Quantidade de municípios com mortes causadas por Covid-19 cresce no Ceará em 2021

Foto: Wesley Junior

Publicidade

Neste ano, 83 cidades registraram óbitos ocasionados por Covid-19 até o momento.

O último Boletim Epidemiológico da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) apresentou que a quantidade de municípios no estado com registros de óbitos por Covid-19 cresceu 20,2%, contabilizando 83 cidades com mortes ocasionadas por coronavírus.

O aumento se dá considerando desde o dia 1º de janeiro até dia 31 do mesmo mês — comparado com a semana epidemiológica anterior (entre 27/12 e 02/01). A taxa de mortalidade acumulada (2020 e 2021) no Estado é de 116,2 por 100 mil habitantes.

A maioria dos óbitos (78,2%) ocorreu em pessoas de 60 anos ou mais; e no sexo masculino (58,5%). A Sesa também informou que 70,3% das vítimas apresentavam doenças crônicas pré-existentes, uma era gestante (0,3%).

Já em relação à média de dias entre a data de início de sintomas e a data de internação dos pacientes que foram a óbito foi 6,8 dias. A média de dias de internação foi de 12,6 dias, variando de 1 a 166 dias.

Há também a confirmação que 11 (3,3%) casos contraíram a doença durante as internações hospitalares. Quanto à evolução da doença, considerando os dias decorridos entre a data de início de sintomas e a data do óbito, foi em média de 18,7 dias. Em relação ao local do óbito, 15 (4,5%) ocorreram em domicílio.

Pacientes com nova cepa do coronavírus

Três pacientes do Ceará foram confirmados com a nova cepa do coronavírus vinda de Manaus, declarou a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa). O órgão explicou que o resultado foi obtido por meio de análises realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará e no Amazonas.

A Sesa informou que, por meio de sequenciamento total, três amostras com genoma específico da linhagem do novo vírus foram detectadas. Dois casos confirmados são relacionados a viajantes. O terceiro caso se refere a contactante (pessoa residente no Ceará), provavelmente já característico de transmissão comunitária no Ceará.

No dia 29 de janeiro, a Sesa informou que 55 pacientes eram monitorados devido à suspeita de estarem infectados com a cepa oriunda da capital do Amazonas.

De acordo com a Secretaria, eram 33 pacientes do sexo masculino e 22 do sexo feminino; que no grupo, apenas um paciente veio transferido de Manaus; e que os 55 pacientes sob investigação no Ceará, 40 são viajantes e 15 são pessoas que tiveram contato com infectados.

Fonte: G1/Ceará

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

1B43CDFE-AB4F-4807-8EA1-D2DF9298EEB3
25AFD2D6-B201-4EB9-AB79-497BD30A6E8B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas