Devido a limpeza de Caixa d’água, abastecimento do bairro Vila Alta é suspenso em Crato

dia 28, devido serviço de limpeza que será realizado na caixa d’água que
abastece o bairro. A previsão é que o abastecimento esteja normalizado
até às cinco horas da tarde do mesmo dia.

O procedimento de limpeza do reservatório se faz necessário para
melhoria na qualidade da água ofertada aos usuários, portanto a empresa
solicita aos usuários que possuem caixa d’água, que realizem
periodicamente a limpeza da mesma.

A SAAEC aproveita para destacar a importância do uso de caixas d´água
para reserva e utilização em eventualidades como esta, além de medidas
simples e permanentes de economia de água, como tomar banhos mais curtos
e fechar o registro ao se ensaboar.

Assistência Social se destaca com apresentações no Barracão Cultural

Na noite de quarta-feira, 22, 360 pessoas, entre crianças, adolescentes e Idosos dos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Joaquim Beca e Cecília Biliu, deste município, participaram da programação do Barracão Cultural Poeta Francisco de Sousa Sobrinho.

Os participantes desenvolveram mais de dez apresentações de peça teatral, capoeira, karatê nos estilos taekwondo e shidokan, canto coral, violão, dança estilo Baby Class e Grupo de Adolescentes a Coreografia Freestyle por meio dos Projetos Arte é Resgate e Tatame Cidadão e Redescobrindo a Alegria de Viver, da Assistência Social.

O objetivo, de acordo com a secretária Laura Maria é gerar e promover o protagonismo juvenil dos usuários dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), dos CRAS e é o momento para que eles apresentem as atividades artísticas e culturais desenvolvidas durante a programação do Barracão Cultural.

A secretária de Assistência Social, Laura Maria Alves de Oliveira, expressou sua imensa felicidade em assistir todas as apresentações das crianças e adolescentes. “Essas apresentações só mostram cada vez mais que essa gestão tem um prefeito amigo da criança. A felicidade no rosto de cada um deles é reflexo desse bom trabalho, pois com esse projeto está sendo possível identificar o potencial deles”, destacou.

Antes de iniciar as apresentações culturais foi realizado o Cortejo do Direito com panfletagem trabalhando a temática de Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil.

Faltará água no bairro Vila Alta nesta terça-feira devido limpeza da caixa d’água

dia 28, devido serviço de limpeza que será realizado na caixa d’água que
abastece o bairro. A previsão é que o abastecimento esteja normalizado
até às cinco horas da tarde do mesmo dia.

O procedimento de limpeza do reservatório se faz necessário para melhoria na qualidade da água ofertada aos usuários, portanto a empresa solicita aos usuários que possuem caixa d’água, que realizem periodicamente a limpeza da mesma.

A SAAEC aproveita para destacar a importância do uso de caixas d´água
para reserva e utilização em eventualidades como esta, além de medidas
simples e permanentes de economia de água, como tomar banhos mais curtos
e fechar o registro ao se ensaboar.

Sítio conhecido como Bujari passa a ser denominado Sítio Bujari de Santa Rita de Cássia em Nova Olinda-CE

Por Agência News Cariri

Após sessão ocorrida na Câmera Municipal da cidade de Nova Olinda-CE, foi denominado um novo nome para um sítio localizado na referida cidade.  O projeto de lei 02/2018 denomina de Bujari de Santa Rita de Cássia o sítio conhecido como Sítio Bujari, localizado na Zona Rural.

Este projeto teve as suas últimas aprovações no dia 23 de agosto em uma sessão onde teve as assinaturas do redator, presidente e secretário que mostraram parecer favorável a esta nova denominação, se baseando no argumento que o projeto atende aos requisitos legais. 

Câmara de Vereadores de Mauriti parabeniza município pelos 80 anos de emancipação

O município de Mauriti, no Cariri Cearense, comemora nesta segunda-feira,27, os 80 anos de sua emancipação política. Representando o poder legislativo, a presidente da Câmara dos Vereadores, Fernanda Martins (PSDB), parabeniza o município pelos 80 anos de emancipação política.

A parlamentar destacou o papel dos vereadores em trabalhar de forma conjunta pelo desenvolvimento do município através da proposição de leis, e colaborando com o bom andamento da gestão municipal.

A presidente em nome de todos os parlamentares, expressa seu profundo respeito ao povo de Mauriti, gente acolhedora e trabalhadora, desejando votos de conquistas e união em prol do bem do município.

Ibope: Lula tem mais de 50% dos votos em todos os Estados do Nordeste

Em pesquisas estimuladas realizadas em 25 Estados e no Distrito Federal, pelo Ibope, Lula aparece na dianteira em 17. No Nordeste, o candidato do PT tem mais de 50% das intenções de voto em todos os Estados. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

No Piauí, o ex-presidente tem 65% da preferência do eleitorado, no Maranhão tem 63%, em Pernambuco ele aparece com 62%, na Paraíba com 57%, no Ceará e em Sergipe 56%, na Bahia 55%, e em Alagoas e Rio Grande do Norte 53%. Na ponta oposta, o menor índice alcançado por Lula é em Santa Catarina, onde chega a 20%.

Já o candidato Jair Bolsonaro, segundo lugar nas pesquisas quando o ex-presidente é mencionado, de acordo com informações do portal G1, atinge as suas maiores intenções de voto em dois estados do Norte: Roraima (38%) e Acre (35%). O Distrito Federal também é um ponto forte do candidato do PSL, onde ele alcança 30%. Seus piores índices são todos em estados do Nordeste.

 

Além dos Estados nordestinos, o petista ainda é líder nas intenções de voto em oito estados: Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Tocantins.

Sem Lula

Sem Lula, os cenários mudam e Fernando Haddad não sai da casa de um dígito. Bolsonaro ver os números a seu favor crescerem cerca de 3%, em média, por estado. Já Marina Silva apresenta força no Norte e no Nordeste, principalmente no Amapá, Pará, Acre, Amazonas, Maranhão, Alagoas, Piauí, Sergipe, Pernambuco e Bahia.

Com a ausência de Lula, Ciro Gomes aumenta 24 pontos no Ceará, alcançando 39%. Além do estado onde foi governador, o candidato obtém aumentos maiores que 6% (suficiente para superar a margem de erro) em outros 3 estados comparado ao cenário anterior (Piauí, Maranhão e Tocantins). O melhor desempenho de Geraldo Alckmin continua a ser em São Paulo, onde passa a 15%.

Considerando a margem de erro e somente os candidatos, Jair Bolsonaro tem a maior intenção de voto em 14 estados (AC, AM, DF, ES, GO, MT, MS, RJ, RS, RO, RR, SC, SP, TO), Ciro em um (CE), além de existirem empates técnicos em 11 estados (AL, AP, BA, MA, PA, PB, PR, PE, PI, RN, SE).

Fonte: notícias ao minuto

Pesquisa: saiba quais são os pontos fracos dos candidatos à Presidência

Jair Bolsonaro (PSL) enfrenta forte resistência no eleitorado feminino. Marina Silva (Rede) patina entre os homens. Ciro Gomes (PDT) não convence os evangélicos. Geraldo Alckmin (PSDB) não atrai os mais jovens. Fernando Haddad (PT), provável substituto de Luiz Inácio Lula da Silva, tem desempenho pífio no interior.

Além de mostrar quem lidera a corrida eleitoral, a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo expôs os segmentos do eleitorado em que os candidatos têm desempenho mais fraco que a média.

É provável que esse quadro se mantenha, em um primeiro momento: as equipes de campanha dos principais concorrentes não planejam fazer agora esforços para conquistar eleitores mais resistentes. Pelo contrário, a estratégia é reforçar os laços com eleitores de perfil mais afeito ao discurso de cada um.

Apenas um terço do eleitorado de Bolsonaro é formado por mulheres – sendo que as eleitoras são 53% do eleitorado nacional. O deputado, que costuma obter alto engajamento de seguidores nas redes sociais, também enfrenta resistências no eleitorado mais velho e menos conectado à internet.

 

Eliane Souza, que vive em Teresina, no Piauí, é contundente ao explicar os motivos que a levam não cogitar o candidato do PSL nas eleições. “Ele entra em polêmicas sobre racismo, mulheres, homofobia… Não acho que ele tenha condições de governar o nosso país”, afirmou.

Moradora da periferia de Salvador, a aposentada Maria José dos Santos, de 76 anos, não possui celular nem para fazer ligações e não usa aplicativos como WhatsApp ou se conecta em redes sociais. “Não sei quem é esse cara, nunca ouvi falar”, disse ela, ao ser questionada sobre a candidatura de Bolsonaro, que concentra simpatizantes no segmento mais escolarizado e de maior renda. No outro extremo, é escasso o apoio entre os mais pobres e que estudaram até a quarta série.

“Quem quiser que vote nele, eu não”, disse Maria José, surpresa ao saber que lidera as sondagens eleitorais quando o ex-presidente Lula não é incluído entre os candidatos.

Se dois terços do eleitorado de Bolsonaro é masculino, com o contingente que apoia Marina ocorre o contrário. Segundo o Ibope, somente 37% dos eleitores da candidata da Rede ao Planalto são homens. Ela também tem desempenho abaixo da média nacional entre os eleitores mais velhos, brancos, de renda alta e do interior.

“Ah, não dá, Marina tem um sério problema de confiabilidade governamental”, disse Rinaldo Gomes da Silva, de Pitangueiras, cidade na região de Ribeirão Preto, em São Paulo. Do Paraná vem mais um “não” para Marina. “Ela não me inspira confiança. Tem que ter pulso firme, tem que ter a última palavra e nos discursos ela não demonstra isso”, afirmou Paulo Juliano Choma, da cidade de Mallet.

Mulher, branca, evangélica e moradora da região Centro-Oeste, a radialista Yara Galvão, de Aparecida de Goiânia (GO), é representante de vários segmentos nos quais Ciro tem desempenho ruim. Para ela, o “histórico político” do representante do PDT “desabona o candidato”.

Lucas Morais, de 26 anos, morador de Fortaleza, considera Alckmin um candidato dos “empresários sulistas”, o que afasta qualquer possibilidade de votar no ex-governador. Morais encarna, ao mesmo tempo, dois segmentos em que o tucano tem desempenho inferior à média: nordestinos e jovens.

Na divisão das intenções de voto por gênero e por religião, porém, a distribuição dos simpatizantes de Alckmin espelha exatamente a composição do eleitorado do País.

Haddad ainda nem se apresenta como possível candidato, apesar de o PT apostar nele como “plano B” para quando Lula for declarado inelegível por problemas legais – o ex-presidente foi condenado em segunda instância na Lava Jato e está preso desde o dia 7 de abril.

Pouco conhecido no País, Haddad é ainda mais ignorado fora das capitais. “É um cara que não se destaca”, disse Gilmar Baioto, 51 anos, comerciante de Porto Belo (SC). “Não conheço o trabalho dele”, afirmou em discurso parecido ao de Rosângela Souza, de Florianópolis.

‘Convertidos’

Para o cientista político Glauco Peres, da USP, a fragmentação das candidaturas faz com que as campanhas deem prioridade a preservar o eleitorado mais convertido, evitando avançar com tanta avidez nas parcelas da população em que são mais desconhecidos ou rejeitados. “É muito custoso avançar (em outras parcelas) e ter o risco de perder o seu eleitorado. Tem sido uma estratégia conservadora nas duas lógicas: de não avançar e de não perder o seu”, disse. Segundo ele, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) é quem aplica esse artifício com mais clareza.

Segundo Peres, que vê a possibilidade de um candidato ir ao segundo turno com votação entre 15% e 20%, o tempo curto de campanha reforça essa lógica. “Se tivesse mais tempo, seria muito arriscado ficar parado. O ideal seria ir angariando mais votos aos poucos, pelas bordas.”

A diminuição de recursos financeiros, com a proibição da doação empresarial, é outro fator responsável por evitar deslocamentos que podem se mostrar inúteis. Bolsonaro, por exemplo, é de um partido nanico, que não tem uma máquina consolidada nos Estados e municípios Brasil afora. “Ele vai lá (a cidades em que não tem muitos votos) fazer o quê? Não dá para ir a furadas. É uma eleição de muito cuidado”, afirmou Peres.

Por outro lado, quem está em situação delicada é Geraldo Alckmin (PSDB). Para chegar ao segundo turno, o candidato que mais tem tempo de TV no horário eleitoral gratuito se vê obrigado a tirar votos de Bolsonaro, que tem sido uma pedra no sapato do tucano até em São Paulo, Estado que governou por quatro vezes e é o principal reduto político da legenda. “Alckmin precisa ser muito mais incisivo contra o Bolsonaro. Está perdendo voto para ele e precisa reverter isso muito rápido”, avaliou Peres.

No entanto, a estratégia de pregar para convertidos tem seus riscos. Ao avançar para o segundo turno, o candidato precisa moderar o discurso a fim de atrair os eleitores “mais difíceis”, avaliou o cientista político Cláudio Couto, da FGV-SP. “Existem momentos para cada coisa: o foco prioritário nesse momento do primeiro turno pode ser os eleitores ‘garantidos'”, disse Couto, lembrando que a opção de Alckmin pela gaúcha Ana Amélia (PP-RS) como vice foi certeira ao focar no Sul, onde tem grandes chances de angariar votos na campanha.

Couto vê a necessidade de Bolsonaro investir no eleitorado feminino, considerado pelo professor questão indispensável. “O desprestígio do Alckmin no Nordeste não é comparável ao desprestígio do Bolsonaro com as mulheres, que é muito ligado às posições históricas que ele já tomou, de discurso”, disse. “O candidato não pode priorizar o eleitorado mais difícil, mas também não pode abandonar esse eleitorado. O ponto é saber dosar isso, modular o discurso.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: notícias ao minuto

Fiéis lotam Catedral Metropolitana para celebrar o dia da padroeira de Maceió

Centenas de fiéis se reuniram na Catedral Metropolitana de Maceió, no Centro, para celebrar o dia de Nossa Senhora dos Prazeres, padroeira da capital alagoana, na manhã desta segunda-feira (27).

A solenidade do feriado religioso começou com uma missa presidida pelo arcebispo Dom Antônio Muniz.

Jorge Vieira, 18, é morador do Feitosa e conta que vai a Catedral todos os anos para comemorar a data.

“É um dia muito importante e toda Maceió se une para celebrar a festa da padroeira, Nossa Senhora dos Prazeres. Hoje todos nós viemos prestar nossa homenagem, amor e pedir que a Mãe dos Prazeres nos dê alegria e felicidades”, disse.

Para completar as comemorações do dia, os fiéis sairão da Catedral em procissão até o Estacionamento do Jaraguá, após a celebração eucarística, que acontece às 15h.

Fonte: G1

Senac abre 6 mil vagas para cursos entre setembro e outubro em Salvador e cidades do interior; confira

As inscrições para Agenda de Cursos do Senac, dos meses setembro e outubro, já estão abertas para quem deseja se capacitar, aprender ou conhecer novas áreas. No total serão disponibilizadas cerca de 6 mil vagas para Salvador e interior.

De acordo com o Senac, têm cursos para todos os gostos e bolsos nos segmentos de Gestão, Beleza, Comércio, Hospitalidade, Gastronomia e Informática.

Para quem tem interesse de abrir o próprio negócio, a área de Beleza oferta uma seleção de cursos, sendo eles: gestão de salões de beleza (23), maquiador (34 vagas), cabeleireiro (20), escova básica (8 vagas) e manicure e pedicure (41).

Para ter acesso a Agenda completa com informações de valores, locais e horários basta ir até a uma unidade do Senac ou acessar o site www.ba.senac.br. O serviço também está disponível no Serviço de Informação Senac: (71) 3186-4000.

Curso gratuito

Através do programa de gratuidade, o Senac oferece mais de 150 vagas para o curso de Garçom/Garçonete – divididas entre as Unidades Casa do Comércio e Pelourinho.

O curso tem carga horária de 360 horas, com foco no mercado de trabalho. As inscrições podem ser feitas presencialmente nas Unidades do Senac. É necessário participar de seleção prévia. O Senac oferece gratuitamente alimentação (nas aulas práticas), fardamento, transporte e material didático.

Encontro de Beleza

No próximo domingo (2), na Casa do Comércio, das 8h às 18h, o Senac realiza a 2ª edição do Encontro de Beleza, projeto que reúne profissionais reconhecidos em escala nacional.

A programação conta com palestras e workshops sobre os mais diversos temas dentro da área de Beleza, como colorimetria, técnicas de corte feminino e masculino, além de maquiagem. O investimento é de R$ 100.

Fonte: G1