STF retira de Moro depoimentos da Odebrecht sobre Lula

O ex-ministro Guido Mantega também é citado na delação premiada dos executivos da empresa

Por maioria de 3 a 1, a Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu encaminhar trechos da delação da Odebrecht que citam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro petista Guido Mantega para a Justiça Federal em Brasília, tirando-os da alçada do juiz Sergio Moro, de Curitiba.

Os ministros atenderam a petições dos advogados de Lula e de Mantega, que sustentaram que trechos dos depoimentos dos delatores da empreiteira não têm relação com o esquema criminoso na Petrobras, e, portanto, não devem ficar sob responsabilidade de Moro.

Votaram nesse sentido os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O relator da Operação Lava Jato no STF, Edson Fachin, foi vencido. Segundo ele, a remessa a Moro se justificava devido à aparente conexão entre os fatos delatados e os investigados em Curitiba. O ministro Celso de Mello não estava na sessão

Os trechos das delações, segundo o pedido da defesa de Lula, referem-se a vários eventos conhecidos, como as negociações para compra de um terreno para o Instituto Lula (que teriam se dado em São Paulo), a influência de Lula para aprovar linhas de crédito para obras em Angola e um pedido dele para a Odebrecht construir um estádio de futebol em São Paulo.

Atendendo a outro pedido de Mantega sobre investigações que envolvem a planilha “Pós-Itália”, registrada no “setor de propinas” da empreiteira, a Segunda Turma decidiu remeter trechos da delação do ex-executivo Fernando Migliaccio para a Justiça Eleitoral em Brasília. Com informações da Folhapress.

Fonte: Notícias ao Minuto

Afonso Sampaio visita obras de calçamento no bairro Vila Alta em Nova Olinda-CE

Por Agência News Cariri

Em um ato de ver como anda as obras na cidade de Nova Olinda-CE, o Prefeito Afonso Sampaio esteve visitando uma delas na manhã desta terça-feira, dia 14. A obra visitada foi o calçamento em pedra paralelepípedo que estão sendo feitas na comunidade do bairro Vila Alta.

Nos últimos meses várias obras tem sido feitas visando  o desenvolvimento  da cidade que a  cada dia vem mostrando resultados satisfatórios em várias áreas como saúde e educação.

Concurso Público para Polícia Civil com mais de mil vagas é anunciado pelo Governador Camilo Santana

Por Agência News Cariri

Um concurso público para a Polícia Civil foi anunciado no Estado do Ceará. O governador Camilo Santana fez o anuncio em sua redes sociais, onde relatou que serão 1.496 vagas no total para inspetores, escrivães e delegados, visando assim um maior reforço na Segurança do estado.

 O governador ainda disse que as datas referentes as inscrições e divulgação de edital para os que quiserem concorrer, saem ainda este ano.  A cada dia, o esforço para garantir uma segurança para o cidadão de bem tem crescido muito  no Ceará.

PT quer incluir “Lula” no nome de Haddad

Por Madson Vagner

A direção nacional do PT não descarta a possibilidade de incluir o nome “Lula”, no nome do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, possível candidato à presidência. A possibilidade é colocada, caso a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seja indeferida pela Justiça Eleitoral. Na campanha, o substituto passaria a se chamar Fernando Lula Haddad.

Opositores do PT iniciaram uma série de críticas a possibilidade. Não se descarta que as chapas concorrentes entrem na justiça para impedir, o que chamam de tentativa de enganar os eleitores. A resposta petista veio com o deputado federal Jorge Solla (PT-BA). Ele escreveu em seu Twitter: “A solução é simples: façam o mesmo com os seus candidatos. Bichos escrotos saiam dos esgotos!”

Nas redes sociais, vários membros do PT incorporaram o nome de Lula para homenagear o ex-presidente depois que ele foi preso. O partido avalia que pesquisas mostram que a inclusão do nome de Lula aumenta as intenções de votos a Haddad na corrida ao Planalto.

Bolsonaro demite Wal, assessora fantasma

Walderice Santos da Conceição solicitou o desligamento por causa da exposição de seu nome em denúncia de irregularidade

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ) demitiu nesta segunda-feira (13) a assessora fantasma Walderice Santos da Conceição, e afirmou que o “crime dela foi dar água para os cachorros”.

“Tem dois cachorros lá e pra não morrer de vez em quando ela dá água pros cachorros lá, só isso. O crime dela é esse aí, é dar água pro cachorro”, disse. Em janeiro, a Folha de S.Paulo revelou a existência da funcionária fantasma. De acordo com pessoas da cidade, Wal, como é conhecida, também presta serviços particulares na casa de Bolsonaro, mas tem como principal atividade o comércio de açaí.

Nesta segunda, a Folha de S.Paulo voltou ao local e constatou que a funcionária continuava trabalhando na venda de açaí em horário de expediente da Câmara. Ela figura desde 2003 como um dos 14 funcionários do gabinete parlamentar de Bolsonaro, em Brasília, recebendo atualmente salário bruto de R$ 1.351,46.

Bolsonaro afirmou que a funcionária ligou pedindo demissão, mas que seria “muito complicado” então ele a exonerou. “Eu fico chateado até, porque ela precisa, é uma pessoa pobre”, afirmou o deputado. Segundo moradores da região, o marido dela, Edenilson, presta serviços de caseiro ao deputado.Com informações da Folhapress.

Fonte: Notícias ao Minuto

Em artigo no NY Times, Lula diz que ‘o tempo corre contra a democracia’

“Eu não peço para estar acima da lei, mas um julgamento deve ser justo e imparcial. Essas forças de direita me condenaram, me prenderam”, escreveu o ex-presidente

Em artigo publicado nesta terça-feira (14) no New York Times, o ex-presidente Lula volta a fazer a defesa de sua candidatura, destacando ter fé que a justiça prevalecerá. Contudo, admite que o tempo está correndo contra a democracia. “Eu não peço para estar acima da lei, mas um julgamento deve ser justo e imparcial. Essas forças de direita me condenaram, me prenderam, ignoraram a esmagadora evidência de minha inocência e me negaram habeas corpus apenas para tentar me impedir de concorrer à Presidência. Eu peço respeito pela democracia. Se eles querem me derrotar de verdade, façam nas eleições. Segundo a Constituição brasileira, o poder vem do povo, que elege seus representantes. Então deixe o povo brasileiro decidir”, diz o texto, escrito da prisão pelo petista.

O artigo é publicado um dia antes do encerramento do prazo previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o registro das candidaturas que irão disputar essas eleições gerais no País. Por ter sido condenado em segunda instância por um órgão colegiado da Justiça, o TRF4, Lula está impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa. Contudo, seu partido insiste em manter o seu nome na disputa, tendo como plano B o do ex-prefeito Fernando Haddad e o da ex-presidenciável do PCdoB, Manuela D’Ávila. Na segunda-feira, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner alertou sua sigla da necessidade de se colocar logo em campo a estratégia de substituição de Lula, pois o PT não pode esperar “a vida inteira” para expor o ex-prefeito Fernando Haddad.

No artigo que escreveu ao New Yor Times, sob o título “Eu quero democracia, não impunidade”, o ex-presidente Lula reitera a sua tese de que “há um golpe de direita em andamento no Brasil, mas a justiça prevalecerá”. Ele lembra que foi o primeiro líder trabalhista a ser eleito presidente do Brasil e que, na ocasião, o mercado financeiro se abalou, mas destaca que o crescimento econômico que se seguiu tranquilizou o mercado. E reitera que o programa que implantou de desenvolvimento do País e de inserção das classes mais pobres foi interrompido pelo impeachment de Dilma Rousseff e pela sua prisão. “Meu encarceramento foi a última fase de um golpe em câmera lenta destinado a marginalizar permanentemente as forças progressistas no Brasil”, diz Lula no texto.

Lula tece ainda críticas à gestão Temer e ao juiz Sérgio Moro, condutor da Lava Jato na primeira instância, dizendo que o magistrado tem sido celebrado pela mídia de direita no Brasil e se tornou intocável. E reitera que embora esteja na cadeia, “por razões políticas”, está concorrendo à Presidência da República. E finaliza o artigo dizendo que não pede para estar acima da lei, mas que deseja um julgamento justo e imparcial. E apesar de dizer que é candidato, reconhece que “o tempo está correndo contra a democracia”. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte: Notícias ao Minuto

Gestores municipais de Crato reúnem-se para avaliação de projetos

Todo o secretariado municipal do Crato e alguns técnicos estiveram reunidos na tarde da última segunda-feira (13), com o prefeito Zé Ailton Brasil para juntos avaliarem as ações e projetos implementados pela gestão até o momento. A reunião aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação (SME) e foi embasada no Sistema de Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários (MAPP).

O professor Wilton Bessa, Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Ceará e Secretário Executivo do Fórum Clóvis Beviláqua (TJCE), apresentou os principais resultados alcançados até o momento e falou da importância de se fazer uma avaliação dos projetos que estão acontecendo. “É preciso fazer uma avaliação e decidir o que é mais estratégico para o município”, orientou.

A avaliação tem feito o município avançar. Um dos principais resultados é a execução total de 70 projetos nas mais diversas áreas. Da reunião, também saiu a sugestão para que o município adote um check-list padrão para que os projetos ganhem ainda mais agilidade. “Estamos no estágio de refinar o planejamento”, comentou Bessa.

Em seguida, o Secretário de Finanças e Planejamento, Carlos Eduardo Marino, coordenou a apresentação de cada secretaria, mostrando os novos projetos e suas principais ações. No encontro, os gestores tiveram a oportunidade de explanar sobre cada projeto.

O prefeito Zé Ailton Brasil finalizou a reunião agradecendo o empenho de toda a equipe e fazendo uma explanação sobre passos dados até o momento: “O MAPP é uma ferramenta que vem ajudando a gestão. Hoje conseguimos visualizar cada projeto e estamos a frente na gestão de carteira de projetos, no interior do Estado, retirando apenas Sobral. Nós crescemos, melhoramos e agradeço a cada um pelo empenho”, finalizou.

O MAPP Crato, que realiza reuniões a cada 45 dias, é inspirado no modelo estadual para atender às necessidades municipais, permitindo assim, que seja feito um monitoramento detalhado das ações e projetos.

Com Informações da Assessoria de imprensa

Seduc certifica participantes da Formação em Educação Inclusiva em Juazeiro do Norte-CE

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Educação e a Gerência da Educação Inclusiva, certificaram, na última sexta-feira, 10 de agosto, cerca de 300 profissionais que atuam na rede municipal, entre diretores administrativos, professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE), cuidadores e técnicos da Seduc.

Ao todo foram seis módulos aplicados durante 11 meses pelo Programa Formação Contínua de Educadores, da Educar Sesc Juazeiro do Norte, através de uma parceria realizada entre as duas instituições. Os participantes receberam certificados totalizando 120 horas de formação.

Durante a solenidade de entrega, a Secretária de Educação, Maria Loureto de Lima, destacou para os presentes a importância do ato de educar a partir de uma perspectiva humanística, pautada pelo afeto no trabalho de inclusão. “A inclusão começa a ter seu ensaio a partir da nossa prática enquanto profissional. A sala de aula é um ambiente laboratorial de experiências diversas ali contidas. Enquanto professores, precisamos ter o comportamento referente aos saberes que são superiores aos alunos. Não é a certificação que nos tornará humanos, primeiramente, precisamos saber se o coração está entendendo e abraçando a causa inclusiva”, falou Maria Loureto.

A Gerente da Educação Inclusiva da Seduc, Maria José Lopes (Prof. Zezé), lembra que a intenção desse curso foi a de desenvolver o interesse das pessoas pela inclusão. “Após esse curso, percebemos que algumas pessoas já fizeram adaptações em suas escolas, buscando atuar de maneira mais eficaz quando o assunto é inclusão”, comenta a gerente.

A Seduc está planejando ainda um curso mais específico voltado para todos os professores da rede, para a educação especial na perspectiva inclusiva. Até o momento, já passaram pela formação, os professores da educação infantil e os próximos serão os professores do 1º e 2º ano, chegando, consequentemente, até os professores que atuam no 9o ano.

A diretora administrativa da escola Manoel de Castro, Silvana Santana Pereira, que também participou da formação, lembrou que a educação inclusiva na rede municipal de ensino de Juazeiro do Norte possui uma credibilidade porque já vem acompanhada de perto por uma gestão comprometida que reflete diretamente nos educadores. “É uma gestão que acredita na gente”, disse a diretora. Para a Diretora da Educar Sesc Juazeiro do Norte, Mara Betânia, a parceria com a Seduc tem sido muito importante, pois reflete diretamente na qualidade de ensino e na vida dos alunos da Educar SESC que, após a realização do convênio, puderam frequentar as salas de AEE da rede municipal de ensino.

com informações da Assessoria de imprensa