Mauriti recebe parecer favorável do TCM sobre transparência na execução orçamentária

Por Marlon Torres / Agência newscariri

A cidade de Mauriti – CE  recebeu um parecer emitido pelo TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, que cumpriu as determinações do Art. 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que versa sobre a transparência na gestão fiscal.

O parecer qualifica o município como cumpridor dos requisitos legais definidos no art. 48, S1º, inciso II da LRF, quem junto com o inciso II do § 2º do art. 2º do Decreto Federal nº 7.185/2010, que diz sobre as divulgações em tempo real da a execução orçamentaria e financeira em meios eletrônicos de acesso público.

Secretaria inicia curso para mais 1.400 aprovados no concurso da Polícia Militar no Ceará

Candidatos convocados para iniciar o curso fazem parte da 2ª turma de 1.400 novos policiais militares (Foto: Governo do Ceará) Candidatos convocados para iniciar o curso fazem parte da 2ª turma de 1.400 novos policiais militares (Foto: Governo do Ceará)
Candidatos convocados para iniciar o curso fazem parte da 2ª turma de 1.400 novos policiais militares (Foto: Governo do Ceará)
O Ceará deve receber mais 2.800 novos policiais militares até o fim deste ano, conforme o Governo do Estado. Nesta sexta-feira (21), os aprovados na 2ª turma do concurso da Polícia Militar iniciam o curso de formação para atuar na profissão.
A aula inaugural do Curso de Formação Profissional para a Carreira de Praças ocorre nesta manhã no Centro de Eventos do Ceará, com a participação do governador Camilo Santana e do titular da Secretaria da Segurança Pública, delegado André Costa.
Esta é a segunda turma de 1.400 candidatos aprovados para a PM. Segundo a SSPDS, a primeira turma do concurso está na fase final de capacitação na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp). A previsão é que as aulas sejam concluídas em setembro.
A Secretaria da Seguraça informou que os outros 1.400 de aprovados que compõem a 3ª turma devem iniciar o curso até o final do ano.
O concurso da Polícia Militar foi realizado em setembro de 2016, com 4.200 vagas. O salário é de R$ 3.134,58.

Fonte: G1

Cidades de Pernambuco registram em 24 horas chuvas esperadas para mais de 20 dias

Menos de dois meses após as fortes precipitações que tiraram mais de 55 mil pessoas de casa e deixaram seis mortos em Pernambuco, voltou a chover forte, nesta sexta-feira (21), em cidades da Zona da Mata e do Grande Recife. Ruas ficaram alagadas e a população entrou em alerta. Na Mata Sul, houve deslizamentos de terra. Em localidades da Região Metropolitana, choveu em 24 horas um volume esperado para mais de 20 dias.
Na quinta-feira (20), a Apac emitiu um alerta para chuvas fortes na Mata Sul e no Grande Recife. Segundo o meteorologista Romilson Ferreira, na capital, choveu 95,8 milímetros até o início desta sexta. “Isso equivale a cerca de 25% do esperado para o mês, que é de 385 milímetros. A partir de 30 mm, há grande risco para deslizamentos de barreiras”, explicou.

Segundo a Apac, a cidade em que mais choveu foi Ipojuca, no Grande Recife. Lá, o volume atingiu 211 milímetros, o que equivale ao esperado para 22 dias. No Cabo de Santo Agostinho, também na Região Metropolitana, choveu 194 milímetros, equivalente a 21 dias. Escada, na Mata Sul, registrou o equivalente a 23 dias, com 167 milímetros e Sirinhaém, também na Mata Sul, teve 144 milímetros, esperados para duas semanas no município.
A Defesa Civil do estado foi chamada para as cidades de Ribeirão e Gameleira, ambas na Mata Sul, onde, desde a quinta-feira (20), choveu 154 e 133 milímetros, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).
Em Ribeirão, uma das cidades em situação de emergência decretada pelo governo do estado, duas barreiras deslizaram e atingiram ao menos três casas no conjunto Bela Vista I. Segundo moradores, ninguém ficou ferido. A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco e o Corpo de Bombeiros estiveram no local, para cobrir as encostas com lonas plásticas e analisar os danos às casas.

fonte: G1

Parque Ecológico das Timbaúbas será Unidade de Conservação

O Parque Ecológico das Timbaúbas recebeu, nesta quinta-feira, 20, a visita de Técnicos Ambientais da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (SEMA), para realização de estudos de sua área, com o objetivo de transformar o parque em uma Unidade de Conservação (UC), espaço natural passível de proteção pelas suas características especiais. Durante a visita a Secretária Executiva da SEMA, Maria Dias, reforçou o apoio do Governo do Estado para a requalificação do Parque Ecológico, entendendo se tratar de um ecossistema representativo para a região.

Os estudos definirão a categoria em que o Parque se enquadrará no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), lei de proteção ambiental. De acordo com a Gestora Ambiental da SEMA, Andreia Moreira, o Parque se enquadra na categoria de Área de Proteção Integral (API), que busca a manutenção dos ecossistemas livres de alterações causadas por interferência humana, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus atributos naturais de forma contemplativa ou voltada à pesquisa científica. “Ao ser definida a categoria, faz-se necessário um trabalho educativo, afim de divulgar todas as atividades que serão permitidas na área, um processo transparente realizado em parceria com a sociedade”, ressalta Andreia.

O projeto propõe que toda a área municipal do Parque se torne API, e as demais áreas no entorno se tornarão Áreas de Proteção Ambiental (APA), sendo também Unidade de Conservação protegida pelo SNUC, mas que permite alguns usos sustentáveis, como a morada de família de forma sustentável, degradando o mínimo possível.

Após a Criação da UC, iniciará o processo de gestão da Unidade, a ser realizado por um Conselho Gestor formado por representantes da Sociedade Civil, posterior a isso será realizado o Plano de Manejo que define o que deve existir no parque e as condutas permitidas e proibidas em suas áreas.

assessoria de imprensa

Postos de saúde do Crato reabastecidos com a vacina pentavalente

Mantendo o compromisso em manter a população protegida, a Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que a vacina pentavalente está disponível nas unidades de saúde do município. A vacina imuniza as seguintes doenças: difteria; tétano; coqueluche; meningite; e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenzae tipo B e a Hepatite B. Ela é feita em crianças com 2, 4 e 6 meses, onde são necessários dois reforços realizados com a vacina DTP (difteria, tétano e pertussis). O primeiro reforço é aos 15 meses de idade e o segundo aos 4 anos. A vacina pentavalente faz parte do Calendário Básico de Vacinação da Criança do Ministério da Saúde. As vacinas são recebidas via Coordenadoria Regional de Saúde (órgão do Estado) e a Secretaria de Saúde do município distribui nas unidades.

Assessoria de imprensa