Android vai permitir atualizações mesmo sem espaço para download

Versões futuras do Android poderão receber atualizações – incluindo as atualizações que corrigem falhas de segurança no sistema – mesmo que o dono do telefone tenha esgotado todo o espaço de armazenamento. O recurso modifica a organização da memória de armazenamento do Android, criando o que o Google chama de “configuração A/B”.

Na configuração A/B, o celular pode ter duas cópias simultâneas do sistema Android em versões diferentes (chamadas de “A” e a “B”). Enquanto um compartimento de sistema é utilizado (“A” ou “B”), o outro permanece dormente. Porém, quando há uma atualização, a parte inativa é que recebe os novos arquivos. Quando o telefone for reiniciado, ele já inicia com o sistema novo.

Caso ocorra algum problema, o celular pode iniciar novamente o sistema anterior – que ainda estará intacto – e tentar reaplicar a atualização.

Isso difere do modelo atual, em que o telefone possui apenas uma cópia do sistema. Quando uma atualização é lançada, o telefone precisa de cerca de 1 GB de espaço livre para baixar a atualização, que é instalada de uma só vez quando o sistema é reiniciado.

No modelo A/B, a atualização é copiada para o sistema secundário conforme ela é baixada, em etapas. Segundo o Google, é preciso apenas 100 KB de espaço livre no armazenamento do usuário. O processo é chamado de “streaming de atualização”, em analogia aos conhecidos serviços de streaming de vídeo e áudio, em que é possível consumir um conteúdo de forma instantânea, sem download prévio.

Embora o modelo A/B reserve espaço para duas versões do sistema, ele faz uso de uma otimização de espaço que permite reduzir pela metade o requerimento de armazenamento do Android. Por isso, a configuração A/B exige apenas 320 MB a mais de espaço reservado para o sistema do que o modelo tradicional. Qualquer celular com 8 GB ou mais de armazenamento poderá fazer uso do recurso.

Além de deixar que usuários baixem atualizações sem ter que liberar espaço apagando aplicativos e fotos, o modelo A/B também reduz o tempo que o telefone fica inutilizável para instalar uma atualização e deixa o sistema mais resistente contra falhas no download, já que há uma cópia secundária dos arquivos.

O recurso deve ser parte recomendada do Android 8.0, mas precisa ser configurado por cada fabricante.

fonte: G1

O nutriente que mantém o cérebro jovem

Pense duas vezes antes de passar reto pelas folhas verdes-escuras na fila do bufê. Segundo nova pesquisa, esse grupo de alimentos, que inclui espinafre, agrião, couve e rúcula, é um prato cheio para o cérebro. A conclusão vem da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, e foi publicada na revista científica Frontiers in Aging Neuroscience.

No estudo, que incluiu 60 adultos de 25 a 45 anos, os pesquisadores perceberam que quem tinha mais luteína correndo pelo sangue apresentava respostas neurais compatíveis com as de sujeitos mais jovens – e não com gente da mesma idade.

Se você reparar bem, muitas pesquisas que abordam o tema envelhecimento da massa cinzenta têm, entre os participantes, um pessoal mais velho. Pois os cientistas de Illinois decidiram focar em adultos mais jovens para ver se, nesse grupo, as diferentes concentrações de luteína já impactariam no funcionamento do cérebro.

“À medida que envelhecem, as pessoas passam por um declínio natural. No entanto, nosso trabalho evidencia que esse processo se inicia muito antes do esperado. É possível começar a notar certas diferenças por volta dos 30 anos”, disse Anne Walk, a principal autora da experiência, em um comunicado à imprensa.

Como a luteína parece ser capaz de prevenir esse comprometimento dos neurônios, a pesquisadora sugere apostar no consumo de alimentos ricos nesse nutriente, principalmente nas primeiras décadas de vida. E atenção: além de estar presente nas folhas verdes-escuras, essa substância se encontra no ovo e no abacate.

E não é só o cérebro que sairia ganhando. A substância também se acumula nos olhos, onde atua como antioxidante na retina e nas lentes oculares. Não à toa, sempre é lembrada quando se aborda a manutenção de uma visão perfeita.

Fonte: Editora Abril

Christian Pior detona Pabllo Vittar e manda recado: ‘Cuidado, bicha!’

Mesmo soando como uma unamidade entre os brasileiros, Pabllo Vittar já conquistou a antipatia de alguns. Depois de ter sido ignorado por Amim Khader, a cantora foi duramente criticada por Evandro Santo, o Christian Pior do Pânico.

Em desabafo feito nas redes sociais, Evandro diz que a drag queen se recusou a lhe dar uma entrevista. “Sinceramente eu esperava mais humildade do Pabllo Vittar. Sendo gay, poderia ter sido educado, mas me negou uma entrevista. A Anitta falou e foi superlegal. Cuidado, bicha. Tem pessoas que estão na sua frente, antiga, e você não faz a deslumbrada. Cuidado”, escreveu Evandro.

Nos comentários, os seguidores se dividiram entre defensores de Pabllo e críticos contra a atitude da cantora. “Vc é maior que isso meu amor. Pensa que o mundo gira, amanhã tem mais…”, afirmou um internauta. “Ficou magoado nada. Vc quer é ibope pq sabe que Pablo está no auge. Toma vergonha sua bixa”, retrucou outro.

Em seguida, Evandro tratou de explicar: “Vamos lá! Eu sou fã do Pablo!! Tanto que sigo o João, que veste ele! Eu queria muiiiito falar com ele! Eu, como fã! Fiquei magoado! Confesso!”, desabafou o humorista.

fonte: noticias ao minuto

Serviços e agronegócio puxaram alta no emprego no Ceará em julho

 

A alta no emprego no Ceará no mês de julho foi puxada principalmente pelos setores de serviços e agronegócio. De acordo com dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), o Ceará gerou 1.871 novas vagas no mês passado, consolidando dois meses seguidos de saldo positivo no trabalho com carteira assinada.

Na área de serviços, foram 1.388 empregos a mais que o número de demissões. O destaque foi o subsetor de comércio, administração, imóveis e valores, com saldo positivo de 1.098 vagas.
Na agricultura, apesar da pior seca que o Ceará sofre nos últimos 100 anos, foram criadas 592 novos postos de trabalho formal em julho, conforme os dados do Caged, divulgado pelo Ministério do Trabalho.
Na contramão do crescimento, tiveram baixa os setores da indústria, com perda de 155 vagas no período; e na construção civil, que demitiu 269 trabalhadores a mais do que contratou.
Em junho, o Ceará havia concluído o mês com um leve saldo positivo, com criação de 133 postos de trabalho com carteira assinada. O crescimento encerrou um período de baixa que durava três meses.
Melhor julho do país em quatro anos
(Foto: Arte/G1) (Foto: Arte/G1)
(Foto: Arte/G1)
Segundo dados oficiais, foi o melhor mês de julho em quatro anos no Brasil. No mesmo mês de 2015 e do ano passado, respectivamente, foram fechadas 157.905 e 94.724. Em julho de 2014, por sua vez, foram abertas 11.796 empregos com carteira assinada.
De acordo com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, a geração de empregos formais em julho deste ano mostra que o país está no “rumo certo” e que o governo “está tomando as medidas necessárias para colocar novamente o Brasil no rumo do crescimento econômica e da recuperação do emprego”.

fonte: G1-Ce

PRF prende dois homens e apreende 100 Kg de maconha

No início da noite de quarta-feira (09), agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) se deslocavam até uma agência de turismo próximo à rodoviária de Presidente Dutra, a 347 km de São Luís, com intuito de apurar denúncia de um carregamento de droga que estaria por chegar.
Quando a equipe compareceu ao local, visualizou dois homens no interior de um veículo de passeio com placas NMQ-3684 estacionado na porta do referido estabelecimento.
Ao perceberem a presença da viatura da PRF, os dois homens, de 25 e 34 anos, fugiram com o veículo, mas foram alcançados pelos policiais rodoviários alguns metros. Após a abordagem, os agentes confirmaram que os dois jovens iriam buscar três caixas com 101,48 Kg de maconha, distribuídos em cem tabletes.
Diante das evidências foi dada voz de prisão para ambos e eles foram conduzidos junto com a droga para a Delegacia de Polícia Civil em Presidente Dutra, onde ficarão à disposição da Justiça.

Fonte: G1