LOGO-NEWS-CARIRI

Arnaldo Antunes apresenta obras poético-visuais em exposição gratuita no Recife

Exposição reúne três décadas de produção visual de Arnaldo Antunes (Foto: Paulo Winz/Divulgação)

Publicidade

O músico, poeta e artista visual Arnaldo Antunes apresenta no Recife, a partir desta quinta-feira (16), às 19h, a exposição “Palavra em Movimento”, em cartaz na Caixa Cultural, no Bairro do Recife, no Centro da capital, até 14 de outubro. Com entrada gratuita, a mostra reúne mais de três décadas de produção poético-visual do artista e que tem a palavra e suas possibilidades como objeto de experimentação.

A exposição, que agrupa as linguagens verbal, vocal e visual que marcaram a carreira do ex-integrante da banda Titãs, encerra a circulação nacional das peças.

De forma cronológica, Arnaldo Antunes apresenta obras em caligrafia, colagens, instalações e objetos poéticos. Além disso, vídeos e sonorização de poemas em áudio também complementam a mostra.

Para Arnaldo Antunes, a exposição é uma forma de divulgar um lado menos conhecido da sua produção artística.

“Nos meus livros, já existe um pouco dessa linguagem visual na coisa gráfica, já existe um pouco até de sugestão de movimento na palavra escrita, mas através dos recursos gráficos”, afirma o artista, que no dia 10 de agosto fez show em Olinda com Marisa Monte e Carlinhos Brown, seus parceiros nos Tribalistas.

Ao longo do anos, essa relação com as artes visuais pôde ser vista através de eventos de grande porte, como a Bienal Internacional de São Paulo, em 1998, onde apresentou uma instalação gráfico-poética com colagens de cartazes rasgados, e da II Bienal de Artes Visuais do Mercosul, em 1999, realizada em Porto Alegre, para onde levou duas instalações elaboradas a partir letras de alumínio pintadas.

A mostra que chega ao Recife apresenta alguns trabalhos que puderam ser vistos em exposições anteriores. “É uma exposição bem abrangente, contém 35 anos da minha produção. Os trabalhos mais antigos são do início da década de 1980, que são as colagens que formam uma série chamada ‘Oráculo’, que eu nunca havia exibido”, explica.

Mostra de Arnaldo Antunes pode ser conferida na Caixa Cultural, no Bairro do Recife (Foto: Paulo Winz/Divulgação)

Mostra de Arnaldo Antunes pode ser conferida na Caixa Cultural, no Bairro do Recife (Foto: Paulo Winz/Divulgação)

“Este é um trabalho que tem uma circulação menor que a música popular, que tem um alcance muito mais vasto, mas que dialoga também com a minha produção poética e musical por conta de tudo isso envolver um território em comum, que é a palavra, então o diálogo entre essas áreas acaba acontecendo de uma maneira muito fluída”, explica.

Segundo o artista, às vezes, o trecho de uma letra de canção pode virar um poema visual, um poema publicado em livro pode virar um objeto e o clipe de uma canção pode envolver uma linguagem gráfica de leitura da palavra em movimento com elementos visuais.

Em “Palavra em Movimento”, todas essas intersecções poderão ser vistas pelo público. “Esse trânsito sempre se dá por conta da própria significação poética que permeia essas linguagens todas”, comenta.

“Houve uma fase que eu me envolvi a fazer caligrafias, então a exposição apresenta uma sequência dessas caligrafias; também houve uma fase em que eu fiquei viajando e, durante esse tempo, eu fotografei muitos letreiros de rua, depois editei essas fotografias e criei poemas através de um vocabulário já pronto das fotos do que fotografei no mundo, uma série que usa o vocabulário do mundo para falar de questões internas”, explica

A exposição “Palavra em Movimento” apresenta influências da poesia concreta, da linguagem pop, de Marcel Duchamp e da poesia visual que se desdobrou depois do movimento que ficou conhecido como concretismo.

Perguntado sobre o que diferencia a mostra que o público acompanha no Recife da que foi exibida em outras cidades, Arnaldo Antunes responde que a exposição precisou se adaptar às diferenças físicas dos ambientes.

“Em cada espaço, a exposição muda um pouquinho porque a gente acaba tendo que adaptar a leitura e o próprio percurso da exposição ao espaço. Mas isso é um desafio sedutor também, nesse sentido eu contei muito com a ajuda do Daniel Rangel, nosso curador, que me ajudou a repensar a mostra para cada cidade para onde ela ia”, diz.

Serviço

Exposição “Palavra em Movimento”, de Arnaldo Antunes

Abertura: quinta-feira (16), às 19h

Visitação até 14 de outubro, de terça a sábado, das 10h às 20h; domingos, das 10h às 17h

Caixa Cultural – Avenida Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife

Entrada gratuita

Informações: (81) 3425-1900

Fonte: G1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas