Morre médico voluntário de testes da vacina de Oxford no Brasil

Não foi divulgado se João Pedro tomou a vacina ou placebo

O médico carioca João Pedro Rodrigues Feitosa, 28 anos, voluntário nos testes da vacina de Oxford, morreu em decorrência de complicações da covid-19, no último dia 15. Segundo nota de pesar divulgada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde Feitosa estudou, ele estava atuando na linha de frente no combate ao novo coronavírus nas redes privada e municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

“A Reitoria da UFRJ — juntamente com toda a comunidade universitária — presta sinceras condolências aos familiares e amigos do nosso ex-aluno em meio a esse momento de tristeza que ceifou a vida do João, que havia acabado de se diplomar e não poupou esforços para atuar no enfrentamento da pandemia de covid-19 que já acumula mais de 40 milhões de casos no mundo”, diz, em nota, a universidade.

Até o momento, aproximadamente 8 mil voluntários participaram de testes da vacina no Brasil. O estudo é randomizado e cego, ou seja, metade dos voluntários recebe o imunizante produzido por Oxford e a outra metade, não. Os participantes não sabem se receberam ou não a dose da vacina e não foi divulgado qual substância o médico recebeu.

Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou hoje (21) a morte de um voluntário nos testes da vacina de Oxford no Brasil. A Anvisa foi informada do falecimento no último dia 19. Segundo a Agência, uma investigação foi realizada pelo Comitê Internacional de Avaliação de Segurança, que sugeriu o prosseguimento do estudo.

A Anvisa informou que o processo segue em avaliação. “Com base nos compromissos de confidencialidade e ética previstos no protocolo, as agências reguladoras envolvidas recebem dados parciais referentes à investigação realizada por esse comitê, que sugeriu pelo prosseguimento do estudo. Assim, o processo permanece em avaliação”, diz, em nota.

A Anvisa não confirma a identidade do voluntário e diz que os dados sobre voluntários de pesquisas clínicas devem ser mantidos em sigilo, seguindo regulamentos nacionais e internacionais de Boas Práticas Clínicas. “A Anvisa está comprometida a cumprir esses regulamentos, de forma a assegurar a privacidade dos voluntários e também a confiabilidade do país para a execução de estudos de tamanha relevância”, informa a nota.

Continuidade do estudo

Responsável pelo estudo no Rio de Janeiro, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor) diz, também em nota, que análises rigorosas dos dados colhidos até o momento “não trouxeram qualquer dúvida com relação a segurança do estudo, recomendando-se sua continuidade”.

O Instituto afirma que, após a inclusão de mais de 20 mil participantes nos testes ao redor do mundo, todas as condições médicas registradas foram cuidadosamente avaliadas pelo comitê independente de segurança, pelas equipes de investigadores e autoridades regulatórias locais e internacionais.

A vacina desenvolvida pela AstraZeneca, em parceira com a Universidade de Oxford, é tida pelo governo brasileiro como uma das principais apostas para a imunização contra o covid-19 no país. No mês passado a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) assinou o contrato de Encomenda Tecnológica (Etec) com a AstraZeneca. A Etec garante ao Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) o acesso a 100,4 milhões de doses do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para o processamento final (formulação, envase, rotulagem e embalagem) e controle de qualidade, ao mesmo tempo em que garante à Fiocruz a transferência total da tecnologia.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Justiça Eleitoral defere candidatura de Antônio Filho em Antonina do Norte

Por Madson Vagner

Na decisão, o juiz Djalma Sobreira observa que “foram preenchidas todas as condições legais para o registro pleiteado e não houve impugnação”.

O juiz eleitoral Djalma Sobreira Dantas Júnior, deferiu o pedido de candidatura a prefeito do pedetista de Antônio Filho, em Antonina do Norte. A decisão foi assinada no dia 16, mas foi publicada apenas nesta quarta-feira, 21. O pedido foi feito pelo Diretório Municipal e teve parecer favorável do Ministério Público Eleitoral (MPE)

Antônio Filho é ex-prefeito ex-vereador, presidente da Câmara e prefeito do município. Recentemente, teve sua candidatura questionada por adversários e sofreu ataques com “fake news” que o colocavam como inelegível. Sobre o deferimento, Antônio Filho disse apenas que a justiça cumpriu seu papel.

Na decisão o juiz da Comarca de Assaré, observa que “foram preenchidas todas as condições legais para o registro pleiteado e não houve impugnação”. Em Antonina todos os candidatos a prefeito receberam deferimentos da Justiça.

Governo do Ceará comprará 147 câmaras refrigeradas para acondicionar vacinas nos municípios

O Governo do Ceará se prepara para receber as vacinas contra a Covid-19. Por meio de licitação aberta pela Secretaria da Saúde, estão sendo adquiridas 147 câmaras refrigeradas para os municípios, sendo 143 itens de 200 litros e 4 itens de 300 litros. O valor do investimento é de R$ 2,8 milhões. Os equipamentos hospitalares serão usados prioritariamente para o armazenamento das vacinas contra o coronavírus.

“Estamos nos antecipando e permitindo que os municípios cearenses tenham a estrutura necessária para receber e armazenar de forma eficaz as vacinas contra a Covid, quando elas forem disponibilizadas pelo Governo Federal”, citou o governador Camilo Santana.

Na última terça-feira (20), o governador do Ceará participou de reunião com governadores do país e Ministério da Saúde. Na ocasião, a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, informou que a previsão é de que, até o fim de janeiro, deverão ser entregues as primeiras 30 milhões de doses da vacina produzida em parceria com a Universidade de Oxford.

De acordo com o cronograma da Fundação, seriam distribuídas no país 100 milhões de doses no primeiro semestre de 2021 e 110 milhões de doses no segundo semestre. “O Ceará continua acompanhando de perto a evolução desse processo, que é aguardado com muita ansiedade por todos. Lutaremos para que uma vacina segura e eficaz chegue o mais rápido possível para todos os brasileiros”, disse Camilo Santana.

Cariri Garden Shopping inaugura novas lojas e ajudam a economia e geração de novos empregos

Por Raquel Oliveira

Em apenas 15 dias do mês de Outubro, o Cariri Garden Shopping inaugurou duas novas operações e reinaugurou outra. Até dezembro o Shopping deve ofertar para seus clientes 9 novas operações. Atualmente o Garden conta com um mix bem variado composta por mais de 140 lojas, entre elas lojas âncoras como C&A, Riachuelo, Centauro e Marisa.

As lojas recém-inauguradas foram Polo Club, moda masculina e PPCel, operação de celulares e acessórios. A VipShop presente no Cariri Garden há 21 anos, reinaugurou com um novo modelo de loja, mais moderno e repleto de novidades.

Até dezembro serão inauguradas:

*LIVE! – Moda fitness;
*FORTRAN – Clínica do Motorista (exames de aptidão e psicotécnicos para renovação de carteira;
*Bibi – calçados infantis;
*A Graciosa – Ótica com as maiores marcas do mundo de óculos e relógio;
*Broomer – Moda masculina;
*Belo Laço – Acessórios infantis;
*Nhô Sorvetes;
*Al Store – T-shirt femininas;
*Fun Shoes

Para Filipe Durando, Gestor de Marketing do Empreendimento, mais do que novas opções para os clientes, a chegada das operações gera também novos empregos.
“Cada loja que inaugura no Garden proporciona a contratação de 3 a 10 novos empregos, dependendo do tamanho da loja, assim como os quiosques. Com essas novas operações, nós estamos prevendo a contratação de mais de 60 profissionais.”

“A geração de emprego neste momento é a garantia também de mais renda na região e esse é um dos propósitos do Grupo Tenco, gestor do Cariri Garden, contribuir com o desenvolvimento da região”.

Camilo aprova envio de tropas federais para o Crajubar no dia das eleições

O governador Camilo Santana aprovou o pedido de envio de tropas federais para reforçar a segurança no dia da eleição nas cidades do Crajubar (Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha).

O envio também será direcionado a outras sete cidades do Ceará: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Sobral, Pacajus, Horizonte e Itaitinga. Com a aprovação de Camilo, o pedido será encaminhado do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que vai dar o último aval sobre o envio dos militares.

De acordo com o cartório eleitoral de Juazeiro do Norte, os agentes do exército farão ações ostensivas nos locais de votação em conjunto com a polícia militar para combater ações de crimes eleitorais.

Eleições 2020: site News Cariri fará nova rodada de pesquisas na região do Cariri

Depois de encomendar pesquisa IBOPE sobre as intenções de voto para a disputa ao executivo de Mauriti, o site News Cariri protocolará no Tribunal Regional Eleitoral, nos próximos dias, mais duas pesquisas de intenção de voto em dois importantes colégios eleitorais do Cariri: Crato e Missão Velha.

Os levantamentos também serão realizados por um instituto que está entre os de maior credibilidade no Brasil, que deve ser anunciado nos próximos dias. Nesta nova rodada de pesquisa, o News Cariri pretende oferecer ao eleitorado cratense e missão-velhense os percentuais estatísticos que refletem o quadro eleitoral nas respectivas cidades. As datas de divulgação dos dois levantamentos serão informadas em breve.

Em Crato, disputam a eleição quatro candidatos: Arthur de Zé Adega (PSL), Aloízio Brasil (PROS), Zé Aílton Brasil (PT) e Zuleide Queiroz (PSOL). Já em Missão Velha, a eleição é protagonizada pelos candidatos Washington Fechine (MDB) e Dr. Lorim (PSD).

Adagri diminui riscos ao agronegócio e à saúde pública através da fiscalização de trânsito

Desde o dia 20 de setembro a Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), tem intensificado a fiscalização do trânsito agropecuário por meio de serviços extraordinários. Neste primeiro mês de implantação foram abordados mais de 200 veículos em 24 ações coordenadas com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria da Fazenda (Sefaz), para averiguação dos normativos legais estabelecidos para o trânsito de animais, vegetais, seus produtos e subprodutos.

Segundo o engenheiro agrônomo e fiscal estadual agropecuário da Adagri, Dimas Oliveira, que está respondendo pela Comissão Interna de Gestão de Trânsito Agropecuário (CIGTA), “a intensificação das fiscalizações de trânsito, de forma coordenada, faz com que a Adagri aprimore sua atuação enquanto órgão responsável pela manutenção e melhoramento do status sanitário da agropecuária cearense”, reforça. Como exemplo a interceptação de cargas de cucurbitáceas, sem a devida documentação para o trânsito, que poderiam pôr em risco a Área Livre de Pragas (ALP), responsável por colocar o Ceará em segundo lugar na produção e exportação destas frutas.

Vale ressaltar que ao intensificar as fiscalizações do trânsito agropecuário, a Adagri também está atuando de forma preventiva na saúde pública. “Nas blitzes também foram apreendidos produtos de origem animal sem inspeção ou transportados de forma irregular, evitando com isso possíveis doenças transmitidas por alimentos (DTAs), pelo elevado risco de contaminação alimentar destes produtos”, explica o fiscal da Adagri.

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), anualmente quase uma em cada dez pessoas no mundo (cerca de 600 milhões de pessoas) adoecem e 420 mil morrem depois de ingerir alimentos contaminados por bactérias, vírus, parasitas ou substâncias químicas.

Escola Porto Iracema das Artes inicia LabX 2020 com aula inaugural de Cecília Almeida Salles

Evento acontece de 26 a 30 de outubro, sempre às 15h, com transmissão ao vivo no Canal do YouTube da Escola

O Porto Iracema das Artes lança a oitava edição do LabX, evento que promove conexões estéticas e encontros entre os artistas selecionados nos Labs de Criação, através de uma apresentação pública dos projetos artísticos. A pesquisadora e professora da PUC/SP, Cecília Almeida Salles, é a convidada que integra a aula inaugural deste ano, que tem como temática “Crítica de processos e os aspectos gerais da criação artística”. Com transmissão no Canal do YouTube da Escola, as lives acontecem nos dias 26, 27, 28, 29 e 30, com início sempre às 15h.

Após um processo seletivo que precisou se adequar aos cuidados e às medidas necessárias para combater a pandemia do novo coronavírus, ocorrendo à distância, os integrantes estarão imersos, nos próximos sete meses, em momentos de experimentação e pesquisa artística, também seguindo adequações para realização. “ O LabX é um momento importantíssimo do processo de formação dos laboratórios. É uma espécie de ritual de iniciação, carregado de expectativas, de desejos. O primeiro encontro de todos artistas, que apresentam seus projetos. É um momento de trocas, que são fundamentais para o andamento dos processos.”, afirma a diretora do Porto Iracema das Artes, Bete Jaguaribe.

Ela comenta os desafios desta oitava edição dos Labs. “Estamos num momento grave no país e no mundo. Certamente os processos de formação serão tensionados pelo contexto e talvez tenhamos oportunidade de construir pensamentos capazes de nos ensinar a atravessar essa tragédia contemporânea.”, pontua a professora Bete Jaguaribe.

A coordenadora dos Laboratórios de Criação da Escola, Cláudia Pires, lembra as particularidades do Programa de Artes e ressalta a sua importância como política pública voltada à criação e à formação. “Os Laboratórios de Criação do Porto Iracema consolidam nesta oitava edição uma política singular no país, visto que, a particularidade que apresenta em termos de fomento à pesquisa artística permite uma liberdade e uma possibilidade ímpar de construção de conhecimento pautado na ideia de experiência como âmbito de transformação e aprofundamento das questões de linguagem”, elabora a coordenadora.

Os Laboratórios têm se estabelecido como parâmetro para a cena da formação e produção em arte no Brasil, qualificação reconhecida por artistas nacionais e de destaque mundo afora, que vêm à Escola para realizarem tutorias, apresentações artísticas e oficinas. É o caso de Benjamin Abras, que foi tutor do projeto Corpo Catimbó, da edição de 2018 do Laboratório de Dança. Ele comenta a relevância dos Laboratórios e da Escola para a formação artístico-cultural.

“Arte é um processo de imersão que requer tempo. Tempo é o luxo dos luxos em nossa civilização. Trabalhar junto a Cláudia Pires e a todos(as) profissionais envolvidos(as) neste projeto, foi um processo de extrema tranquilidade, onde o tempo de imersão e criação foi construído coletivamente. Vejo este Laboratório como um dos mais sofisticados no processo de formação nas artes interdisciplinares contemporâneas brasileiras. Desejo sinceramente, longa vida a fim de gerar novos frutos para nossa arte contemporânea brasileira e quiçá mundial. Laroyè!”, finaliza e cumprimenta o artista.

PROGRAMAÇÃO

O início das atividades acontece no dia 26 de outubro, segunda-feira, às 15h, com a aula inaugural, com a temática “Crítica de processos e os aspectos gerais da criação artística”. O LabX é, também, a primeira atividade obrigatória dos Laboratórios para os selecionados. Configura-se, ainda, como um momento oportuno para apresentar mais detalhadamente a Escola Porto Iracema das Artes e as dinâmicas dos Labs, estando aberta à discussão pelos participantes.

A convidada Cecília Almeida Salles, professora de Comunicação e Semiótica e pesquisadora em Processos de Criação da PUC/SP, tem como seu mais recente livro publicado “Processos de criação em grupo: diálogos” (2017), sendo autora também de mais quatro obras.

Já de 27 a 30 de outubro, também às 15h, integram o LabX com as apresentações públicas os selecionados nos Laboratórios de Cinema, Música, Teatro, Artes Visuais e Dança. A partilha de experiências também será propiciada com a participação de ex integrantes dos Labs de Criação, além da troca de vivências e informações entre os novos proponentes, com suas ideias iniciais para os projetos e expectativas para o ano letivo.

Os integrantes desta edição do Programa estão compartilhando um pouco sobre seus projetos artísticos através de vídeos curtos publicados no Instagram da Escola.

Recorde de inscrições

A oitava edição dos Laboratórios de Criação do Porto Iracema das Artes contou com um recorde de inscrições. Foram 567 projetos submetidos ao processo seletivo, 232 inscrições a mais que no anterior, quando foram contabilizados 335 projetos inscritos. O processo seletivo consistiu em três etapas, sendo a primeira uma análise de documentação; a segunda, uma avaliação técnica, feita por uma comissão de seleção de artistas e pesquisadores convidados pela Escola; e, por fim, uma entrevista virtual com os selecionados nas etapas anteriores, além de audições musicais com apresentações pré-gravadas, particularidade da linguagem da Música.

A seleção contemplou oficialmente um proponente e até dois colaboradores por projeto, ficando a exceção com o Lab Cinema, que nos projetos da categoria “Ceará” sempre contou com uma dupla, e também com o Lab Artes Visuais, que opera com projetos por dois anos. Foram contemplados, neste ano, 4 projetos que se juntam a outros 4 selecionados em 2019 na Temporada Formativa, somando 8 artistas contemplados.

Entre novembro de 2020 e maio de 2021, os artistas selecionados vão receber tutorias que conduzem à qualificação dos projetos com formações individuais e coletivas. Durante o desenvolvimento dos projetos, estão previstas algumas apresentações públicas, entre elas a abertura dos processos de pesquisa artística dentro do Laboratório, ao fim dos sete meses. Os artistas terão toda a estrutura da Escola para desenvolver suas propostas de criação, recebendo também uma bolsa mensal, auxílio técnico das coordenações dos laboratórios e, pelo menos, cinco oficinas de formação até o fim da edição.

Tutorias

Como já ocorre nas edições anuais dos Laboratórios, cada projeto irá escolher um artista ou pesquisador (a), com experiência e reconhecida trajetória profissional, para atuar como tutor (a) do respectivo projeto. As tutorias, seguindo as alterações necessárias para manter os cuidados de saúde que buscam combater a pandemia do novo coronavírus no Estado, contam com orientações individuais e acontecerão tanto virtual quanto presencialmente, a depender das condições de realização das atividades culturais. Também de praxe como nas edições de anos passados, para dar aos demais artistas da cidade o acesso ao conhecimento trazido por esses grandes nomes, a Escola promoverá neste ano oficinas e masterclasses gratuitas e abertas ao público em geral.

Entre os tutores que já passaram pelo Porto por meio dos Laboratórios de Criação, de 2013 até o ano de 2019, destacam-se nas Artes Visuais, Lisette Lagnado, O Grivo e Alexandre Sequeira; Em Dança, Thembi Rosa, Margô de Assis, Luiz Mendonça; Em Teatro, Ana Correa, André Carreira e Luciano Wieser; e em Música, Doriana Mendes, Chico Dub e Raquel Virgínia. Na área de Cinema, a tutoria fixa é composta por Karim Aïnouz, Sérgio Machado, Armando Praça e Nina Kopko.

Sobre a convidada para a aula inaugural

Cecília Almeida Salles é professora titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC/SP. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Processos de Criação. Autora dos livros Gesto inacabado: processo de criação artística (1998), Crítica Genética (2008), Redes da Criação: construção da obra de arte (2006), Arquivos de Criação: arte e curadoria (2010) e Processos de criação em grupo: diálogos (2017).

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O que: Porto Iracema das Artes inicia LabX 2020 em 26 de outubro com aula inaugural da pesquisadora e professora Cecília Almeida Salles
Quando: Dias 26, 27, 28, 29 e 30 de outubro, sempre às 15h
Onde acessar: Canal do YouTube do Porto Iracema das Artes

Sesc e Academia dos Cordelistas do Crato lançam “Cordel da Prevenção” que aborda o autocuidado com o câncer de mama

A literatura de cordel é uma linguagem no formato de poesia ou verso popular geralmente impressa e divulgada em folhetos que são expostos em cordas, cordéis ou barbantes. Na região cratense, com a campanha Outubro Rosa em evidência, o gênero popular ganha uma versão importante, trazendo versos que abordam a necessidade do autocuidado e da prevenção, em especial das mulheres, com o câncer de mama.

Pensando nisso, o Sesc Crato, através da Atividade Educação em Saúde e Programa Cultura, em parceria com a Academia dos Cordelistas do Crato, vem por meio do Cordel da Prevenção trazer informações sobre a Campanha Mundial de Sensibilização e Prevenção ao Câncer de Mama, Outubro Rosa. O material consiste em destacar a Literatura de Cordel a partir da arte, numa linguagem poética e popular, abordando a necessidade do autocuidado e da prevenção, em especial das mulheres, com o câncer de mama. Uma forte característica dos folhetos de cordel são suas xilogravuras. A xilogravura do Cordel da Prevenção ficou por conta de um dos mais notáveis xilógrafos da região do Cariri, Maércio Siqueira.

“Nesta perspectiva, a iniciativa busca debater, conscientizar, promover saúde e prevenir doenças, uma vez que entende a saúde como um processo complexo atingindo aspectos físicos, sociais, psíquicos e não somente a ausência de doenças, como nos lembra a Organização Mundial da Saúde. É a partir dessa visão global, que tenta dar conta de vários aspectos da vida humana, que nasce este Cordel, fomentando o debate acerca do cuidado com a saúde, aliando a arte popular da poesia em cordel”, informa o Analista Assistencial da unidade cratense, Warley Marques.

A Academia dos Cordelistas do Crato é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1991, por doze cordelistas, com o firme propósito de preservar o Cordel, singularidade cultural do Nordeste brasileiro. Hoje, é composta por dezoito poetas que ocupam importantes cadeiras, cujos patronos contribuíram para as letras nacionais. Além destes, mais três ocupantes como xilógrafo, tipógrafo e apologista, e mais seis sócias beneméritas, perfazendo um total de vinte e sete participantes.

Às vésperas dos 30 anos de existência, a ACC tem mais de mil títulos publicados e mais de um milhão de folhetos, levando o Nordeste para o mundo.

Para a Academia, a elaboração do cordel, em parceria com o SESC-Crato, confirma os laços culturais que unem as duas instituições, e reafirma o compromisso social de que se reveste a entidade.

Brasil ocupa 140º lugar de 193 no ranking de representação feminina

Em média, nos países, cerca de 25% dos cargos públicos são ocupados por mulheres. Índice se aproximou de 10% nas últimas eleições no País

O Brasil ocupa atualmente o 140º lugar no ranking de representação feminina em cargos públicos eletivos, em uma classificação que abrange 193 países. Em média, cerca de 25% dos cargos públicos são ocupados por mulheres. No entanto, no Brasil, o índice se aproximou de 10% nas últimas eleições. Por isso o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) quer ampliar a participação das mulheres na política.

O país é ainda destaque negativo na América Latina. Segundo estudo realizado pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e pela ONU Mulheres, o Brasil está em 9º lugar entre 11 países da região com relação a direitos políticos femininos.

Entre os problemas identificados, está a violência política de gênero. Ainda não temos uma legislação específica sobre o assunto que, segundo a Câmara dos Deputados, “pode ser caracterizada como todo e qualquer ato com o objetivo de excluir a mulher do espaço político, impedir ou restringir seu acesso ou induzi-la a tomar decisões contrárias à sua vontade”.

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, tem mediado conversas sobre a importância da participação das mulheres em espaços de poder. O objetivo é despertar maior interesse e engajamento do público feminino na vida política. Em um deles participou a atriz Camila Pitanga, que é embaixadora da ONU Mulheres (Organização das Nações Unidas).

Foi criado também o Guia de Segurança do Instagram para Mulheres na Política. Há ainda a comissão TSE Mulheres, formada por servidoras do tribunal para acompanhamento das ações sobre a participação feminina na Justiça Eleitoral, e o site Participa Mulher.

Guia de Segurança

Para incentivar as candidaturas femininas, o Instagram preparou um documento que orienta mulheres que decidiram se candidatar ou que já ocupam um cargo eletivo a se protegerem de comportamentos de ódio e preconceito nas redes sociais. Cerca de 70% das mulheres indicam o assédio online como um grande problema. No caso dos homens, o índice é de 54%.

Entre as dicas do guia estão como restringir interações indesejadas, denunciar eventuais violações às políticas da plataforma, aplicar filtro de comentários no perfil e como agir diante de comentários abusivos. O documento também traz noções de segurança online para prevenir ataques de hackers. A intenção, segundo o TSE, é “compartilhar as principais ferramentas que podem ser aliadas das mulheres na comunicação segura com o eleitor”.

O combate à desinformação também é abordado. O guia indica como acessar informações de determinadas contas no Instagram, como data em que foi criada,  atividades e as publicações ou anúncios que as impulsionaram. Também orienta as candidatas a denunciar as publicações que tenham fake news.

Para denúncias de violência contra a mulher, existe a Central de Atendimento à Mulher, basta ligar 180.

Participação mínima

O Colégio de Dirigentes das EJEs (Escolas Judiciárias Eleitorais) decidiu recentemente iniciar estudos para publicação de nova portaria que estipule participação mínima de 30% de mulheres em eventos das escolas regionais.

Uma portaria publicada pelo TSE em setembro determinou que, a partir de agora, cursos, seminários, concursos e demais atividades institucionais e educacionais promovidas pela EJE/TSE contarão com, no mínimo, 30% de mulheres nos papeis de palestrantes, professoras, entrevistadas e avaliadoras, entre outras funções de destaque.

Fonte: R7