LOGO-NEWS-CARIRI

Cuidando de quem cuida: Hospital de Messejana oferece apoio psicológico a profissionais de saúde

Priscila Sousa

Publicidade

Nossos heróis também cansam, ficam ansiosos, sentem medo e precisam de apoio para superar as dificuldades que a rotina de trabalho na saúde impõe – principalmente em um contexto de pandemia. Os desafios, o medo do adoecimento e o desgaste emocional aumentaram.

Para ajudar estes profissionais a se manterem firmes, o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes intensificou o atendimento psicológico aos servidores da unidade.

O atendimento, que requer agendamento prévio, é realizado às segundas e quartas-feiras, no período da tarde, de forma presencial, respeitando os protocolos de distanciamento.

O serviço de escuta foi fundamental para a assistente social Marina Pinto Cavalcante, que atua no HM há sete anos. Lidando com familiares, médicos e pacientes diariamente, a rotina ficou ainda mais árdua logo que os primeiros casos de Covid-19 começaram a chegar à unidade.

“Eu nunca tive medo de trabalhar, sempre fui muito dedicada. Mas não era uma rotina normal, igual à que eu já estava habituada. Tinha o risco. O medo da doença desconhecida, medo de contaminar meus familiares e da morte chegaram quando positivei para a doença. Me senti vulnerável e o estresse acabou prejudicando a minha saúde física e mental”, lembra.

Marina, de 37 anos, começou a ter crises de ansiedade e logo buscou apoio psicológico no hospital. “Fiz várias sessões de terapia para aprender a administrar as emoções. O acompanhamento foi fundamental para que eu reaprendesse a lidar com as situações difíceis”, pontua.

A psicóloga Renata Pinheiro é quem fornece uma escuta qualificada em meio às situações difíceis relacionadas à pandemia. Utilizando a abordagem terapêutica breve focal, ela explica que, após algumas escutas, é possível auxiliar o profissional ou dar o encaminhamento necessário, que pode incluir indicação de práticas integrativas ou de avaliação psiquiátrica.

“De modo geral, eles procuram ajuda quando estão com questões mais pontuais, em situações que não conseguiram administrar bem, quando o dia foi mais tenso, por exemplo. Sempre muito fragilizados e com medo da morte, que é universal”, resume a psicóloga.

Ela reforça que o foco é ajudar o profissional a lidar com os desafios, a criar estratégias para lidar com o momento que está vivendo e, sobretudo, a se conhecer para proteger de problemas emocionais futuros.

Atendimento

O setor de psicologia do hospital oferece o serviço de escuta para todos colaboradores buscarem ajuda sempre que sentirem necessidade. Em 2020, foram registrados 253 atendimentos e, neste ano, o número já passa dos 50.

Para a psicóloga Márcia Lima, responsável pelo projeto de assistência aos funcionários, é preciso cuidar da saúde mental não apenas em momentos de sofrimento psíquico, mas ao longo de toda a vida. Ela dá algumas dicas que podem auxiliar ou prevenir os momentos de crise.

Fonte: Jéssica Fortes – Ascom do HM

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas