Xuxa vai encerrar contrato com Record e deve voltar à Globo em 2021

A apresentadora espera o fim do contrato com a Record para fazer o anúncio sobre o retorno a ex-casa

Quando anunciou em uma entrevista a sua saída da Record no final deste ano, na semana passada, Xuxa Meneghel deixou no ar que o futuro na televisão ainda era certo. Mas, esta coluna de apenas seis leitores soube que a apresentadora vai anunciar no início do ano que vem a ida para Globo. Ou seja, assim que acabar o vínculo com a emissora de Edir Macedo, ela conta a  novidade que já corre solta nos bastidores dos Estúdios Globo.

No início de outubro de 2019, acompanhada do namorado, Junno Andrade, ela apareceu meio na surdina nas instalações da empresa, em Jacarepaguá, e descobriu que as portas da antiga casa estavam abertas às negociações. Recentemente, Xuxa foi liberada pela Record para gravar participações nos programas ‘Altas Horas’, ‘Conversa com Bial’ e ‘Lady Night’, aumentado os boatos sobre um possível retorno para a Globo.

Xuxa foi contratada pela Record em março de 2015, pouco tempo depois de ser desligada da ex-casa após 30 anos. Procurada, a assessoria da apresentadora disse desconhecer a informação.

Fonte: ig/Gente

Detran-CE realiza terceiro leilão virtual em 2020

Nos dias 24 e 25 de setembro, o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) vai realizar o seu terceiro leilão on-line. O procedimento será feito de forma virtual, com visitação e pregão realizados pela Internet. Serão ofertados 447 lotes entre carros e motocicletas de diversos modelos, além de sucatas. Os lances iniciais vão de R$ 500,00 a R$ 3.300,00 para motos e R$ 2.700,00 a R$ 9.000,00 para automóveis, e poderão ser realizados até as 16h30 do dia 25 de setembro. Qualquer pessoa pode participar, entretanto, os lotes de sucata só podem ser arrematados por sucateiros (pessoa jurídica), cadastrados previamente no Detran-CE.

Serão leiloados somente os veículos que foram apreendidos até 31 de janeiro de 2020 e que já estavam em procedimento de leilão, removidos para o pátio do Leiloeiro Oficial.

Para participar, os interessados devem se inscrever no site da Montenegro Leilões (www.montenegroleiloes.com.br), que também disponibiliza um bate-papo on-line para esclarecer dúvidas sobre o cadastro. Quem preferir, também poderá obter mais informações através do telefone: (85) 3066.8282.

A realização do leilão pela internet permite a participação dos interessados sem que haja aglomerações, evitando assim a propagação do novo Coronavírus. Além disso, com a venda dos lotes de sucatas que já estavam prontos para leilão, evita-se a possível propagação de focos do mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Para ver a relação de todos os lotes clique aqui.

Após o término do leilão e cumprido o prazo estabelecido, a partir do dia 10 de novembro de 2020, os arrematantes deverão comparecer ao Detran para efetuar procedimentos como emissão e pagamento das taxas, vistoria e transferência.

Importante ressaltar que o arrematante recebe o veículo adquirido sem nenhum débito anterior ao leilão, sendo de sua responsabilidade efetuar apenas o mesmo procedimento de um veículo comprado em concessionária como taxa de transferência, confecção de placa, entre outros.

Para mais informações, acesse: Normas e Procedimentos do Leilão Público.

Todos os veículos foram apreendidos pelo órgão por circularem irregularmente na via pública. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina que órgãos de trânsito façam leilão de veículos apreendidos, quando não são resgatados pelos proprietários em 30 dias.

Serviço

Leilão On-line de Veículos do Detran CE
Data: 24 e 25 de setembro de 2020
Visitação e Participação: Cadastro e Tour-Virtual no site www.montenegroleiloes.com.br

Mega-Sena, concurso 2.302: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 50 milhões

As dezenas sorteadas: 18 – 22 – 25 – 27 – 43 – 44. Quina teve 126 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 27.380,62.

O sorteio do concurso 2.302 da Mega-Sena foi realizado na noite desta quarta-feira (23) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O prêmio previsto era de R$ 43 milhões para quem acertasse as seis dezenas, mas acumulou. Para o sorteio deste sábado (26), o prêmio previsto é de R$ 50 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 18 – 22 – 25 – 27 – 43 – 44.

  • A quina teve 126 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 27.380,62.
  • A quadra teve 6.684 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 737,35.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1

Dois homens são presos suspeitos de envolvimento em latrocínio de soldado da PM em Cascavel, no CE

O PM trafegava em um automóvel com outros dois amigos civis, quando se deparo com uma barreira de pneus e pregos na via, e foi abordado por suspeitos armados que anunciaram o assalto.

Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar, Frank Dellano de Almeida Nunes, de 25 anos, no domingo (20) na cidade de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza. As prisões foram feitas por policiais civis e militares, durante buscas realizadas desde o dia do latrocínio.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma terceira pessoa foi presa em flagrante por integrar uma organização criminosa que atua em Cascavel. A secretaria informou que deve divulgar às 10 horas desta quinta-feira (24) mais informações sobre a prisão.

O crime

O PM foi morto a tiros após reagir a uma tentativa de assalto no distrito de Cristais. De acordo com a Polícia Militar, o soldado trafegava em um automóvel com outros dois amigos civis, quando foi interrompido por uma barreira de pneus e pregos na via, momento em que suspeitos armados anunciaram o assalto. O PM reagiu, houve uma troca de tiros e ele acabou sendo baleado pelos assaltantes.

Frank Dellano de Almeida Nunes, que atuava na 1ª Companhia do 16º Batalhão Policial Militar (1ªCia/16ºBPM) no Bairro Messejana, em Fortaleza, foi socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas já chegou sem vida ao hospital.

Fonte: G1

Cientista liga casos de dengue à imunidade para covid-19

Um estudo que analisou a dinâmica da covid-19 no Brasil encontrou uma possível correlação inversa entre infecções pelo novo coronavírus e casos confirmados de dengue. Observando mapas de ocorrência das doenças, os pesquisadores constataram que locais que tiveram muitos casos de dengue em 2019 e no início de 2020 tiveram menos infecções e óbitos por covid-19.

Os pesquisadores observaram as cidades que mais espalharam casos para o País – a liderança ficou com São Paulo -, as rodovias que auxiliaram na disseminação da doença e o “efeito bumerangue” causado pela infecção: capitais levando o vírus para o interior e o interior enviando pacientes infectados para as UTIs das capitais. A conta que não fechava era de como algumas localidades não estavam registrando o mesmo avanço da covid-19, apesar desses fatores. A pesquisa está disponível no repositório de pesquisas medRxiv.

Tentando buscar uma explicação, encontrei o mapa da dengue do Ministério da Saúde e, onde tinha demorado a chegar covid, como Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná, era onde tinha muitos casos de dengue, era complementar. Encontramos correlação inversa”, explica Miguel Nicolelis, professor catedrático de neurobiologia, engenharia biomédica, neurologia e neurocirurgia da Universidade Duke, nos EUA.

Para ter um controle, o grupo fez o mesmo experimento com os casos de chikungunya, mas não encontrou relação. Então, partiu para a análise da situação da dengue em outros países. “Os dois vírus estão competindo pela mesma população de suscetíveis, mas a dengue precisa de um mosquito e covid é transmitida de pessoa a pessoa, muito mais rápido.” Segundo o pesquisador, é possível que as pessoas que tiveram dengue tenham uma defesa parcial.

“Não fizemos testes sorológicos, mas outros pesquisadores fizeram”, observa o brasileiro. “Há um estudo de Israel com 99 amostras de dengue. No começo da pandemia, eles tiveram a ideia de testar as amostras de dengue para coronavírus e deu positivo em 22. Existem anticorpos para covid e isso apoia a nossa teoria, mas tem de fazer a validação imunológica.”

