Atleta de Farias Brito, e único do Cariri, disputará campeonato mundial de Muay Thai na Tailândia esse mês

Por Rafael Pereira/Agência News Cariri

Um caririense, da cidade de Farias Brito, irá disputar o campeonato Mundial de Muay Thai, em Bangkok, na Tailândia. O atleta Francisco Ryan Silva, de 19 anos, disputará o título de Campeão Mundial do esporte com atletas brasileiros e de outros países. Segundo o site da Confederação Brasileira de Muay Thai, as disputas se darão nos dias nos dias 12 a 20 de março desse ano.

Francisco Ryan venceu o Campeonato Brasileiro de Muay Thai, que ocorreu em Mato Grosso do Sul, em outubro do ano passado, onde ele obteve medalha de ouro. A disputa do mundial se dará na categoria pena 54-57 quilos.

Em entrevista ao site News Cariri, Ryan falou sobre suas dificuldades e na conquista do campeonato brasileiro. “Com toda dificuldade, consegui destruir todos os obstáculos, viajo 62 km pra ir treinar no Juazeiro. Graças a Deus, com todo meu esforço cheguei onde eu mais queria. E vamos pra cima, enquanto eu tiver força e resistência eu tô batendo”, disse.

Natural de Farias Brito, e “orgulho de ser fariasbritense” como ele mesmo diz, Ryan se desloca de Farias Brito para Juazeiro do Norte, distantes cerca de 57 km, para treinar duas horas em uma academia da cidade. Treina dois dias em Juazeiro e o resto da semana em casa.

Ryan mora com a mãe e a avó. Perguntado o que elas acharam da ida à Tailândia, ele responde que “elas estão muito felizes. Elas sabem o tanto que eu batalhei pra chegar até aqui”

Segundo Ryan, ele disputará o título com várias equipes do Brasil e outros 46 países também entrarão na disputa

Outros títulos

A conquista da ida para Bangkok não foi fácil. Ryan já passou por outros campeonatos em que se destacou como Bicampeão Regional, Campeão Cearense, Tricampeonato Interestadual de Muay Thai e Campeão Norte-Nordeste e de Muay Thai.

Hospital São Vicente recebe doação de 11 metros de cabelo

Por Agência News Cariri

O Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, recebeu uma doação de 11 metros de cabelo, na última segunda-feira, 11. O material foi arrecadado pela Faculdade Paraíso do Ceará (FAP) na última campanha Outubro Rosa e será destinado para produção de perucas para mulheres que lutam contra o câncer.

Na ocasião, os estagiários da empresa júnior Fix proporcionaram uma manhã de abraços, fé e esperança para os pacientes do Centro de Oncologia. Também foi realizada uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março.

Para a professora do curso de Marketing, Klênnia Nunes, a importância desse momento é entender que ninguém está sozinho. “Essa dor, esse medo e essa angústia que vocês estão passando, podem ter certeza: também é nossa. Nós estaremos torcendo diariamente por dias melhores”, disse a docente aos pacientes.

A assistente social Socorro Pereira acompanha cada passo da jornada de superação desses pacientes. Ela afirma que essas ações causam um impacto positivo durante o tratamento oncológico. “É uma visita muito importante, pois aumenta a autoestima de cada um deles e faz com que essas pessoas se sintam acolhidas”, frisou.

Espetáculo potiguar ‘A Invenção do Nordeste’ vence prêmio Shell de Teatro com melhor dramaturgia

O teatro potiguar teve uma noite de consagração nesta terça-feira (12), no Rio de Janeiro. O espetáculo ‘A Invenção do Nordeste’, do Grupo Carmin, venceu o Prêmio Shell de Teatro na categoria dramaturgia. A entrega da premiação aconteceu no Copacabana Palace.

A dramaturgia do espetáculo é de Henrique Fontes e Pablo Capistrano. A peça busca desconstruir o estereótipo do Nordeste e do nordestino. “A peça está mexendo em algumas feridas históricas, com ícones até pouco tempo intocáveis, como Euclides da Cunha, por exemplo, que em ‘Os Sertões’ traz uma imagem do nordestino que não é verdadeira”, explicou Henrique.

Ele falou ainda da alegria de receber um dos prêmios mais importantes do teatro nacional. “Esse prêmio vem para celebrar uma parceria linda com o Pablo. A gente se conhece há mais de 20 anos, estudamos juntos, e tivemos esse reencontro no teatro. E também para celebrar o Grupo Carmin que entrou no cenário nacional com muita raça, com muita coragem. O grupo tem conseguido criar um vínculo com o público que tem marcado presença nas apresentações da peça em várias cidades do país. As pessoas estão muito desejosas de sentir representadas e a gente está fazendo a nossa parte”.

Em janeiro deste ano, o espatéculo também ganhou o Prêmio Cesgranrio de Teatro na categoria melhor espetáculo.

Apresentações em Natal

O público de Natal já pode se programar para assistir a peça. Em abril, nos dias 6 e 7, A Invenção do Nordeste volta a Casa da Ribeira para quatro apresentações. Os ingressos já estão à venda na internet.

Sobre a peça

O espetáculo é baseado no livro “A Invenção do Nordeste e Outras Artes”, do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr, e busca desconstruir imagem estereotipada do Nordeste e do nordestino.

Um diretor é contratado por uma grande produtora audiovisual para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar com maestria um personagem também nordestino. Depois de vários testes e entrevistas, dois atores vão para a fase final e o diretor tem sete semanas para deixá-los prontos para o último teste.

Durante as 7 semanas de preparação, os atores refletem (e discordam) acerca de sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples.

Em 2018, a peça circulou por estados como Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A peça é dirigida por Quitéria Kelly que também assina o figurino; com dramaturgia de Henrique Fontes e Pablo Capistrano; no elenco: Robson Medeiros, Mateus Cardoso e Henrique Fontes; assistência de direção, dramaturgia audiovisual e desenho de luz: Pedro Fiuza; direção de arte e cenografia: Mathieu Duvignaud; produção executiva: Mariana Hardi; preparação corporal: Ana Claudia Albano Viana; preparação vocal: Gilmar Bedaque; trilha sonora original: Gabriel Souto; design gráfico: Teo Viana; Xilogravura: Erick Lima; costureira: Kátia Dantas; edição de vídeo: Juliano Barreto.

Fonte: G1.com

Cantora Rita Lee conta a história da ‘ursa mais triste do mundo’ que viveu no PI em novo livro infantil

Rita Lee contará a história da ‘ursa mais triste do mundo’, que viveu no Zoobotânico de Teresina em seu novo livro infantil ‘Amiga ursa – uma história triste, mas com final feliz’, com previsão de lançamento para julho. O animal, que na capital piauiense era chamado de Marsha, foi transferido para um santuário de animais no interior de São Paulo após petição online, alegando que a permanência do animal no Piauí seria prejudicial à saúde devido às altas temperaturas.

No livro, a cantora contará a história da ursa que foi vítima de tráfico de animais e veio parar no Brasil, onde sofreu maus-tratos enquanto vivia em um circo até ser resgatada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ser doada para o Zoobotânico de Teresina, onde viveu por cerca de sete anos.

Na capital piauiense, o animal viveu em condições climáticas atípicas as do seu habitat, com temperaturas de 40 graus, até ser levada para um santuário de animais em Joanópolis (SP). Morando há cerca de seis meses no local, a ursa recebeu o nome de Rowena e começou a apresentar uma aparência mais saudável com o nascimento de novos pelos em partes onde estava pelada.

A escolha da protagonista para o novo livro é um tema recorrente nas obras infantis da roqueira, que já lançou quatro livros do gênero antes: o respeito aos animais e ao meio ambiente.

Fonte: G1.com

Corpo de engenheiro piauiense desaparecido em Brumadinho é identificado: ‘traz um conforto’

O corpo do engenheiro piauiense Edson Rodrigues dos Santos, desaparecido desde o rompimento da barragem em Brumadinho, em Minas Gerais, foi identificado nessa terça-feira (12) pelo Instituto Médico Legal. Ele trabalhava há três meses na Vale e estava próximo ao refeitório da mineradora quando o reservatório cedeu.

