TRF-1 suspende obrigatoriedade do CPF para receber auxílio de R$600

O juiz federal Ilan Presser, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), suspendeu nesta quarta-feira (15) a exigência de regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para que a pessoa possa receber o auxílio emergencial de R$ 600.

A regularização do CPF é umas das exigências da Receita Federal para a pessoa receber o pagamento.

O magistrado tomou a decisão ao analisar uma ação apresentada pelo governo do Pará.

Fonte: G1

Número de casos confirmados de coronavírus em Crato dobra nas últimas 24 horas

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

A Prefeitura do Crato, através da Secretaria de Saúde (SMS), confirmou nesta quarta,15, mais 2 casos de coronavírus. De acordo com o boletim divulgado já foram identificados casos nos bairros Muriti, Mirandão, Seminário, Monte Alverne e Centro.

O primeiro caso confirmado na cidade dia 09 de abril foi de uma paciente de 75 anos que está em isolamento domiciliar desde o dia 26 de março, e não apresenta mais sintomas da doença.

De acordo com a prefeitura, os trabalhos para o enfrentamento da pandemia continuam sendo reforçados, e a orientação é para que a população continue em casa, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde, e colaborando com o controle da doença.

Governo do Estado abre mais um hospital público para atender demandas do Coronavírus no Ceará

O governador Camilo Santana (PT), anunciou na noite desta quarta-feira (15), que o estado do ‪Ceará irá abrir mais um hospital público para o tratamento de pessoas com coronavírus.

O Hospital Batista é o segundo equipamento particular assumido pelo Governo do Estado para atender a população cearense. Ao todo serão 131 novos leitos, incluindo 7 UTIs.

Segundo Camilo, em um período de três semanas o governo do estado já montou 169 leitos de UTI.‬ Durante a live em seu perfil pessoal no Facebook, Camilo reforçou o pedido para que os cearenses continuem o isolamento social em todo o estado.

Ceará tem 2.291 casos confirmados de Covid-19 e 124 mortes; São 202 novos casos em 24h

O estado do Ceará tem 2.291 casos confirmados de Coronavírus, 202 casos a mais se comparado a esta terça-feira (14) quando tinha 2.070 casos confirmados. Os dados foram atualizados pela secretaria de saúde do estado, e divulgados pela plataforma IntegraSUS.

O número de óbitos também aumentou nas últimas 24h, são 124 mortes ocasionadas pela doença no Ceará. Com 73 municípios integrando quadro de cidades com casos confirmados, a taxa de letalidade da doença chegou a 5,4.

Já são 13.343 exames realizados para diagnóstico de novos casos. Segundo a plataforma integraSUS, o número de casos sob investigação chegou a 11.454 no estado.

No Brasil o número de casos confirmados segundo o Ministério da Saúde é de 26. 112 com 1. 590 mortes.

Farias Brito tem 6 casos sob investigação, um caso confirmado e uma morte por Coronavírus

A prefeitura de Farias Brito divulgou na tarde desta quarta – feira (15), através de sua página oficial na internet, que a cidade tem mais um caso suspeito de Covid-19.

Segundo a prefeitura, na tarde da terça-feira dia (14) de abril, o (a) paciente, deu entrada no Hospital Geral de Farias Brito (HGFB), apresentando síndrome gripal sugestiva aos sintomas do contágio pelo Coronavírus/Covid-19.

O(a) paciente foi atendida e conforme os protocolos do Ministério da Saúde foi transferida para o Hospital Regional do Cariri, unidade de saúde referenciada para tratar os casos graves da doença.

Na publicação, a prefeitura não informou nome, sexo ou idade do (a) paciente.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (SESA), Farias Brito tem 6 casos sob investigação, um caso confirmado e um óbito por Coronavírus.

As informações já constam na plataforma IntegraSUS, da secretaria de saúde do Ceará.

Internações por coronavírus em UTIs de Fortaleza e pacientes com ventilação mecânica quase dobram em 24 horas

Hospitalizações de casos confirmados e suspeitos passaram de 69 para 134, entre segunda (13) e terça-feira (14), segundo dados da Sesa.

Em 24 horas, aumentou de 38 para 73 o número de internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) relativas a casos confirmados de Covid-19 em Fortaleza. Os números, que se referem ao período entre 13 e 14 de abril, representam aumento de 92,1% no total de hospitalizações, de acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) de terça-feira (14).

Também passaram de 31 para 61 as internações com uso de ventilação mecânica, medida de auxílio respiratório aplicada em casos mais graves. O crescimento foi de 96,8%.

O número de internações por casos suspeitos da Covid-19 em Fortaleza também teve aumento, de acordo com os dados. Nas UTIs, passaram de 36 para 56, um acréscimo de 55,6%. Em relação a pacientes com ventilação mecânica, subiram de 29 para 46, incremento de 58,6%.

Em nível estadual, o número de internações em UTIs de casos confirmados e suspeitos cresceu de 113 para 169, no mesmo período, segundo a Sesa. Já na ventilação mecânica, subiu de 87 para 135. As taxas de aumento são de 49,6% e 55,2%, respectivamente.

A fonte de dados sobre as hospitalizações é o registro diário feito pelas equipes dos hospitais que têm casos da doença. Nesta terça, havia casos confirmados em internação hospitalar em cinco municípios: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral, Caucaia e Quixeramobim.

Ainda segundo a Sesa, dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) internados por coronavírus, 54,9% são homens e 45,1% são mulheres. A maior parte está na faixa etária maior de 60 anos. Contudo, também estão hospitalizados quatro pacientes com menos de um ano de idade, um de até quatro anos e um entre 10 e 19 anos.

Casos de coronavírus no Ceará

Taxa de mortalidade

Fortaleza é a segunda capital do país com maior taxa de mortalidade por Covid-19 a cada 1 milhão de habitantes, segundo dados do Ministério da Saúde (MS) divulgados na terça-feira (14). A capital cearense já havia alcançado o segundo lugar no ranking quando o cálculo do MS levava em conta 100 mil habitantes.

Gestão do Hospital Leonardo Da Vinci, no Centro de Fortaleza, faz parte do Plano de Contingência do Ceará contra o coronavírus — Foto: Thiago Gadelha/SVM
Gestão do Hospital Leonardo Da Vinci, no Centro de Fortaleza, faz parte do Plano de Contingência do Ceará contra o coronavírus — Foto: Thiago Gadelha/SVM

São 28,5 mortes por 1 milhão de habitantes em Fortaleza. Em São Paulo são registradas 37,2 mortes por 1 milhão de habitantes. O coeficiente foi a métrica adotada pelo MS para homogeneizar os números por cidades, padronizando o levantamento.

Bairros mais afetados

A maior parte dos casos confirmados em Fortaleza está concentrado no Bairro Meireles, área nobre da capital. O bairro tem mais casos confirmados de Covid-19 do que outros 10 estados do Brasil.

O número também é superior a registros realizados em, pelo menos, 70 países do mundo, inclusive da própria América Latina, de acordo com a Universidade John Hopkins, como Paraguai (147), El Salvador (137) e Jamaica (72).

90% das UTIs ocupadas

Quase 90% dos leitos de UTI estão ocupados no Ceará, segundo o secretário Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, da Secretaria da Saúde do estado (Sesa). Novos 160 leitos foram implantados no estado nas últimas três semanas, e a previsão é garantir 690 leitos de terapia intensiva extras, afirmou o secretário, em coletiva na terça-feira (14).

Fonte: G1

Brasil descobre remédio com 94% de eficácia no combate à Covid-19

Segundo o ministro Marcos Pontes, medicamento será testado em 500 pacientes e pode ser comprovado em algumas semanas. Cientistas brasileiros também trabalham em testes e vacina

Cientistas brasileiros vão testar, em 500 pacientes, um medicamento, quase sem efeitos colaterais, com eficácia de 94% em células infectadas pelo novo coronavírus, com resultado, no máximo, em um mês. A informação foi divulgada, nesta quarta-feira (15/4), pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

Segundo ele, país também desenvolve equipamento de inteligência artificial para testar pessoas com suspeita de Covid-19. A resposta é em um minuto e o teste utiliza reagentes nacionais. “Vacinas demoram mais do que o reposicionamento de drogas, mas estamos trabalhando com vacina dupla, tanto para Influenza quanto para a Covid”, disse. “Só a ciência pode combater o vírus”, ressaltou Pontes.

ministro não divulgou o nome do remédio para “não haver corrida” às compras. Isso porque é um fármaco conhecido, amplamente disponível no mercado, de acordo Marcelo Morales, secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). “Teremos nas nossas mãos, desenvolvido no Brasil, no máximo, na metade de maio, a solução de um tratamento, com remédio disponível inclusive em formulação pediátrica”, afirmou Pontes.

O remédio será testado em 500 pacientes em sete hospitais, cinco no Rio de Janeiro, um em São Paulo e outro em Brasília. A administração do medicamento será diária, durante cinco dias, com mais nove dias de observação. “Em 14 dias, poderemos ver se os efeitos em pacientes serão os mesmos já comprovados em células infectadas”, destacou o ministro. O ensaio clínico será feito com pacientes que estão internados para o acompanhamento dos sintomas e da carga viral.

Segundo o MCTIC, o protocolo será uma administração randomizada, ou seja, nem médicos nem pacientes saberão quem está tomando a medicação e quem está recebendo placebos. “Quero agradecer a comissão de ética do Ministério da Saúde, que fez a aprovação do protocolo dos testes clínicos. Nas próximas semanas, teremos os resultados”, disse Pontes.

Detalhes

Segundo o MCTIC, foram realizados testes utilizando medicamentos que já são comercializados em farmácias para verificar se existe algum capaz de combater a doença. A estratégia chamada de reposicionamento de fármacos é adotada por uma força tarefa formada por 40 cientistas do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social do ministério.

Foram testados dois mil medicamentos com o objetivo de identificar fármacos compostos por moléculas capazes de inibir proteínas fundamentais para a replicação viral. Com uso de alta tecnologia como biologia molecular e estrutural, computação científica, quimioinformática e inteligência artificial, os pesquisadores identificaram seis moléculas promissoras que seguiram para teste in vitro com células infectadas com o SARS-CoV-2.

Desses seis remédios pesquisados, os cientistas do CNPEM/MCTIC descobriram que dois reduziram significativamente a replicação viral em células. O remédio mais promissor apresentou 94% de eficácia em ensaios com as células infectadas.

Na terça-feira (14/4), o ensaio clínico financiado pelo MCTIC obteve a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para realizar a última etapa dos testes: os ensaios clínicos em pacientes infectados com o novo coronavírus (SARS-CoV-2), que devem começar já nas próximas semanas.

Fonte: Correio Braziliense

Prefeitura de Farias Brito vai distribuir merenda escolar

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

O Conselho Municipal de Alimentação Escolar – CAE do Município de Farias Brito deliberou, em reunião nesta terça-feira (14), a entrega da merenda escolar da rede municipal para as famílias dos alunos matriculados.

Na reunião, ficou definido que os alimentos serão distribuídos como KITs. Serão contempladas as famílias com maior número de alunos na Escola e que estejam em vulnerabilidade social. Conforme o órgão deliberativo, competa às Escolas proceder a distribuição dos itens, seguindo o que foi deliberado.

Juazeiro terá serviço fumaçê a partir de sexta para conter propagação do Aedes aegypti

O Núcleo de Controle de Endemias da Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte solicitou anunciou que a partir da próxima sexta-feira (15) sete carros fumacê circularão pelas ruas da cidade com o objetivo de conter a disseminação do mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Os itinerários serão previamente divulgados para que as pessoas possam abrir as portas e janelas das suas casas. A situação das arboviroses no Município está controlada. No entanto, a coordenadora do Núcleo de Endemias, Mascleide Feitosa, explica que a medida tem caráter preventivo, uma vez que o inseticida pulverizado pelo fumacê elimina o mosquito Aedes aegypti na fase adulta, evitando assim uma possível epidemia.

O bloqueio químico com bombas intercostais já está sendo realizado pelos Agentes de Combate às Endemias nas localidades onde foram registrados casos confirmados de dengue.

A população deve continuar atenta aos cuidados necessários nas residências para não permitir a reprodução do mosquito. Locais que possam acumular água devem ser vistoriados e limpos regularmente.