16° edição da EXPOMORTE atrai centenas de pessoas em Crato-CE

Por Agência News Cariri

Em sua 16° edição a EXPOMORTE está ocorrendo novamente este ano na cidade de Crato-CE. O responsável pela exposição que conta com um acervo de 13 mil fotos é o Roberto Brito, mais conhecido por” Roberto taxista”  e todos os anos o local  muito movimentado pelas centenas de curiosos em conhecer o trabalho de Roberto.

A exposição ocorre na praça Cristo Reis, que fica na R. Monsenhor Esmeraldo , no centro da cidade.  Roberto expõe fotos que muitas vezes são trazidas pelas pessoas da região através de legendas e pequenos textos explicando sobre a morte de cada um, muitas pessoas que frequentam o local não sabem que aquelas pessoas morreram.

Entre as fotos tem pessoas anônimas e famosos, além de que várias populares já encontraram fotos dos seus parentes e puderam de forma carinhosa relembrar com  a saudade que sentem.

Cortes em financiamento ameaçam exportação de caminhões e tratores

A exportação de máquinas, equipamentos e bens de capital, como caminhões e tratores, deve ser afetada pela redução à metade de uma das principais linhas de financiamento do governo para o setor.

Na quarta-feira (31), o Banco do Brasil, responsável pelo repasse dos recursos do financiamento, comunicou aos clientes que, por questões orçamentárias, não serão mais aprovadas operações do Proex (Programa de Financiamento às Exportações) da modalidade “Equalização” em 2018.

Na prática, porém, as novas contratações para 2019 também estão comprometidas.

Em 2018, R$ 1,6 bilhão saíram do Orçamento para este tipo de financiamento e o setor pleiteava o mesmo volume para o ano que vem.

A comissão responsável pelo Orçamento sinalizou, no entanto, que a quantia deve cair para cerca de R$ 640 milhões.

O valor seria suficiente apenas para cumprir as operações que já foram aprovadas ao longo do ano, as quais comprometem até mesmo o orçamento da linha previsto para 2019.

Dessa forma, as novas operações à espera de aprovação estão suspensas e sem data para retomá-las. Para que sejam aprovadas novas operações seria necessária uma revisão do Orçamento.

O aviso do Banco do Brasil pegou exportadores e associações do setor de surpresa.

Em uma reação rápida, representantes do grupo já marcaram uma reunião em Brasília na terça-feira (6) com senadores da comissão de Orçamento para tentar reverter o quadro.

Estimativas do setor apontam que entre US$ 15 bilhões (R$ 55 bilhões) e US$ 20 bilhões (R$ 70 bilhões) em exportações de máquinas, equipamentos e bens de capital contem com financiamen- to do Proex.

A suspensão afeta grandes produtoras e exportadoras de bens de alta valor agregado, como Prensas Schuler, Caterpillar, GE, Volvo e MAN.

O Proex usa recursos do Tesouro para tornar as exportações brasileiras mais atrativas por meio da equalização de taxas de juros cobradas dos importadores.

Com o financiamento, é possível conseguir taxas de juros mais competitivas para financiar a compra de bens produzidos por empresas brasileiras para exportação.A indústria recebeu o corte no orçamento da linha de financiamento com ceticismo.

“A decisão pode paralisar as exportações de produtos brasileiros de alto valor agregado e é um exemplo de que não temos previsibilidade. Da noite para o dia para tudo”, diz José Augusto de Castro, presidente da AEB (Associação de Comércio Exterior do Brasil).

 

Segundo Castro, a decisão gerou apreensão entre exportadores, que ainda não têm o financiamento, mas já contam com o contrato firmado com o importador. “O que vamos fazer, descumprir o contrato?”, questiona.

Para a Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), ainda não é possível dizer o quanto as exportações serão afetadas, mas a associação vem sendo procurada por suas principais associadas em busca de mais informações.

“Vemos um efeito especialmente nas grandes empresas, muitas das quais têm mais de 90% faturamento em exportações”, diz Patrícia Gomes, diretora-executiva para o mercado externo da Abimaq.

“Considero a medida equivocada”, diz José Velloso, presidente da associação.

Roberto Giannetti da Fonseca, presidente da consultoria Kaduna, diz entender a necessidade do governo agir com maior rigor fiscal, mas considera um “absurdo econômico” limitar ou restringir as regras e o valor do Proex Equalização na atual conjuntura que combina desemprego alto e elevada ociosidade da indústria.

Segundo Giannetti, para cada dólar de equalização de taxa de juros o país gera de US$ 10 (R$ 37) a US$ 15 (R$ 55,5) de exportações de produtos de alto valor agregado, e consequentemente de empregos e renda.

Segundo ele, o Brasil é um dos poucos emergentes com uma base industrial diversificada e plataforma de exportação para países da África e da América Latina.

Além do Proex Equalização, há ainda o Proex Financiamento, que financia a venda do exportador para o importador. Essa linha, de R$ 2 bilhões, não sofreu alteração. Com informações da Folhapress.

Fonte: notícias ao minuto

Três chilenos são presos na BA suspeitos de furtar loja; polícia acha R$ 11 mil com trio

Três chilenos foram presos em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, suspeitos de arrombar e furtar produtos de uma loja esportiva do município, no dia 27 de outubro. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a prisão ocorreu na quinta-feira (1º).

Com o trio, além dos produtos furtados, a polícia apreendeu R$ 11 mil em espécie e celulares. Em depoimento, os estrangeiros confessaram o crime e relataram que o dinheiro achado era resultado das vendas das roupas e equipamentos esportivos que tinham sido furtados.

Conforme levantamento da SSP-BA, dois dos três presos são ex-presidiários. Não há detalhes sobre quais crimes eles cumpriram pena no Chile.

A secretaria disse ainda que, desde o furto na loja, ações de inteligência foram realizadas, o que levou a polícia aos suspeitos. Os investigadores montaram campanas e, durante monitoramento, flagraram os chilenos pegando os materiais furtados em um carro e entrando em uma casa.

Após abordagem, foram encontrados produtos e dinheiro dentro do automóvel e da residência. O trio foi encaminhado para a delegacia e autuado por furto qualificado.

Produtos esportivos que foram furtados de loja de Feira de Santana foram apreendidos pela polícia — Foto: Divulgação/SSP-BAProdutos esportivos que foram furtados de loja de Feira de Santana foram apreendidos pela polícia — Foto: Divulgação/SSP-BA

Produtos esportivos que foram furtados de loja de Feira de Santana foram apreendidos pela polícia — Foto: Divulgação/SSP-BA

Carro onde estavam os equipamentos furtados em loja de Feira de Santana — Foto: Divulgação/SSP-BACarro onde estavam os equipamentos furtados em loja de Feira de Santana — Foto: Divulgação/SSP-BA

Carro onde estavam os equipamentos furtados em loja de Feira de Santana — Foto: Divulgação/SSP-BA

Fonte: G1

Festival de Circo do Brasil reúne espetáculos de humor, dança e música

A partir desta sexta-feira (2), Pernambuco recebe a 14ª edição do Festival de Circo do Brasil, que reúne atrações nacionais e internacionais para divertir crianças e adultos. Com o tema Toda Fauna & Toda Flora, os espetáculos acontecem no Teatro de Santa Isabel, no Museu do Estado e em parques e praças públicas do Recife.

Caruaru e Tacaimbó, no Agreste, também recebem atividades durante a programação. Há atrações gratuitas e pagas, com ingressos a partir de R$ 10.

Além das apresentações de humor, o evento também traz números de teatro, dança e música do Brasil e de países como França, Estados Unidos e Argentina. A inspiração para o tema do evento, no entanto, vem da companhia inglesa Circus Fauna, um dos destaques do festival em Pernambuco. A programação completa pode ser conferida no site do Festival.

Palhaça Rubra é uma da atrações do Fesival de Circo — Foto: Neto Kott/DivulgaçãoPalhaça Rubra é uma da atrações do Fesival de Circo — Foto: Neto Kott/Divulgação

Palhaça Rubra é uma da atrações do Fesival de Circo — Foto: Neto Kott/Divulgação

Entre as apresentações nacionais está a Palhaça Rubra, de São Paulo, responsável pela abertura oficial do evento. O grupo Cultural Pé de Cerrado, do Distrito Federal, é uma das novidades do festival, trazendo ao Recife um espetáculo que mescla humor e canções regionais. Companhias pernambucanas e cearenses também integram a programação.

Além dos espetáculos, o festival também traz exibições de filmes documentais como “Jonas e o Circo sem Lona e “Pagliacci”, na Fundação Joaquim Nabuco. O Museu do Estado, por sua vez, recebe a exposição fotográfica OARUAURA, em cartaz no sábado (3) e no domingo (4).

As oficinas também fazem parte da programação do festival, sendo uma delas sobre tecidos e tecnologia para performances aéreas, ministrada pelo acrobata pernambucano Rhayan Gomes. O professor universitário Avner Eisenberg, dos EUA, também repassa técnicas para artistas brasileiros. No Agreste, oficinas circenses acontecem em Caruaru e Tacaimbó.

Serviço

Festival de Circo do Brasil

De sexta (2) a 11 de novembro

Teatro de Santa Isabel – Praça da República, Santo Antônio, Recife

Teatro Apolo – Rua do Apolo, 121, Recife

Museu do Estado – Av. Rui Barbosa, 960 – Graças, Recife

Compaz Eduardo Campos – Av. Aníbal Benévolo, Linha do Tiro, Recife

Fundação Joaquim Nabuco – Av. Dezessete de Agosto, 2187 – Recife

Parque da Macaxeira – Av. Norte Miguel Arraes de Alencar, Macaxeira, Recife

Horários e programação no site do festival

Fonte: G1

Enem 2018: linhas de ônibus são reforçadas em dias de prova no Grande Recife

No domingo (4), primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a frota de ônibus que circula no Grande Recife deve receber um acréscimo de veículos para ajudar os candidatos a chegarem aos locais de prova. Ao todo, 23 linhas ganham o reforço, com 35 ônibus a mais circulando pela Região Metropolitana. No dia 11 de novembro, segundo dia de provas, o esquema deve se repetir.

Neste ano, o início do horário de verão coincide com o primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): o domingo de 4 de novembro. Pernambuco não adota o horário de verão. Com isso, os portões fecham ao meio-dia no estado.

Confira as linhas que ganham reforço de veículos

  • 020 Candeias/TI Tancredo Neves
  • 061 Piedade
  • 116 Circular (Príncipe)
  • 168 TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista)
  • 181 Cabo (Cohab)/TI Cajueiro Seco
  • 202 Barro/Macaxeira (Várzea)
  • 302 TI TIP/Caxangá
  • 346 TI TIP (Conde da Boa Vista)
  • 424 CDU/Torrões (Via San Martin)
  • 521 Alto Santa Isabel
  • 522 Dois Irmãos (Rui Barbosa)
  • 640 Guabirada/Derby
  • 731 Beberibe (Espinheiro)
  • 860 TI Xambá (Príncipe)
  • 1946 TI Igarassu (PCR)
  • 1976 TI Pelópidas (PCR)
  • 1977 TI Pelópidas (Conde da Boa Vista)
  • 2040 CDU/Boa Viagem/Caxangá
  • 2431 Cidade Universitária
  • 2432 CDU (Várzea)
  • 2450 TI Camaragibe (Conde da Boa Vista)
  • 2490 TI Camaragibe/TI Macaxeira
  • 2920 Rio Doce/CDU

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, 170 ônibus devem ser colocados em operação. A expectativa é de que a frota realize 1.522 viagens ao longo do domingo. O número representa 292 viagens a mais do que nos outros domingos.

Em caso de dúvidas, os passageiros do transporte público podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente, através do número 0800 081 0158. A ligação é gratuita.

Os passageiros também podem fazer reclamações através do WhatsApp no número (81) 99488-3999. O canal é destinado exclusivamente a queixas.

Inscritos no Enem no Grande Recife

Das 14 cidades da Região Metropolitana do Recife, o Enem deve ser aplicado em 12. Ao todo, 147.155 candidatos se inscreveram e devem comparecer às provas no domingo (4) e no dia 11 de novembro.

A capital pernambucana é a cidade com maior número de inscritos, reunindo 71.442 candidatos. Jaboatão dos Guararapes vem em seguida, com 15.207 inscritos. A cidade de Olinda fica em terceiro lugar, com 12,9 mil pessoas inscritas no exame. Os dados são do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Fonte: G1