Crato – Audiência Pública discutirá implantação de escola no prédio do Sesi

A Câmara Municipal do Crato promoverá a segunda Audiência Pública da atual Legislatura. O encontro será realizado na próxima sexta-feira, 7, e debaterá propostas para a implantação de uma escola municipal em tempo integral no prédio do Sesi, localizado a Avenida Padre Cícero e desativado há alguns anos.

Segundo o autor da proposta, vereador Roberto Anastácio (PTN), a audiência visa somar forças políticas para este fim. “Uma escola modelo em tempo integral voltada à grade curricular de ensino e suplementada com atividades de esporte, cultura e lazer para as nossas crianças e pré-adolescentes”, explica o vereador.

Para isto, a pedido do parlamentar, foram convidados senadores e deputados estaduais e federais que obtiveram votos em Crato. Igualmente, receberam convites o prefeito do Crato, José Ailton Brasil, e o governador do estado, Camilo Santana, além de representantes do Serviço Social da Indústria (Sesi).

De acordo com Roberto Anastácio, a escola possibilitará a formação de cidadãos, além de atletas e artistas profissionais. “A Mesa Diretora já está fazendo os devidos contatos”, finaliza o vereador Bebeto ao acrescentar que a participação popular à Audiência Pública é de grande importância.

 

Demutran instala novos semáforos em Juazeiro do Norte

O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Juazeiro do Norte, modificou a sinalização de alguns pontos da cidade. A mudança foi feita com o objetivo de melhorar, dar mais fluidez e organizar o tráfego de motoristas e pedestres.

Em três cruzamentos da cidade foram instalados novos semáforos. Na avenida Padre Cícero com avenida Carlos Cruz, avenida Paulo Maia e Hildegarda Barbosa, foi instalado um semáforo e o canteiro central foi aberto para dar mais fluidez ao trânsito. O projeto inicial previa um sinal com quatro tempos, mas após a instalação, e devido ao grande número de engarrafamentos, o Demutran alterou de quatro para três tempos. O sinal abre simultaneamente na avenida Padre Cícero e uma vez para quem vai da avenida Carlos Cruz para a avenida Padre Cícero ou para a avenida Paulo Maia e uma vez para quem vai da rua Hildegarda Barbosa para a avenida Padre Cícero ou avenida Carlos Cruz.

Os outros dois semáforos foram instalados em pontos que a comunidade já solicitava. No cruzamento da Avenida Humberto Bezerra com Rui Barbosa e rua Vaqueiro Raimundo Jacó. O outro semáforo foi posto no cruzamento das avenidas Ailton Gomes com Maria Letícia Pereira, próximo ao Centro Universitário Leão Sampaio.

As mudanças que são realizadas pelo Demutran, sempre são feitas após uma série de estudos. “Toda mudança visa o benefício da comunidade. Claro que teremos que ter paciência e nenhuma mudança é definitiva, e pode ser reavaliada. Escutamos as críticas, reavaliamos e buscamos melhorar”, afirmou Cláudia Barbosa, chefe do setor de Educação e Estatística do Demutran de Juazeiro do Norte.

Confira de quem é a melhor internet móvel do Ceará, segundo a Anatel

Segundo ranking da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disponibilizado pelo site Meu Melhor Plano, no Ceará, a Vivo lidera nos dois rankings de satisfação da agência reguladora em 2016. A operadora Vivo lidera tanto no ranking de satisfação geral Pós-Pago quanto no Pré-Pago. Em segundo lugar aparecem Claro e TIM no Pós-Pago e somente a Claro no Pré-Pago. A Oi é a última tanto no Pós-Pago quanto no Pré-Pago, mas, neste último, a TIM também é lanterna.

No Pós-Pago, a Vivo fica em primeiro com nota de 7,65. A Claro, vice-líder, tem 7,09. TIM fica em terceiro com 6,79 e Oi é a última com 5,65. Considerando-se a margem de erro há empate técnico entre Claro e TIM.
No ranking Pré-Pago, a Vivo tem nota de 7,62 em primeiro. Em segundo lugar a Claro tem 7,13, seguido pela TIM com 6,64 e a Oi em último com 6,41. Considerando-se a margem de erro há empate técnico entre Oi e TIM.
No Brasil, observa-se uma média de satisfação geral de 6,86, sendo que na 1ª posição nacional aparece a Porto Seguro com 8,12. Há um empate estatístico na 2ª posição entre Vivo (7,03) e Nextel (7,02). Na 3ª posição está a Claro (6,93). Há um empate estatístico na 4ª posição entre Algar (6,91) e TIM (6,81) e a 5ª posição e última é a Oi (6,24).

Diario do Nordeste

Número de casos de febre chikungunya no Ceará dobra em uma semana

O número de casos confirmados de febre chikungunya confirmados no Ceará em 2017 mais que dobraram no intervalo de uma semana. De acordo com boletim epidemiológico divulgada pela Secretaria da Saúde do Ceará nesta terça-feira (4), o estado tem 2.677 registros da doença; na semana anterior, eram 1.281 confirmações.

A doença causou uma morte neste ano, em Fortaleza, em fevereiro. Ainda conforme a secretaria, quase metade dos casos da doença ocorrem na capital cearense, com 1.385 confirmações até a primeira semana de abril. Em Caucaia, são 397 casos.

Chikungunya e os sintomas

Por ser transmitido pelo mesmo vetor da dengue, o mosquito Aedes aegypti, e também pelo mosquito Aedes albopictus, a infecção pelo chikungunya segue os mesmos padrões sazonais da dengue. O risco aumenta em épocas de calor e chuva, mais propícias à reprodução dos insetos. Eles também picam principalmente durante o dia.

Entre quatro e oito dias após a picada do mosquito infectado, o paciente apresenta febre repentina acompanhada de dores nas articulações.

Outros sintomas, como dor de cabeça, dor muscular, náusea e manchas avermelhadas na pele, fazem com que o quadro seja parecido com o da dengue. A principal diferença são as intensas dores articulares.

Em média, os sintomas duram entre 10 e 15 dias, desaparecendo em seguida. Em alguns casos, porém, as dores articulares podem permanecer por meses e até anos.

De acordo com a OMS, complicações graves são incomuns. Em casos mais raros, há relatos de complicações cardíacas e neurológicas, principalmente em pacientes idosos. Com frequência, os sintomas são tão brandos que a infecção não chega a ser identificada, ou é erroneamente diagnosticada como dengue.

Não há um tratamento capaz de curar a infecção, nem vacinas voltadas para preveni-la. O tratamento é paliativo, com uso de antipiréticos e analgésicos para aliviar os sintomas.

Se as dores articulares permanecerem por muito tempo e forem dolorosas demais, uma opção terapêutica é o uso de corticoides.

Instalador proibido de se jogar em redes diz que foi prejudicado: ‘Não posso mais divulgar meu trabalho’

O Instalador de redes de proteção de janelas Luís Paulo Mendes da Silva, de 30 anos, que ficou conhecido por testar o produto se jogando sobre a rede de segurança, após a instalação, contou ao G1 que se sentiu prejudicado após o Ministério Público do Trabalho (MPT) o proibir de realizar o “teste”.

O profissional foi orientado a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual se compromete a seguir a determinação, sob multa de R$ 10 mil em caso de descumprimento. O documento foi assinado no dia 29 de março, mas a informação só foi divulgada pelo MPT nesta terça-feira (4).

De acordo com Luís Paulo, que mantém uma empresa ao lado da mulher e de uma irmã, publicar vídeos onde aparecia se jogando nas redes de proteção era a forma usada para divulgar o trabalho dele e mostrar a qualidade do produto para os clientes.

“Não posso mais divulgar meu trabalho e nem mostrar a qualidade para o cliente. Esse era o meu diferencial. Ninguém faz esse teste além de mim. Acho um absurdo, mas tenho que seguir [a determinação]. Não tenho como pagar essa multa”, contou.

Segundo ele, os clientes estão cobrando que ele faça o teste. “Os clientes ficam falando: ‘Faz um testezinho’. Mas eu não posso. Ando com o papel no bolso para mostrar para as pessoas”, completou.

Morador de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, Luís Paulo ficou famoso nas redes sociais em fevereiro deste ano, após postar um vídeo no qual aparece se jogando em uma tela de proteção, que ele mesmo instalou na varanda de um apartamento na capital.

Poucas horas após a publicação, o vídeo já tinha mais de oito mil visualizações. Em entrevista ao G1 em fevereiro, Luís Paulo contou que após compartilhar o vídeo nas redes sociais, a procura pelo serviço aumentou de 10 para 50 por semana. Nesta quarta-feira, o instalador contou que atualmente atende 24 clientes por semana.

“Eu atendo 4 pessoas por dia, de segunda a sábado. São 24 por semana. Tenho clientes em Feira de Santana, Praia do Forte, em Salvador. Atendo na Bahia toda. É só chamar”, disse.

Segundo Luís Paulo, a rede de proteção que usa suporta até 300 kg por metro quadrado, mas, ainda assim, os consumidores devem fazer a manutenção. Ele pesa 70 kg e não se sente em risco ao fazer os testes.

“Ela [a rede] só não suporta faca, tesoura e bago de cigarro. Ela foi feita para aguentar peso, mas a tela deve passar por uma revisão a cada dois anos”, destacou.

Luís contou que, apesar da procura por instalação de redes ser maior, a empresa dele também oferece serviços como tela para mosquitos, varal de teto, película solar e papel de parede.

Apesar de jovem, Luís Paulo trabalha com a instalação de redes e proteção e outros serviços há 15 anos. Ele contou ao G1 que começou o trabalho na área por causa da mãe, que o colocou para fazer o serviço junto com o irmão mais velho.

“Eu estudava pela manhã e pela tarde jogava gude, empinava arraia [pipa]. Então, minha mãe disse: você vai trabalhar porque filho meu não vai ‘dar para vagabundo’. Depois disso eu ia estudar pela manhã e pela tarde eu ia instalar redes com meu irmão que trabalhava com isso. A partir daí eu não parei mais”, contou.

g1