“As pessoas têm de entender que existe uma ciência de emergência, que tem de ser explorada rapidamente. Estamos fazendo este relato com dados amplos de 71 países da América Latina, Caribe, Ásia e África. (O próximo passo é) que a gente possa criar um consórcio de pesquisa rapidamente para fazer o estudo pelo Brasil afora. Temos amostras e vários especialistas na área de dengue e podemos criar um grande projeto nacional. Estamos aceitando colaborações do País inteiro, porque isso é um achado único”, afirma Nicolelis

De acordo com ele, comprovada a relação, vacinas para a dengue em desenvolvimento poderiam ser usadas para o novo coronavírus antes que o imunizante específico seja validado. Para passar para essa etapa, um projeto de pesquisa nacional, por meio de parcerias, poderia ajudar a acelerar as respostas sobre essa possível relação.

Infectologista da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu, Carlos Magno Fortaleza diz que é necessário fazer um aprofundamento no estudo, pois os dados sobre dengue podem ser afetados por fatores como a subnotificação e a eliminação dos criadouros – considerando que as pessoas estão há mais tempo em casa e podem ter tido esse cuidado.

E ele não descarta até coincidências. “É complicado fazer associações causais com dois fatos que podem ser coincidentes. São necessários estudos mais avançados do que a comparação.”

O infectologista Julio Croda, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e professor da Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e da Escola de Saúde Pública de Yale, reforça a necessidade de uma análise individual para poder estabelecer algum tipo de relação. “Outras variáveis que podem confundir podem não ter sido captadas. Não tem uma análise individual, com os casos de dengue e de covid por região. É preciso analisar os indivíduos que tiveram dengue. Em pesquisa, a gente começa a levantar hipóteses, mas precisa dos ensaios clínicos.”

Fonte: R7

Pandemia faz procura por crédito para reforma da casa crescer 44%

Com a quarentena, as famílias começaram a perceber a necessidade de ampliar espaços comuns, construir áreas para estudos, trabalho e lazer

A pandemia do novo coronavírus despertou o interesse das famílias em melhorar o ambiente comum da casa ou amplia o imóvel. E muitas delas recorreram ao crédito para conseguir fazer as obras.

Levantamento da Pontte, fintech de crédito digital, identificou que a busca por crédito para reformas em casas, apartamentos e prédios comerciais cresceu 44% entre março, quando iniciou a quarentena, e julho.

Maria Rosenberg, CCO e responsável pelos clientes, diz que a plataforma recebeu mais de 4,8 bilhões de solicitações de crédito até agosto de 2020. Em 2019, nesse mesmo período o montante foi de 1,7 bilhão.

Há também pessoas, segundo ela, que viram que precisavam aumentar os espaços comuns para acomodar melhor a família.

“Essas famílias não ficavam quase em casa, por isso não se incomodavam tanto com o espaço.”

Ao todo, a fintech, que só oferece empréstimos com o valor mínimo de R$ 30 mil, estima ter recebido mais de R$ 6 bilhões em solicitações de crédito em 2020.

Em fevereiro, período pré-pandemia, 9% desse total tinha como foco a reformas do imóvel. De março até agora, houve um aumento de 22% no interesse de crédito para renovar espaços, fachadas e dar uma nova cara para o lar.

E foram solicitados R$ 670 milhões em crédito somente para reformas.

Outros motivos para os pedidos de empréstimos foram: problemas de saúde, quitar dívidas ou investir num negócio próprio.

A startup atua somente com a modalidade garantia imobiliária, aquela na qual a casa do solicitante é apresentada como garantia para o pagamento do empréstimo. Seu público-alvo é a classe média alta.

A zootecnista Laiz Matos, 33, viu uma oportunidade para reformar um apartamento que tem em São José do Rio Preto (438 km da capital de São Paulo).

Ela trocou o piso, o revestimento, colocou guarda-roupa e armários embutidos na cozinha e na lavanderia e box do banheiro.

Laiz acredita que a reforma vai valorizar o valor do aluguel e o preço do imóvel, que ela pretende vender no futuro.

Para Frederico Marcondes César, vice-presidente do interior do Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo), o baixo rendimento da poupança, que desabou para 0,12% ao mês (1,4% ao ano), vem fazendo com que as pessoas busquem ativos mais seguros.

E muitos estão optando por fazer melhorias no seu imóvel, ampliar espaços ou trocar um eletroeletrônico.

César acredita que com a Selic (taxa básica de juros) a 2% ao ano, os juros de linhas de crédito para construção, reforma ou financiamento imobiliário estão bastante atrativas.

“O mercado imobiliário ficou parado durante quatro anos. Somente no segundo semestre do ano passado que os lançamentos voltaram e em uma velocidade fantástica de lançamentos”, finaliza.

Fonte: R7

Covid-19: maioria dos norte-americanos deve ser vacinada até julho

Informação foi dada no Senado pelo chefe do CDC, Robert Redfield

Uma das maiores autoridades de saúde dos Estados Unidos (EUA), Robert Redfield, disse a um comitê do Senado, nessa quarta-feira (23), que acredita que a vacinação contra a covid-19 ocorrerá ao longo de vários meses e que a maioria dos norte-americanos poderá estar vacinada até julho de 2021.

Chefe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, Redfield afirmou que acredita que haverá cerca de 700 milhões de doses de vacinas até o fim de março ou abril, o suficiente para 350 milhões de pessoas.

“Acho que vamos precisar de abril, maio, junho, vocês entendem, possivelmente julho, para que o público americano inteiro seja completamente vacinado”, disse ele ao Comitê de Saúde, Educação, Trabalho e Pensões do Senado.

Além de Redfield, Stephen Hahn, chefe da Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA), Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, e Brett Giroir, autoridade dos Serviços Humanos e de Saúde, participaram de audiência a respeito da pandemia de covid-19, que já matou mais de 200 mil pessoas nos EUA.

Ainda não existe vacina contra a doença, mas há várias em testes de estágio avançado no país, como as da Pfizer, da Moderna e da Johnson & Johnson As empresas começaram a fabricar as vacinas contando com uma autorização regulatória rápida assim que for provado que funcionam.

Para Anthony Fauci, 50 milhões de doses deverão estar disponíveis em novembro, 100 milhões até o fim de dezembro e um total de 700 milhões até abril.

Autoridades de saúde e o presidente Donald Trump expressaram opiniões diferentes a respeito de quando as vacinas estarão disponíveis para a maioria dos norte-americanos. O processo de decisão de como distribuir as vacinas cabe em grande parte ao CDC.

Redfield disse que a Operação Warp Speed, grupo governamental que conta com autoridades dos departamentos da Saúde, dos Serviços Humanos e da Defesa, decidirá como alocar as vacinas.

A senadora Patty Murray, a democrata mais graduada do comitê, citou alguns exemplos noticiados da pressão do governo Trump sobre as agências de saúde, o que inclui autorizações da FDA para a hidroxicloroquina e o plasma convalescente como tratamentos para a covid-19, e mudanças na diretriz do CDC para testes em indivíduos assintomáticos.

“Qualquer um desses exemplos de pressão política seria alarmante por si só. Mas, juntos, eles traçam um padrão claro de interferência que é simplesmente aterrorizante”, disse.

O chefe da FDA garantiu que a agência examinará a segurança e eficácia das vacinas para a covid-19, minimizando o papel do governo Trump em seu processo de autorização.

“A FDA não autorizará ou aprovará uma vacina com a qual não nos sentiríamos confortáveis de dar às nossas famílias”, disse o dr. Stephen Hahn.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Caixa paga parcela de R$ 300 do auxílio emergencial a mais 1,6 milhão hoje

Pagamento é para beneficiários com número do NIS com final 6. Parcelas de R$ 300 serão pagas a menos pessoas.

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta quinta-feira (24) a primeira das 4 parcelas do Auxílio Emergencial residual para 1,6 milhão de trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS tem final 6.

O calendário desta parcela (a 6ª do Auxílio Emergencial), sempre pela numeração do benefício, segue até 30 de setembro (veja no calendário mais abaixo). Para os beneficiários fora do Bolsa Família, o calendário de pagamentos das parcelas 6 a 9 do auxílio, que serão de R$ 300, ainda não foi anunciado.

As parcelas de R$ 300 serão pagas a 16,3 milhões de pessoas que fazem parte do Bolsa Família ao todo. O número representa uma redução de quase 3 milhões de beneficiários nesses novos lotes de pagamento. As cinco parcelas anteriores de R$ 600 foram pagas para 19,2 milhões de pessoas.

A redução no número de beneficiários se deve à queda pela metade do valor da parcela do Auxílio Emergencial. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300, o beneficiário receberá o valor do Bolsa.

Calendários de pagamento

Veja abaixo o calendário de pagamentos para os beneficiários do Bolsa Família. Clique aqui para ver o calendário completo de pagamentos do Auxílio Emergencial.

Fonte: G1

Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre

Queda foi estimulada por medidas contra a pandemia

O Indicador de Custos Industriais caiu 1,5% no segundo trimestre de 2020, comparado ao período anterior, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A entidade considera a redução “um alívio” para o setor, mas espera para os próximos meses aumento do preço dos insumos, por impacto da alta do dólar.

“Percebemos que a maioria dos fatores que puxaram esse índice para baixo é transitória. Os impostos foram adiados, mas serão pagos. O custo de energia, com a retomada da economia, tende a aumentar. O mesmo vale para os custos com pessoal e com capital de giro. Os preços dos insumos subiram bastante, em parte devido à queda temporária da oferta em razão da crise e também à desvalorização do real. Temos um problema que começa a aparecer e que vai ficar patente assim que as medidas emergenciais tiverem seu fim”, avalia o gerente executivo de Economia da CNI, Renato da Fonseca.

O índice de custo com bens intermediários subiu 6,2%, reflexo do impacto do câmbio no aumento do preço dos insumos, nacionais e importados. O custo com bens intermediários importados cresceu 17,1% e o custo com bens intermediários nacionais aumentou 4,1%. Segundo a CNI, esse resultado também é influenciado pela taxa de câmbio, à medida que o dólar mais caro incentiva a exportação dos insumos produzidos no país, com aumento de preços para a demanda interna.

Custos tributários

Nos componentes do índice, há quedas acentuadas, como a de 21,2% no custo tributário, devido à postergação do prazo de pagamento de impostos, ao recuo de 19,2% no custo do capital de giro, que ocorreu pelas medidas de aumento da liquidez do Banco Central, e de 6,6% no custo com pessoal, pelos acordos de redução de jornada e salário.

Houve queda de 9% no custo com energia, o que se deve à menor demanda por combustíveis devido à menor circulação de pessoas e menor atividade econômica.

Segundo a CNI, os custos caíram mais que os preços das mercadorias produzidas, indicando ganho de lucratividade da indústria brasileira no segundo trimestre. Enquanto os custos caíram 1,5%, os preços das mercadorias produzidas recuaram 0,1%.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

PF faz operação contra desvio de verbas do SUS no Rio

Suspeitos teriam desviado R$ 9 milhões do SUS

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (24) dois mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão contra suspeitos de desviar R$ 9 milhões em recursos públicos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio de Janeiro. 

De acordo com a PF, investigações iniciadas em junho deste ano encontraram indícios de fraudes na contratação de um laboratório no município de Magé, na região metropolitana do Rio.