Edson Rodrigues dos Santos era natural de Guadalupe, onde ainda mora a família dele. O irmão Francisco Rodrigues informou que o corpo do engenheiro foi encontrado intacto e será sepultado nesta quarta-feira (13) em Conselheiro de Lafaiete, cidade mineira onde ele morava com a esposa.

“O cunhado dele ligou falando que o IML entrou em contato, que tinha identificado o corpo de Edson. Apesar do corpo ter sido encontrado intacto, ele vai sair do Instituto direto para o cemitério. A nossa esperança nesse tempo todo é que o meu irmão estivesse vivo, mas Deus quis assim, e só dele ter sido identificado nos traz um conforto”, declarou Francisco Rodrigues.

Segundo o irmão, o pai de 82 anos estava aflito pelo desaparecimento do filho. Devido a problemas de saúde, ele não deve acompanhar o enterro de Edson.

“Estamos em contato direto com a esposa dele. Eles já estavam juntos há 25 anos, se conheceram lá em Minas, mas o casamento foi aqui no Piauí porque o meu pai já não tinha condições para viajar. Eu pretendo ir depois até Minas Gerais”, disse o irmão.

Edson Rodrigues era engenheiro de tubulação anti-incêndio, e funcionário de uma empresa que prestava serviços para a mineradora Vale. Ele foi uma dos 201 mortos confirmados no desastre da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ocorrido em 25 de janeiro deste ano. Outras 107 pessoas continuam desaparecidas.

Fonte : G1.com

Risco estrutural do Holiday é alto, aponta Defesa Civil do Recife

O risco estrutural do Edifício Holiday, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, é alto, de acordo com a Defesa Civil da capital pernambucana. Em uma escala que vai 1 de a 4, o prédio encontra-se em grau 3. Segundo o órgão, por causa da queda de reboco e problemas nas fundações, imóvel necessita de reformas.

“Está na hora de fazer a manutenção. Quando chega ao nível 4, significa que mexeu na estrutura e, então, tem perigo de desabamento”, afirmou o secretário–executivo do órgão, coronel Cássio Sinomar.

Há pouco mais de uma semana, o prédio, que tem 476 apartamentos em 17 pavimentos, está sem luz e água. A falta de energia foi provocada por um curto-circuito no sistema da edificação.

Por causa disso, mais de 40 famílias deixaram os imóveis, nesse período, aumentando o problema da falta de recursos no condomínio. A inadimplência chega a 80%, segundo os moradores.

Em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (13), o secretário-executivo da Defesa Civil do Recife disse que este ano foram feitas duas ou três avaliações no Holiday. “O caso está na Justiça. Temos que garantir a segurança das pessoas”, afirmou.

Sinomar apontou que existem problemas nas fundações da edificação e desprendimento de material. “É feito o corpo humano. Tem que fazer a manutenção sempre. Caso contrário, aparecem os problemas”, declarou

A avaliação da Defesa Civil foi reforçada pelos resultados das análises realizadas pelo Corpo de Bombeiros. Em entrevista ao Bom Dia Pernambuco, nesta quarta (13), o chefe de fiscalização da corporação, tenente-coronel Erick Aprígio, informou que o Holiday tem diversas patologias.

Ele salientou que as condições do prédio são precárias e o risco de incêndio é muito alto, podendo comprometer as edificações vizinhas.

“A situação de hoje não é repentina. Já fez três anos que estamos alertando e o problema vem piorando cada vez mais, a cada ano”, declarou.

Aprígio enumerou os problemas e destacou que eles vão desde a inundação do subsolo até a falta de componentes básicos de prevenção ao fogo, além de falhas e da sobrecarga das instalações elétricas.

“Não existem hidrantes, para-raios e extintores. Além disso, há muito lixo acumulado, dificultando a circulação das pessoas e agravando a situação em caso de incêndios. Por isso, judicializamos o caso. Isso foi feito para salvar vidas”, afirmou.

Medidas

Para Cássio Sinomar e Erick Aprígio, a situação do Holiday deve servir de alerta para moradores de outros condomínios. Na avaliação deles, é necessário fazer as avaliações periódicas de cumprir as normas técnicas.

“Toda edificação multifamiliar deve ter manutenção e os sistemas de prevenção a incêndios e pânico precisam ficam em dia. O corpo de Bombeiros realiza vistorias constantes para evitar esses acidentes” disse.

O secretário-executivo de Defesa Civil do Recife salientou que cabe ao poder público alertar todos os responsáveis por edificações. “Isso pode acontecer em qualquer lugar. Devemos ficar sempre atentos ao surgirem os primeiros problemas”, observou.

Drama

Por causa de todos os problemas diagnosticados do Holiday, os moradores estão enfrentando dificuldades. No prédio, existem idosos e pessoas com dificuldades de locomoção. Em virtude do problema da energia, os elevadores estão parados.

Sem luz, alguns moradores passaram a usar velas. Isso aumenta ainda mais o risco de incêndio nos apartamentos.

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que luz só será restabelecida quando forem feitas as correções necessárias no sistema elétrico do edifício.

Diante do drama dos moradores, o governo do estado in formou, na terça-feira (12), que pretende fazer um cadastro dos idosos que moram no Holiday para tentar ajudá-los enquanto o futuro do edifício segue incerto.

A Secretaria de Direitos Humanos do Recife informou que tentou levantar o perfil dos moradores que precisam de auxílio, mas os fiscais não tiveram a entrada permitida pelos moradores.

Inquérito

Em fevereiro, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou um inquérito civil para investigar as condições de habitabilidade do Edifício Holiday. Construído em 1957, o prédio apresenta riscos aos moradores e frequentadores, segundo o órgão.

Os técnicos da Celpe estiveram no local duas vezes para efetuar o corte de energia no prédio, mas foram hostilizados pelos moradores. A companhia prestou queixa na polícia sobre o ocorrido. Durante um carnaval, um problema elétrico deixou o prédio sem energia.

Em um protesto realizado na sexta (8), moradores exigiram reparos à Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). A concessionária informou, no entanto, que só vai restabelecer a energia quando o condomínio fizer as correções no sistema elétrico e quando houver segurança.

Na segunda (11), O Corpo de Bombeiros afirmou que a situação de habitabilidade no Edifício Holiday “chegou ao limite” e que o prédio oferece riscos aos moradores. A corporação defende a interdição para reparos estruturais e no sistema elétrico.

Na terça-feira (12), o síndico do prédio, José Rufino Neto, afirmou que entre 80 e 90 apartamentos foram desocupados desde que o condomínio ficou sem luz e, consequentemente, sem água. Ele apontou que conseguir dinheiro para fazer os reparos na estrutura está cada vez mais difícil.

Fonte: G1.com

Homem suspeito de realizar assaltos em João Pessoa é espancado por moradores

Um homem foi espancado na madrugada desta quarta-feira (13), no bairro do Valentina, em João Pessoa, depois que alguns moradores perceberam que ele estava assaltando uma mulher. Luís Henrique Ferreira da Silva, de 26 anos, é suspeito de praticar outros assaltos no bairro durante a noite da terça-feira (12) e esta quarta.

O suspeito ficou muito ferido e, após a Polícia Militar ser acionada ao local, ele foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde ficou internado durante toda a madrugada.

Na manhã desta quarta-feira, Luís Henrique Ferreira foi conduzido à Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, ainda bastante machucado e com a cabeça enfaixada. Ele está na carceragem da Central e deve passar por audiência de custódia ainda nesta quarta.

Conforme a Polícia Militar, já havia um mandado de prisão em aberto contra Luís Henrique. Algumas vítimas estiveram na Central de Polícia e conseguiram recuperar os pertences roubados pelo suspeito.

Fonte: G1.com