prédio na Zona Sul do Recife

Tássia Mirella de Sena Araújo foi morta com um golpe de faca na manhã da quarta (5), no flat em que morava, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Devido à resistência para falar com os policiais que foram ao local do crime, o vizinho da fisioterapeuta, Edvan Luís da Silva, foi considerado suspeito do crime.

No mesmo dia, ele seguiu para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Cordeiro, na Zona Oeste, para prestar depoimento. Amigas da vítima e o síndico do prédio também compareceram ao local para auxiliar a polícia na busca por evidências que pudessem levar ao autor do crime.

Por meio do trabalho de perícia, foram encontrados pedaços da pele de Edvan sob as unhas de Mirella, o que justifica os arranhões encontrados no corpo dele. Os peritos também encontraram fios de cabelo dele nas mãos da vítima e, através das provas materiais, a polícia concluiu que Mirella foi vítima de tortura e violência sexual.

Na quinta (6), Edvan Luís seguiu para uma audiência de custódia e foi acusado de homicídio qualificado pela Justiça, que pediu prisão preventiva do criminoso. Após a determinação, ele foi encaminhado ao Cotel, em Abreu e Lima.

g1

Dupla presa em Campinas suspeita de matar policiais em Salvador chega à Bahia

Os dois homens suspeitos de matar e roubar dois policiais em um ônibus de Salvador, em agosto de 2016, e que foram presos na última quinta-feira (6), em Campinas (SP), chegaram em Salvador na noite desta quarta (12). A informação foi confirmada pela assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).

A dupla será apresentada à imprensa nesta quinta (13), durante coletiva que será realizada às 10h, na sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba.

Os dois suspeitos chegaram à capital baiana em um voo comercial, que pousou nesta noite no aeroporto de Salvador. Imagens divulgadas pela SSP-BA mostram o momento em que os suspeitos saem algemados pela porta traseira do avião, escoltados por policiais.

A dupla é suspeita de matar um sargento da reserva da Polícia Militar e um investigador da Polícia Civil da Bahia, que reagiram a um assalto dentro do coletivo na região Porto Seco Pirajá. Os ladrões usaram as armas dos policiais para disparar contra eles e fugiram em seguida. O policial militar morto foi identificado pela PM como Tayrone Carlos da Silva. Ele era da reserva remunerada. Já o policial civil foi identificado como Agnaldo Almeida.

Policiais que foram mortos durante o assalto em Salvador em agosto de 2016 (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Policiais que foram mortos durante o assalto em Salvador em agosto de 2016 (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Policiais que foram mortos durante o assalto em Salvador em agosto de 2016 (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O caso começou a ser investigado pela Polícia Civil de Campinas há alguns meses, quando investigadores da Bahia conseguiram interceptar ligações telefônicas dos suspeitos, que indicaram que eles estavam em Campinas.

As prisões foram feitas por policiais da Delegacia Especializada Antissequestro da cidade no CDHU San Martin, onde estavam os suspeitos, mediante mandado de prisão temporária. O Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra) da Polícia Civil de Campinas deu apoio a ação. Os suspeitos já tinham passagem por roubo.

Caso

De acordo com a concessionária Via Bahia, empresa que administra a rodovia onde ocorreu o crime, uma outra vítima ficou ferida durante a ação. O homem foi socorrido pela ambulância e encaminhada para o Hospital do Subúrbio. Não há informações do estado de saúde dele.

Após o crime, uma das faixas da rodovia foi interditada pela polícia para a realização de perícia no coletivo. O ônibus era da empresa Jauá e fazia a linha Salvador-Candeias.

g1

Banco Central reduz juros básicos da economia para 11,25% ao ano

Pela quinta vez seguida, o Banco Central (BC) baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu hoje (12) a taxa Selic em 1 ponto percentual, de 12,25% ao ano para 11,25% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

Com a redução de hoje, a Selic retorna ao nível de dezembro de 2014, quando também estava em 11,25% ao ano. De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano, no menor nível da história, e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Somente em outubro do ano passado, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA ficou em 0,25% em março, o menor nível registrado para o mês desde 2012.

Nos 12 meses terminados em março, o IPCA acumula 4,57%. Até o ano passado, o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabelecia meta de inflação de 4,5%, com margem de tolerância de 2 pontos, podendo chegar a 6,5%. Para este ano, o CMN reduziu a margem de tolerância para 1,5 ponto percentual. A inflação, portanto, não poderá superar 6% neste ano.

Inflação

No Relatório de Inflação, divulgado no fim de março pelo Banco Central, a autoridade monetária estima que o IPCA encerrará 2017 em 4%. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo BC, a inflação oficial deverá fechar o ano em 4,09%.

Até agosto do ano passado, o impacto de preços administrados, como a elevação de tarifas públicas, e o de alimentos, como feijão e leite, contribuiu para a manutenção dos índices de preços em níveis altos. De lá para cá, no entanto, a inflação começou a desacelerar por causa da recessão econômica e da queda do dólar.

A redução da taxa Selic estimula a economia porque juros menores impulsionam a produção e o consumo num cenário de baixa atividade econômica. Segundo o boletim Focus, os analistas econômicos projetam crescimento de apenas 0,41% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) em 2017. No último Relatório de Inflação, o BC reduziu a estimativa de expansão da economia para 0,5% este ano.

A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o Banco Central segura o excesso de demanda que pressiona os preços, porque juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação. Com informações da Agência Brasil.