Caixa acaba com estacionamento de idosos e deficientes na rua da Conceicão, em Juazeiro

A Caixa Econômica Federal localizada na rua da Conceição, centro de Juazeiro do Norte, pôs fim ao estacionamento exclusivo para Idosos e Deficientes, que ficava na frente do prédio. No mesmo espaço, passou a funcionar nesta semana um estacionamento particular, que tem o acesso controlado por correntes. O espaço, ao que tudo indica, parece estar reservado para funcionários do alto escalão do banco. A denúncia foi feita pela Jornalista Roberto Bulhões, que prometeu levar o caso ao conhecimento do Demutran.

Mostra Sesc de Culturas: espetáculo do Dança-Libras ri do amor através da dança, movimentos e sinais

“Felizes para Sempre” entra em cartaz no dia 06 de novembro, às 18h, com transmissão pelo Youtube do Sesc Ceará

 

Como nos apresentamos diante da sensação de felicidade eterna ao conhecer o amor de nossas vidas? E como nos mostramos depois que a parceria, que parecia eterna, chega ao fim? Esses são alguns dos questionamentos que os intérpretes Clarissa Costa e Jhon Morais, do Dança-Libras, vão apresentar na Mostra Sesc de Culturas, que este ano será 100% digital. Com classificação livre, o espetáculo “Felizes para Sempre” poderá ser visto no dia 06 de novembro, às 18h, com transmissão pelo Youtube do Sesc Ceará.

 

Clarissa e Jhon fazem um passeio entre técnicas de danças de salão, gestos e vocabulários da Língua Brasileira de Sinais para falar de amor, com pitadas de ironia e humor. Assim, o corpo, os movimentos e a comunicação por meio da Libras entram em cena, mostrando que a arte é, acima de tudo, democrática, plural e questionadora. “Felizes para Sempre nos permite rir um pouco de nós mesmos e dissolver a linguagem de sinais na dança, agregando significados, curiosidades, interesse e autocrítica a nossa pessoa social”, explica Clarissa Costa.

 

O Dança-Libras é uma plataforma de pesquisa e criação cênica. Surgiu quando os artitas começaram seus estudos em Libras em 2014. Paralelamente ao estudo da língua e suas possíveis proximidades com a cultura surda, os dois iniciaram a criação do primeiro espetáculo, justamente o “Felizes para Sempre”. O desejo de transformar em dança uma situação de duas pessoas conversando em Libras sempre existiu no desejo visual/sensorial de Clarissa, mas, para isso, era preciso aprender a língua. E foi exatamente isso que ela decidiu fazer.

 

Deste então, o Dança-Libras vem se formatando e acolhendo outras pessoas que também são artistas e usam a Língua Brasileira de Sinais para se comunicar, entre bailarinos surdos e não surdos e artistas-orientadores surdos e ouvintes. E só para se ter uma dimensão da aceitação dessa ideia por parte do público e crítica, “Felizes para Sempre” já passou por vários estados do País e até em outros países, como Suíça. “Esse é o nosso trabalho que mais abraça todas as pessoas que encontramos dentro e fora do Brasil. E esperamos que seja assim também na Mostra Sesc de Culturas deste ano. Sabemos da trajetória desse evento e esperamos ampliar as nossas pontes de comunicação com outras tantas pessoas que tem a Libras como primeira língua”, finaliza Clarissa Costa.

 

“Se amostra pro mundo, Ceará!”

 

De 01 a 08 de novembro, a Mostra Sesc de Culturas Digital acontece como culminância do Tudo em Casa Fecomércio, criado ainda no início do isolamento social como forma de levar cultura e lazer para adultos e crianças. De março até setembro, foram realizadas mais de 930 ações online, reunindo um público de mais de 488 mil pessoas. Dessa forma, a Mostra traz shows, apresentações teatrais, bate papo, ações formativas, exposições, visitas aos Mestres da Cultura, histórias de grupos de tradições.

 

Além do Youtube e das redes sociais, a programação completa pode ser conferida no aplicativo “Mostra Sesc de Culturas”, disponível para Android e iOS.

Museu de Paleontologia da Urca reabre com público reduzido e critérios de prevenção à Covid-19

O Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens, da Universidade Regional do Cariri (Urca), em Santana do Cariri, irá reabrir as portas para visitação, seguindo critérios estabelecidos de prevenção à Covid – 19. A reabertura acontece a partir da próxima terça-feira, 10 de novembro, das 9h às 16h. Desde março deste ano o Museu estava fechado para visitação, em virtude do quadro de pandemia.

Segundo a direção do Museu, serão retomadas todas as atividades, mas com capacidade reduzida. A visita científica para pesquisadores é permitida, mediante agendamento. O alojamento poderá ser utilizado com menor número de pessoas e oficinas. Os treinamentos também funcionarão de acordo com protocolos de prevenção da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para o diretor do Museu, Professor Dr Alysson Pinheiro, a reabertura é um momento especial, já que o espaço só faz sentido se interagir e dialogar com o seu público. “Para que a gente tenha o museu vivo, ativo, promovendo a educação ambiental, lazer e desenvolvimento, estamos readequando e vamos receber o nosso público”, diz ele, ao destacar que as expectativas são altas para a recepção das pessoas. Com isso, segundo ele, será uma grande alegria podermos dar um passo a mais, mesmo diante de uma crise que ainda persiste, mas que diante disso, serão adotados os devidos cuidados.

O Museu é um dos mais importantes do País, relacionados ao acervo fossilífero do período Cretáceo. São mais de 10 mil fósseis com reserva técnica, destinados ao estudo científico, destacando importantes e raros materiais de diversas formações. A cada ano, a visitação aumenta e para isso o local passou por várias reformas e adequações, no intuito de melhor atender ao público, além de modernização, contribuindo para o desenvolvimento sustentável, o geoturismo, e o desenvolvimento econômico de Santana do Cariri e região, no fortalecimento do turismo científico.

Regras de funcionamento

1- Uso obrigatório de máscara em todo o percurso

2 – Uso do álcool em gel na entrada e na saída

3 – Não tocar nas peças em exposição

4 – Será permitida a entrada de dois grupos (5 pessoas cada) por vez para a visita

5 – Todas as visitas deverão ser agendada pelo nosso WhatsApp pelo número – (88) 3545 1206

6 – Manter distância mínima de 2m por pessoa seguindo os protocolos de saúde.

7 – Fazer o percurso somente com acompanhamento de guia

Crato: Camilo inaugura Policlínica e assina ordem de serviço para construção de Centro Cultural

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

O governador Camilo Santana inaugurou, agora pela manhã, a policlínica do Crato, durante solenidade transmitida pelas redes sociais oficiais do Governo do Ceará.

Esta é a Policlínica de número 20 no interior e a sexta da Região do Cariri. Fortaleza conta com outras quatro unidades.

O espaço conta com 13 especialidades médicas (cardiologia, traumato-ortopedia, urologia, mastologia, ginecologia, clínica geral, cirurgia geral, oftalmologia, otorrinolaringologia, gastroenterologia, neurologia, endocrinologia e angiologia), além de diversos tipos de exames.

Em sua fala, Camilo Santana destacou a importância das policlínicas em todo o Ceará para garantir saúde de qualidade para a população que mais precisa do serviço público de Saúde.

O governador também assinou a ordem de serviço para o início da construção do Centro de Cultura do Cariri, que funcionará no mesmo local onde foi erguido o antigo hospital Manoel de Abreu, também em Crato.

TSE aprova envio de tropas federais para o Crajubar

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de tropas federais a Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, no dia 15 de novembro, para reforçar a segurança das eleições municipais. As três cidades são os maiores colégios eleitorais do Cariri, e somam juntas cerca de 300 mil votantes.

A solicitação do envio de homens do exército no dia das eleições para o Crajubar havia sido encaminhada pelo Tribunal Regional eleitoral do Ceará ao TSE no início de outubro.

O pedido recebeu a aval do Governador Camilo Santana, a quem cabe decidir sobre o envio de forças federais, já que o estado é responsável pela segurança pública.

De acordo com o TRE, os agentes do exército serão enviados ao Crajubar na próxima sexta-feira, dia 13 de. Eles farão ações de policiamento ostensivo nos locais de votação onde há maior movimento de eleitores no dia da eleição. As tropas irão atuar em conjunto com as polícias militar e federal, com foco em ações de combate a crimes eleitorais.

Chuchu, milho verde e queijo coalho em queda na Ceasa Ibiapaba

O entreposto da Ceasa em Tianguá segue com boas ofertas no setor das hortaliças e frutos. O preço da abobrinha, do chuchu e do milho verde acumulam queda de 20% em relação à última sexta-feira (30). A abobrinha italiana é vendida no atacado por R$ 1/kg, enquanto o quilo do chuchu custa R$ 0,48/kg e a espiga de milho é negociada a R$ 0,40. Queda também no preço do queijo coalho, que custava R$ 25/kg e agora vale R$ 20/kg.

Ainda no setor das hortaliças, estabilidade no preço do alho nacional roxo, vendido a R$ 14,50/kg; da macaxeira, R$ 1,20/kg; da alface hidropônica, R$ 1 por pé; do brócolis, R$ 2,50/kg; da cebola pêra, R$ 1,25/kg; do couve-flôr, R$ 2,50 e do repolho roxo, R$ 3,50/kg. As maiores altas foram para o preço da berinjela, que passou a custar R$ 1,92/kg (+66,96%); do quiabo, R$ 2/kg (+50%); e do pimentão de primeira, que atingiu R$ 2,50 (49,70%).

No setor das frutas, 20 dos 24 itens pesquisados pelos analistas de mercado do entreposto apresentaram estabilidade. A banana pacovan é vendida a R$ 0,63/kg e a banana prata a R$ 0,94/kg. O mamão formosa e hawaii são comercializados a R$ 0,91/kg e R$ 2,05/kg, respectivamente, e a goiaba a R$ 2,80/kg. A laranja pêra é vendida a R$ 1,43 e a manga tommy a R$ 1,60. Alta nos preços do abacaxi, R$ 3 (+7,14%) e do maracujá, R$ 1,94/kg (+8,99%).

Criado no Ceará, capacete Elmo recupera pacientes com Covid-19 e reduz em 60% necessidade de internação em leitos de UTI

“O Elmo foi a salvação da minha vida”, conta a aposentada Maria Irismar Morais, de70 anos, que se recuperou de insuficiência respiratória causada pela Covid-19 e recebeu alta hospitalar em julho após tratamento com o capacete de respiração assistida por apenas dois dias. Ela, que chegou a ter 70% dos pulmões comprometidos, está entre os dez pacientes que receberam o suporte na fase de testes clínicos do equipamento. Considerados bem-sucedidos, os resultados desta etapa foram apresentados na última quarta-feira (4) pelo superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará e idealizador do equipamento, Marcelo Alcantara, em webinar transmitido no canal oficial no YouTube da instituição. Clique aqui e confira a íntegra do evento.

As pessoas tratadas com o Elmo para fins da pesquisa tinham entre 37 e 76 anos e possuíam comorbidades. O estudo para avaliação dos pacientes ocorreu nos últimos cinco meses no Hospital Leonardo da Vinci (HLV), unidade requisitada pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) durante a pandemia. Com os testes, foi possível validar as funcionalidades e usabilidade do capacete, bem como sua eficácia no tratamento de insuficiência respiratória causada pelo coronavírus.

“Os pacientes melhoraram a oxigenação e tiveram evolução clínica. Esperávamos que metade dos pacientes se beneficiassem, mas foi acima do esperado. E não eram casos leves, todos utilizavam doses altas de oxigênio. Estavam numa situação limítrofe, com risco de internação em leitos de UTI, e melhoraram relativamente rápido”, comemora Marcelo Alcantara.

Ao utilizar um mecanismo de respiração artificial não invasivo, o Elmo foi fundamental para evitar a intubação de pacientes, reduzindo em 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apenas quatro das dez pessoas que usaram o capacete no HLV precisaram ser transferidas para UTIs. O dispositivo trata quadro clínico moderado e também auxilia casos em início de gravidade.

O Elmo avança agora para uma nova etapa. O teste em paciente, que foi autorizado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), era um dos requisitos exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para autorizar a produção em escala industrial do equipamento. Com a eficácia comprovada, o aval foi concedido no dia 29 de outubro à Esmaltec, empresa que vai fabricá-lo e comercializá-lo. Já a patente do dispositivo foi registrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em julho.

Força-tarefa

A proposta de criar um capacete nasceu no início de abril. A iniciativa uniu ciência, tecnologia e inovação, um dos valores da Sesa. Ao todo, nove protótipos foram sugeridos e testados em voluntários no Laboratório Elmo, implantado na Central de Ventiladores Mecânicos e Equipamentos Respiratórios (CVMER). Com a consolidação do equipamento, iniciou-se a aplicação em pacientes. O trabalho reúne diversos profissionais, entre médico pneumologista e intensivista, fisioterapeutas, técnicos em usinagem e ferramentaria, design industrial e engenheiros nas áreas clínica, civil, mecânica e de produção.

O projeto foi abraçado pelo Governo do Ceará, por meio da Sesa, ESP/CE e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.

“O Elmo é um feito importante para o país. O projeto foi desenvolvido em tempo recorde, apesar de não queimar etapas e cumprir todas as exigências dos órgãos de pesquisa e regulação. Meu sentimento é de gratidão ao trabalho incansável de todos os envolvidos, o que vai permitir logo o atendimento de pacientes”, salientou Paulo André Holanda, diretor do Senai Ceará durante a abertura do webinar.

Funcionamento

Acomodado ao pescoço do paciente, o Elmo permite ofertar oxigênio a uma pressão definida ao redor da face, sem necessidade de intubação. Dessa forma, a pessoa consegue respirar com auxílio da pressurização e oferta de oxigênio. O sistema possibilita, portanto, a melhora na respiração e pode ser utilizado fora de leitos de UTI.

O equipamento pode ser desinfectado e reutilizado. Outro benefício é o custo inferior em relação aos respiradores mecânicos e a maior segurança para os profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus.

Além disso, o equipamento será um legado da pandemia para a saúde e pode tratar outras enfermidades que comprometem o funcionamento dos pulmões, como pneumonia e H1N1. Se o Elmo era o nome do capacete que garantia a proteção dos guerreiros medievais, nos tempos atuais irá proteger e preservar a vida de pacientes na batalha contra a Covid-19.

Segue internado Vereador “Pequim” baleado pelo filho de ex-prefeito em Jardim-CE

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

O vereador da cidade de Jardim-CE, Péricles de Sá Roriz Neto, o “Pequim” (PSB), de 57 anos, baleado pelo próprio primo e ex-prefeito do município, Wilson Roriz Filho, segue internado. O crime foi registrado no Distrito Cacimbas, nesta última quarta-feira, dia 04.

De acordo com informações do irmão da vítima que alega sobre o crime ter motivação política, “Pequim” foi convidado pelo acusado que reside naquela localidade para ter uma conversa a sós. Quando a vítima chegou ao local, deixou seu pessoal do lado de fora da porteira e entrou, sendo surpreendido pelo primo que sacou uma arma e apontou para cabeça dele efetuando um disparo que não saiu “bateu o catolé”. Nesse momento a vítima tentou fugir, momento em que a arma disparou e ele foi atingido por três tiros.

Ferido pelos disparos, ele saiu correndo em direção ao seu pessoal, sendo socorrido às pressas para o Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE onde recebeu os primeiros atendimentos. Posteriormente “Pequim” foi transferido para o São Camilo em Crato-CE, onde recebeu o diagnóstico das
suas costelas atingidas, clavícula, ombro e uma bala alojada na mandíbula superior esquerda. O mesmo já realizou vários exames, mas ainda não será preciso se submeter a procedimentos cirúrgicos.

O acusado foi preso momentos após o crime com duas armas de fogo, aproximadamente R$ 100 mil reais em espécie, munições e cartucho. Ainda não se sabe a motivação do crime, mas pessoas já foram ouvidas e o caso segue investigado pelas autoridades policiais.

Justiça proíbe atos de campanha com aglomeração em todo o Ceará

Decisão proíbe comícios, bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares, confraternizações ou eventos presenciais, mesmo que no formato drive-thru.

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará proibiu nesta quarta-feira (4) qualquer ato de campanha eleitoral que promova aglomerações no estado. A Justiça Eleitoral já havia determinado a irregularidade dessas manifestações em alguns municípios cearenses, incluindo Fortaleza. A ordem desta quarta, no entanto, é válida para todos os 184 municípios do estado.

Conforme determinação do Tribunal Eleitoral, “ficam proibidos os atos de campanha eleitoral que causem aglomeração, ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios, bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares, confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru”.

Conforme a Justiça Eleitoral, a decisão segue orientação da Vigilância Sanitária do Estado do Ceará.

A Secretaria da Saúde informou que o estado enfrenta dificuldades para fiscalizar eventos de campanha que “não têm primado pela contenção da pandemia”.

Ainda segundo a determinação, o juízo eleitoral, se preciso, deve acionar força policial para dispersar atos que desrespeitem a decisão.

Fonte: G1