LOGO-NEWS-CARIRI

Vacinação contra Covid-19 no Ceará pode ocorrer até julho de 2021, diz secretário da Saúde

Secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto. — Foto: Cid Barbosa

Publicidade

Imunizante que será aplicado é desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca e está sob responsabilidade da Fiocruz.

A vacinação em massa contra a Covid-19 pode acontecer até julho de 2021, no Ceará, afirmou nesta segunda-feira (19) o secretário estadual da saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto.

“O estado do Ceará está ligado às ações da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). A nossa vacina que está com a Fiocruz tem previsão pro ano que vem. Quer dizer, a vacinação em massa seria até julho do ano que vem”, afirma o secretário, referindo-se à vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, que retomou os testes no Brasil na semana passada após suspender atividades devido ao registro de efeitos adversos em voluntários.

Outras opções, porém, não estão descartadas pelo gestor. “O estado de São Paulo tem uma parceria entre o Butantan e um laboratório chinês que está falando que começa a produção em dezembro. Está sendo discutido a nível de Ministério (da Saúde), se nós podemos nos antecipar e usar essa vacina também”, explica.

Em São Paulo, o imunizante, a Coronavac, é desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse nesta segunda-feira que a vacina é a mais segura das que estão em desenvolvimento, e afirmou que a eficácia do imunizante deve ser comprovada até dezembro.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas