LOGO-NEWS-CARIRI

Presídio do PI registra nove tentativas de fuga por mês, diz sindicato

Publicidade

Apenas nos três primeiros meses do ano foram registrados 26 tentativa de fugas abortadas pelos agentes na Penitenciária Irmão Guido, na BR-316, Na Zona Sul de Teresina. A informação foi repassada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) e confirmada pela secretaria de Justiça do estado (Sejus).

Penitenciária Irmão Guido, na BR 316 em Teresina (Foto: Gil Oliveira/ G1)Penitenciária Irmão Guido, na BR 316 em Teresina (Foto: Gil Oliveira/ G1)

Penitenciária Irmão Guido, na BR 316 em Teresina (Foto: Gil Oliveira/ G1)

Segundo Kleiton Holanda, vice-presidente do órgão, o último registro ocorreu nesse domingo (2) quando um dos policiais militares de plantão avistou movimentação suspeita de presos e identificou um buraco sendo cavado.

“Isso aconteceu no pavilhão A e a fuga só não aconteceu porque foi percebida com brevidade e os agentes e policiais agiram rapidamente. Quase toda semana é registrada alguma tentativa ou fuga nos presídios do Piauí”, contou especificando ainda que os PM ficam apenas na perte externa das unidades prisionais.

Sobre o grande número de tentativas de fuga, a Sejus afirmou que elas são abortadas nos presídios graças ao trabalho de prevenção realizado pelas equipes de segurança prisional, formadas por agentes penitenciários e policiais militares.

Ainda de acordo com Kleiton Holanda, no ano passado 153 presos que fugiram do sistema prisional do Piauí, sendo que 30% desse total foi da Irmão Guido. “A grande quantidade de tentativas e até mesmo de fuga nesse presídio é justamente devido a superlotação e precariedade na estrutura. A sua capacidade é para 324 e abriga 500 presos. Nos primeiros três meses desse ano já foram 47 presos que fugiram em todo o sistema prisional”, afirmou Holanda.

Com relação a superlotação na unidade prisional, a Sejus afirmou que está realizando uma reforma geral na Irmão guido. A secretaria informou também que tem como meta criar mais 1.200 vagas no sistema prisional piauiense até 2018, com a inauguração de novos presídios e ampliação dos já existentes (confira a íntegra da nota no fim da matéri

Nesse domingo (2) foi registrada mais uma fuga no sistema prisional do Piauí. Dessa vez a ocorrência foi na Penitenciária de Floriano, a 244 km ao Sul de Teresina. Segundo o Sinpoljuspi, um detento que ajudava na cozinha do presídio conseguiu pular o muro e fugiu da unidade prisional.

Nota da Sejus (íntegra)

A Secretaria de Justiça do Estado (Sejus) esclarece que tentativas de fuga são abortadas nos presídios graças ao trabalho de prevenção realizado pelas equipes de segurança prisional, formadas por agentes penitenciários e policiais militares, cumprindo, desse modo, com o papel do Estado em manter custodiados os presos nas unidades.

Acerca da estrutura da Penitenciária Irmão Guido, a Secretaria de Justiça informa que uma reforma geral na unidade já está em curso. Além disso, a meta da Sejus é criar mais 1.200 vagas até 2018, com a inauguração da Casa de Detenção de Campo Maior (160 vagas), até junho deste ano; da Central de Triagem de Teresina (160 vagas), ainda em 2017; a Cadeia Pública de Altos (600 vagas); a ampliação, já em andamento, da Penitenciária de Picos, aumentando de 144 para 214 sua capacidade de lotação; e a construção da Casa de Detenção de Oeiras, que terá 204 vagas e cuja obra já foi autorizada e será iniciada ainda neste ano.

Secretaria de Estado de Justiça do Piauí

g1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas