Covid-19: Brasil registra 938 mortes e 24.619 novos casos em 24 horas

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 13 milhões de pessoas já se recuperaram da doença no país

O Brasil registrou, nesta segunda-feira (3), 938 mortes por covid e 24.619 novos casos, de acordo com os dados enviados pelos estados ao Ministério da Saúde e ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). É a primeira vez, em semanas, que o país fica abaixo dos mil óbitos diários.

Com o balanço de hoje, o país contabiliza 408.622 mortes e 14.779.529 pessoas que já foram diagnosticadas com a doença. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul são os estados com o maior número de óbitos, respectivamente.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 13 milhões de pessoas já se recuperam da covid-19 no país.

Segundo o Conass, a taxa de letalidade do coronavírus no Brasil é de 2,8% e a taxa de mortalidade por cada 100 mil habitantes é de 194,4. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 2.348 e a média móvel de novos casos é de 58.587.

Fonte: R7

Mais 273 mil doses de vacinas, incluindo primeiro lote da Pfizer, chegam ao Ceará nesta segunda-feira

O Ceará recebeu mais 273.300 doses de imunizantes contra a Covid-19 na tarde desta segunda-feira. Entre eles, está a primeira remessa de vacinas da Pfizer/Biontech, com 17.555 doses. As outras 255.750 são referentes ao laboratório Oxford/AstraZeneca.

A última remessas que chegou ao aeroporto da Capital foi neste sábado, 11,6 mil doses de CoronaVac.

Por conta da logística específica com baixas temperaturas, o imunizante da Pfizer será aplicado somente em Fortaleza, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde (MS). A vacina vai ser utilizada em pessoas do grupo da 3ª fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

“Continuamos lutando por mais vacinas para todos os nossos irmãos e irmãs cearenses”, reforçou Camilo.

Armazenamento das vacinas

 

O refrigerador que será usado para armazenar as doses do novo imunizante está disponível na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim) da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Fonte: G1/Ceará 

Vacinação reduz pela metade morte entre idosos com mais de 80 anos

Estudo foi liderado pela Universidade Federal de Pelotas

A proporção de mortes de idosos com 80 anos ou mais caiu pela metade no Brasil após o início da vacinação contra a covid-19. Os dados fazem parte de um estudo liderado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). O percentual médio de vítimas dessa faixa etária era de 25% a 30% em 2020 e passou para 13% no final de abril.  Quando teve início a imunização, em janeiro de 2021, o percentual era de 28%.

De acordo com o Cesar Victora, epidemiologista e líder da pesquisa, outros estudos já demonstraram a associação entre a vacinação e a queda nas internações e nas mortes, por exemplo a partir dos dados da população de Israel. A novidade desta análise é que o mesmo se confirma em um cenário com predominância da variante P1. Em Israel, a imunização alcança mais de 55% da população, segundo dados da plataforma Our World in Data, da Universidade de Oxford.

A pesquisa liderada pela UFPel indica que pelo menos 13,8 mil mortes de brasileiros com 80 anos ou mais em um intervalo de oito semanas foram evitadas. O país registra 407.639 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada nesse domingo (2). Em 24 horas, foram 1.202 novas mortes. A aplicação da primeira dose alcança cerca de 14% dos brasileiros; e 6,5% receberam as duas doses.

Os dados utilizados na análise foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde e referem-se ao período de 3 de janeiro a 22 de abril. Nessas datas, 171.454 pessoas morreram pelo novo coronavírus no Brasil.

No começo de 2021, a taxa de mortalidade entre pessoas de 80 anos ou mais era 13,7 vezes maior do que para pessoas com zero a 79 anos. De acordo com o estudo, essa relação caiu para 6,9 vezes no início de abril.

As estimativas dos pesquisadores apontam que, com a nova cepa, se o número de mortes entre os mais idosos tivesse continuado no mesmo ritmo observado para grupos etários mais jovens, seriam esperadas quase 48 mil mortes contra as 34.168 registradas no período.

Os níveis nacionais de cobertura vacinal com a primeira dose nessa faixa etária chegaram a 50% na primeira quinzena de fevereiro, a 80% na segunda quinzena do mês e ficou em 95% em março. Os pesquisadores apontam que os resultados de queda da mortalidade encontrados são compatíveis com o efeito protetor da primeira dose e deve aumentar a partir da segunda.

O estudo também confirma que as vacinas aplicadas no Brasil protegem mesmo em um cenário em que a P1 predomina. Pesquisas com profissionais de saúde vacinados em Manaus e São Paulo já demonstravam essa proteção.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Justiça determina que União mande 49 mil doses de CoronaVac; multa diária é de R$ 100 mil por atraso

A decisão da Justiça Federal atende a ação civil pública da Procuradoria do Governo do Estado, Ministério Público do Ceará e Federal, entre outros órgãos.

A Justiça Federal determinou que o Ceará, de forma imediata, receba do governo federal 49 mil doses adicionais de CoronaVac para vacinar o público que está com a segunda dose atrasada no estado devido à falta do imunizante. A decisão ocorre após uma Ação Civil Pública (ACP) ingressada por vários órgãos. A multa por atraso é de 100 mil por dia.

“[…] de forma imediata, no próximo envio de vacinas, 49.000 (quarenta e nove mil) doses adicionais para cobrir a demanda das pessoas que já tiveram seu prazo para a segunda dose extrapolado até a data de hoje”, afirma a decisão.

No sábado (1º), o Governo do Ceará , Defensoria Pública, Ministério Público estadual e da União ingressaram com ação contra o governo federal para garantir a vacinação da segunda dose de CoronaVac que foi interrompida em alguns municípios do estado. A ação pede 58 mil doses.

“Após o atendimento emergencial, as doses necessárias para garantir a segunda dose nos dias subsequentes, efetivando daí em diante as remessas por semana respectiva, conforme apresentação da necessidade pelos autores diretamente à União, até que seja zerada a fila de aplicação de segunda dose de Coronavac aos já vacinados no Estado do Ceará”, complementou o TRF-5.

Pelo menos 13 cidades do Ceará, incluindo Fortaleza, estavam sem estoque suficiente da vacina CoronaVac para realizar a aplicação da segunda dose do imunizante contra a Covid-19. Neste fim de semana a campanha de vacinação continuou, contudo, apenas com a aplicação da primeira dose da vacina Astrazeneca em idosos e profissionais da segurança.

Solicitação de 58 mil doses para o estado

 

Walker Pacheco, defensor Regional de Direitos Humanos da DPU no Ceará, explica que a ação pretendia que fosse determinada a reserva e o envio das doses para conclusão do esquema vacinal de todos os já contemplados com a primeira dose da CoronaVac.

Estoque de CoronaVac acabou em Fortaleza e vacinação da segunda dose de grupos prioritários foi interrompida. — Foto: Instituto Butantan/Divulgação

Estoque de CoronaVac acabou em Fortaleza e vacinação da segunda dose de grupos prioritários foi interrompida. — Foto: Instituto Butantan/Divulgação

“Qualquer descontinuidade no procedimento de imunização que afete a regularidade da aplicação da dose de reforço deve ser evitada, sobretudo quando o grupo destinatário da imunização é formado por pessoas idosas, ainda mais vulneráveis aos efeitos nefastos da Covid. Assim, se mostra imprescindível a medida judicial pretendida, reforçada pela unidade de posicionamento das diversas instituições, que buscaram o judiciário conjuntamente, visando à proteção integral da saúde destas pessoas em tão delicada situação”, afirmou.

 

Orientação do Ministério da Saúde

 

Os órgãos mencionam na ação que a orientação emitida pelo Ministério da Saúde contribuiu de “forma decisiva” para o desabastecimento de vacinas.

Em orientação emitida pelo Ministério da Saúde aos estados e municípios, estes deveriam ampliar o número de imunizados, utilizando o estoque de vacinas contra a Covid-19 para a primeira dose da imunização.

Anteriormente, a orientação era de que 50% dos imunizantes fossem mantidos como estoque de segurança para a segunda etapa da vacinação, o que pode ter gerado, por falta de planejamento e gestão, o desabastecimento.

“Percebe-se, assim, que o órgão federal, que deveria liderar e organizar o plano de imunização, contribuiu de forma decisiva para o desabastecimento de vacina ao recomendar o uso de todas as doses para a primeira imunização, mesmo tendo sido alertado pelos Estados sobre a necessidade de checagem semanal de doses e direcionamento das vacinas para D2”, explica a o documento.

Fonte: G1/Ceará

Programa Sua Nota Tem Valor terá 15 prêmios de R$ 5 mil; saiba como participar

Prêmios serão divididos em três regiões do Estado definidas por critério populacional a partir de junho

O programa de incentivo à cidadania fiscal Sua Nota Tem Valor passa por mudanças. Desde 1º de maio, todas as notas fiscais com CPF irão gerar bilhetes que participarão dos sorteios. O primeiro sorteio será em junho, também com outra mudança: serão 15 prêmios de R$ 5 mil distribuídos igualmente em três regiões do Ceará.

VEJA A DIVISÃO DAS ÁREAS

  • A área número um abrange os municípios da Grande Fortaleza, do Litoral Oeste e do Vale do Curu;
  • A região número dois engloba as cidades do Litoral Norte, da Serra da Ibiapaba, do Maciço de Baturité, do Vale do Jaguaribe e dos Sertões de Inhamuns, Crateús e Sobral;
  • Já a terceira área alcança os municípios do Cariri, Centro Sul, Litoral Leste e Sertões de Canindé e Sertão Central.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Ceará, a mudança objetiva alcançar ainda mais cearenses com a regionalização dos prêmios. As regiões foram separadas por critério que considera o tamanho da população.

 

 

A Sefaz lembra ainda que haverá uma premiação extra de R$ 25 mil para os participantes do programa e R$ 300 mil mensais serão rateados entre as instituições sem fins lucrativos de 14 regiões cearenses, divididas geograficamente.

“Com a regionalização, o rateio será melhor distribuído entre todas as regiões e, assim, o cidadão, que terá mais chance de ganhar, poderá ajudar ainda mais a sua instituição do coração e consequentemente contribuir para o desenvolvimento de todo Ceará”, destaca o orientador da Célula de Relacionamento com a Sociedade, Márcio Morais.

O orientador observa ainda que é importante o participante cadastrar de forma correta o município no qual ele está localizado. “Pois isso definirá a região de sorteio do cidadão. Já as pessoas físicas cadastradas no programa que não residem no Ceará, participarão somente do sorteio do prêmio de R$ 25 mil. É importante destacar também que o cidadão pode optar pela instituição cadastrada de sua preferência, localizada em qualquer município do Estado”, explica.

O PROGRAMA

O programa conta hoje com 92.856 participantes e 333 instituições cadastradas. O Governo do Estado, por meio da Sefaz-CE, já entregou R$ 4,05 milhões pelas premiações dos sorteios e rateios do Sua Nota Tem Valor, beneficiando 53 participantes e 180 instituições sem fins lucrativos.

COMO PARTICIPAR

  • Pessoa física

O consumidor deve se cadastrar no site ou no aplicativo Ceará App, pela aba Sua Nota Tem Valor. A ferramenta está disponível para download gratuito na Play Store e na App Store.

É necessário preencher os dados de identificação, assinar digitalmente o termo de adesão ao programa e escolher uma das instituições credenciadas com a qual passará a colaborar.

Depois, é preciso solicitar a inclusão do CPF na nota a cada compra. Automaticamente, o documento fiscal vai para o cadastro do cidadão na Sefaz, gerando um banco pessoal de notas e alimentando o sistema de pontos. A pontuação, então, será convertida em bilhetes para os sorteios mensais.

  • Instituições

Poderão participar do novo programa as instituições sem fins lucrativos que atuem nas áreas de assistência social, esportes, saúde, educação, cultura, apoio aos animais e religiosas.

Para fazer o cadastro, o representante da entidade deve acessar o site do Sua Nota Tem Valor e clicar no quadro “Instituições”. O próximo passo será digitar os dados da instituição e selecionar o botão “Enviar”.

É importante conferir os dados, anotar o número da solicitação e encaminhar os documentos exigidos para o e-mail:cadastro.suanotatemvalor@sefaz.ce.gov.br.

Fonte: Diario do Nordeste

Ceasa e associação doam cinco toneladas de alimentos a instituições carentes

As Centrais de Abastecimento do Ceará S/A (Ceasa-CE) e a Associação dos Permissionários da Ceasa-CE (Assucece) entregaram na última sexta feira (30) no entreposto de Maracanaú da central de abastecimento, 5 toneladas de alimentos a intuições carentes, o equivalente a 500 cestas básicas.

A ação faz parte da campanha Ceasa Amiga, lançada nacionalmente dia 09 de abril pela Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento (Abracen), com o objetivo de arrecadar alimentos em todas as centrais de abastecimento espalhadas pelo Brasil para serem doados à população de maior vulnerabilidade, especialmente em virtude da pandemia.

“A Abracen enviou recursos para a aquisição de 250 cestas básicas e a Ceasa-CE, juntamente com os permissionários e algumas empresas parceiras, dobrou essa quantia para que pudéssemos beneficiar um número ainda maior de pessoas”, explica o presidente da Ceasa-CE, José Leite Gonçalves Cruz.

Dentre as instituições beneficiadas com as doações estão o Instituto Hesed, Associação Beneficente das Irmãs de Nossa Senhora das Dores, Casa do Sol Nascente e Cruz Vermelha Brasileira – Ceará.

 

Governo do Ceará inicia distribuição do segundo lote do Vale-Gás Social

Mais 125.263 famílias em situação de vulnerabilidade social começam a receber o Vale Gás Social a partir desta semana. É o segundo lote do benefício que será entregue nas próximas terça e quarta, dias 4 e 5 de maio, aos prefeitos cearenses, na sede da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

No início de abril, 130.314 famílias de todo o Estado já haviam sido beneficiadas. No primeiro lote, 18 municípios com até 300 famílias contempladas já receberam os vales, integralmente. “Na próxima semana, concluiremos a entrega de todos os 255.577 tíquetes, cumprindo mais uma ação socioassistencial do Estado, determinada pelo governador Camilo Santana”, destaca a titular da SPS, Socorro França.

Na terça-feira, dia 4 de maio, os vales serão entregues a 84 municípios das regiões Metropolitana de Fortaleza, Centro-Sul, litorais Leste e Oeste, Maciço de Baturité e Cariri. No dia seguinte, serão atendidos 82 municípios dos sertões de Sobral, de Canindé, Central, dos Inhamuns e de Crateús; do Vale do Jaguaribe, Serra da Ibiapaba e do Litoral Norte.

Assim como transcorreu na primeira etapa, o Vale Gás será distribuído na sede da SPS, em Fortaleza, das 8 às 16 horas, diretamente ao prefeito, secretário de Assistência Social ou a um representante legal indicado pelo município. Para evitar aglomerações, a SPS está solicitando que venha apenas uma pessoa por município. Todos os critérios e normas de higienização e prevenção da Covid-19 continuam a ser adotados, rigorosamente.

Do total de 130.314 beneficiados em abril, 45 mil famílias, o equivalente a 34,5%, já validaram seus tíquetes. Ou seja, já fizeram a recarga de seus botijões de 13 kg e estão utilizando, em casa, o auxílio concedido pelo governo do Estado, minimizando os efeitos da pandemia, no orçamento doméstico. A medida é uma parceria do Governo do Ceará com a empresa Nacional Gás, que vendeu os botijões a preço de custo para o Estado.

Estão sendo contempladas com o Vale Gás Social as famílias beneficiárias do Cartão Mais Infância Ceará; inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) e atendidas pelo Programa Bolsa Família, com renda per capita igual ou inferior a R$ 89,34; e os jovens participantes do Programa Superação.

Buscas por preso que matou escrivão se concentram em mata, com drones e aeronaves

Escrivão da Polícia Civil do Ceará, Aloísio Alves Lima Amorim, 60 anos, foi atingido por um tiro na nuca durante depoimento.

As buscas por Antônio Josivan Lopes Silva, 30 anos, suspeito de atirar e matar o escrivão Aloísio Alves Lima, 60 anos, em uma delegacia, seguem pelo quarto dia seguido e estão concentradas em uma área de mata em Tauá, no interior do Ceará, cidade onde o crime aconteceu. No último sábado (1°), o suspeito foi incluído na lista dos foragidos mais procurados do Estado.

Conforme o Delegado Geral da PCCE, Sérgio Pereira, drones e aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) auxiliam os agentes na procura de Josivan, em uma área de mata fechada.

“Desde o acontecimento do crime nós montamos uma força tarefa em uma operação que conta com a participação dos policiais civis e militares, que realizam buscas nas imediações e na região rural do município de Tauá. A gente acredita que ele esteja refugiado em uma região de mata fechada e contamos com o apoio de aeronaves, de drones e, principalmente, com a participação de cada cidadão, especialmente as pessoas que moram na região rural”, afirma Sérgio Pereira.

O delegado geral da Polícia Civil ressalta que, caso a população da região veja alguma atitude suspeita, não tente capturar o suspeito e acione imediatamente a polícia.

“Se as pessoas verem alguma coisa suspeita na madrugada ou durante o dia, deverão ligar urgentemente para o telefone 190 e solicitar a presença dos policiais, para se deslocarem o mais rápido possível. Além disso, também está disponibilizado o telefone 181, onde nós recebemos denúncias do paradeiro desse foragido”, disse.

O crime aconteceu na madrugada da última sexta-feira (30), quando o escrivão Aloísio Alves registrava o depoimento do suspeito, que havia sido preso na cidade de Pedra Branca, por tráfico de drogas. Na ocasião,Antônio Josivan, mesmo algemado, pegou a arma do agente e atirou contra ele.

Um vídeo de câmeras de monitoramento flagrou o momento que o assassino do escrivão caminha algemado e armado por uma rua após cometer o crime durante um depoimento.

Nas imagens, Antônio Josivan aparece fugindo com a arma em punho. Ele está vestido com uma calça, camisa e chinela.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), com apoio de uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS, seguem em buscas ininterruptas para localizar e capturar o suspeito. As investigações seguem concentradas no município de Tauá.

Suspeito de matar escrivão na delegacia de Tauá. — Foto: Arquivo pessoal
Suspeito de matar escrivão na delegacia de Tauá. — Foto: Arquivo pessoal

Crime

 

De acordo com o delegado Danilo Távora, titular da Delegacia Regional de Tauá, Antônio Josivan, chegou à delegacia após ser capturado na cidade de Pedra Branca, em uma ocorrência de tráfico de drogas. Outro homem também foi preso.

Quando os dois detidos estavam na sala do escrivão, Antônio Josivan conseguiu pegar a arma do policial civil e atirou contra ele. Aloísio Alves foi atingido com um tiro na nuca. Houve troca de tiros entre o suspeito e outros policiais na delegacia.

Josivan conseguiu fugir e o outro homem que estava com ele foi recapturado. Uma ambulância do Samu foi acionada para socorrer Aloísio Alves, mas o agente já chegou ao hospital sem vida.

Nota de pesar

 

Saindicato dos Policiais Civis divulgou nota de pesar pela morte do escrivão — Foto: Arquivo pessoal
Saindicato dos Policiais Civis divulgou nota de pesar pela morte do escrivão — Foto: Arquivo pessoal

O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol/CE) divulgou nota de pesar pela morte do escrivão. Conforme o Sinpol, Aloísio estava lotado em Tauá, mas já trabalhou no município do Crato. Segundo o Sindicato, o agente “era conhecido pela simpatia e gentileza com todos”.

“Nossos sinceros sentimentos à família enlutada e a todos os irmãos Policiais Civis, que Deus conforte a todos”, diz um trecho da nota.

Fonte: G1/Ceará

Pandemia: MPCE recomenda adoção de medidas para garantir imunização e abastecimento de oxigênio nas unidades de saúde em Farias Brito

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio da Promotoria de Justiça de Farias Brito, expediu, no dia 30/04, três recomendações ao prefeito e à secretária Municipal de Saúde, a fim de que adotem as medidas necessárias para o enfrentamento à Covid-19 naquele município. A primeira recomendação visa a garantia de abastecimento de oxigênio nas unidades de saúde do município, com estoque mínimo de dez dias de consumo, bem como todos os demais insumos, inclusive de sedação e kit intubação, e equipamentos necessários para atendimento, internação e assistência à saúde de pacientes com COVID-19, bem como elaboração de plano de contingência em caso de escassez de oxigênio, conforme crescimento da demanda. 

O documento ressalta que a ausência dos equipamentos e insumos para os pacientes com Covid-19, que venham implicar na morte evitável por falta de oxigênio e insumos (inclusive kit intubação), poderá acarretar a responsabilização civil, por improbidade administrativa e criminal do gestor que seja responsável pelo ato ilícito.

Em outra recomendação, o Ministério Público cobra dos referidos gestores a apresentação de critérios objetivos, baseados no maior grau de exposição e no maior risco de vida, para vacinação dos grupos prioritários, devendo vacinar entre os profissionais de saúde apenas aqueles que estejam na linha de frente ou que, não estando, tenham maior grau de exposição à Covid-19, do que outros profissionais, inclusive de outras áreas, por trabalharem na assistência à saúde dos pacientes em hospitais e unidades de saúde, ou em contato direto com aerossóis, e com risco maior risco do que outras pessoas.

O Município deve, simultaneamente, dar continuidade e prioridade à vacinação de idosos maiores de 75 anos, e iniciando, assim que finalizado, a vacinação de idosos entre 60 e 75 anos, em concomitância com os profissionais de saúde mencionados acima, em face do alto risco de vida dessas pessoas, em razão da idade que atinge de modo mais perigoso os idosos e as pessoas com comorbidade.

Na terceira manifestação extrajudicial, o Ministério Público recomendou ao prefeito e à secretária de Saúde que sigam o Plano Nacional e o Plano Estadual de Imunização contra Covid-19 por meio de sistema único. Desta forma, o promotor de Justiça Cleyton Bantim pretende que haja um rigoroso controle da aplicação das doses de reforço das vacinas, com controle e supervisão local e controle do estoque por parte do Município.

Neste sentido, espera-se que sejam adotadas todas as providências para garantir a aplicação da segunda dose (D2) da vacina no prazo adequado, inclusive, com adoção das medidas administrativas e judiciais necessárias para garantir a dose complementar, bem como o controle rigoroso, com alerta prévio sobre a data da segunda dose, e busca ativa dos pacientes que eventualmente percam o prazo da vacina.

Governo começa a distribuir hoje lote de 1 milhão de vacinas da Pfizer

Imunizantes serão distribuídos a todas as capitais do país

O Ministério da Saúde começa a distribuir nesta segunda-feira (3), 1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech aos 26 estados do país e ao Distrito Federal. A distribuição começa após pedido de estados e municípios, que solicitaram mais tempo para organizar o armazenamento do imunizante, que precisa ser mantido em temperaturas baixas.

No total, a pasta recebeu 1 milhão de doses na última quinta (29). Nesta remessa, serão enviadas 499,5 mil doses para a primeira aplicação, divididas de forma proporcional e igualitária entre todos os estados e Distrito Federal. As doses para a segunda aplicação serão distribuídas nas próximas semanas.

De acordo com o ministério, a vacina da Pfizer está sendo destinada para vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e pessoas com deficiência permanente. A comprovação das comorbidades pode ser realizada com exames, receitas, relatório ou prescrição médica, entre outros.

Armazenamento

A logística de distribuição das vacinas da Pfizer foi montada levando em conta as suas condições de armazenamento, que difere dos demais insumos já adquiridos e distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

No Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, as doses estão armazenadas a uma temperatura de -90 graus Celsius (°C) a -60°C. Ao serem enviados aos estados, os imunizantes estarão expostos a temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de 2ºC a 8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias.

Por causa dessas particularidades, o Ministério da Saúde orienta que, neste momento, a vacinação com o imunizante se restrinja às 26 capitais brasileiras e ao Distrito Federal, de forma a evitar prejuízos e garantir o esquema vacinal de 12 semanas entre uma dose e outra.

Doses distribuídas

De acordo com nota do ministério distribuída hoje, a campanha de vacinação contra a covid-19, que começou em 18 de janeiro já distribuiu cerca de 70 milhões de doses, incluindo este lote da Pfizer, alcançando aproximadamente 43,7 milhões de brasileiros.

O andamento da vacinação no país pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Campanha solidária online ajuda dezenas de pessoas carentes no Cariri

Um projeto online que tem ajudado dezenas de pessoas através do Instagram tem chamado a atenção de quem se comove com as dificuldades do próximo. Alimentando Vidas Cariri, esse é o nome da página virtual que tem mobilizado esforços para levar um pouco de esperança a quem mais precisa nesse momento difícil. Com mais de sete mil seguidores, a página tem levado a história de vida de pessoas carentes a milhares de internautas que, despertados pelo sentimento de empatia, formam uma verdadeira corrente de solidariedade.

Na última publicação, realizada nesse domingo, a página pede ajuda para viabilizar uma cirurgia para uma criança de apenas três anos que sofre de displasia do desenvolvimento dos quadris. O procedimento custa 46 mil reais. A família, bastante humilde, não tem condições sequer de morar numa residência com as mínimas condições de conforto. Veja o vídeo através deste link:

https://www.instagram.com/tv/COX2CBphlz0/?igshid=1n85p141dskyl

Para conhecer mais sobre o projeto, acesse a página