Dólar fecha a R$ 3,6550, menor patamar desde maio

O mercado financeiro tirou do horizonte qualquer tipo de cautela que poderia pautar o mercado às vésperas da definição do novo presidente brasileiro e ignorou, inclusive, um dia negativo para os principais mercados de risco nesta sexta-feira (26).

O dólar recuou mais de 1%, rumo ao menor patamar de fechamento desde maio. A moeda americana cedeu 1,32%, a R$ 3,655. Considerada uma cesta 24 divisas emergentes, o real foi a que mais ganhou força ante o dólar nesta sexta -13 delas se desvalorizaram.

Já a Bolsa brasileira avançou quase 2%, completamente descolada do cenário externo, que foi de perdas expressivas. O Ibovespa fechou a 85.719 pontos, puxado pelo desempenho de empresas estatais.

As ações da Petrobras subiram quase 5%, os do Banco do Brasil e da Eletrobras avançaram cerca de 6%, e os da Cemig, perto de 7%.

 

Nem mesmo o resultado da pesquisa Datafolha, divulgada na quinta-feira (25), azedou o humor do mercado. Segundo o instituto de pesquisa, da vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT) se reduziu em 6 pontos, e agora o deputado tem 56% da preferência dos eleitores, ante 44% para o petista, considerando apenas os votos válidos.

“Nesta sexta, saíram outras duas pesquisas, da XP e Paraná Pesquisas, mostrando que o Datafolha pode ser contraposto”, disse Roberto Indech, da Rico Corretora (que pertence à XP).

Jair Bolsonaro foi abraçado pelo mercado financeiro como o candidato viável e ao mesmo tempo disposto a abraçar uma agenda de reformas consideradas necessárias para o reequilíbrio das contas públicas. O capitão reformado do Exército conseguiu arrebanhar o apoio adotando como guru o economista de viés liberal Paulo Guedes.

“Não vejo mercado radicalmente pró-Bolsonaro, vejo mais como anti-esquerda”, afirmou Indech.

No exterior, as Bolsas tiveram mais um dia de fortes perdas, conduzidas pelo desempenho decepcionante da Amazon e do Google no terceiro trimestre. As Bolsas americanas fecharam em forte queda. Com informações da Folhapress.

Fonte: notícias ao minuto

Blitz da Lei Seca prende 4 pessoas por conduzirem veículos alcoolizadas em Maceió

Durante operação da Lei Seca realizada na noite da sexta-feira (27) e sábado (28) quatro pessoas foram presas em Maceió por conduzirem veículos embriagadas.

Na ocasião, outros 18 condutores se recusaram a fazer o teste de alcoolemia ao ser parado nas blitzes que aconteceram na Praça Centenário, no Farol, e no bairro da Pitanguinha.

Ainda durante o trabalho das equipes que atuam para garantir um trânsito mais seguro, 19 pessoas foram flagradas dirigindo sem carteira de habilitação.

Durante os trabalhos, 561 veículos foram abordados e revistados e 588 testes de alcoolemia foram realizados.

As abordagens aos condutores de veículos resultaram em 93 autos de infração de trânsito.

 Fonte: G1

Com quase 686 mil toneladas, agronegócio representa cerca de 49% das exportações baianas em setembro

Com 685,6 mil toneladas, o agronegócio representou 48,5% do total das exportações baianas no mês de setembro. O valor total das exportações foi de US$ 728,7 milhões, sendo US$ 353,3 milhões provenientes do agronegócio.

De janeiro a setembro deste ano, a Bahia exportou US$ 3,03 bilhões em mercadorias do agronegócio, o que representa um crescimento de 7,4% em relação ao mesmo período de 2017. As informações são da assessoria econômica da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb).

Entre os setores com maiores participações para esse resultado positivo estão o complexo soja (14% de aumento) e produtos florestais (16,6%). Outros setores também apresentaram crescimento significativo, entre eles os produtos hortícolas e leguminosas (1.012,2%); produtos oleaginosos – exclui soja – (74,2%); e carnes (70,2%).

A China é o principal parceiro comercial das exportações do agronegócio da Bahia. No acumulado do ano foi exportado cerca US$ 1,63 bilhão para esse país, representando 54% do valor total do segmento.

O segundo maior destino foram os Países Baixos, com US$ 167,4 milhões e 5,5% de participação. A França vem em terceiro lugar, com US$ 150,7 milhões e 5% do total, seguido da Coréia do Sul com US$ 147,7 milhões e 4,9% na participação.

Balança comercial

De acordo com a Faeb, a balança comercial da Bahia apresentou saldo positivo de US$ 14,6 milhões. No agronegócio, o superávit foi de US$ 307,5 milhões. Na comparação com o mês de setembro do ano anterior, as exportações do agronegócio tiveram redução 13,1%.

Essa diminuição foi reflexo, principalmente, da queda das exportações com “Complexo Soja” (-5,3%) e do segmento “Produtos Florestais”, que caiu 1%. Esses dois setores juntos representaram 73% das exportações do setor em setembro.

