Taxistas, ambulantes e outros trabalhadores do Ceará podem se cadastrar para auxílio de cesta básica

As inscrições seguem até 14 de maio e serão realizadas pelo site da Secretaria da Proteção Social (SPS), pela internet.

O Governo do Ceará inicia nesta sexta-feira (30) as inscrições para cadastramento dos profissionais para recebimento do auxílio cesta básica, benefício de R$ 200 para compra de produtos alimentícios. O estado prevê beneficiar 150 mil profissionais que tiveram a renda reduzida em razão da pandemia de Covid-19. As inscrições seguem até 14 de maio e serão realizadas pelo site da Secretaria da Proteção Social (SPS), pela internet.

O benefício é voltado para trabalhadores de transporte alternativo e escolar, ambulantes e feirantes, mototaxistas, taxistas, motoristas de aplicativos, bugueiros, guias de turismo e despachantes documentalistas. No ato da inscrição, os candidatos deverão anexar documentos que comprovem as informações prestadas. Após o período, a SPS vai validar os dados e publicar a lista das pessoas que foram aprovadas para o benefício.

Titular da SPS, a secretária Socorro França explica que o pagamento será feito por meio de cartão alimentação e em duas parcelas de R$ 100.

“Após a validação das informações, faremos a distribuição dos cartões, para que as pessoas possam aproveitar desse benefício. Esse é um investimento de R$ 30 milhões do Governo do Ceará, que vai ajudar muitas famílias a passarem por esse momento”, observa a secretária.

Ela destaca, ainda, que a ação se soma a outros benefícios, como a distribuição do Vale Gás Social, para auxiliar as famílias cearenses a superar os impactos gerados pela pandemia do coronavírus. A SPS também oferece suporte para dúvidas por meio de um chat no site. Todo o processo pode ser feito também por celular.

Documentos necessários

 

Para efetuar a inscrição, será necessário anexar imagem do RG, comprovante de residência ou declaração; folhas da Carteira de Trabalho que indiquem não haver nenhum vínculo ativo ou outro documento que possibilite essa comprovação; e documentos que comprovem o exercício da atividade profissional.

Não serão aceitas inscrições de titulares de benefício previdenciário ou assistencial; além de pessoas que recebam seguro-desemprego, programa de transferência de renda federal, exceto Auxílio Emergencial e do Programa Bolsa Família; exerçam cargo, emprego ou função pública; e tenham recebido os auxílios estaduais da Secult e Setur.

O secretário executivo da Proteção Social, Francisco Ibiapina, destaca que o prazo foi pensado para que os profissionais que não disponham de todos os documentos possam buscá-los, quando necessário, em outros órgãos ou associações e sindicatos. “Iniciaremos as inscrições nesta sexta, e teremos duas semanas para que os candidatos tirem suas dúvidas, reúnam a documentação necessária e façam suas inscrições”, observa.

Fonte: G1/Ceará 

milhões de doses aplicadas; novo lote de vacinas chegará aos 184 municípios em até 24 horas

Novo lote chega no mesmo dia em que o Ceará ultrapassou 2 milhões de doses de vacinas aplicadas na campanha de imunização contra a Covid-19

Avião com o 16° lote de vacinas contra a Covid-19 pousou na tarde desta quinta-feira (29) no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins. A nova remessa contém 192.050 doses, sendo 188.250 da Oxford/AstraZeneca e 3.800 CoronaVac/Sinovac. Os imunizantes serão distribuídos imediatamente para os municípios cearenses.

O governador Camilo Santana usou as redes sociais para comunicar a chegada do novo lote e comemorar a marca de 2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 aplicadas em todo o Estado. “Chegamos hoje a mais de 2 milhões de doses aplicadas no Ceará. Continuamos nossa luta para vacinar todos os cearenses o mais rápido possível”, publicou Camilo.

Até o momento, o Ceará recebeu 2.430.300 doses de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Seguindo orientação do MS, o 16° lote será destinado para aplicação da primeira e segunda dose em idosos entre 60 a 64 anos e profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas.

Vacinômetro

Segundo o Vacinômetro da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), até às 17 horas da última quarta-feira (28), foram aplicadas 2.000.204 doses. Com isso, 1.318.465 cearenses foram vacinados com a primeira dose, e 681.739 já receberam a segunda dose.

Mais cedo, Camilo Santana destacou, via redes sociais, o trabalho dos profissionais de saúde que atuam para imunizar os cearenses, levando esperança para diversas regiões do Estado. “Agradeço o empenho dos nossos profissionais de saúde e de todos os municípios”, publicou.

Na publicação, o chefe do Executivo também ressaltou o esforço que o Governo do Ceará tem feito para agilizar a campanha de vacinação. “Nossa luta tem sido para acelerar cada vez mais esse processo, quer seja através dos repasses feitos pelo Governo Federal, ou na busca da aquisição direta de mais vacinas feita pelo Estado, como fizemos na compra da vacina Sputnik V, infelizmente ainda não liberada pela Anvisa”.

Nesta semana, o gestor anunciou que o Ceará deve receber no início do próximo mês o primeiro lote da vacina desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em parceria com a BioNTech. “Segundo o Ministério da Saúde, o Estado receberá no início de maio a primeira remessa de vacinas da Pfizer. Serão 17.550 doses, que serão enviadas em dois lotes de 8.775″.

MEIO AMBIENTE: Curso gratuito de Restauração Ecológica na Caatinga inscreve até segunda (03/05)

Formação online capacita profissionais da região da Chapada do Araripe que trabalham ou querem trabalhar com restauração ecológica

Profissionais da região da Chapada do Araripe que trabalham ou desejam atuar em restauração ecológica contam com oportunidade de capacitação gratuita. Estão abertas, até a próxima segunda (03/05), as inscrições para o Curso Online de Restauração Ecológica para a Caatinga, promovido pelo Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (Cepan). A formação exclusiva se debruça sobre fundamentos, metodologias e teorias acerca da restauração ecológica no bioma.

São 40 vagas disponíveis, sendo 60% delas para mulheres. Podem participar pessoas que executam ou desejam aprender a realizar atividades de restauração ecológica – a exemplo de diferentes métodos de restauração e também implementação de sistemas agroflorestais – como instituições ambientais, ONGs, proprietários de terra com áreas disponíveis para restauração, agricultores, entre outros. A oportunidade é exclusiva para público da região da Chapada do Araripe, abrangendo cidades do Sertão entre Pernambuco, Ceará e Piauí.

As inscrições serão analisadas e os selecionados para o curso serão divulgados no dia 10/05. O curso acontece virtualmente entre 17 de maio e 18 de junho, com aulas pré-gravadas e em tempo real, ministradas por equipe técnica especializada. Serão repassados conteúdos a respeito da Caatinga e especificidades do bioma; fundamentos e metodologias de Restauração Ecológica; componentes e sistemas para o planejamento e execução das atividades, e orientações sobre como preparar uma ação de restauração.

Promovido pelo Núcleo de Formação em Ciência & Tecnologia do Nordeste, braço formativo do Cepan, o curso integra as atividades do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Chapada do Araripe, iniciativa planejada e executada pela instituição desde abril de 2020. A proposta do projeto é recuperar 100 hectares de vegetação nativa no interior da Área de Proteção Ambiental (APA) Chapada do Araripe e no entorno da Floresta Nacional (FLONA) do Araripe-Apodi.

Através do projeto, a instituição visa recuperar o capital natural dos ecossistemas locais em consonância com capacitação e inserção de diferentes atores sociais da cadeia de restauração florestal da região no processo. Há mais de 20 anos protagonizando o Nordeste na restauração dos ecossistemas brasileiros, é a primeira vez que o Cepan realiza uma formação técnica específica para o bioma Caatinga.

“Percebemos que a temática não é tão amplamente difundida na região. Esperamos mobilizar atores sociais para aprenderem mais sobre o tema e, possivelmente, auxiliarem em projetos realizados na região da Chapada do Araripe”, explica Emanuelle Souza, analista de projetos do Cepan. A inscrição é gratuita e acontece através do formulário http://bit.ly/CursoCaatinga. Mais informações: araripe@cepan.org.br | (81) 99285.2274.

O curso, bem como todo o projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Chapada do Araripe, tem apoio do Projeto GEF Terrestre, Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), Grupo Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Ministério do Meio Ambiente (MMA).

SOBRE O CEPAN – O Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada no ano 2000, que tem como missão gerar e divulgar soluções estratégicas para a conservação da biodiversidade mediante ciência, formação de pessoas e diálogo com a sociedade. Com sede no Recife/PE, atua em planejamento, coordenação e execução de projetos de conservação da biodiversidade brasileira em consonância com seus Programas: Valoração do Capital Natural, Apoio à Conservação da Fauna e Flora, Indução e Implementação de Políticas Públicas Ambientais e Conservação de Áreas Costeiro-Marinho. Suas atividades se dão via parcerias com entidades locais, regionais, nacionais e de outros países, além de diversas instituições do primeiro, do segundo e do terceiro setor.

SERVIÇO:
Últimas inscrições para o Curso Online de Restauração Ecológica para a Caatinga
Aulas: 17 de maio a 18 de junho
Inscrições: 12 de abril a 3 de maio
Divulgação dos selecionados: 10 de maio

Público alvo: Executores(as) e potenciais executores(as) de restauração (membros de instituições locais com atuação na área ambiental, proprietários/as de terra com áreas disponíveis para restauração, agricultores/as, entre outros públicos), residentes na Chapada do Araripe (PE, PI e CE).

Inscrições gratuitas pelo formulário http://bit.ly/CursoCaatinga
Dúvidas ou mais informações: araripe@cepan.org.br | (81) 99285.2274
Realização: Núcleo de Formação em Ciência & Tecnologia do Nordeste e Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (Cepan)

Acompanhe novidades sobre o Cepan:
Facebook /cepan.ong
Instagram @cepan.ong
Site oficial www.cepan.org.br

Detran-CE amplia realização de exames práticos em Juazeiro do Norte a partir do dia 4 de maio

Com os devidos cuidados sanitários para garantir a segurança de todos os usuários, o órgão retoma aplicação em quatro regionais

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) ampliará, a partir da próxima terça-feira (4), a realização dos exames práticos no Interior do estado, para usuários que desejam concluir o processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As regionais de Sobral, Itapipoca, Iguatu e Juazeiro do Norte retomarão o processo de realização das provas práticas, nos turnos manhã e tarde, às terças, quartas e quintas-feiras, através de comissões examinadoras.

De acordo com a gerente do Núcleo da Controladoria Regional de Trânsito, Mairy Menezes, a retomada destes exames beneficiará os usuários e ajudará a reduzir a espera dos candidatos. “As comissões no Interior são muito aguardadas e, tomando todos os devidos cuidados com a higienização de veículos após cada exame, com o álcool em gel sempre disponível e termômetro, poderemos intensificar com segurança este procedimento, evitando assim o contágio da Covid-19”, explicou.

Somente em Sobral (a 223 km de Fortaleza), a expectativa para o mês de maio é que sejam realizados, em média, 250 exames para a categoria A e 240 para a categoria B, por semana. Já em Itapipoca (a 127 km de Fortaleza), serão realizadas, inicialmente, as provas para a categoria A, com uma média de 180 exames. Na regional de Iguatu (a 370 km de Fortaleza) serão aplicadas 192 provas para moto durante os primeiros três dias de exames e em Juazeiro do Norte (a 510 km da Capital), a média será de 360 alunos atendidos semanalmente.

A previsão é que o número de provas práticas seja ampliado no decorrer do mês de maio, tanto no Interior, quanto na Capital, atendendo usuários que desejem realizar exames para as categorias A, B, C, D e E, de acordo com os próximos decretos estaduais que estabelecem regras sanitárias no combate à disseminação da pandemia.

Governo do Ceará entrega mais 15 leitos de UTI no Hospital de Messejana

Nesta quinta-feira (29), o governador do Ceará, Camilo Santana, esteve no Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, o Hospital de Messejana (HM), para entregar 15 novos leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19, registrando a ocasião através de uma transmissão ao vivo via redes sociais. Ao seu lado estava o secretário de Saúde estadual, Dr. Cabeto, e o diretor geral do HM, Daniel de Sousa. Com esses novos leitos o Ceará soma um total de 5102 leitos para atender pessoas com covid-19, sendo 3775 de enfermaria e 1327 leitos de UTI.

“Dando continuidade à entrega de leitos exclusivos para reforçar e ampliar a rede de saúde no enfrentamento ao coronavírus, entregamos mais 15 leitos de UTI aqui no Hospital de Messejana, que já deve receber pacientes hoje mesmo, totalizando 290 leitos exclusivos Covid, sendo 177 de enfermaria, e 113 leitos de UTI. Antes aqui era um arquivo, mas o espaço foi otimizado e transformado em UTI. Aviso que em breve vamos fazer uma licitação para fazer uma grande reforma no HM,e  aproveito para parabenizar os profissionais de saúde, incansáveis em sua dedicação, pois temos de lembrar que estamos enfrentando uma pandemia, mas os problemas normais de saúde continuam, as demandas continuam e estão sendo atendidas”, apontou Camilo.

