Câmara Crato – Resumo da sessão de segunda-feira, 29 de maio

Confira notas com resumo dos debates, requerimentos e sugestões dos vereadores cratenses no Pequeno e no Grande expedientes durante a sessão plenária desta segunda-feira, 29 de maio.

Pequeno Expediente

Thiago Esmeraldo (PP) informou ter participado de reunião com representantes do IPECE, do IBGE e da Assembleia Legislativa para tratar sobre o georreferenciamento na tentativa de um acordo entre as cidades de Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte.

Pedro Lobo (PT) destacou o requerimento de sua autoria ao Governo do Estado do Ceará para que seja feita a regularização fundiária da malha viária urbana do Crato.

Vicência Leandro (PMN) agradeceu à Prefeitura pelo serviço de limpeza pública feita no Muriti.

Amadeu de Freitas (PT) corroborou com a fala de Thiago Esmeraldo sobre o georreferenciamento e informou sobre a audiência pública que será realizada pela Câmara atendendo requerimento de sua autoria.

O encontro ocorrerá às 9h da próxima quinta-feira (1º) no Plenário da Câmara para discutir a implementação da Política de Resíduos Sólidos em Crato. Para mais informações sobre este assunto, clique aqui.

Florisval Coriolano (PRTB) convidou população e vereadores a participarem da audiência Pública a ser promovida pela Câmara a partir das 10h desta terça-feira que discutirá a taxa de iluminação pública em Crato.

Este assunto foi comentado na sessão desta segunda-feira pelo vereador Pedro Alagoano (PSD). Ele afirmou que existem leis municipais que tratam da taxa de iluminação pública e que devem ser observadas pela Enel (antiga Coelce).

O parlamentar também demonstrou preocupação em relação a duas localidades. Conforme conta, moradores da Vila São Bento pedem que a operação Boa Noite, que visa combater mosquitos, sejam destinadas à comunidade. No bairro Granjeiro a solicitação é voltada à ações de segurança pública para a redução nos índices de assaltos.

Lunga (PSD) solicitou que a Prefeitura realize ações itinerantes nos distritos, levando serviços como saúde e jurídicos a população mais distante desses serviços na zona urbana.

Jales Velloso (PSB) comentou sobre a morte de um cratense na Festa de Santo Antônio, em Barbalha. Ele também pediu rapidez na licitação para escolha de uma empresa que fornecerá urnas funerárias a serem repassadas à famílias carentes.

Três vereadores usaram a Tribuna no Grande Expediente. Bebeto Anastácio (Podemos) tratou sobre as ações da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor; de questões relacionadas à taxa de iluminação pública, sugerindo que a Prefeitura contrate uma empresa para lidar com a questão; e acerca do retorno do Zona Azul para organizar o estacionamento rotativo no Centro.

“A falta desse serviço tem atrapalhado a vida de muitas pessoas, especialmente no comércio, pois não tem a visitação necessária por falta da rotatividade do estacionamento”, afirmou o parlamentar.

Fernando Brasil (PP) discursou sobre as ações que a administração municipal tem desenvolvido durante os cinco meses de gestão, notadamente sobre as obras, a exemplo da quadra do Gesso.

Lunga (PSD) usou a Tribuna para versar sobre temas relacionados ao distrito Dom Quintino, como o fornecimento de água, calçamento, saneamento básico, transporte escolar, que devem ser desenvolvidos pela Prefeitura.

A Câmara Municipal do Crato volta a se reunir nesta terça-feira, a partir das 9h para a concessão de um Título de Cidadania Cratense ao professor Ricardo da Fonseca. Em seguida, a partir das 10h, debate a taxa de iluminação pública com representantes da Prefeitura.

assessoria de imprensa

Crato – Vereadores solicitam academias populares em praças

A prática de atividades físicas ao ar livre cresce a cada dia. Neste sentido, três vereadores apresentaram requerimentos durante as sessões através dos quais solicitam a instalação de equipamentos em praças do Crato, as conhecidas academias populares.

Lunga, do PSD, requereu a instalação de uma academia popular em praça de Dom Quintino. Segundo ele relembra, a prática de atividade física é saudável e sugerida por médicos.

“Em Dom Quintino”, diz o vereador, “nem tem academia nem lugar para caminhar. Então o prefeito tem que ajudar o povo de Dom Quintino porque lá o pessoal faz caminhada na rua, na poeira, e ele fazendo uma academia numa praça vai ficar algo bonito, organizado e o povo vai se sentir bem”, justifica o parlamentar cratense.

Vereador pelo PSC, Tico da Serrinha fez a mesma solicitação, desta vez para a Praça Dona Ceicinha, no bairro Seminário. Pediu, ainda, que ela seja reformada pela Prefeitura. Já Pedro Alagoano, do PSD, foi além requerendo que sejam instaladas academias populares em todas as praças do Crato.

