Eunício, Moses e prefeito e discutem projeto para ampliar ensino superior em Campos Sales

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) recebeu nesta terça-feira (28) o deputado federal Moses Rodrigues e o prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola. Na ocasião, eles discutiram sobre apoio financeiro, à nível federal, para que o município possa abrigar uma extensão da Universidade Regional do Cariri (Urca).

De acordo com Moésio, alguns cursos de extensão da Universidade são ofertados na cidade, entretanto, funcionam de forma improvisada. “Esses cursos de extensão já contam com aproximadamente 1100 alunos, mas eles funcionam de forma improvisada. Conversamos com o reitor da Urca, ele nos pediu a apresentação de um projeto e a doação de um terreno. O terreno de 20 mil metros quadrados já está pronto e praticamente urbanizado e o que queremos é justamente tirar aquela estrutura do improviso com uma extensão da Urca”, disse o prefeito.

O deputado Moses Rodrigues reforçou a luta pela extensão da universidade. Ele informou que junto com o presidente do Senado, buscará recursos e apoios para a realização do pleito. “O que nós pactuados aqui hoje com o prefeito e com o presidente do Senado foi em relação a construção desse espaço para abrigar a extensão da Urca e assim tornar Campos Sales um centro universitário que possa atender os estudantes da cidades e de toda região”, argumentou.

O presidente do Senado recebeu o projeto para construção da estrutura e disse que reforçará essa luta junto ao ministério da Educação.

Nova Olinda/CE- Secretaria de educação divulga Cronograma do SPAECE

Por Agência news Cariri

O Governo Municipal em parceria com a Secretaria de Educação básica de Nova Olinda/CE divulgou o cronograma dos três dias de prova do SPAECE (Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará), iniciando nesta segunda-feira, dia 28 e indo até o dia 30.

 

Em nota, eles ainda agradeceram a todos os segmentos que se envolveram na preparação dos alunos durante todo o ano. “Sabemos que o aprendizado conquistado ao longo do ano, por cada estudante novolindense, é fruto de um trabalho e esforço coletivo, afirmaram.

 

Cronograma dividido por ano letivo:

Dia 28/11- 9º ano

Dia 29/11- 5º ano

Dia 30/11- 2º ano

Entidades fazem acordo para encerrar disputa sobre planos econômicos

Advocacia-Geral da União (AGU), representantes de bancos e associações de defesa do consumidor anunciaram nessa segunda-feira (27) acordo financeiro para encerrar os processos na Justiça que tratam sobre perdas financeiras causadas por planos econômicos das décadas de 1980 e 1990. Participaram das negociações, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) e a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo).

Os valores não foram divulgados oficialmente, mas pessoas envolvidas nas negociações informaram que a indenização total deve variar entre R$ 11 bilhões e 15 bilhões. O valor definitivo e a forma de pagamento dependerão de uma decisão homologatória do Supremo Tribunal Federal (STF), onde várias ações sobre o assunto estão em tramitação, aguardando o posicionamento da Corte.

O Supremo começou a discutir a questão em 2013, mas o julgamento foi interrompido diversas vezes pela falta de quórum, em função do impedimento de alguns ministros para julgar o caso. Há 390 mil processos parados em várias instâncias do Judiciário aguardando a decisão do Supremo.

O tribunal deveria decidir se os bancos têm de pagar a diferença das perdas no rendimento de cadernetas de poupança causadas pelos planos Cruzado (1986), Bresser (1998), Verão (1989); Collor 1 (1990) e Collor 2 (1991).

A principal ação em julgamento é a da Confederação Nacional do Sistema Financeiro, que pede confirmação da constitucionalidade dos planos econômicos. Os ministros do Supremo analisariam também as ações dos bancos do Brasil, Itaú e Santander.

Na mesma ação, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor pede que os bancos paguem aos poupadores os prejuízos financeiros causados pelos índices de correção que foram expurgados pelos planos inflacionários. Com informações da Agência Brasil.

Fonte: Noticias ao Minuto