O secretário de saúde do Estado, Dr. Cabeto, ressaltou a importância do Hospital de Messejana não apenas para o Ceará, mas para o Brasil. “Esse hospital é um dos maiores centros de formação do Brasil, somos referência em cardiologia, pneumologia, transplantes, e durante a pandemia o hospital se reinventou, pois continuamos a atender doenças complexas, além dos pacientes com covid. Nossos profissionais de saúde têm colocado a vida aqui dentro, e a história dessa pandemia pode ser vista através da vida das pessoas, e trabalhar aqui no HM é fazer história”, ressaltou o titular da Sesa.

A criação dos novos leitos também propicia que a estrutura interna da unidade volte a receber os pacientes do perfil cardiopulmonar, dando mais celeridade e qualidade ao atendimento dispensado aos pacientes. Em 2020, uma unidade de campanha com 40 leitos da enfermaria Covid, foi montada no estacionamento do Hospital. No início de abril deste ano, outra estrutura de campanha, com 39 leitos, foi levantada para receber os pacientes com enfermidades cardíacas, não-Covid.

“Ano passado aqui nós chegamos a ter 80 leitos para atender pacientes com Covid, atualmente já passamos de 100. Além disso, temos de ter um cuidado a mais, pois nossos pacientes já são cardíacos, doenças pulmonares, e isso foi um agravante com a Covid. Continuamos aqui trabalhando com o fluxo normal do hospital, e com os pacientes com covid-19, e sempre garantindo a segurança desses pacientes de forma simultânea. Já possuímos também oito leitos que disponibilizam uma UTI respiratória, único no Ceará e uma dos poucos no Norte-Nordeste, somos uma unidade de saúde bem específica, incluindo o serviço de pneumologia e cardiologia, e pós pandemia toda essa estrutura vira legado ao hospital”, detalha Daniel de Sousa, diretor geral do HM.

Vacinas

O governador do Ceará finalizou a transmissão informando que o Estado receberá o 16º lote de vacinas do Ministério da Saúde, e destacou a importância que profissionais da educação sejam considerados também um grupo prioritário na campanha de vacinação.

“Ainda nesta quinta-feira (29) vamos receber mais um lote de vacinas, mas enquanto a gente não conseguir imunizar a população nós estamos numa luta muito grande para retomar uma das atividades mais importantes, que é a educação. Por isso precisamos vacinar os professores, ontem (28) mesmo eu oficializei mais uma vez ao Ministério da Saúde e ai Comitê que trata da Campanha Nacional de Imunização, a inclusão dos nossos professores como grupo prioritário, conversei inclusive hoje com o ministro Queiroga, e aguardo a autorização para que a gente possa esses profissionais que são tão importantes e que possamos retomar as aulas presenciais após quase um ano de aulas remotas. Isso traz um prejuízo social muito grande aos nossos alunos, às nossas crianças do Ceará. Vamos seguir trabalhando em busca de salvar vidas, que é o nosso maior objetivo”, finalizou Camilo Santana.

Família denuncia estupro coletivo de criança e adolescente por quatro homens no interior do Ceará

Meninas brincavam em um açude da região quando foram abordadas. Policia investiga o caso

Uma criança de 9 anos e uma adolescente de 12 anos foram estupradas por quatro homensem Mombaça, no Sertão Central do Estado do Ceará, segundo a família denunciou à Polícia. O crime teria acontecido em um açude do distrito de Morada Nova, na última segunda-feira (26), quando elas brincavam no local, de acordo com uma parente das vítimas.

A familiar relatou ao Diário do Nordeste que o grupo embebedou as meninas antes do abuso sexual. Elas foram deixadas em uma vila próxima ao local e levadas a um hospital de Tauá, município próximo.

De acordo com ela, a criança e a adolescente estavam sangrando e desorientadas. Um Boletim de Ocorrência (B.O) também foi registrado na delegacia de Mombaça na última terça-feira (27). Os homens foram identificados pela menina mais velha, depois de ela ter acordado na unidade de saúde.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS)  informou que a Polícia Civil, por meio da Delegacia Municipal de Mombaça, está com investigação em andamento visando elucidar o crime.

