Sesc Sonoridades apresenta shows de Chorinho, Forró e Baião

Joquinha Gonzaga, Samuel Rocha Trio e grupo Na Base da Chinela são atrações em Barbalha, Sobral e Crato

 O projeto Sesc Sonoridades apresenta, em abril, programação musical diversificada para o público do Cariri. A programação começa com o show de Joquinha Gonzaga, sobrinho do Rei do Baião, no dia 21, no Arajara Park, em Barbalha. Em Sobral, dia 25, Samuel Rocha se apresenta em show alusivo ao Mês do Chorinho. No Crato, no dia 29, é a vez da banda Na base da Chinela, com um repertório que atualiza e valoriza a música regional nordestina.

Joquinha Gonzaga iniciou sua trajetória em 1975, acompanhando seu tio como sanfoneiro e segue nos palcos até hoje, na defesa e pela valorização da cultura e da música nordestina, assim como Gonzagão. O show acontece no domingo (21), no Arajara Park, no Juazeiro do Norte, a partir das 15h30. Os ingressos estão à venda no local e os portadores do Cartão Sesc ou do Cartão do Empresário têm 30% de desconto em dias de atividades do Sesc e 10% em dias de funcionamento normal.

O objetivo do Sesc Sonoridades é proporcionar espaço para desenvolvimento e intercâmbio entre grupos musicais do Ceará, contribuindo para fortalecimento da cena musical autoral e experimental por meio de apresentações sistemáticas ou mostras, explica o gerente de cultura do Sesc Ceará, Chagas Sales.  Ele destaca que o projeto prima pela diversidade de estilos e gêneros, contemplando a riqueza da produção musical brasileira.

Para celebrar um dos ritmos mais brasileiros, o show Bordando o Sete, de Samuel Rocha, em alusão ao Mês do Chorinho, acontece em Sobral, dia 25. Samuel Rocha tem se destacado na cena musical cearense pela sua dedicação ao violão de sete cordas e por suas composições, inspiradas pelos ritmos regionais e pelo choro.

Já no dia 29, o Sesc Cordel e o Sesc Sonoridades se unem para o lançamento do cordel “Consciência Negra” do poeta Zé Govim, na feira livre do Crato, a partir das 8h30, com aapresentação musical do grupo Na Base da Chinela. O grupo apresenta repertório inspirado nos ritmos tradicionais do Nordeste – como xote, baião, coco e xaxado – executado por jovens músicos na sanfona, zabumba, triângulo e violão.

Com objetivo de estimular a produção da literatura de cordel e incentivar a leitura, valorizando artistas locais, o Sesc Cordel promove lançamento de cordéis na feira do Crato, na última segunda-feira de cada mês. O autor faz a declamação e lançamento, distribuindo os folhetos para os presentes. Uma parte dos folhetos é destinado ao acervo da Cordelteca Luciano Carneiro e também para a unidade de Juazeiro.

Sobre Joquinha GonzagaJoão Januário Maciel é conhecido como Joquinha Gonzaga, nome artístico dado por seu tio Luiz Gonzaga, que desde cedo percebeu o menino com cara de sanfoneiro, dando-lhe de presente uma sanfona de oito baixos ou pé de bode, aos treze anos de idade. Nascido em 1952, no Rio de Janeiro, é filho de Raimunda Januário (Dona Muniz, segunda irmã de Luiz Gonzaga). Em 1975, após sua saída da Força Militar (Aeronáutica), passou a viajar por todo o Nordeste acompanhando o Rei do Baião, como sanfoneiro.

Em 1986, Joquinha Gonzaga gravou seu primeiro disco, pela gravadora Top-Tape (RJ), intitulado “Forró Cheiro e Xamego”. Em 1988, Joquinha Gonzaga foi convidado a participar de uma faixa do disco de Gonzagão, intitulado “Aí Tem”, cantando, “Dá Licença Pra Mais Um”, de autoria de João Silva, no último trabalho de Luiz Gonzaga pela RCA Vitor. Em 1989, Joquinha Gonzaga grava seu segundo disco. Em 1990 grava o LP “É Só Se Remexer”. Após o falecimento de seu tio Gonzagão e seu primo Gonzaguinha, Joquinha Gonzaga se transfere do Rio para Exu, para cuidar dos interesses de ambos.

De 1990 a 1993 se dedicou a shows regionais, participando ativamente de grandes eventos, tais como a Missa do Vaqueiro em Serrita-PE, além de coordenar a festa de nascimento de Gonzagão, em 13 de Dezembro, no Exu-PE, participando de shows de São João em Campina Grande PB, Caruaru, Recife, Bahia, Aracaju, Brasília etc.

Em 1993, Joquinha Gonzaga grava seu quarto LP, “Sobrinho de Gonzagão, Neto de Januário”. Em 1996, grava seu primeiro CD, intitulado “Raiz e Tradição”, pela Ingazeira Disco, de Alcimar Monteiro, com participações do próprio Alcimar, Joãozinho do Exu e Maída. Em 1997, ainda pela “Ingazeira Disco”, lança o CD “Cara e Coração”. Ainda em 1997, Joquinha Gonzaga participa do álbum duplo de Dominguinhos, que contou com a participação de 22 artistas da MPB, dentre Fagner, Elba Ramalho, Chico Buarque, Daniel Gonzaga, Gilberto Gil, etc.

Em 1998 Joquinha Gonzaga fez homenagem ao tio no “Tributo a Luiz Gonzaga, em Nova York, junto com Oswaldinho e seu primo Daniel Gonzaga”. No ano 2000, lança o CD “De Mala e Cuia”, música de autoria de Flávio Leandro, com a participação de Daniel Gonzaga cantando “Espelho das Águas do Itamaragy”, de autoria de Gonzaguinha e Joquinha Gonzaga. Em 2004, grava seu trabalho “Sanfoneiro da Serra do Araripe”, com apresentação do seu tio, colhida na missa do vaqueiro de 1988. Lança em 2006, “Cantos e Causos de Gonzagão”, sobre as andanças com o Rei de 1975 até 1989. Em 2009, Joquinha grava seu décimo CD independente, “Retrato do Nordeste”. Assim Joquinha Gonzaga segue sua trajetória artística, defendendo a cultura erguida pela figura de seu tio, Luiz Gonzaga.

Sobre Samuel Rocha Sob influência do choro e da música regional, desde os quinze anos de idade, vem consolidando o seu trabalho no sentido de fortalecer este segmento. Uma característica de suas composições é a evidente presença dos elementos essenciais dos estilos musicais que o inspiram, sem perder a dimensão da contemporaneidade e dos seus aspectos subjetivos, referentes às suas vivências e aprendizados. O que contribui para o fortalecimento da sua identidade como artista. Um de seus projetos atuais é divulgar as suas composições, através do show “Bordando o sete” onde pretende difundir o choro e a música regional, tendo como parceiros músicos também influenciados por esse gênero. 

Idealizador do grupo Murmurando em 2006, no qual ainda permanece e registra em
CD do grupo muitas de suas composições, fazendo turnês nacional e internacional, levando a música brasileira para França, Belgica e Holanda. 

Como compositor, ficou em terceiro lugar no prêmio de música instrumental da
Rádio Universitária (FM 107, 9) em 2011 com a música “influência”. Já “Baião para Suzana”, compõe a trilha sonora do curta-metragem “Bumba meu peixe”, produzido pela Associação Mundo Animado das Artes-AMANDA (CE), e premiado na 2ª edição do prêmio Cultura Viva, idealizado pelo Ministério da Cultura. 

Através do projeto “Um toque cearense,” no ano de 2015, quando em temporada no
Rio de Janeiro, junto com o sanfoneiro Nonato Lima, realizou apresentações na Casa do Choro, na Rádio Nacional e no Bar semente (reconhecido pela valorização da música instrumental). Também com Um toque cearense circula pela capital cearense e pelo interior do Ceará. 

No ano de 2017, tocou no festival ChoroJazz em Jericoacoara-CE, ao lado de Jorge Cardoso, Celsinho Silva e Jorge Filho em um show que homenageou Jorginho do Pandeiro.

SESC SONORIDADES NO CARIRI

Show de Joquinha Gonzaga – BARBALHA

Data: 21/04/19

Horário: 15h30

Local: Arajara Park (Sítios Farias e Santo Antônio, s/n°, Distrito de Arajara, município de Barbalha – CE)

Entrada: R$ 38,00 (público em geral) e R$ 26,60 (para quem tem o Cartão Sesc ou Cartão do Empresário)

 

Show Bordando o Sete – Samuel Rocha – SOBRAL

Data: 25/04/19

Horário: A partir de 19h30

Local: Praça São João

Gratuito

Apresentação do grupo Na Base da Chinela – CRATO

Data: 29/04/19

Horário: 8h30

Local: Feira Livre do Mercado Municipal do Crato

Gratuito

Nagem chega a Juazeiro do Norte trazendo novidades em tecnologia

De olho num arrojado plano de expansão, que inclui abertura de seis novas lojas até o final do ano em todo o Norte e Nordeste, a Nagem, uma das maiores varejistas de tecnologia, abre a sua primeira loja em Juazeiro do Norte. A operação vai funcionar a partir do próximo dia 26, no Cariri Garden Shopping e soma-se às outras 41 lojas da rede no Brasil e sete no Ceará.

 

A nova loja ocupará mais de 150 metros quadrados e inaugura com o mix de mil e duzentos itens distribuídos nas categorias: acessórios, aparelhos de som, câmeras, eletroportáteis, linha branca, projetores, tvs, papelaria e escritórios, telefonia,  informática, games e impressoras. “A loja faz parte de um projeto macro de expansão que estamos fazendo desde 2018 e essa loja representa um marco para nossa história porque estamos ingressando no interior do Ceará, onde ainda não temos lojas”, comenta Halim Nagem, presidente e fundador do grupo. 

 

Segundo o presidente, as expectativas para Juazeiro são as melhores possíveis. “Estamos chegando a esta nova região para ficar, nossa expectativa é contribuir com o desenvolvimento do estado gerando novos empregos e ampliando o mercado de tecnologia”.
A previsão da Nagem é que até o final da expansão de 2019, a empresa tenha gerado mais de 1.000 empregos.

 

“Em quase três décadas, a Nagem se empenha em acompanhar todos os avanços da tecnologia. E mais que isso: dedica-se diariamente a proporcionar às pessoas uma vida mais prática, para que elas tenham mais tempo para fazer o que gostam, ficarem com quem amam e viverem grandes experiências. Não é à toa que nosso slogan é Fique à vontade, fique Nagem”.

 

Sobre a Nagem – Fundada há 29 anos, em Pernambuco, a Nagem tem 41 lojas, um quiosque, seis centros de distribuição e quatro unidades de negócios concentrados no Nordeste, em pregando quase 900 pessoas. Para 2019, esse número deve chegar a 1000. O Grupo Nagem está presente nos canais distribuição, corporativo, e-commerce e varejo.

Prefeitura iniciará drenagem na Av. Padre Cícero na próxima semana

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), informa que iniciará a drenagem da Av. Padre Cícero na próxima semana. O problema no local, ocasionado por conta das galerias e tubulações antigas, já causou alguns buracos na avenida em que o asfaltamento acabou cedendo, principalmente em períodos chuvosos.

Para sanar o problema, a obra a ser realizada pela Prefeitura irá refazer 350 metros da drenagem. É importante destacar que os serviços ainda não foram iniciados, pois é grande a quantidade de manilhas para serem entregues pela empresa. Estão sendo fabricadas 10 peças por dia, sob medida para a área. Até que a situação seja resolvida, aconselha-se que os condutores de veículos utilizem vias alternativas e evitem passar pelo local e assim impedir congestionamentos.

Escola do bairro Grossos promoveu mutirão contra as arboviroses em Várzea Alegre-CE

A união e a ação comunitária são ferramentas fundamentais no combate às arboviroses. No primeiro bimestre deste ano, segundo a Secretaria de Saúde do Ceará – SESA, Várzea Alegre não teve registros de dengue, zika ou chikungunya. Para continuar livre das doenças provocadas pelo aedes aegypti, aconteceu no bairro Grossos, nesta manhã de quarta-feira, 17, um mutirão, que reuniu diretores, professores e alunos da Escola Maria Anésia Ferreira Lima, situada naquela comunidade.

Integrantes da equipe do Governo Municipal se uniram aos promotores do mutirão para a campanha “Escola e Comunidade Livres das Arboviroses”. Estiveram presentes Angelita Ferreira – Núcleo de Vigilância em Saúde; Antônio Fernandes – Secretário de Educação; J. Marcílio – Secretário de Meio Ambiente; e ainda Agentes de Endemias e Agentes de Saúde.

O mutirão teve início por volta das 08h, passando por ruas do bairro, verificando terrenos baldios e recolhendo todos os tipos de materiais que pudessem contribuir para o surgimento do mosquito, como sacolas plásticas, garrafas pet, tampinhas de garrafa, pneus, entre outros objetos descartados de forma incorreta nesses locais. Ao final, cerca de uma tonelada e meia de lixo foi recolhida no bairro.

Lisiana Bitu – Diretora da Escola Maria Anésia, disse que essa campanha é realizada desde 2018 e este ano as parcerias com as equipes do governo foram ampliadas. Ela destacou que nesta semana o combate às arboviroses tem sido trabalhado na escola com palestra e dinâmicas, culminando com o mutirão. “Nosso intuito é conscientizar os moradores do bairro da importância da proteção contra o mosquito da dengue”, disse.

O aluno da Escola Maria Anésia, Ricardo Lucas, que cursa o 9º ano, incentivou os moradores à prevenção contra as arboviroses. “O recado que eu quero passar é que tomem muito cuidado e vamos limpar as ruas. Que os moradores façam sua parte. Eles acham que é a prefeitura que tem que fazer esse trabalho, mas os moradores devem contribuir”, afirmou.

Para J. Marcílio, as pessoas têm que ter consciência que uma simples garrafinha de refrigerante, jogada no meio da rua ou em terrenos baldios, acumula água se tornando ambiente adequado para o surgimento do mosquito que é de fácil multiplicação. Ele agradeceu a comunidade pelo envolvimento no mutirão.

Assessoria de Comunicação

Bolsonaro diz que vai manter passaporte diplomático de Edir Macedo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 18, que vai manter a emissão de passaporte diplomático para o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, e a esposa dele, Ester Bezerra. A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu liminarmente a portaria do Ministério das Relações Exteriores que concedeu o documento oficial ao casal evangélico, apoiador do presidente.

“Nós autorizamos a renovação do passaporte, e será mantida, no que depender de mim, a renovação desse passaporte para ele e esposa, e ponto final”, disse o presidente.

Bolsonaro afirmou que a concessão a Macedo se encaixa nas regras oficiais de casos excepcionais, em que o passaporte é autorizado para pessoas que não são autoridades públicas, mas que desempenham papel de interesse nacional. “A exceção é muito bem vinda nesse caso”, disse Bolsonaro.

Segundo o presidente, a discussão sobre o interesse do País no caso do casal da Universal é “demagogia pura e simples”. Ele citou que os governos petistas concederam o passaporte a eles pela primeira vez e que representantes de outras igrejas possuem o mesmo benefício, entre eles, a Igreja Internacional da Graça de Deus, a Assembleia de Deus, a Igreja Mundial do Poder de Deus e a Igreja Católica.

“Não é uma festa. É para quem precisa e viaja o mundo todo”, disse o presidente, citando benefícios como escapar de filas em aeroportos, facilidades no despacho de bagagens e a dispensa de visto em certos países.

Ministro demite brigadeiro e prepara volta de ‘olavistas’

tenente brigadeiro Ricardo Machado Vieira, que havia sido colocado pelo governo no Ministério da Educação (MEC) para organizar a pasta durante o ápice da crise na gestão de Ricardo Vélez Rodríguez, foi demitido nesta quinta-feira, 18. Machado Vieira foi nomeado secretário executivo, cargo tido como número dois dos ministérios, no dia 29 de março.

Com a substituição de Vélez por Abraham Weintraub, foi dito ao militar que ele ficaria como assessor especial. Hoje, no entanto, ele foi avisado que não mais teria função no MEC. Sua exoneração já foi publicada no Diário Oficial.

Segundo o Estado apurou, Weintraub está trazendo de volta para cargos importantes os chamados “olavistas”, ligados ao guru do bolsonarismo Olavo de Carvalho. Os militares sempre rivalizaram com esse grupo porque defendem uma gestão mais técnica.

Enquanto ainda era secretário executivo, o brigadeiro, inclusive, tentou mudar o decreto sobre alfabetização elaborado no MEC. Ele ouviu sugestões de especialistas de entidades como o Conselho Nacional de Educação (CNE) e tirou do documento a preferência por um método de ensinar a ler e escrever, o fônico. Educadores haviam criticado o foco em uma modalidade.

O secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim, no entanto, ligado a Olavo e defensor do método fônico, mudou o decreto novamente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Notícias ao Minuto

Menina se recusa a cumprimentar Bolsonaro durante cerimônia de Páscoa

Uma menina se recusou a cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro durante celebração de Páscoa na última quarta-feira, 17, no Palácio do Planalto. O próprio Bolsonaro divulgou um vídeo em sua conta no Twitter do momento em que cumprimenta crianças da Escola Classe 1 da Estrutural, região da periferia de Brasília, e uma delas se nega a estender a mão para ele.

Na imagem, Bolsonaro aparece ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Ele sorri e pega algumas crianças no colo. Quando ele cumprimenta as crianças que estavam na última fila do grupo, a menina cruza os braços e faz sinal de negativo com a cabeça diante da investida do presidente. O momento ocorre aos 28 segundos do vídeo.

Não é a primeira vez que um fotógrafo registra o momento em que um presidente não consegue cumprimentar uma criança. Em 1979, a menina Raquel Coelho Menezes de Souza, de quatro anos, se negou a cumprimentar o então presidente João Baptista Figueiredo durante uma parada cívico-militar no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte. A foto virou símbolo da resistência à ditadura militar.

Notícias ao Minuto

Ao publicar o vídeo feito no Planalto, Bolsonaro citou um versículo do livro bíblico de Provérbios: “Ensina a criança o caminho que deve andar e mesmo quando for velho, não se desviará dele.” Na postagem, ele ainda escreve “vamos cuidar do futuro do Brasil!”.

Fonte: Notícia ao Minuto

Vereadora cobra providências ao DEMUTRAN em relação às irregularidades do transporte público no bairro Jardim Gonzaga

Em requerimento apresentado na Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte, Rita Monteiro (PDT) pediu que o Departamento Municipal de Trânsito (DEMUTRAN) tomasse providências no bairro Jardim Gonzaga em relação ao transporte alternativo que é efetuado por meio de cooperativa.

Em sua justificativa, a vereadora afirma ter recebido denuncias por parte dos moradores “São relatos de ultrapassagens perigosas, desvio de rotas e destrato com os idosos. Vans que ficam paradas no ponto de ônibus, disputam espaço com concorrentes e põem em risco não só quem está dentro do carro, mas os pedestres e trabalhadores da região” explicou.

Os moradores alegam que o estresse físico e emocional dos motoristas, devido à excessiva carga horária, coloca em risco a vida dos passageiros e dos pedestres. Ainda de acordo com a população, os fatos são antigos e fazem parte do cotidiano dos usuários do sistema de transporte alternativo da cidade.

Rita Monteiro ressaltou a importância de o DEMUTRAN reprimir através de fiscalização e multas os excessos de velocidade, manobras arriscadas em cruzamentos, avanço de sinal vermelho, ultrapassagens indevidas, excesso de lotação, incluindo uma devolutiva das multas aplicadas com as devidas infrações, e assim trazer soluções efetivas que beneficiem a população e o sistema de transporte coletivo na cidade