Abertas inscrições para o primeiro MBA em Gestão Industrial no Cariri

Já estão abertas as inscrições para o MBA em Gestão Industrial, no Cariri. O período das aulas é de 24 de agosto de 2017 a 28 de fevereiro de 2019, no SENAI Juazeiro do Norte. A formação é uma promoção do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/CE), ligado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), com certificação da Faculdade da Indústria do IEL/PR. O objetivo do MBA é apresentar conceitos, técnicas, conhecimentos e competências inerentes à área de Gestão e Desenvolvimento Industrial como subsídio à tomada de decisão. Além de oferecer habilidades e conhecimentos específicos para a estruturação e controle do desenvolvimento industrial, visando ao crescimento sustentável corporativo. O público-alvo é de gestores e dirigentes graduados em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Gestão Pública, Engenharia ou áreas afins, que possuam um perfil dinâmico e inovador interessados no assunto.

SOBRE A FACULDADE – A Faculdade da Indústria do IEL é uma instituição de ensino superior credenciada pelo MEC, criada pelo IEL/Paraná, que oferece formação de ponta para pessoas interessadas em propor respostas aos novos desafios da indústria brasileira e realizar projetos de alta complexidade.

SEGURO EDUCACIONAL INCLUSO – Todos os cursos de MBA oferecidos pela Faculdade da Indústria têm seguro educacional incluso nas suas mensalidades. A contratação dá cobertura ao estudante para o caso de perda de renda por demissão involuntária em dois casos: motivada por incapacidade temporária por qualquer causa ou por desemprego. Nessa última opção, é requerido que o aluno tenha, pelo menos, 12 meses de vínculo empregatício na organização que trabalha.

SERVIÇO:

MBA em Gestão industrial

Período das aulas: 24/08/2017 a 28/02/2019

Horário: 18h30 às 22h (quintas e sextas-feiras) e 8h às 12h e 13h às 17h (sábados), às quintas, sextas e sábados

Local: SENAI Juazeiro do Norte – Av. Leão Sampaio, 839, Juazeiro do Norte.

Veja mais informações AQUI

Telefone: (85) 4009-6300 / centralderelacionamento@sfiec.org.br

Gerência de Comunicações – Sistema FIEC

Café na dose certa para preservar a sua saúde

A redenção dessa preferência nacional
“O café é a bebida que desliza para o estômago e põe tudo em movimento.” Quando registrou esta frase, o escritor francês Honoré de Balzac (1799-1850), um aficionado do líquido – há quem diga que entornava de 20 a 50 doses por dia -, certamente se referia ao poder energizante do fruto do cafeeiro. Afinal, com o auxílio dele o autor deu cabo de uma obra com mais de 10 mil páginas. O que Balzac não podia imaginar é quão feliz foi em deixar a frase assim, tão abrangente. Atualmente, a ciência já sabe que dar disposição é só uma das qualidades do café.

O curioso é que ele chegou a amargar uma posição de desprestígio, mesmo sendo amplamente degustado. “Isso porque algumas pessoas são mais sensíveis mesmo”, diz a nutricionista Ana Cristina Lazarotto, do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba. Mas isso não faz dele um vilão. “Existe muito mito sobre seu consumo”, afirma o cardiologista Bruno Mioto, pesquisador do Instituto do Coração, o InCor, na capital paulista.

Segundo o médico, uma das explicações para esse bafafá todo tem a ver com o fato de que os primeiros estudos foram conduzidos com seu componente mais famoso, a cafeína – responsável pelo estado de excitação. “Só que os cientistas usavam altas doses e de uma só vez”, explica. Daí ocorriam batedeira no peito, aumento da pressão… “Mas a gente tem de lembrar que a bebida é tomada ao longo do dia e não é composta somente de cafeína”, tranquiliza.

De acordo com Silvia Oigman, neurocientista do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino, no Rio de Janeiro, a cafeína representa de 1 a 2,2% do café. “Ele possui diversas outras substâncias, com destaque para os ácidos clorogênicos, que são antioxidantes“, informa. Nesse sentido, o conteúdo da xícara seria mais poderoso que o vinho tinto. Certamente não é desculpa para exagerar, como Balzac fazia. De três a cinco xícaras por dia compõem a quantidade ideal para degustar os benefícios que verá a seguir. Sinta-se à vontade para se servir antes de continuar a leitura.

Editora Abril

Fê Lima rebate piadas de Silvio à sua aparência: ‘Por que não te calas?

A metralhadora de críticas e declarações de Silvio Santos acertou, dessa vez, alguém que resolveu não se calar. No começo de julho deste ano, o SBT comentou a aparência de Fernanda Lima de forma pejorativa durante seu programa: “Magrela, muito magra. Essa que é a Fernanda Lima? Que faz o programa Amor & Sexo? Com ela não tem nem amor e nem sexo. Com essas pernas aí? Nada disso. Quem gosta de osso é cachorro”, disparou o apresentador.

Fernanda, no entando, resolveu rebater, em conversa com a equipe do ‘Pânico na Band’: “Acho que o Silvio é o maior comunicador vivo brasileiro, mas nesse quesito eu perguntaria: ‘Silvio, por que não te calas?'”, respondeu a apresentadora da Globo.

Foi no mesmo programa que Silvio Santos falou sobre Paolla Oliveira, também com comentários pejorativos e dúbios: “Paolla, ela gosta de rola, é isso? Rola, o que você pensou que eu falei? O que é rola? É um passarinho. Paolla, que rima com rola, que rima com tola, só isso, não tem mais nada”, disse ele, divertindo-se com a situação.

noticias ao minuto

Precatórios. Justiça anuncia R$ 35 milhões para municípios do Cariri

Por Madson Vagner

No Cariri, sete municípios têm motivos para comemorar em meio à crise econômica. Eles receberam a confirmação da Justiça Federal, subseção de Juazeiro do Norte, sobre a disponibilidade dos recursos dos precatório do Fundeb. São R$ 35 milhões já liberados para saque das administrações.

Segundo informa a Justiça Federal, os valores não podem ser contestados e os representantes dos municípios, que tem direito ao credito, devem procurar a sede da subseção de Juazeiro para recolher os alvarás que já estão disponíveis.

Os municípios com recursos a receber são Barbalha (R$ 10 milhões), Brejo Santo (R$ 9.7 milhões), Araripe (R$ 5.9 milhões), Cedro (R$ 5.2 milhões), Altaneira (R$ 1.6 milhão), Baixio (R$ 1.4 milhão) e Nova Olinda (R$ 1.3 milhão).

Ministério da Saúde destina verba para investimentos em Farias Brito

Por Marlon Torres / Agência Newscariri

A prefeitura municipal de Farias Brito anunciou na noite desta segunda (31), que o Fundo Nacional de Saúde transferiu para o município o valor de R$ 474.589.00.

A quantia será aplicada na aquisição de equipamentos para o CAPS, bem como para investimentos no Hospital Geral de Farias Brito.

Fim do prazo para saque de FGTS; saiba o que acontece se não sacou

O prazo para o saque de contas inativas do FGTS terminou nesta segunda-feira (31), na Caixa Econômica Federal. O tempo para sacar o Fundo começou desde março deste ano.

De acordo com o portal G1, a Caixa Econômica Federal ainda não divulgou um balanço final dos saques. Até o último dia 19, foram liberados R$ 42,8 bilhões das contas inativas, um montante equivale a 98,33% do total disponível para saques, de R$ 43,6 bilhões.

O dinheiro foi retirado por 25,3 milhões de trabalhadores e, até aquele momento, cerca de 5 milhões de pessoas ainda tinham recursos para retirar. Muita gente deixou para sacar o dinheiro na última hora e as agências da Caixa registraram fila nesta segunda-feira.

O governo ampliou o prazo até o dia 31 de dezembro de 2018 para pessoas que, comprovadamente, não puderam comparecer nas agências da Caixa para fazer o saque.

O Planalto citou doentes graves e presos como exemplo de pessoas que poderão se beneficiadas pela ampliação do prazo. Essa justificativa terá de ser feita junto à Caixa Econômica Federal, que deve definir um novo calendário para os saques com base no novo prazo. Os demais só poderão fazer o saque nas situações já previstas em lei.

Não saquei meu FGTS, e agora?

A partir de agora, o dinheiro do fundo do trabalhador só poderá ser liberado nas situações previstas em lei, como financiamento do primeiro imóvel e aposentadoria. Não. O dinheiro volta a ficar retido na conta da Caixa e só poderá ser usado nas situações previstas em lei.

Existem algumas hipóteses em que o saque do FGTS é liberado por lei. São elas:

Na demissão sem justa causa;

No término do contrato por prazo determinado;

Na rescisão do contrato por extinção total da empresa; supressão de parte de suas atividades; fechamento de quaisquer de seus estabelecimentos, filiais ou agências; falecimento do empregador individual ou decretação de nulidade do contrato de trabalho;

Na rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior;

Na aposentadoria;

No caso de necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastre natural que tenha atingido a área de residência do trabalhador, quando a situação de emergência ou o estado de calamidade pública for assim reconhecido, por meio de portaria do governo federal;

Na suspensão do trabalho avulso por prazo igual ou superior a 90 dias;

No falecimento do trabalhador;

Quando o titular da conta vinculada tiver idade igual ou superior a 70 anos;

Quando o trabalhador ou seu dependente for portador do vírus HIV;

Quando o trabalhador ou seu dependente estiver com câncer;

Quando o trabalhador ou seu dependente estiver em estágio terminal, em razão de doença grave;

Quando a conta permanecer sem depósito por 3 anos ininterruptos cujo afastamento tenha ocorrido até 13/07/90, inclusive;

Quando o trabalhador permanecer por 03 anos ininterruptos fora do regime do FGTS, cujo afastamento tenha ocorrido a partir de 14/07/90, inclusive, podendo o saque, neste caso, ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta;

Na amortização, liquidação de saldo devedor e pagamento de parte das prestações adquiridas em sistemas imobiliários de consórcio;

Para aquisição de moradia própria, liquidação ou amortização ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional concedido no âmbito do SFH.

noticias ao minuto

Lucro do Itaú Unibanco cresce 10,7% e atinge R$ 6,17 bi no 2º trimestre

O Itaú Unibanco teve crescimento de 10,7% no lucro líquido no 2º trimestre, para R$ 6,17 bilhões, com ajuda do aumento da receita com serviços e tarifas bancárias e com a redução das provisões contra calotes de clientes.

Os números foram divulgados na noite desta segunda-feira (31), na primeira vez em que o banco publicou o balanço após o fechamento dos mercados acionários no Brasil e nos Estados Unidos.

O resultado recorrente exclui ganhos e gastos extraordinários. Se comparado com os três meses anteriores, houve leve queda de 0,1%.

Quando se incluem esses dados, o lucro líquido cresce 9%, para R$ 6,014 bilhões -queda de 0,6% ante os três meses encerrados em março.

noticias ao minuto