FAMÍLIA PEDE SUPORTE 

Também segundo a familiar, o caso não está recebendo a devida atenção. A denunciante está fora do Estado e impossibilitada de ajudar a família, que têm pouca instrução e não sabe como proceder.

“As meninas não receberam nenhum atendimento psicológico, pois não têm condições. A minha família é muito pobre, e as pessoas não estão dando a mínima [atenção] para o caso. Eles não sabem como resolver isso na Justiça”, conta.

O relato dá conta ainda que a menina mais nova, que ficou acordada durante o estupro, foi orientada a ficar calada e “não contar para ninguém”.

DENÚNCIAS

A população pode contribuir repassando informações à Polícia que possam auxiliar os trabalhos investigativos. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou ainda pelo telefone (88) 3583-3435, da Delegacia Municipal de Mombaça. O sigilo e o anonimato são garantidos.

 

Fonte: Diario do Nordeste 

Deputado solicita apoio psicológico para crianças e adolescentes filhos de mulheres vítimas de feminicídio

No ano de 2020, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) contabilizou 27 crimes de feminicídio no Ceará, sendo a maior parte no interior do Estado. Dentro dessa realidade, o Deputado Estadual Fernando Santana (PT), protocolou na Assembleia Legislativa um projeto de indicação que sugere ao Governo do Estado a criação de um programa de apoio psicológico para crianças, jovens e adolescentes filhos das vítimas de feminicídio.

O projeto de indicação (PI) 138/2021 começou a tramitar na Casa nesta semana e detalha como funcionaria, na prática, a atuação dos profissionais. No texto, o acompanhamento psicológico previsto deve ser realizado por profissionais integrantes do Sistema Estadual Público de Saúde, bem como por profissionais de clínicas particulares, mediante convênio celebrado com o Poder Público para este fim.

“Nosso Estado, infelizmente, ainda tem muitos resquícios de uma cultura machista em que a mulher é tratada como posse, como objeto, e acaba sendo vítima nas mãos de homens que são, muitas vezes, seus parceiros. É uma tragédia quando isso acontece pois a mulher não tem chance de se defender e é assassinada por conta do seu gênero”, explica Fernando.

De acordo com o PI, as notificações policiais de casos de feminicídio devem conter informações sobre a existência de crianças, adolescentes e jovens dependentes diretos da vítima, de forma a possibilitar ao Estado cadastrar e promover o apoio psicológico previsto.

“Nosso objetivo é minimizar o máximo possível os danos psicológicos decorrentes do feminicídio na vida de crianças, adolescentes e jovens, especialmente no seio de famílias que não dispõem de recursos financeiros suficientes para contratar profissionais particulares para realizar esse atendimento psicológico”, destaca.

Para o Deputado, não se pode ignorar o abalo psicológico que sofrem órfãos que perderam suas mães assassinadas por maridos, companheiros e namorados, e entende que cabe ao Estado a adoção de políticas públicas de saúde para atender a esse público específico.

Saiba quantas doses cada estado receberá das vacinas contra a covid

Mais populoso do país, São Paulo terá direito a 1,2 milhão de unidades, enquanto Minas Gerais vai ganhar 589 mil fármacos

O Ministério da Saúde informou, nesta quinta-feira (29), o quantitativo de doses que cada estado brasileiro vai receber do novo lote, composto por 5,27 milhões aplicações, das vacinas de Oxford/AstraZeneca e CoronaVac.

Iniciada hoje, a distribuição é proporcional ao tamanho da população de cada unidade da federação

A pasta não informa o ritmo de entrega dessa nova remessa de doses aos estados, mas enfatiza que o público-alvo desse envio são pessoas de 60 a 64 anos. A estimativa é aplicar a primeira dose em 48% dessa população no país.

São Paulo, o mais populoso do país, terá direito a 1.265.150 doses, sendo 1.239.750 de Oxford e outras 25.100 de CoronaVac. A segunda unidade da federação que mais receberá doses será Minas Gerais, que tem direito a 578 mil fármacos de Oxford e outros 11,8 mil de CoronaVac, totalizando 589.900 aplicações.

Já no Rio de Janeiro, começa a desembarcar hoje uma soma de 517.450 dose, sendo 10,2 mil de CoronaVac e outras 507.250 de Oxford/AstraZeneca.

No Sul, o Rio Grande do Sul é o que mais receberá imunizantes. Serão 353.750 doses de Oxford e outras 7.200 de CoronaVac, num total de 360.950. Já no Nordeste, Bahia é o estado que terá mais doses, com 336.300 no total.

Veja a quantidade de doses de Oxford que vão chegar aos estados a partir de hoje:

REPRODUÇÃO/MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretarias de Cultura do Ceará e de São Paulo lançam programação especial online com o “Mês do Ceará”

Em parceria inédita de difusão artística, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo lançam programação com conteúdos cearenses em maio na plataforma gratuita.

A partir deste sábado, (1º) e durante todo o mês de maio, através de parceria inédita entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a plataforma online #CulturaEmCasatransmitirá conteúdos realizados no Ceará pelo projeto Ponte Aérea Cultural. A programação conta com seis programas produzidos pelo Porto Dragão e pelo Cineteatro São Luiz, equipamentos da Secult Ceará, geridos em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM). Traz uma diversidade de atrações como shows e apresentações musicais, documentários, espetáculos teatrais e outras performances artísticas, que vão ao ar diariamente de forma gratuita, ao vivo e também disponíveis no modo “on demand”.

A ação faz parte do conjunto de estratégias que buscam difundir e promover os conteúdos. “A arte é uma ponte. Ela possibilita encontros e travessias. Então, quando duas secretarias estaduais de cultura se reúnem para fazer uma ponte aérea cultural – em parecia com o Instituto Dragão do Mar e Amigos da Arte – viabilizando encontros de criação artística, na verdade, estamos democratizando, fomentando e difundindo uma produção diversa, mas também singulares de cada um desses lugares. Para a Secult Ceará essa parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo é estratégica e pode gerar uma colaboração mais perene e numa via dupla para o intercâmbio artístico entre os dois estados. Nesse primeiro contexto, com a difusão de conteúdos artísticos nas plataformas #CulturaEmCasa de São Paulo e #CulturaDendicasa do Ceará, mas que possamos em breve ocupar a programação física das redes de nossos equipamentos culturais”, enfatiza Fabiano Piúba, secretário de Cultura do Estado do Ceará.

A iniciativa é também resultado das diretrizes de integração dos equipamentos culturais do estado, fomentando cada vez mais uma atuação em rede e potencializando o alcance e os resultados das políticas, ações e programações culturais. Para o Diretor de Articulação Institucional do Instituto Dragão do Mar, Lenildo Gomes, “a parceria com a Plataforma #CulturaEmCasa possibilita concretamente um enorme passo no sentido da contribuição do Instituto Dragão do Mar e a Rede de Equipamentos da Secult Ceará sob sua gestão para o fortalecimento das políticas públicas para a cultura no âmbito do Estado do Ceará. A difusão desse conteúdo, resultado dos processos de apoio e fomento à produção artística, representa excelente oportunidade de divulgação da diversidade dessa produção cearense, diversa em seus aspectos estéticos e, sobretudo, em sua abrangência conceitual. Com isso, cria-se então a possibilidade de ampliar a visibilidade de artistas cearenses em âmbito nacional.”

Programação

A programação especial do “Mês do Ceará” conta com conteúdos produzidos em dois importantes equipamentos culturais do estado: Porto Dragão e Cineteatro São Luiz.

Produzidos pelo Porto Dragão, temos programas em formatos de séries, onde cada episódio provoca reflexões e inspirações oriundas do fazer artístico e da cultura cearense. “Nós no Batente” é uma série documental que convida a conhecer e pensar em quem está no batente do viver de arte no estado. A série “Zona de Criação” reúne música, teatro, dança e performance em episódios onde diversas linguagens e estilos se manifestam em projetos adaptados para a tela. Já o programa “Porto Dragão Sessions” retrata um recorte da cena musical cearense com 15 artistas da capital e interior, apresentado por Gero Camilo e Karine Carvalho e com entrevistas de Daniel Peixoto.

Já do Cineteatro São Luiz, temos uma extensa programação de espetáculos musicais, teatrais e de cinema, que ultrapassam os limites físicos do seu palco e sua tela e chegam em novo formato para um público mais amplo, com cada atração sendo transmitida em dois horários. O programa Em Cartaz #CulturaEmCasa traz uma experiência de tradução do teatro para a linguagem audiovisual, com espetáculos dos programas “Curta Mais Teatro” e “Cena São Luiz”. No #CulturaEmCasa Musical, o público terá acesso à experiência sonora do programa “Dentro do Som”, que parte de uma nova perspectiva, com a audiência desfrutando do espetáculo em cima do palco do São Luiz, bem próximo de músicos e novas bandas do Ceará. E o Cine #CulturaEmCasa será voltado para a exibição de filmes de curta, média e longa metragens cearenses selecionados pelo Cineteatro para sua Semana do Audiovisual Cearense.

Sobre o Cultura em Casa

Criada em abril de 2020 pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a plataforma é gerida pela Organização Social Amigos da Arte. Tem a missão de ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade, 100% gratuitos e difundir a intensa produção cultural do Estado de São Paulo, reunindo conteúdos do Teatro Sérgio Cardoso, do Museu da Diversidade Sexual e das instituições da Secretaria, como OSESP, Jazz Sinfônica, Pinacoteca, São Paulo Companhia de Dança, Fábricas de Cultura, TV Cultura, Bibliotecas, e os Museus da Imagem e do Som, do Futebol, Índia Vanuíre, Casa de Portinari Felícia Leirner, entre outros.

Desde sua criação em 2020, já realizou importantes ações como o Festival e o Intensivão #CulturaEmCasa, o #DiálogosNecessários e o #SPGastronomia, além de parcerias através do Projeto Ponte Aérea Cultural com os estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo e, agora, o Ceará. Até o momento, ela registrou 5,4 milhões de visualizações em três mil conteúdos disponibilizados, alcançando 3.300 mil cidades, em 135 países e envolvendo 13 mil profissionais do setor.

Serviço

Projeto Ponte Aérea Cultural leva programação cearense para a plataforma digital #CulturaEmCasa durante todo o mês de maio de 2021. Toda a programação será transmitida de forma gratuita, ao vivo e on demand.

Confira a programação completa aqui

Link da plataforma: www.culturaemcasa.com.br

Comitê de Integridade: Semace busca excelência na prestação de serviços à população

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) vem desde 2018 instrumentalizando ações em busca de um alinhamento consistente e aderente aos valores éticos compartilhados pela sociedade. Nesse contexto, a participação da autarquia no Programa de Integridade do Poder Executivo do estado do Ceará, instituído pela Portaria CGE nº 121/2018, de 14 de Junho de 2018, tem se somado a ações diversas que buscam o alcance dos seus objetivos estratégicos e a entrega de resultados esperados pela população, de forma regular, eficiente, transparente e proba.

Na ocasião, a Superintendência instituiu um Comitê de Integridade como instância colegiada com o objetivo de implementar instrumentos, processos e estruturas baseados em boas práticas de governança e compliance de controles internos da gestão e de gerenciamento de riscos à integridade. O Comitê conta com a participação da gestão superior, e de representantes das áreas de planejamento, comunicação, ética, administrativa e financeira, tecnologia da informação, jurídica e ouvidoria.

Dentre as diretrizes do comitê, a autarquia respondeu ao questionário elaborado pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), resultando no documento de Diagnóstico de Integridade da instituição, que avaliou 11 componentes: Gestão Estratégica; Mapeamento e Padronização dos Processos; Gestão de Riscos; Monitoramento das Atividades e dos Resultados; Gestão de Recursos Humanos; Gestão Patrimonial; Gestão de Tecnologia da Informação; Controle Interno e Ouvidoria; Transparência Pública e Comunicação; Aplicação do Código de Ética e Conduta da Administração Pública Estadual e Ações Anticorrupção, de Prevenção e de Combate a Fraudes e Responsabilização Administrativa.

O Diagnóstico de Integridade identificou forças e fragilidades da Semace, apresentando percentual de aderência global de 65.74%, que situa a instituição no nível GERENCIADO de Integridade. “As fragilidades e as oportunidades de melhoria detectadas na aplicação do Diagnóstico direcionaram a elaboração do Plano de Integridade da Semace, documento já apresentado à CGE para análise”, destaca o superintendente do órgão, Carlos Alberto Mendes.

De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a integridade é uma pedra fundamental da boa governança, uma condição para que todas as outras atividades da instituição não só tenham confiança e legitimidade, mas também que sejam efetivas.

“A Semace continua olhando para frente, agora com o objetivo de elevar o nível de integridade, desenvolver uma cultura organizacional baseada em elevados valores e padrões e aumentar a qualidade na prestação dos serviços públicos”, conclui Carlos Alberto.