Ana Vitória afirma que foi presa por retaliação e nega envolvimento com o tráfico, diz defesa

A defesa da advogada Ana Vitória Garcia Leite Fernandes, de 27 anos, que teve a prisão domiciliar decretada nesta sexta-feira (7), disse que a suspeita de carregar anotações sobre tráfico de drogas nega envolvimentos com o crime organizado.

O caso aconteceu nesta quinta-feira (6), dentro de um presídio na cidade de Juazeiro do Norte. Segundo os advogados Roberto Duarte e Iury Inácio, Vitória afirma ter sido vítima de uma “retaliação”, após ter denunciado suposto abuso de poder, quando teria sido submetida a uma revista no presídio.

Os advogados não entraram em detalhes sobre os motivos que teriam levado Ana Vitória a supostamente sair do presídio com anotações suspeitas, mas disseram que o caso será melhor apurado. Acompanhe na íntegra, pela TV News Cariri.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação para Humanos