Conforme o vereador, cidades menores do que o Crato já possuem esse tipo de equipamento. “Então porque o Crato não pode ter?”, questiona. “Entramos com requerimento que foi aprovado e agora vai para a sanção do prefeito Zé Ailton Brasil que também está com a vontade de instalar esses equipamentos nas nossas praças”, afirma. “Espero que o mais breve possível o povo do Crato seja contemplado com esse equipamento que vai melhorar sua qualidade de vida através da prática esportiva”, acrescenta.

Entenda os trâmites

Depois de dar entrada na casa os requerimentos são discutidos e votados durante as sessões ordinárias da Câmara. Aprovados, são encaminhados à Secretaria do Legislativo cratense para que sejam redigidos ofícios a serem remetidos aos órgãos ou setores competentes.

Neste caso em específico, são enviados à Secretaria de Infraestrutura do município. Nela, conforme o secretário Wellington Brandão, cada vereador do Crato possui uma pasta para seus requerimentos, que são analisados.


Robson Roque
Diretoria de Imprensa – Câmara de Vereadores do Crato
Contato: (88) 3523-2749

Mídias Digitais:
* Facebook: https://www.facebook.com/CamaraDoCrato/
* Instagram: https://www.instagram.com/camaradocrato/

Crato – Presidente da Câmara destaca acessibilidade aos serviços do Legislativo

Presidente da Câmara destaca acessibilidade aos serviços do Legislativo

Desde quando mudou para o novo Anexo Administrativo na Rua Senador Pompeu, a Câmara Municipal do Crato mantém funcionários aptos para atender deficientes e pessoas com mobilidade reduzida permanente ou temporariamente.

Quem necessitar de algum serviço ou apresentar alguma demanda e que não possa dirigir-se ao Anexo, deve ir até o Plenário da Câmara, onde um funcionário do Legislativo, habilitado para o atendimento, o fará de forma imediata e diferenciada.

“Temos toda a estrutura de recebermos a população aqui no Plenário”, garante o presidente da Câmara Florisval Coriolano. “Por enquanto estamos passando um tempo no prédio do novo anexo porque é o local mais próximo que encontrei do Plenário”, acrescenta.

Segundo o presidente, a Câmara busca um prédio para desenvolver tanto as atividades administrativas quanto as sessões. Desde o início do ano a Mesa Diretora busca o empréstimo de prédio da Justiça do Trabalho, localizado a Avenida Perimetral e que está desativado há alguns anos.

“Estamos reivindicando um prédio para a Câmara e se não conseguirmos vamos tentar construir o Plenário junto ao Anexo. Nós temos o plenário para atender a população se vier atrás de leis, por exemplo, e tenham certeza que a população do Crato não terá prejuízo de maneira nenhuma”, garante Florisval.

O presidente ainda enfatiza que em uma de suas gestões como presidente do legislativo, há cerca de 15 anos, foi implantada uma rampa de acesso ao Plenário. É através dela que o atendimento começa até chegar aos funcionários habilitados para atender de forma imediata e personalizada.

Linha de ônibus Crato-Barbalha é solicitada durante sessão

Todos os dias pacientes e familiares se deslocam de Crato até a cidade de Barbalha, que tem se tornado polo em atendimentos médicos no Cariri, para tratamentos contra câncer e cardiopatias em hospitais e outros serviços na Policlínica Regional localizados naquele município.

Muitos dos pacientes utilizam transporte público que faz escala em Juazeiro do Norte. Ou seja, quem precisa ir até Barbalha, seja para atendimentos médicos ou outros fins, faz uso de duas conduções e, consequentemente, duas passagens. O mesmo acontece para o retorno ao Crato.

Na busca por diminuir o tempo de viagem e o valor gasto com este deslocamento, o médico e vereador do Crato Maurício Almeida (PDT) sugeriu, na sessão desta terça-feira, 21, a implantação de uma linha direta entre Crato e Barbalha.

“É uma ideia que eu já tinha há muito tempo, porque sabemos que temos centenas de pacientes que procuram a cidade de Barbalha por ela ser hoje um centro médico muito importante na nossa região e o paciente estando internado lá ou que vá buscar remédios e receitas ou mesmo receba visita dos seus familiares, gasta quatro passagens para se dirigir até a Barbalha, quando poderia gastar apenas duas”, argumenta o vereador.

Maurício Almeida sugeriu o modelo praticado em Fortaleza e outras capitais com interligação entre linhas para que os usuários tenham menos despesas com transporte público. “É uma forma de melhorar o salário, porque quando você gasta menos é como se você tivesse melhorando o seu salário”, compara o vereador.

Outra sugestão apresentada pelo parlamentar cratense foi implantar ao menos uma linha direta em cada turno do dia. “As viagens poderiam nem ser tão frequentes, mas que houvesse pelo menos em cada turno uma viagem dessa, sem escala. Acho que seria importantíssimo para essas populações”, conclui o vereador cratense.

A Câmara Municipal do Crato poderá abordar esta questão do transporte público noutras sessões ou mesmo em audiência púbica. O Poder Legislativo atua, também, enviando ofícios aos órgãos, empresas e entidades competentes para cada situação.

Assessoria de Comunicação – Câmara de Vereadores do Crato
Contato: (88) 3523-2749