PMs encontram mais de 1.200 documentos perdidos; entrega começa na segunda-feira (19)

A Polícia Militar informou que mais de 1.200 documentos perdidos pelos foliões durante o carnaval deste ano já foram catalogados pela ouvidoria da PM, que funciona no Quartel dos Aflitos, em Salvador.

Quem perdeu os documentos deve ficar atento porque a entrega começa na segunda-feira (19), no SAC do Shopping Barra. O serviço de devolução funcionará de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h, e aos sábados das 9h às 13h.

Entretanto, antes de ir ao SAC Barra, é fundamental que o cidadão busque no site da Polícia Militar, no link “documentos perdidos”, para verificar se o documento foi localizado. Caso tenha sido, o cidadão deve anotar o código informado pelo sistema e apresentar no posto do SAC.

Guarda Municipal

guarda também encontrou documentos perdidos durante o carnaval. Eles já estão sendo entregues na sede do órgão desde esta quarta-feira (14). A sede da Guarda Municipal fica na Avenida San Martin, ao lado do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães. O atendimento é das 9h às 16h e estará disponível ao público por dez dias úteis.

Para resgatar o documento, é necessário que o cidadão leve algum documento com foto ou apresente um boletim de ocorrência. A relação de documentos achados está disponível no site da GCM, com atualização diária.

Desde o dia de abertura oficial da festa, na última quinta-feira (8), até terça-feira (13), foram resgatados 445 documentos, pouco mais do que no ano passado, quando foram contabilizados 437 no mesmo período.

Todos os itens de identificação pessoal encontrados nas ruas e avenidas no período carnavalesco pelos guardas foram higienizados e catalogados.

Fonte: G1 nordeste

Moradora de rua é encontrada morta em frente a agência bancária no Recife

ma mulher foi encontrada morta na manhã desta quarta-feira (10), na frente de uma agência bancária na Avenida Caxangá, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife. Segundo a Polícia Civil, a vítima era moradora de rua e usuária de crack.

De acordo com a delegada Gleide Ângelo, que esteve no local, a vítima não tinha identificação. “Pela aparência do corpo, ela pode ter sido esganada com as mãos. Não dá para saber ainda quantas pessoas participaram do crime”, afirma.

Acionado na manhã desta quarta (10), o Instituto de Medicina Legal (IML) recolheu o corpo e levou para a sede do órgão, no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife. A investigação do caso ficará sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: G1 Nordeste

Saiba onde recuperar documentos e objetos perdidos ou roubados na folia no Recife e em Olinda

Quem perdeu ou teve documentos e objetos roubados no carnaval deve ficar atento. No Recife e em Olinda, esse material está guardado e tem condições de ser recuperado. Os interessados também podem fazer a consulta e obter informações sobre como fazer esse resgate por telefone e internet.

De quinta-feira (15) até 28 de fevereiro, os documentos e objetos achados na capital poderão ser recuperados na Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, no sétimo andar da sede da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo, no Centro. O atendimento será feito das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Para não dar viagem perdida, o cidadão pode ligar para o número 3355-8792. Assim, tem como descobrir se seu objeto está sob os cuidados da administração municipal.

A partir do dia 1º de março, o material estará disponível para resgate na agência central dos Correios, na Avenida Guararapes, área central da cidade. A Prefeitura informou que ainda contabiliza os objetos encontrados.

Olinda

Em Olinda, foram computados, até o início da manhã desta quarta, mais de 1.400 itens. O ponto de resgate de objetos e documentos está funcionando 24 horas por dia desde o início do carnaval, na Secretaria de Segurança Urbana, na Avenida Santos Dumont, nº 177, Lado B, no Varadouro.

A partir da quinta, o material ficará disponível das 8h às 17h. Após 30 dias, todos os itens serão entregues aos Correios.

As pessoas podem ligar para o número 3429-2947 e saber se seus objetos se encontram na secretaria. De acordo com o secretário de Segurança Urbana de Olinda, coronel Pereira Neto, além do número de  telefone, o cidadão também pode consultar o site oficial do carnaval de Olinda, em “Documentos perdidos”.

“Quando os objetos chegam, fazemos a catalogação e depois cadastramos no site em ordem alfabética. O que mais encontramos foram identidades e carteiras de habilitação (CNH). Cerca de 130 de cada tipo de documento. Mas também há celulares, chaves, bolsas, dinheiro, pochetes, mochilas, cartões de crédito, entre outros itens”, destacou o secretário.

Fonte: G1 Nordeste