Três médicos e piloto morrem em queda de avião de pequeno porte no Ceará

Acidente aconteceu na noite desta sexta-feira (15).

Três médicos e um piloto morreram na queda de um avião de pequeno porte no município de São Benedito, a 317 quilômetros de Fortaleza, na noite desta sexta-feira (15). A aeronave estava retornando da cidade de Sobral com destino a Teresina, no Piauí. As informações foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros.

A queda da aeronave aconteceu em uma mata entre o Sítio Santa Tereza e o Sítio Meio do Topo. Houve uma explosão, os destroços do veículo pegaram fogo na mata e papéis ficaram espalhados no solo.

De acordo com o tenente- coronel Roberto Moraes, comandante da Companhia de Sobral, entre as vítimas está o médico infectologista Pedro José Ferreira de Meneses, que atendia no Hospital Regional Norte.

O doutor Pedro estava internado há dois dias em um hospital particular de Sobral, após ter sido diagnosticado com Covid-19. A vítima apresentava estado de saúde delicado, fazia tratamento com oxigênio e pediu para ser transferido para um hospital em Teresina, onde mora a família.

Diante do desejo do marido, a mulher de Pedro contratou uma empresa de táxi aéreo para fazer o translado dele e seguiu viagem de carro para Teresina.

Conforme um funcionário do Hospital Municipal de São Bendito, foram deslocadas para o local três ambulâncias, entre elas uma UTI móvel. Agentes do Corpo de Bombeiros de Tianguá e Sobral foram acionados para a ocorrência.

Fonte: G1

Instituto do Icasa será reconhecido como utilidade pública pela Câmara de Juazeiro

Na sessão remota por videoconferência da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte ocorrida nessa quinta-feira, dia 14, foi dada entrada no Projeto de Lei que reconhece de Utilidade Pública do Instituto Empreendedores Sociais do Icasa (IESI), vinculado ao clube de futebol Icasa.

A finalidade é que o IESI, uma Organização da Sociedade Civil e sem fins lucrativos, apoie a pesquisa, divulgação e promoção de produtos e serviços, em carácter técnico, científico, profissional, educacional, cultural juntamente com o Verdão do Cariri.

Sendo de utilidade pública, o IESI tem meios de contribuir de forma mais significativa com o clube de futebol do Icasa prestando serviços à coletividade de Juazeiro do Norte.

O Projeto de Lei é de autoria do vereador Darlan Lobo, presidente da Câmara de Juazeiro do Norte. Agora o projeto segue os tramites legais para apreciação dos demais vereadores depois do prazo regimental.

“Visita virtual” aproxima familiares e pacientes no Hospital Geral de Fortaleza

“Quando o serviço social do HGF me ligou avisando que ia realizar uma videochamada com meu pai, eu fiquei eufórica e ansiosa”. Foi assim que a assistente administrativa Fernanda Franzen, de 39 anos, reagiu ao saber que iria ver o pai, internado há dez dias com Covid-19 no Hospital Geral de Fortaleza. Por meio do projeto Coração, a unidade da rede pública da Secretaria da Saúde do Ceará, do Governo do Estado, aproxima pacientes e familiares por meio da internet.

A videochamada entre Fernanda e o pai, João Alfredo Franzen, de 74 anos, foi a primeira a ser realizada pelo projeto. O objetivo da iniciativa é proporcionar aos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) uma visita virtual da família, garantindo a segurança tanto deles quanto dos parentes. “A videochamada foi ótima. Conseguimos diminuir a angústia de sua ausência e ver a melhora dele”, celebra Fernanda.

Criado pelas equipes de serviço social, terapia ocupacional e psicologia que atuam no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do HGF, o projeto Coração foi idealizado no início da pandemia de coronavírus. “Na época, a família enviava vídeos para um e-mail que criamos. Nós exibíamos esses vídeos tanto para os pacientes que estavam acordados quanto para os que estavam sedados. Era uma forma de mostrar aos pacientes que as famílias não abandonaram eles. Agora, a ação foi ampliada para realização de videochamadas”, explica a assistente social do CTI, Caroline Lindolfo.

As equipes do Núcleo de Tecnologia e Informática (NTI) e de Engenharia Clínica do HGF também trabalham na realização do projeto. O estagiário da engenharia clínica, Artur Sales, esteve à frente do processo de criação e execução do dispositivo para a realização das videochamadas. “Nós pensamos em um suporte funcional, rápido de ser montado e que seja de fácil higienização, porque é algo que vai ser usado em áreas infectadas do hospital. Pegamos o suporte de soro, que já existe e é usado no HGF, e isso barateou os custos”, explica Artur.

O estagiário resume o sentimento de toda a equipe envolvida no projeto Coração. “O que nós fizemos foi o mínimo, mas é nossa parcela de contribuição para essas pessoas. A gente espera que esses pacientes e suas famílias se sintam mais acalentados e saibam que nós, do HGF, nos importamos muito com o tratamento do paciente e com o fato de ele estar confortável para ter forças e lutar pela saúde dele”, pontua.

Reflexos na saúde

De acordo com a assistente social Caroline Lindolfo, que acompanha João Alfredo, foi nítida a melhora no quadro geral do paciente após a videochamada. “Ele ficou muito agradecido e mais tranquilo. Naquele momento, ele percebeu que não está sozinho e se sentiu importante. O seu Alfredo disse ‘minha filha não me esqueceu’ e isso tocou muito toda a nossa equipe”.

Projeto Coração

O projeto Coração realizará videochamadas duas vezes por semana entre os pacientes acordados e conscientes que estão no CTI do Hospital Geral de Fortaleza e suas famílias. Os boletins médicos continuam sendo repassados às famílias por meio de ligação telefônica. O HGF avalia diariamente os fluxos de comunicação entre pacientes e familiares para adequar o atendimento da unidade ao período de pandemia.

Prefeitura de Santana do Cariri decreta lockdown parcial; entenda

A prefeitura de santana do cariri decretou lockdown parcial, ou seja, isolamento rígido em área específica da cidade. O bloqueio começou a valer à 00h00 desta sexta apenas para os moradores do bairro Inhumas, área que concentra oito dos dez casos confirmados da doença no município até agora.

O bloqueio perdurará até o dia 25 deste mês, período no qual fica proibida a circulação de pessoas e de veículos em locais públicos, exceto em situações de extrema necessidade, como socorro médico ou caso a finalidade do deslocamento seja o exercício de atividade essencial.

*Quarentena obrigatória*

O novo decreto assinado pelo prefeito Pedro Henrique também determina confinamento obrigatório para as pessoas infectadas ou com suspeita de contágio pela novo coronavírus. O descumprimento acarretará multa de R$ 500,00.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira pela secretaria municipal de saúde, Santana do Cariri tem dez casos confirmados de covid-19. O primeiro foi registrado no último dia 06. 15 pessoas ainda esperam os resultados dos exames.

Chegam ao Ceará mais 20 respiradores para reforçar atendimento de vítimas da Covid-19

Desembarcaram no aeroporto de Fortaleza, na noite desta quinta-feira (14), mais 20 respiradores que serão destinados a implantação de leitos de UTI pelo Estado e Prefeitura de Fortaleza. Os equipamentos fazem parte da carga de 94 aparelhos adquiridos pelas gestões estadual e municipal, com recursos próprios, mas que haviam sido retidos pela União em São Paulo. Ao todo, 58 desses respiradores retidos já chegaram ao Ceará.

“Serão mais 20 UTIs para salvar vidas dos irmãos e irmãs cearenses”, disse o governador Camilo Santana em postagem nas redes sociais. Dos que chegaram ontem, 11 já seguiram para o Hospital Leonardo da Vinci e os outros nove reforçarão as unidades do município. Além desses respiradores, o Estado adquiriu no exterior mais 700 respiradores e aguarda a carga com os primeiros 200 para os próximos dias.

Muitos dos pacientes infectados com o novo coronavírus (Covid-19) precisam de atendimento hospitalar. Os mais graves necessitam de cuidados intensivos, que incluem internação em UTIs. Em cerca de 45 dias, o Governo do Ceará criou mais de dois mil leitos em Fortaleza e no interior do estado para atendimento de casos de Covid-19, sendo quase 500 de UTI. Antes da pandemia, o Ceará contava com 730 leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Apesar do investimento feito pelo Governo do Ceará para a descentralização da rede de saúde pública, com hospitais regionais em Juazeiro do Norte, Sobral e Quixeramobim, assim como aconteceu em todos os países afetados pela pandemia foi necessária a ampliação de unidades com capacidade de receber pacientes com o coronavírus. Os hospitais regionais receberam incremento de leitos e quatro hospitais em Fortaleza passaram a contar com anexos: Hospital de Messejana, Hospital Geral de Fortaleza, César Cals e São José. Outros dois estão em construção nos municípios de Maracanaú e Caucaia. Nos próximos dias eles serão responsáveis pela oferta de mais 80 leitos na rede pública estadual de saúde.

Além da criação desses hospitais de campanha, o Governo do Ceará requisitou dois hospitais particulares que estavam fechados em Fortaleza para atender exclusivamente pessoas infectadas com o novo coronavírus, o Leonardo da Vinci com 230 leitos e o Batista com 131.

Liminar

De acordo com a Intermed, empresa responsável pela comercialização dos respiradores, as máquinas teriam sido retidas em São Paulo pelo Ministério da Saúde. Foi necessário que o Ministério Público do Ceará (MPCE) e o Ministério Público Federal (MPF) ingressassem com a ação civil pública que resultou na concessão da liminar, garantindo a entrega dos 94 respiradores. Todos os contratos estavam regulares, com valores de pagamentos já empenhados.