Ceará registra os dois primeiros casos da variante Mu em mulheres que viajaram à Colômbia

O Ceará registrou dois casos da variante Mu, originalmente encontrada na Colômbia, em duas mulheres que moram em Fortaleza. Ela têm idades de 45 e 47 anos, e tomaram uma dose da vacina contra a Covid-19. Ambas tem histórico de viagem para a Colômbia. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (15) pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

Segundo rastreamento, as duas mulheres desembarcaram na capital cearense em 6 de julho com sintomas gripais, foram a unidades de saúde e cumpriram autoisolamento durante a infecção.

Os dois casos da variante Mu foram identificados pela Rede Genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as variantes de interesse são mutações que devem ser observadas pelo potencial de transmissão ou escape de anticorpos, mas ainda não são consideradas variantes de preocupação, como é o caso da Alfa (Reino Unido), Beta (África do Sul), Gama (Brasil) e Delta.

Fonte: G1/Ceará

Butantan entrega 5,1 milhões de doses da CoronaVac ao governo

Instituto diz que cumpriu contrato com o Ministério da Saúde

O Instituto Butantan enviou hoje (15), ao Ministério da Saúde, mais 5,1 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a covid-19, produzida pelo instituto em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Com isso, o governo paulista informa ter cumprido o contrato com o Ministério da Saúde para a entrega de 100 milhões de doses desse imunizante, com uma antecedência de 15 dias.

Pelo contrato, o Ministério da Saúde deve receber 100 milhões de doses da CoronaVac até o dia 30 de setembro. Há meses, o governo paulista informava nas coletivas à imprensa que iria entregar o montante até o final de agosto. Mas não conseguiu cumprir esse prazo de adiantamento.

O problema nessa totalização informada pelo Butantan é que 8 milhões de doses da vacina foram interditadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por terem sido produzidas em uma nova fábrica da Sinovac, que ainda não havia sido inspecionada pelo órgão.

Como essas doses ainda não podem ser aplicadas até que a Sinovac comprove à Anvisa a segurança da produção, o governo de São Paulo decidiu ontem (14) substituir as vacinas. Hoje, o Butantan encaminhou também 1,8 milhão de doses extras para substituir as vacinas que foram interditadas, produzidas a partir de insumo farmacêutico ativo (IFA) enviado pela Sinovac.

Na semana que vem, segundo o instituto, chegará um novo lote de 5 milhões de doses prontas produzidas na fabrica da Sinovac que já foi vistoriada pela Anvisa.

A previsão do Butantan é conseguir substituir todas essas doses interditadas até o dia 29 de setembro.

Meta de vacinação

Em entrevista hoje (15) à imprensa, o governador de São Paulo, João Doria, informou que o estado paulista ultrapassou a meta de vacinação contra a covid-19 em idosos acima de 60 anos, com o esquema de imunização completo. Segundo o governo, mais de 7,3 milhões de pessoas nessa faixa etária estão protegidos contra a doença.

No público acima de 65 anos, foi atingido 100% de cobertura vacinal em todas as estratificações. Já na faixa de 60 a 64 o percentual foi de 93,5%, também acima da meta definida da campanha, que é de ao menos 90% do público-alvo. Agora, o estado começa a vacinar os idosos que concluíram seu esquema vacinal há seis meses com uma dose adicional, já que a proteção tende a cair após esse período.

No decorrer de toda a campanha, iniciada em janeiro de 2021, São Paulo aplicou mais de 57,9 milhões de doses. O número soma 35,92 milhões de aplicações de primeira dose, 20,79 milhões de segunda e 1,15 milhão de dose única, além de 111,6 mil de doses de reforço. O total de pessoas que completou o esquema vacinal no estado é hoje de 47,4%.

Redução de mortes com CoronaVac

O governo de São Paulo apresentou hoje dados, informando que a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan e a Sinovac, reduziu em 88% as mortes de pessoas com mais de 70 anos no Brasil.

Os dados do Sivep-Gripe (Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe) do Ministério da Saúde indicam que a média semanal de mortes por covid-19 entre as pessoas com 70 anos ou mais caiu de 1.316 por dia em 28 de março para 164 em 20 de agosto. A queda de 88% considera todo o território nacional.

Se consideradas apenas as estatísticas de São Paulo, o resultado é semelhante, com redução de 86% no número de óbitos. A média semanal de mortes por covid-19, entre pessoas com mais de 70 anos no estado, caiu de 353 por dia em 28 de março, para 51 em 20 de agosto.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Detran-CE realiza curso de Libras para servidores e colaboradores no Cariri

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), por meio da Diretoria de Educação de Trânsito, realiza, desde segunda-feira (13), o curso básico de Libras. A ação é destinada aos servidores e colaboradores do órgão, além de interessados vindos de instituições parceiras. A capacitação conta a parceria da Escola de Gestão Pública do Ceará (EGPCE) e acontece na regional do Detran-CE, em Juazeiro do Norte, distante 491 Km de Fortaleza.

Com carga horária de 80h e dividido em duas turmas presenciais, a capacitação conta com a participação de servidores dos Demutrans do Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Porteiras, Caririaçu, Milagres, Assaré, e Sest Senat, e a conclusão está prevista para janeiro de 2022.

O objetivo maior é proporcionar a comunicação e convivência efetivas entre cidadãos surdos, que buscam os serviços das entidades públicas, e seus funcionários. Dessa forma, o público poderá ser atendido com a mesma presteza que os cidadãos ouvintes, possibilitando a plena vivência da própria autonomia.

O curso tem início exatamente no mês em que é comemorado o movimento Setembro Surdo, por ser o período marcado por diversos eventos da comunidade surda. Eles são voltados para a conscientização sobre a acessibilidade e a comemoração das conquistas obtidas ao longo dos anos.

O diretor de Educação do Detran-CE, Ubiratan Teixeira, considera que “o Detran do Ceará tem interesse em formar pessoas que atendam a sociedade de forma plena, em que a inclusão não seja apenas teórica, e sim prática, com oportunidades para todos”.

Fonte: Governo Estadual do Ceará

Pontos de internet pública serão instaladas em outubro no Ceará; investimento total é de R$ 67 milhões

O programa Ceará Conectado, que prevê pontos de acesso gratuito à internet em espaços públicos de todas as cidades do Estado, implementará expansão de 60% na cobertura de fibra ótica, aumento de 2,6 mil km de cabos de internet. O investimento total previsto pelos cofres estaduais é de pouco mais de R$ 67 milhões, com previsão de entrega em março de 2022.

A instalação dos pontos de acesso gratuito terá início em outubro deste ano, começando por cidades que já integram a faixa do Cinturão. Entre os municípios que já estão sendo alvos de estudos para implementação dos pontos de acesso gratuito estão: Maranguape, Pacajus, Horizonte, Acaraú, Chaval.

O detalhamento do programa foi feito em transmissão ao vivo nas redes sociais no fim da manhã desta quarta-feira, 15 de setembro. Conforme o governador do Estado, Camilo Santana, o projeto será implementado com caráter de urgência. Ele se comprometeu ainda a realizar monitoramento semanal do andamento das obras para garantir que o prazo de entrega seja concluído.

“Estamos fazendo toda articulação necessária para que esse projeto seja concluído de forma rápida. Já falamos com a Enel para iniciar a instalação dos postos necessários para instalação dos pontos de acesso”, pontua o gestor.

A Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), responsável pelo Cinturão Digital, ficará encarregada de operacionalizar o novo programa. Em exclusiva ao O POVO, o presidente da Etice, Lassance de Castro pontua ainda a necessidade de investimento mensal de outros R$ 100 mil para manutenção da rede a ser instalada.

Medida representa a consolidação de um novo hub de desenvolvimento no Estado, com foco em conectividade e infraestrutura de dados, que começou a ser construído com a instalação de Data Centers no Estado e complementa perspectivas de investimentos em outros hubs, como o aéreo, portuário, do comércio exterior, logístico e de energia renováveis.

“Faremos com que o Ceará seja o primeiro estado do Brasil a ter todos os seus municípios conectados com rede de banda larga de alta velocidade, pública e com gratuidade de Wi-Fi”, completa o governador.

O projeto é uma expansão do ideal de conectividade implementado por meio do Cinturão Digital, que garante a integração de todos os sistemas públicos do Estado. De acordo com Camilo, a meta é consolidar uma expansão do Cinturão, fazendo com que ele conecte no mínimo o dobro de entidades já integradas e a partir disso, permitir o acesso gratuito da população à internet em determinados espaços públicos de cada cidade.

Para além do impacto social, o presidente da Etice destaca que com a internet via fibra ótica e pontos de acesso a internet gratuito serão “imensuráveis as oportunidades que os municípios vão ter” diante da possibilidade de ampliação de negócios digitais e de melhorias na gestão pública por meio do apoio tecnológico viabilizado pela conectividade.

“As pessoas, os empreendedores que fazem negócios naquela cidade não precisaram mais ficar restritos apenas aquele município, poderão fazer circular suas ideias por toda região e municípios vizinhos”, complementa Lassance. Ele pontua ainda que todas as empresas que poderão atuar como parceiras na segmentação dos provedores de internet no interior do Estado estão sendo contatadas pela entidade.

O setor de saúde pública também será impulsionado pelo programa, conforme estima Camilo ao destacar que por meio do Ceará Conectado será promovido a integração de todos os sistemas de atendimento a saúde no Estado.

“Vamos permitir que os dados sobre vacinação, sobre todo atendimento feito no posto de saúde no interior do Estado esteja disponível em qualquer lugar por um único sistema”, complementa o governador ao destacar que a ação é uma política estadual e será continuada mesmo após o término da gestão atual.

Fonte: O POVO

Camilo informa a chegada de 47.970 doses da Pfizer ao Ceará nesta quarta (15); lote da AstraZeneca também tem previsão para esta semana

Por Yago Pontes / Agência News Cariri

O Governador Camilo Santana anunciou em suas redes sociais nesta quarta (15), a chegada de mais 47.970 doses do imunizante da Pfizer por volta das 12h20. As doses, seguindo determinação do Ministério da Saúde, seriam direcionadas à aplicação em 1ª dose.

Camilo ainda complementou com a previsão de chegada de outro lote da AstraZeneca voltadas para a aplicação em 2ª dose. Entretanto, o governante não informou a quantidade de vacinas presentes no lote, nem a data certa para a chegada dos mesmos ao Ceará.

“Seguimos avançando na vacinação dos cearenses, com 8.724.994 doses aplicadas até o momento. Cada vez mais firmes na luta!”, finalizou o governador em sua mensagem.

Juazeiro: Secretaria de saúde anuncia reabertura de agendamento de 45 a 59 anos; aplicação de 2ª dose também é divlugada

Por Yago Pontes / Agência News Cariri

Em publicação no site oficial da Prefeitura, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do norte anunciou nesta quarta (15), a reabertura do agendamento para o público de 45 a 59 anos de idade, além de definir a aplicação da 2ª dose para quem tomou AstraZeneca, Pfizer e CoronaVac.

A reabertura para o público de 45 a 59 anos será nesta quinta feira (16), a partir das 10h através da plataforma Saúde Digital. Serão 60 vagas disponíveis, com a vacinação ocorrendo no dia seguinte, sexta (17), das 8h às 10h, no CEREST.

Já a aplicação da 2ª dose, que não precisa de agendamento, ocorrerá nesta quinta (16) e sexta (17). O horário preciso de aplicação será definido por lista nominal que será disponibilizada no site oficial da Prefeitura a partir das 14h de hoje.

Confira os horários e locais da aplicação da 2ª dose:

Data: 16 de setembro, quinta-feira

Horário: 9h às 16 horas

Locais:

Escola Pelúsio Correia de Macedo – 1.313 doses

Escola Edward Teixeira – 1.313 doses

Vacinação contra a Covid-19 (2ª dose – Astrazeneca)

A quem se destina:

– População geral de 45 a 59 anos que tomou a 1ª dose da vacina Astrazeneca nos dias 21 e 22 de junho – 4.305 doses

*Não precisará de agendamento na plataforma Saúde Digital

*A lista nominal será divulgada no site oficial da Prefeitura Municipal a partir das 14 horas desta quarta-feira, 15.

*Mesmo que o nome não esteja na lista, pode se dirigir ao local

 

Data: 16 de setembro, quinta-feira

Horário: 9h às 16 horas

Locais:

Unijuazeiro – 1.076 doses

Escola Padre Cícero – 1.076 doses

Escola Odete de Matos – 1.076 doses

2º Batalhão – 1.077 doses

Vacinação contra a Covid-19 (2ª dose – Coronavac)

A quem se destina:

– População geral de 23 a 29 anos que tomou a 1ª dose da vacina Coronavac no dia 24 de agosto

*Não precisará de agendamento na plataforma Saúde Digital

*A lista nominal será divulgada no site oficial da Prefeitura Municipal nesta quinta-feira, 16, às 14 horas.

*Mesmo que o nome não esteja na lista, pode se dirigir ao local

 

Data: 17 de setembro, quinta-feira

Horário: 14h às 20 horas

Local: Ginásio Poliesportivo – 1.179 doses

Vacinação contra a Covid-19 (2ª dose – Astrazeneca, Coronavac e Pfizer

A quem se destina:

– População remanescente que tomou a 1ª dose da vacina Astrazeneca até o dia 22 de junho e ainda não tomou a 2ª dose

*Não precisará de agendamento na plataforma Saúde Digital

 

Data: 17 de setembro, sexta-feira

Horário: 8h às 16 horas

Local:

Unijuazeiro

A quem se destina:

– População remanescente que tomou a 1ª dose da vacina Pfizer até o dia 19 de junho e ainda não tomou a 2ª dose

*Não precisará de agendamento na plataforma Saúde Digital

 

Data: 17 de setembro, sexta-feira

Horário: 8h às 16 horas

Local:

Unijuazeiro

A quem se destina:

– População remanescente que tomou a 1ª dose da vacina Coronavac até o dia 23 de agosto e ainda não tomou a 2ª dose

*Não precisará de agendamento na plataforma Saúde Digital

 

A secretaria informa que todos devem portar RG, CPF, cartão SUS, cartão de vacinação e comprovante de residência no ato da vacinação.