Novo decreto permite ampliação do horário de abertura dos Shoppings centers no Cariri

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

O novo decreto de isolamento social publicado no último sábado, 26, pelo Governo do Estado manteve o Cariri na fase 4 do plano de reabertura da economia e permitiu a ampliação do horário de funcionamento dos shoppings centers para até 22h. Antes, o limite era 20h. A praça de alimentação também está autorizada a operar até o horário de fechamento.

A partir desta segunda os clubes de futebol da região estão autorizados a promover jogos (com portões fechados) nos campeonatos estadual e locais. Seguem proibidos cinemas, bares, eventos públicos ou privados que provoquem aglomerações e aulas presenciais. A previsão é que o Cariri inicie a retomada gradual das aulas a partir do dia 01 de outubro, com permissão para volta das aulas na educação infantil limitada a 35% da capacidade de operação.

Seu Boêmio: Cariri vai ganhar o maior boteco do Ceará em dezembro

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

O polo gastronômico da Lagoa Seca, em Juazeiro do Norte, está em contagem regressiva para a inauguração do maior empreendimento do setor de bares e restaurantes do Ceará. Em dezembro, a região do Cariri vai ganhar o “Seu Boêmio”, bar/restô com mais de 2.400 metros quadrados, localizado no cruzamento das Avenidas Plácido Aderaldo Castelo e Aílton Gomes.

Com um espaço moderno, confortável, e inovador – projetado para proporcionar conforto e requinte em cada detalhe – o Seu Boêmio promete se tornar o novo point de encontro oficial nas noites caririenses. O boteco irá contar com arborização, área coberta e espaço infantil, onde será possível desfrutar de jardins com lounges aconchegantes apropriados para pessoas de todas as faixas etária.

O projeto arquitetônico do novo empreendimento foi desenvolvido a partir de um rigoriso padrão de qualidade que permita possibilitar uma experiência única de lazer a todos os futuros frequentadores, independentemente de idade, sexo ou crença. O Seu Boêmio também garantirá acessibilidade adequada aos portadores de deficiência física e visual. Outra novidade é o estacionamento próprio, idealizado para garantir maior sensação de segurança aos clientes que irão acessar o local com veículos.

A data de inauguração do Seu Boêmio deve ser confirmada até o fim do próximo mês. O evento deve atrair os olhares de várias entidades do segmento de bares e restaurantes e colocar o Cariri em posição de destaque a nível nacional por sediar o maior empreendimento do setor no estado do Ceará, superando o mercado da capital Fortaleza.

Projeto Museus Orgânicos é vencedor do 11º Prêmio Ibermuseus de Educação

Idealizado pelo Sesc e pela Fundação Casa Grande, iniciativa se propõe a dar visibilidade à cultura popular e incentivar o turismo cultural em toda a região

Uma das ações para a manutenção e transmissão da cultura popular da região do Cariri, o projeto Museus Orgânicos ficou em segundo lugar no 11º Prêmio Ibermuseus de Educação, iniciativa anual realizada desde 2010 com o objetivo de fortalecer a função social dos museus por meio do fomento à realização de programas e projetos educativos. O anúncio foi feito no dia 17 de setembro, diretamente do Chile, via transmissão online pelo Faceebok. Neste ano, foram 210 inscritos de 16 países e, ao final, foram reconhecidas 20 iniciativas.

Os Museus Orgânicos têm como principal premissa estabelecer um vínculo entre o legado histórico do saber dos mestres da cultura e onde inicia e reside a tradição: suas moradas. A partir dessa premissa, suas próprias casas se transformam em lugares de memória e de afeto, permeados de fotografias, vestimentas, instrumentos e tudo aquilo que marca o cotidiano dos mestres. Para além dos objetos pessoais, os Museus Orgânicos mostram aos visitantes o bem mais precioso, embora intangível, que é o saber.

Tratando a cultura de tradição como parte integrante da expressão humana, o Sesc, braço social do Sistema Fecomércio – CE, é precursora no reconhecimento dos saberes dos Mestres de Cultura Tradicional do Cariri. O projeto dos Museus Orgânicos nasceu com o amadurecimento da parceira com a Fundação Casa Grande, localizada na cidade de Nova Olinda, para o fortalecimento de uma rede formada por lugares de memória, sendo o Sesc um ativador desses espaços.

Para Alemberg Quindins, criador da Fundação Casa Grande e do Memorial do Homem Kariri, primeira experiência dentro da perspectiva dos Museus Orgânicos, receber o Prêmio Ibermuseus de Educação representa a união de todas as instituições do estado do Ceará em prol da cultura popular. “Ficamos muito felizes com essa notícia! Trata-se de um prêmio internacional que reconhece esse projeto de inclusão e partilha de saberes e oportunidades sociais, a partir do trabalho em conjunto da Fundação, Sistema Fecomércio, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Universidade Regional do Cariri, instituições científicas internacionais e dos próprios mestres”, explica Quindins.

Assim como o criador da Fundação Casa Grande, Maurício Filizola, presidente do Sistema Fecomércio, também fez questão de comemorar o prêmio. “Esse reconhecimento só mostra que estamos, de fato, no caminho certo. Diferentemente do conceito de museu que a gente tem, o qual reverencia o passado, os Museus Orgânicos estão no nosso presente. Eles estão ali para reverenciar o trabalho daqueles mestres, tanto do que eles sabem fazer quanto também sabedoria. E é assim que seguiremos adiante, valorizando e contribuindo para a difusão de fazeres e saberes”, afirma.

A origem

Fundado em 1992, o Memorial do Homem Kariri realiza um trabalho de resgate da preservação da história dos habitantes do vale do Cariri. No acervo, doado pelos moradores, destacam-se peças líticas e cerâmicas, registros rupestres, fotografias, registros de lendas e mitos da região. As crianças fazem parte de toda a dinâmica do espaço, a partir de um trabalho com educação patrimonial.

Já em 2014, veio o Museu do Ciclo do Couro, mais conhecido como Memorial Espedito Seleiro. Dos pés dos vaqueiros às passarelas das principais semanas de moda do País, além de filmes e novelas, a arte deste mestre de reconhecimento nacional passou por cinco gerações e se mostra cada dia mais atual. No entanto, ela considera que todo e qualquer trabalho é de igual importância. E é justamente por isso que a sua memória está hoje, cotidianamente, na sua oficina e no Museu do Couro, onde todos podem ver, conhecer e, claro, se inspirar.

Da parceria do Sesc com a Fundação Casa Grande, já foram inaugurados mais sete Museus Orgânicos: Museu Casa do Mestre Antônio Luiz, Museu Oficina do Mestre Françuili, Casa Museu do Mestre Nena, Museu Casa do Mestre Raimundo Aniceto, Museu Casa Oficina Mestra Dinha, Museu Casa da Mestre Zulene Galdino e Museu Casa dos Pássaros do Sertão. A ideia é que, ao final do projeto, a região conte com 16 museus no total, que, juntos, vão ter a missão de preservar nossa cultura, cada vez mais expressiva, além de contribuir para o fomento do turismo social.

“Esse é o propósito de aproximação com a comunidade. A ideia é fazer com que a economia criativa seja gerada dentro deste conceito, que se possa realmente criar um roteiro que estimule cada vez mais a criatividade e que essa criatividade possa passar de geração pra geração”, pontua Maurício Filizola.

Luiz Gastão Bittencourt, vice-presidente administrativo da Confederação Nacional do Comércio corrobora com essa ideia. Além de resgatar a dignidade dos mestres, os Museus Orgânicos podem contribuir para que mais pessoas possam visitar o Cariri e conhecer de perto a história, o cotidiano, o ofício e a riqueza do trabalho desenvolvido por cada um.

“Não deixa de ser o início de uma prospecção turística de museus e de saberes que podem ser incorporadas com palestras, shows e com outras coisas que, posteriormente, com o decorrer do tempo, eu tenho certeza, vão se associando. Nosso objetivo é que tudo se torne uma célula viva, como é o próprio museu. Ele é vivo porque retrata o dia a dia desses seus personagens”, finaliza Gastão.

UFCA abre inscrições para mestrado; saiba como participar

O Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal do Cariri (PPGB/UFCA) está com inscrições abertas, de 28 de setembro a 31 de outubro de 2020, para seleção para o Curso de Mestrado Profissional em Biblioteconomia – Área de Concentração Biblioteconomia na Sociedade Contemporânea.

Serão ofertadas 20 vagas no total, dividas entre duas linhas de pesquisa: Linha 1 – Informação, Cultura e Memória e Linha 2 – Produção, Comunicação e Uso da Informação, e as inscrições devem ser feitas no Sigaa (link para uma nova página).

Podem se inscrever graduados em Biblioteconomia ou em áreas afins, brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil. Os interessados, já no ato de inscrição, deverão optar por uma das linhas de pesquisa ofertadas pelo PPGB/UFCA, identificando a linha de pesquisa escolhida no anteprojeto.

A seleção é composta por três etapas: avaliação do anteprojeto, que é eliminatória; defesa oral do anteprojeto (eliminatória), que será feita de forma remota via GoogleMeet; e a terceira etapa é a análise curricular (classificatória).

Confira todas as informações, o cronograma e os modelos de documentação necessária no edital (link para uma nova página). Fonte: https://ufca.edu.br

MPCE reabre inscrições para novos estagiários com bolsa de R$ 937; veja as áreas

Interessados em participar do processo seletivo devem se inscrever até o dia 12 de outubro de 2020.

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) reabriu, nesta segunda-feira (28), as inscrições para a seleção de estudantes de graduação para a formação de cadastro reserva de estágio de nível superior. Os selecionados receberão bolsa de R$ 937 e auxílio-transporte de R$ 140,80 para desenvolverem suas atividades durante carga horária de 25 horas semanais.

Para se candidatar, é necessário estar matriculado em um dos seguintes cursos: administração, arquitetura, biblioteconomia, ciências contábeis, direito, desenvolvimento de sistemas, jornalismo, infraestrutura e tecnologia da informação, psicologia e serviço social.

A prova terá duração de duas horas e trinta minutos e contará com duas questões dissertativas, cada uma valendo três pontos, e redação, que valerá quatro pontos.

Inscrição

Os interessados em participar do processo seletivo devem se inscrever até às 23h59 do dia 12 de outubro de 2020. A prova será realizada na data provável de 22 de novembro de 2020.

O processo seletivo terá validade de um ano, a contar da data de homologação do resultado, podendo ser prorrogado por igual período. O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) é o organizador da seleção.

Lotação

Os estagiários de direito poderão ser lotados em unidades tanto da capital quanto do interior, tendo a possibilidade de escolherem de uma a três lotações. Já os estagiários dos demais cursos serão todos lotados na capital cearense. Dentre as vagas, para todas as áreas, serão reservadas 30% para negros (pretos e pardos) e 10% para pessoas com deficiência.

Os candidatos com deficiência deverão, no ato da inscrição, informar a deficiência que possuem, anexar cópia de atestado médico e indicar a necessidade ou não de atendimento especial para realizar a prova. Da mesma forma, as candidatas lactantes deverão, também no ato da inscrição, informar a necessidade de atendimento especializado. Pessoas negras também deverão anexar declaração de raça/etnia no ato da inscrição, caso queiram pleitear vagas reservadas.

Fonte: G1

Hora de Plantar abre credenciamento para fornecimento mudas e manivas

O Governo do Ceará divulga os editais de credenciamento de pessoas jurídicas de direito privado especializadas na produção, transporte e entrega de mudas de essências florestais nativas cajueiro anão precoce e frutíferas e manivas de mandioca pelo Hora de Plantar 2020/2021 (Editais Nos. 08 e 09/2020). Os interessados precisam apresentar as propostas até o próximo dia 18 de outubro na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (Av. Bezerra de Menezes, 1820, São Gerardo – Fortaleza/CE) durante o horário comercial.

O Hora de Plantar foi criado há mais de 30 anos para atender agricultores familiares com sementes e mudas de elevado potencial genético e produtivo nas 14 macrorregiões do Estado. O programa é uma referência nacional na garantia da sustentabilidade da produção rural e da segurança alimentar, beneficiando cerca de 155 mil agricultores cearenses todos os anos. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop).