LOGO-NEWS-CARIRI

Clínica de bronzeamento de fita não suspendeu atendimentos após denúncias de queimaduras, diz delegada

Por Roger Sarmento, TV Santa Cruz

Publicidade

Mais uma mulher denunciou a clínica de estética Divas Bronze, em Itabuna, no sul da Bahia, após queimaduras depois de uma sessão de bronzeamento natural, conhecimento como bronzeamento de fita. Com isso, subiu para 11 o número de mulheres que prestaram queixa na delegacia contra o estabelecimento.

Sobe para dez o número de denúncias de mulheres contra clínica após queimaduras durante bronzeamento com fitas na BA

Vítima de queimadura durante bronzeamento natural com fitas na BA fala sobre constrangimento: ‘Agressão física sem assistência’

A 11ª vítima, que não quis se identificar, foi até a delegacia na segunda-feira (18). Ela não quis gravar entrevista, mas disse que procurou a clínica Divas Bronze no final de fevereiro.

A delegada Ivete Albano, que é responsável pela investigação, disse que continua tomando depoimentos e que ainda essa semana deve ouvir também a responsável pelo bronzeamento que terminou em queimaduras.

Ela disse que o que vem chamando a atenção até o momento é que houve uma falta de cuidado da clínica, que não suspendeu os atendimentos mesmo depois dos primeiros relatos de que clientes tinham passado mal após o bronzeamento.

“No início, quando ela acha que não vai provocar nenhum dano ao corpo da vítima, isso aí é culposo. Mas ela não fazer nada para reverter aquela situação já constitui um dolo. Ela tem uma culpa inicial, culpa no precedente e dolo no consequente”, disse a delegada.

Vítimas

Segundo o depoimento das vítimas à polícia, depois das denúncias, muitas mulheres começaram a pesquisar se os procedimentos adotados na clínica de bronzeamento estavam de acordo com a legislação.

Elas desconfiam que as queimaduras podem ter relação com irregularidades, como a utilização de produtos manipulados e a exposição ao sol excessiva e fora do horário recomendado.

Entre as vítimas, uma técnica de enfermagem, que também não quis se identificar, mostrou as marcas deixadas pelo procedimento à equipe da TV Santa Cruz.

“Muitas dores, ardores, coça muito. Agora está uma fase de estar coçando muito e a gente tem que ter muito cuidado. Então, é preciso saber o que colocaram na gente”, disse a vítima.

Caso

As primeiras vítimas começaram a prestar queixa na Delegacia da Mulher, na semana passada, doze dias depois de terem sido queimadas ao passar por um bronzeamento natural na clínica Divas Bronze, que fica no bairro São Caetano, em Itabuna.

Até esta terça-feira (19), 11 mulheres prestaram queixa e fizeram exames de corpo de delito. Desde a semana passada a clínica está fechada. A delegada disse ainda que já intimou a funcionária da clínica responsável pelo procedimento. O depoimento dela está previsto para acontecer ainda esta semana.

Em nota enviada à produção da TV Santa Cruz, a dona da Divas Bronze, Joelma Silva, disse que a empresa tem todos os alvarás e licenciamentos necessários, e que os produtos que ela usa são liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A polícia não informou quando ela irá prestar depoimento.

Fonte: G1.com

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas