Em Altaneira, resultado das urnas deixa grupo de Delvamberto preocupado

Por Madson Vagner

Em Altaneira, o grupo político ligado ao ex-prefeito Delvamberto Soares (PDT) está preocupado com o futuro. Delvamberto levou uma verdadeira surra nas urnas neste ano. Seu candidato a estadual, Guilherme Landim, ficou com 607 e seu federal, Genecias Noronha, teve apenas 406 votos. O resultado está muito abaixo do esperado.

Inevitável a comparação do desempenho ganha ares de desespero quando é comparado a votação dos candidatos do prefeito Dariomar Rodrigues (PT), com quem Delvamberto rompeu politicamente. Para estadual, Fernando Santana teve 1.761 votos e Guimarães obteve 1.720. O resultado está fazendo o grupo antecipar as articulações para 2020.

Musical sobre Clara Nunes é apresentado no Recife

O espetáculo sobre a vida e obra da cantora mineira Clara Nunes é apresentado no Recife no sábado (20) e domingo (21), no Teatro RioMar, na Zona Sul do Recife. Os ingressos custam entre R$ 40 e R$ 120, à venda pela internet e na bilheteria do local.

Com quatro anos desde a estreia, o musical foi visto por mais de 200 mil pessoas. No palco, a atriz Clara Santhana interpreta o texto de Marcia Zanelatto, com direção de Isaac Bernat e direção musical de Alfredo Del-Penho. No sábado, a apresentação ocorre às 21h e no domingo, às 19h30.

Também sobem ao palco João Paulo Bettencourt (violão), Gustavo Pereira (cavaco/percussão), Pedro Paes (clarinete/sax), Michel Nascimento (percussão). A peça mistura música e poesia na narrativa sobre a vida de Clara Nunes.

Fazem parte do repertório composições que marcaram a carreira de Nunes, como “O Canto das Três Raças”, “Na Linha do Mar”, “Morena de Angola”, “Um Ser de Luz” e “O Mar Serenou”.

Serviço

“Deixa Clarear, musical sobre Clara Nunes”

RioMar – Avenida República do Líbano, 251, 4º piso, Pina

Sábado (20), às 21h, e domingo (21), às 19h30

Ingressos à venda pela internet e na bilheteria do local:

  • Plateia Baixa Lateral – R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)
  • Plateia Alta – R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia)
  • Balcão Nobre – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)

Fonte: G1

Caminhão arrasta fio e derruba poste em cima de carro no bairro da Pituba, em Salvador; FOTOS

Um caminhão arrastou os fios de um poste e derrubou o equipamento em cima de um carro estacionado, na manhã desta quinta-feira (18), no bairro da Pituba, em Salvador. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a Transalvador, o acidente ocorreu na Rua Paraná. O veículo ficou destruído e não havia ninguém no carro.

Por conta do acidente, faltou energia em parte da Pituba. De acordo com a Coelba, às 10h12, mais de 90% dos consumidores estavam com o fornecimento de energia normalizado.

Por volta de 12h, 19 clientes continuavam com o serviço interrompido por estarem diretamente ligados ao transformador que estava no poste que foi derrubado.

As equipes da Coelba atuam na troca do poste. A previsão de finalização do serviço é 17h desta quinta-feira.

Agentes da Transalvador foram encaminhados ao local para monitorar e organizar o trânsito na região.

Poste caiu e atingiu carro no bairro da Pituba — Foto: German Maldonado/TV BahiaPoste caiu e atingiu carro no bairro da Pituba — Foto: German Maldonado/TV Bahia

Poste caiu e atingiu carro no bairro da Pituba — Foto: German Maldonado/TV Bahia

Fonte: G1

Mulher é baleada e morre após assalto no Litoral Sul de Pernambuco

Uma mulher de 24 anos de idade morreu após ser baleada na noite da quarta-feira (17), no município de Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, a vítima teria reagido à investida. Um dos suspeitos foi preso na manhã desta quinta-feira (18).

Após receber denúncia de que havia uma dupla estava praticando assaltos em uma moto vermelha na localidade, os policiais receberam uma ligação informando que os ladrões teriam tomado um celular de uma mulher e ela, com auxílio de um conhecido, foi tentar recuperar o objeto.

Segundo o registro policial, na tentativa de recuperar o aparelho, ela foi alvejada na cabeça por um dos bandidos. A mulher, identificada inicialmente como Francielly Karla da Silva, chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu. O caso ocorreu por volta das 20h40, na Rua Laurindo Gonçalves de Lima, no bairro de Vila Nova.

Rua Laurindo Gonçalves de Lima fica em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco — Foto: Reprodução/Google Street ViewRua Laurindo Gonçalves de Lima fica em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco — Foto: Reprodução/Google Street View

Rua Laurindo Gonçalves de Lima fica em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco — Foto: Reprodução/Google Street View

Câmeras de segurança registraram a ação dos bandidos e, segundo a PM, a dupla foi reconhecida pela população – um dos homens seria ex-presidiário. A moto usada para praticar os roubos foi abandonada na rua e recuperada pela equipe da PM. O veículo constava no sistema como roubado.

Durante a madrugada, a equipe fez buscas e conseguiu prender um dos suspeitos em flagrante, na manhã desta quinta-feira (18), e encaminhado para a Delegacia de Plantão. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que as investigações sobre o caso seguem em sigilo para não prejudicar as diligências.

Violência

Um idoso de 60 anos foi espancado com uma barra de ferro durante um assalto na noite do domingo (14), no bairro do Ipsep, na Zona Sul do Recife. A ocorrência foi registrada na casa da vítima, localizada a poucos metros da delegacia do bairro.

De acordo com a Polícia Civil, um vizinho da vítima percebeu uma movimentação estranha e seguiu até o local. Ele também foi agredido, mas conseguiu escapar. Do local, os assaltantes levaram R$ 40 e dois celulares.

Ao longo do mês de setembro deste ano, a Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco registrou 6.695 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) no estado. O número representa uma média diária de 223,1 ocorrências desse tipo, que incluem desde roubos de veículos, cargas, celulares até assaltos a ônibus no estado.

A secretaria registrou também 3.232 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), entre janeiro e setembro de 2018. Apenas em setembro, foram contabilizados 320 CVLIs.

Fonte: G1

Dólar pode chegar a R$ 3,50 se Bolsonaro vencer, dizem analistas

O mercado financeiro já admite a possibilidade do dólar cair para R$ 3,50 no caso de vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais. As informações são da ‘Veja’.

De acordo com analistas consultados pela revista, no há consenso sobre quando esse patamar deve ser alcançado e se a queda é sustentável. O câmbio é considerado “saudável” pelos especialistas em uma faixa entre R$ 3,70 e R$ 3,80. A última vez que o dólar chegou a R$ 3,50 foi em abril deste ano.

O dólar comercial opera no campo positivo nesta quinta-feira (18). A moeda americana era negociada a R$ 3,69 às 11h, com alta de 0,22%.

Fonte: notícias ao minuto

SPC: 1/3 dos consumidores não sabe quanto gasta com cartão de crédito

Levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que um terço dos consumidores que usaram cartão de crédito no mês de agosto desconhece o valor da fatura.

O Indicador de Uso do Crédito revelou também que 25% dos usuários dessa modalidade pagaram parcialmente as contas do cartão, enquanto 74% pagaram o valor integral da fatura (64% nas classes C e D).

De acordo com a pesquisa, 42% dos consumidores recorreram a algum tipo de crédito em agosto, e a modalidade mais citada entre os entrevistados foi o cartão de crédito, mencionado por 35%. Em seguida, aparece o crediário, com 9%, o limite do cheque especial (7%), e os empréstimos (6%).

A sondagem constatou ainda que metade dos tomadores de empréstimos e financiamentos atrasaram, em algum momento, o pagamento de parcelas da dívida, sendo que 21% ainda estão com prestações pendentes.

Sobre a disposição em cortar gastos, a pesquisa revelou que 55% dos consumidores pretendem diminuir as despesas em relação ao mês de agosto. Outros 36% sinalizaram manter o mesmo nível de gastos, enquanto 5% afirmaram ter a intenção de aumentar as despesas.

 

LIMITE DE ORÇAMENTO

O levantamento aponta que oito em cada dez consumidores estão no limite do orçamento, sendo que desses, 38% estão no vermelho. Entre quem está abaixo do orçamento, metade deles cita a alta nos preços como a principal causa do desajuste, além da queda na renda (25%), perda do emprego (23%) e o descontrole nos gastos (13%).

Para o SPC Brasil, o uso do crédito exige cuidado e não pode funcionar como complemento de renda. A entidade ressalta ainda que a falta de disciplina no controle financeiro acaba comprometendo parte do orçamento por mais tempo do que o planejado. A causa são as renegociações, que normalmente ampliam os prazos de pagamento.

A pesquisa abrange 12 capitais das cinco regiões brasileiras. Os entrevistados somam 80% da população residente em cada capital. A amostra colheu 800 casos e foi integrada por pessoas com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais. Com informações da Folhapress.

Fonte: notícias ao minuto

Ao ignorar veto de Temer, Congresso gera rombo de R$ 5 bi com reajustes

Deputados e senadores decidiram entregar para o próximo presidente uma conta de quase R$ 5 bilhões ao derrubar, nesta quarta-feira (17), um veto do presidente Michel Temer.

Em votação no Congresso, eles contrariaram o governo e autorizaram reajuste de 53% no piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

A elevação do piso atinge 355 mil profissionais.

Pelos cálculos do Ministério do Planejamento, se o número de agentes não aumentar, o impacto fiscal será de R$ 1 bilhão em 2019, R$ 1,6 bilhão em 2020 e R$ 2,2 bilhões em 2021.

Em julho, ao aprovar uma medida provisória enviada por Temer para reformular as carreiras de agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, o Congresso incluiu no texto o reajuste do piso salarial.

 

O projeto prevê elevação gradual dos atuais R$ 1.014 para R$ 1.550 em 2021.

Temer sancionou a proposta, mas vetou o trecho que permitia os reajustes.

Entre os argumentos, afirmou que o aumento da remuneração é iniciativa reservada ao presidente e que o dispositivo fere a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A derrubada do veto foi pessoalmente articulada pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

Durante a campanha eleitoral, o senador, que acabou derrotado nas urnas, fez críticas ao veto. Na sessão desta quarta, o próprio líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), defendeu a derrubada do veto.

Embora sejam contratados pelos municípios, 95% do valor do piso desses servidores é bancado pelo governo federal.

Ainda assim, a Confederação Nacional de Municípios, que reúne prefeitos de todo o país, se posicionou contra o reajuste.

O presidente da entidade, Glademir Aroldi, argumenta que o ônus para as prefeituras também é alto.

Aroldi diz que o aumento vai gerar pressão por reajustes de outras categorias e fazer com que municípios estourem o limite de gastos com pessoal. Com informações da Folhapress.

Fonte: notícias ao minuto