Fonte:  G1

Em Mauriti “Projeto Câmara na Escola” debate ética

A Câmara de Mauriti realizou mais um módulo do Projeto Câmara na Escola no último final de semana, quando os alunos trabalharam com um tema valioso para a formação profissional e pessoal.

O Tema do encontro foi Ética, Conduta e Compliance, coordenado pelo professor Renato. Ele explica que “naturalmente esses assuntos seriam de difícil compreensão se não fosse a incrível sensibilidade e capacidade que a turma apresenta, por tratar de tema que adentre à personalidade individual e cada aluno seria extremamente difícil se partíssemos do ‘pré-conceito’ de que eles já estivessem contagiados pela obrigação de serem espertos e desleais em que a sociedade muitas vezes exige e venera.”

Porém, o professor diz que de modo totalmente diverso, os alunos receberam as explicações e exemplos e, prontamente, demonstraram que são exceções dentro de uma sociedade, que segundo ele está deturpada e inerte.

Nos encontros inúmeros diálogos foram travados acerca de ética, certo, errado, momento de consciência individual, diferença entre Direito e Justiça, bem como o resultado de ações sem ética.

Ao final, todos os alunos apresentaram qual aspecto do treinamento mais o marcou.

E para Renato Monteiro a sensação de missão cumprida se deu quando a ideia de ações éticas e com respeito ao próximo foi dada como ponto principal que os alunos levariam para casa e para Sociedade, e o testemunho e convencimento destacado pelos próprios alunos de que a sociedade só mudará a cultura do esperto e da vantagem quando as ações éticas e a boa conduta reinarem.

“Está de Parabéns a Presidente do Legislativo Fernanda Martins e todos os alunos do curso por fazerem acontecer um diálogo tão importante para formação humana e profissional.”, comenta.   

Nos âmbitos institucional e corporativo, compliance, que fez parte do tema do módulo, é o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa, bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade que possa ocorrer.

Exposição gratuita une fotografia e literatura no Sítio Histórico de Olinda

A exposição “XX: Outras Leituras”, que reúne imagens de nove fotógrafas, pode ser visitada em Olinda, a partir do sábado (27). A mostra ocorre até o dia 25 de novembro, no Sebo Casa Azul, na Rua Treze de Maio, número 121, no bairro do Carmo, em Olinda. Ao todo, são 27 imagens feitas com base em textos de escritoras do século XX.

As fotografias têm autoria de Ceci Furtado, Ize Souza, Kaísa Andrade, Lara Albuquerque, Li Buarque, Luma Torres, Nina Xará, Thaís de Menezes e Úrsula Freire. A ideia é proporcionar ao público a convergência da literatura e da fotografia como artes libertadoras.

A exposição fica disponível de terça a domingo, das 15h às 20h, mas a abertura ocorre no sábado (27), às 18h. Na ocasião, é realizada uma roda de diálogo com as autoras, a partir das 19h20.

As fotografias foram produzidas com a temática de mentes femininas do século XX, como Adélia Prado, Alice Ruiz, Ana Cristina Cesar, Carolina de Jesus, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Cora Coralina, Fernanda Young e Hilda Hilst.

Cada fotógrafa produziu três imagens com base num texto das autoras citadas. Ao lado das fotos, ficam disponíveis informações sobre o assunto específico.

Serviço

Exposição Fotográfica “XX: Outras Leituras”

Sebo Casa Azul – Rua Treze de Maio, 121, Carmo, Olinda

De terça a domingo, das 15h às 20h, até o dia 25 de novembro. Abertura ocorre no sábado (27), às 18h

Entrada gratuita

Fonte: G1

Ciclofaixa, projeto Lazer na Rua e Compaz deixam de funcionar por causa das eleições no Recife

Por causa da realização do segundo turno das eleições, no domingo (28), a Prefeitura do Recife suspende serviços e atividades, a pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). De acordo com a administração municipal, deixam de funcionar a Ciclofaixa de Turismo e lazer e o projeto Lazer na Rua, no segundo Jardim de Boa Viagem, na Zona Sul.

Também ficam fechados no domingo os Centros Comunitários da Paz (Copmpaz), nas Zonas Norte e Oeste, que voltam a abrir na terça-feira (30), e espaços culturais.

Também está prevista alteração no expediente da agência de emprego de Casa Amarela, que funciona como seção eleitoral. O serviço volta a ser prestado na terça-feira (30).

A prefeitura informou, ainda, que ficam suspensos os roteiros do Olha! Recife. O próximo passeio será na terça-feira (30). A edição será a pé, com saída às 18h, da Praça do Arsenal, e vai levar os participantes para o Museu Cais do Sertão.

O Jardim Botânico do Recife (JBR), no Curado, abre neste sábado (27), com trilhas e palestra especial sobre o legado de Burle Marx, ministrada pela professora e paisagista Flávia Nunes. Mas, no domingo (28), o o jardim fica fechado durante todo o dia.

Fonte: G1