LOGO-NEWS-CARIRI

Testes para Covid-19 no Ceará podem identificar variante do coronavírus do Reino Unido

Profissionais da educação fazem testes para Covid-19 em Fortaleza. — Foto: Natinho Rodrigues/SVM

Publicidade

Estado ainda não tem registros da nova mutação, de acordo com a Secretaria da Saúde.

O Ceará não possui registros da mutação mais contagiosa do coronavírus detectada no Reino Unido, mas os testes oferecidos na rede de saúde têm capacidade de identificar a variante, garantiu nesta terça-feira (12) a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Magda Almeida. No Brasil, dois casos da mutação já foram identificados em São Paulo.

De acordo com Magda, no Ceará não é realizado o isolamento viral necessário para identificar o sequenciamento do agente infeccioso. No entanto, as amostras são encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará, para verificar o genoma do vírus.

“Estamos aguardando os resultados, mas os testes que são feitos na rede pública identificam essa mutação. O risco de ter um teste negativo porque não identifica não ocorre aqui. Os kits de testagem disponíveis já são sensíveis para essa mutação”, explica Magda.

 

Além dos casos confirmados em São Paulo, o governo da Bahia registrou um caso de uma nova cepa do vírus originada da África do Sul.

O virologista Mário Oliveira esclarece que a família dos coronavírus, incluindo o Sars-Cov-2, é bastante mutável. Ele também alerta que pessoas dos grupos de risco são ainda mais suscetíveis. “A variante do vírus, qualquer que seja, sempre que conseguir acometer idoso ou pessoa com comorbidade, vai afetar mais gravemente. Algumas vão a óbito”, afirma.

Fonte: G1/Ceará 

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas