Águas do Eixo Norte da Transposição chegam a Brejo Santo

As águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco passaram do vertedouro do Reservatório de Jati e chegaram, na última sexta-feira (6), ao Reservatório Atalho, em Brejo Santo (CE). Desde o dia 27 de outubro, quando foi retomada a pré-operação do trecho, as águas do Velho Chico voltaram a encher as estruturas do Eixo Norte e, a partir de agora, seguirão para a cidade de Mauriti, na região do Cariri, e para os estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

O bombeamento estava suspenso desde o rompimento de um conduto na Barragem de Jati, no Ceará, em agosto deste ano. Depois do rebaixamento do vertedouro, o fluxo das águas foi liberado na última semana de outubro. Com isso, a Estação de Bombeamento EBI-3, localizada em Salgueiro (PE), foi acionada, permitindo a retomada da pré-operação do Eixo Norte.

Projeto São Francisco

O Projeto de Integração do Rio São Francisco soma 477km de extensão e é o maior empreendimento hídrico do Brasil. Quando todas a estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas em 390 municípios de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

O Eixo Leste, com 217 quilômetros de extensão, está em funcionamento desde 2017 e abastece 1,4 milhão de pessoas em 46 cidades pernambucanas e paraibanas. Os investimentos da União em todo o Projeto São Francisco já alcançaram R$ 10,8 bilhões.

Crajubar: candidatos intensificam corpo a corpo em busca de votos na reta final da campanha

Na reta final da campanha eleitoral, os onze candidatos a prefeito do Crajubar intensificam as atividades de campanha para conquistar o voto do eleitor nas urnas no próximo domingo (15). Após o TRE-CE proibir os atos políticos com aglomeração, no último dia 04, as agendas corpo a corpo se tornaram a principal atividade de campanha dos candidatos em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha.

Com a proibição das carreatas, adesivaços e bandeiraços, que ajudavam a turbinar a imagem dos candidatos menos conhecidos pelo eleitorado, os atos corpo a corpo – apesar das restrições sanitárias que recomendam distanciamento social – predominam nesta última semana de campanha.

Nas três cidades do Crajubar, os prefeitos buscam reeleição. A situação mais confortável é a de Zé Aílton Brasil (PT), em Crato, que de acordo com a última pesquisa IBOPE lidera a corrida eleitoral com 26% de vantagem sobre o segundo colocado.

Doses do 1º lote da Coronavac chegam ao país em novembro

Segundo governador de São Paulo, João Doria, as os obras para a construção da fábrica da vacina no país tiveram início no dia 2 de novembro

As primeiras doses da vacina Coronavac, desenvolvida a partir da parceria entre o governo do estado de São Paulo e o laboratório chinês, Sinovac, chegam ao país no dia 20 de novembro. A informação foi confirmada pelo governador de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (9) no Instituto Butantan.

As primeiras 120 mil doses chegam dia 20 de novembro no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, com autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e das autoridades sanitárias chinesas.

Até 30 de dezembro, a previsão é de que cheguem ao país 6 millhões de vacinas no Estado. Doria afirmou, contudo, que o estado aguardará a autorização da Anvisa para a aplicação da vacina. “Só será será levada ao público após a autorização da Anvisa”, disse Doria.

De acordo com o governo de São Paulo, a matéria-prima será transportada em bolsas de 200 litros dispostas em containers refrigerados, já que a Coronavac não necessita de temperaturas negativas para seu armazenamento.

Até dezembro de 2020, o Instituto Butantan prevê receber 46 milhões de doses da Coronavac, sendo 6 milhões de doses da vacina já prontas para aplicação e outras 40 milhões que serão formuladas na fábrica do instituto. Outras 15 milhões de doses devem chegar até fevereiro de 2021.

O transporte da matéria-prima usada na vacina será feito por aviões fretados e comerciais para transportar a carga da China até o Brasil.

“Anunciamos que se houvesse uma manifestação clara do Ministério da Saúde poderíamos entregar até maio 100 milhões de doses. Isso está dentro do acordado com a Sinovac. A fábrica vai do zero até o final do processo”, afirma Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan.

O governador anunciou também o início da obras para a construção da primeira  fábrica da América Latina da vacina Coronavac, desenvolvida em uma parceria entre o governo do estado de São Paulo e o laboratório chinês, Sinovac. As obras começaram no dia 2 de novembro em uma instalação que já existia no Instituto Butantan. O término das obras deve ocorrer em setembro de 2021.

O custo com as obras está estimado em R$ 160 milhões. Segundo o governo, foram arrecadados até o momento R$ 130 milhões com doações de 24 empresas dos mais diversos setores da economia. As doações estão sendo coordenadas pela organização social Comunitas, com o apoio da Invest-SP. A unidade terá 10 mil metros quadrados de área e capacidade de produzir 100 milhões de doses por anos.

“A fábrica está sendo financiada 100% por empresas privadas porque precisávamos de agilidade, em 30 dias fomos capazes de movimentar o setor privado para esse projeto”, afirma Wilson Melo, presidente da InvestSP.

De acordo com o secretário de saúde Jean Gorinchteyn, o coronavírus apresentou pequenas variações e manteve a mesma estruturas. Isso significa que ainda que o vírus apresente mutações, não devem comprometer as doses disponibilizadas. “Não identificamos nenhuma mutação que pudesse nos preocupação.”

Estudos clínicos

Coordenado pelo Instituto Butantan, os testes envolvem 13 mil profissionais de saúde em centros de pesquisa de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Segundo o Instituto, até o momento, mais de 10 mil pessoas já receberam ao menos uma das duas doses da vacina ou placebo.

Assim que os estudos clínicos comprovarem os índices de segurança e eficácia, a Coronavac será submetida ao devido registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para, depois, ser distribuída para a vacinação da população.

Fonte: R7

Operação contra tráfico internacional e drogas mira pessoas em Barbalha e Juazeiro do Norte

A Polícia Federal (PF) faz buscas por um suspeito de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, em um condomínio de luxo no Porto das Dunas, em Aquiraz, na Grande Fortaleza, nesta segunda-feira (9). O mandado de prisão faz parte da Operação Simios no Ceará e em outros cinco estados. Ainda na ação, um outro suspeito foi preso em Barbalha.

(Correção: o G1 errou ao informar que o suspeito havia sido preso, conforme afirmou a Polícia Federal no Ceará. A corporação corrigiu a informação e disse estar “diligenciando” para o cumprimento do mandado de prisão. O erro foi corrigido às 12h29)

Além dos mandados de prisão, a polícia também cumpre três mandados de busca e apreensão em Juazeiro do Norte e em Barbalha, no Sul do Ceará.

De acordo com a Polícia Federal, o suspeito procurado mora em Juazeiro do Norte, mas tem um apartamento alugado no condomínio onde está sendo procurado. “A PF informa que está diligenciando para cumprimento de mandado de prisão em Aquiraz/CE (ou Porto das Dunas), não tendo ainda sido efetivada a prisão”, disse a Polícia, em nota.

Prisão em Barbalha

O homem preso em Barbalha, foi encaminhado para a Delegacia Municipal da cidade.

A Operação Símios tem como objetivo desarticular organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas para a Europa e lavagem de dinheiro. A organização criminosa tem como especialidade o transporte e armazenamento de cocaína em grandes quantidades em território nacional, a fim de ocultá-la em cargas exportadas via portos brasileiros para a Europa em contêineres.

A ação desta segunda-feira está em outras capitais além de Fortaleza. As investigações socorrem nas capitais de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Piauí, São Paulo e Mato Grosso, bem como no interior de Pernambuco, nas cidades de Torre, Boa Viagem, Piedade, Jaboatão, Bonito, Petrolina, e em São Paulo, Sumaré(SP), Cuiabá (MT), Natal (RN), Parnamirim (RN) e Teresina (PI).

Cocaína em carga de bananas

A Polícia Federal, então, iniciou a investigação criminal, tendo apoio da Receita Federal na troca de informações sobre os criminosos. As investigações, até o momento, revelam que o grupo criminoso é formado por integrantes espalhados por estados do Nordeste, mas com atuação também no Norte do país. As lideranças da organização têm raízes no roubo e furto de cargas e, por isso, já foram alvos da Operação Piratas do Sertão, deflagrada pela Polícia Federal em 2010 nos Estados de Rio Grande do Norte e Paraíba. Além disso, foram detectados laços criminosos desse grupo com lavadores de dinheiro na Região Sudeste e Centro-Oeste.

Na operação foram mobilizados 80 policiais federais. Ao todo, 15 pessoas já foram indiciadas pelos crimes tráfico e financiamento ao tráfico de drogas; organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas podem variar de três a 20 anos de reclusão, mas, considerado o concurso de crimes, podem chegar ao limite máximo de 30 anos de cumprimento da pena.

A Operação Símios está sendo deflagrada em conjunto com a Operação Pojuca, conduzida pela Polícia Federal no Pará, haja vista a detecção de que o grupo também foi responsável por ações criminosas do mesmo tipo em porto daquele Estado.

Fonte: G1

Antiga estrada carroçável entre Lavras da Mangabeira e Aurora é entregue pavimentada pelo Governo do Ceará

Transitar entre a sede do município de Lavras da Mangabeira, o distrito de Iborepi e o entroncamento da CE-288 – já no município de Aurora – ficou mais rápido e seguro com a conclusão dos serviços de pavimentação desse trecho de quase 24 km da Rodovia CE-153, entregue neste sábado (7), pelo Governo do Ceará, com a presença do governador Camilo Santana. A obra custou R$ 32.028.994,82 e foi feita com recursos do Estado.

Durante a entrega, Camilo Santana fez questão ver como ficou a obra e destacou a importância da rodovia para quem mora na região. “Essa estrada é uma implantação nova. É mais uma conectividade entre dois municípios importantes do estado do Ceará. São quase 24 km de estrada ligando os municípios, que antes era carroçável, e é antigo sonho dos moradores”, reforçou o chefe do Executivo estadual.

Representando a Prefeitura de Lavras da Mangabeira esteve o chefe de Gabinete, João Marcos Nogueira, que expôs o sentimento de alegria e gratidão com a conclusão da obra. “A gente só tem a agradecer essa belíssima obra que está sendo entregue, ligando esses dois municípios e possibilitando o deslocamento da produção e do pessoal que mora aqui próximo à estrada”.

Aproveitando a oportunidade, Camilo Santana assinou a ordem de serviço de outra estrada, dessa vez ligando o distrito de Ingazeira à sede do município de Aurora. “Concluímos a licitação e segunda-feira começa”, anunciou. A obra terá um custo de aproximadamente R$ 20 milhões.

Nova realidade

Uma vida inteira sofrendo com as condições de deslocamento por conta da estrada carroçável. Assim foi a realidade de Valdemar Ferreira Maia, 77 anos, e Renildo Ferreira Maia, 32 anos, pai e filho, respectivamente. Eles moram na zona rural de Lavaras da Mangabeira são parte da população diretamente beneficiada com a pavimentação de CE-153.

“Foi bom demais ter saído essa estrada, porque a gente sofria muito, carro quebrava na estrada, ninguém conseguia ir para Lavras (da Mangabeira). Isso foi uma bênção que Deus nos deu”, comemorou “seu” Valdemar ao relembrar como era a peleja para ir até a sede do município.

Para seu filho Renildo, a pavimentação foi a melhor intervenção pública já feita na região. “Essa estrada foi a coisa melhor do mundo. Era uma estrada de terra e a gente sofria quando queria ir para Lavras da Mangabeira ou Aurora. No tempo do inverno era complicado e agora melhorou muito. Foi o melhor projeto que chegou para nós”, disse.

O ex-presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, nasceu no distrito de Iborepi e fez questão de acompanhar o momento. Ao lado dele, estavam o deputado estadual Daniel Oliveira e a ex-prefeita de Lavras da Mangabeira, Dena Oliveira.

Mais estradas

O Ceará de Ponta a Ponta – Programa de Logística e Estradas entregou, desde 2015, quase 2.500 km de rodovias estaduais pavimentadas, duplicadas ou restauradas. No total, já foram investidos R$ 2,1 bilhões. Só este ano, mesmo em meio à pandemia, já são 216 km de rodovias entregues, que receberam recursos na ordem de R$ 202,7 milhões.

Atualmente, 684 estão passando por obras, sendo 387 km de rodovia em implantação, 178 km em restauração e 119 km em duplicação. Para isso, estão sendo investidos R$ 729 milhões.

III CIRRC formará novos operadores de intervenção para o sistema penitenciário do Brasil

A Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará realiza, até o dia 25 de novembro, o III Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerário (CIRRC). Mais uma qualificação que formará operadores para as unidades prisionais de todo o Brasil.

O curso já se tornou referência nacional e forma agentes de segurança que podem agir em circunstâncias adversas, como crise, simulação de rebelião e motim generalizado. Negociação tática, resolução de conflito em ambiente carcerário, aulas teórica da Lei de Execução Penal e Direitos Humanos também estão na carga horária da qualificação gerida pela SAP.

Antes de iniciarem no CIRRC, os servidores passam por testes terrestres como corrida, barra e testes aquáticos como flutuação. Agente do Distrito Federal, Arthur Clarck, revela que o grande desafio do curso será enfrentar o psicológico. “Sempre tive vontade de fazer o curso, e no DF está sem previsão, então não quis perder tempo e vim para o Ceará. O grande desafio com certeza será a saudade de casa e ter controle psicológico”, revela.

O secretário Mauro Albuquerque cita sobre a referência do curso no País. “Começamos com 86 agentes de forças de segurança incluindo de vários locais do Brasil. Temos aqui do Distrito Federal, Maranhão, Piauí, e mostra como esse curso é importante para qualificar e levar ainda mais segurança para as unidades prisionais e como está sendo feito no Ceará. No curso serão formados novos operadores de intervenção, aprendendo as técnicas e resolver de forma rápida os momentos mais adversos no cárcere”, afirma o secretário.

Coordenador do III CIRRC e secretário-executivo da SAP, Maiquel Mendes, menciona alguns temas abordados durante a qualificação. “Ele prepara o policial penal para que trabalhe dentro dos princípios da legalidade, humanidade, direitos dentro das unidades prisionais. Além disso, ao gerenciamento de crises, procedimento de rotinas penitenciárias e todos os protocolos de segurança. Se nós temos um controle maior dentro das unidades é possível colocar qualquer tipo de instrumento de ressocialização, e é isso que acontece atualmente no Ceará”, finaliza o secretário-executivo.

Artesanato cearense consolida presença em pontos estratégicos de Fortaleza

O artesanato cearense ganha mais um local de comercialização na área nobre da cidade. O Governo do Ceará inaugurou neste sábado (7) a nova loja da Central de Artesanato do Ceará (CeArt), equipamento da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Localizado no piso L2 do Shopping Aldeota, o espaço pode ser visitado de segunda a sábado, de 10h às 21h, e aos domingos, de 13h às 19h.

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, reforça o convite para um verdadeiro mergulho na cultura e tradição do estado através do legítimo artesanato cearense. “A loja está belíssima. Convido a todos vocês para apreciarem o nosso artesanato. Os artesãos têm um trabalho gigante, deixando a nossa cultura cada vez mais rica e viva. Vocês vão encontrar as diversas tipologias artesanais para comprar, dar de presente e apreciar e, com isso, valorizar o nosso artesão. É mais um espaço implantado pelo Governo do Ceará para estimular geração de renda para os artesãos”. Ela ainda destacou realização da 60ª Feira de Artesanato do Ceará (Feirart), durante três dias no Shopping Aldeota, pelo Governo do Ceará, que proporcionou mais uma oportunidade para o artesão comercializar seus produtos e ampliar contatos para futuras vendas. No total, o Estado já apoiou e realizou cerca de 340 eventos desde 2015.

A titular da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, destaca a importância da abertura de mais um ponto de vendas: “É muito satisfatório entregar uma loja tão bonita, confortável e moderna, sem deixar de valorizar a nossa tradição. Ter esses trabalhos em mais um ponto da nossa cidade é um benefício tanto para os artesãos, que contam com mais oportunidades de vendas, quanto para os clientes, que tem mais uma opção de acesso ao legítimo artesanato cearense”.

Para vir à Feirart, os artesãos aproveitaram hospedagem na Casa do Artesão Cearense, entregue pelo Governo do Ceará em setembro. Com uma estrutura que comporta até 50 artesãos, o espaço possui dormitórios masculinos e femininos, cozinha completa, banheiros, sala de convivência e jardim. A casa fica localizada na Rua Idelfonso Albano, 725, e recebeu cerca de 15 artistas do interior do Estado que necessitam de estadia em Fortaleza e agendaram hospedagem durante os dias do evento.

A artesã Nayara Santos de Paraipaba foi uma das artesãs que ficou hospedada na Casa do Artesão. Ela ressaltou a importância do apoio do Governo ao artesão. “A Casa do Artesão é um apoio sem precedentes. A maioria de nós não tem parente em Fortaleza, não tem ponto de apoio. A Casa do Artesão é um suporte maravilhoso pra gente. Eu estou representando o meu grupo de mulheres, Fulô do Litoral, e passei esses três dias hospedada para participar da Feirart. Para nós, o sentimento é de muita gratidão por tudo isso que está acontecendo, de todo esse apoio que a gente está recebendo”. Ela pontuou ainda a participação na Feirart. “A Feirart para nós, do grupo Fulô do Litoral, sempre foi um sonho e está concretizando isso hoje é maravilhoso. Para nós essa Feirart é um presente do céu, que a gente está sendo apoiada e reconhecida de todas as formas. A gente fez muitos contatos, que não só gerou venda agora, mas ficou pra depois, contatos que vão gerar futuras alianças, que trarão muito benefício e renda pro nosso grupo”, completou.

Artesanato em novos pontos

Outras opções para a aquisição de peças do artesanato cearense na região são a loja colaborativa Birds, do Shopping Jardins Open Mall, inaugurada em outubro, e a loja localizada no piso L2 do Shopping RioMar Fortaleza. À frente da CeArt, a coordenadora Patrícia Liebmann afirma: “Não temos medido esforços para ampliar o apoio dado aos artesãos do Ceará. Com a implementação da nossa loja on-line no início desse ano e a abertura de novos pontos físicos de venda no Jardins Open Mall e agora no Shopping Aldeota, queremos levar nossos produtos e o reconhecimento dos responsáveis por esses trabalhos cada vez mais longe”.

Além das vendas, o artesanato está presente na exposição Janelas CasaCor, que exibe o trabalho de arquitetos e designers cearenses com peças de 55 artesãos na mostra que acontece até 25 de novembro, na Praia do Mucuripe.

Serviço

Loja CeArt – Piso L2 do Shopping Aldeota
Funcionamento: de segunda a sábado, de 10h às 21h, e aos domingos, de 13h às 19h