Ainda segundo a Polícia Federal, foram identificadas irregularidades no processo de contratação do laboratório, como o direcionamento da escolha de empresa específica, fraudes no processo de chamamento público e na execução do contrato.

A investigação encontrou indícios da participação de pessoas ligadas à Secretaria Municipal de Saúde de Magé e de um vereador do município, que seria o proprietário do laboratório beneficiado no esquema.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Vídeo: irmão do prefeito de Catarina dá dinheiro a eleitor

Jefferson Paes de Andrade é flagrado e fica constrangido

O CN7 teve acesso, nesta quarta-feira (23), a vídeo em que Jefferson Paes de Andrade, irmão do prefeito de Catarina, Thiago Paes de Andrade, é flagrado dando dinheiro em uma ação eleitoral.

O vídeo é de um almoço no distrito Vila Flamengo. Nele, Jefferson dá dinheiro a um eleitor e fica constrangido ao ver que está sendo filmado. Na gravação, uma pessoa chama Jefferson de “jacaré”, numa referência à esperteza política.

Mesmo não morando em Catarina, Jefferson sempre se sustenta no poder — está no controle da prefeitura há 16 anos –, porque afirma saber se ajeitar com povo.

Jefferson é quem manda e coloca os seus na cadeira do poder. Agora, é o irmão Thiago, que busca a reeleição.

Em tempo

O Ministério Público Eleitoral tem mais uma prova, agora, da estratégia de Jefferson para não sair do poder.

Em tempo II

Jefferson é o que está de camisa verde abacate pagando um eleitor. Na cadeira de balanço, está Thiago Paes de Andrade, atual prefeito que busca a reeleição.

Veja vídeo

 

Fonte: CN7

Número de roubo a instituições financeiras caiu 84% no Ceará se comparados 2020 e 2016

Ações rápidas e precisas, inteligência e investigação policial, tecnologia aplicada à segurança pública e habilidade dos agentes de segurança pública do Ceará. Esse combo faz parte do conjunto de estratégias empregadas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) no combate a grupos criminosos que atuam em roubos e furtos a agências bancárias, empresas de transporte de valores, caixas eletrônicos, postos e terminais de atendimentos no Estado. A redução desse tipo de crime no Estado foi de 84,1% comparando os oito primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2016. Há quatro anos, entre janeiro e agosto de 2016, foram registrados 44 casos de roubo ou furto contra sete do mês um ao mês oito de 2020.

O ano de 2020 marca o quarto ano consecutivo de quedas nos registros de roubo e furto a instituições financeiras no Ceará. Em 2016, o número chegou a marca de 62 ocorrências. Depois, foram registrados 56 e 41 casos, nos anos de 2017 e 2018, respectivamente. Em 2019, a queda foi a mais acentuada na série histórica, chegando a 14 ocorrências nos 12 meses, incluindo quatro meses com nenhum evento contabilizado. Em 2020, quatro dos oitos meses com dados já consolidados também zeraram a estatística: janeiro, maio, julho e agosto, empatando a série de meses sem registros com a do ano passado e se aproximando a melhor marca do Estado.

O secretário da SSPDS/CE, Sandro Caron, evidencia a integração entre as ações conjuntas das Polícias Civil e Militar, da Ciopaer e da tecnologia no emprego de diligências no enfrentamento às ações criminosas. “Nós estamos observando aqui no Estado, desde 2016, uma redução nesses crimes contra instituições financeiras. Deve-se ao trabalho integrado realizado pela Polícia Militar e também pelo trabalho de investigação da Polícia Civil, a interiorização da Ciopaer e o uso de ferramentas de tecnologia, como o videomonitoramento e o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia)”, explica o titular da SSPDS.

Sandro Caron vislumbra ainda mais cooperação com apoio na troca de informações com a Polícia Federal e o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Nordeste (CIISPR Nordeste). “Pretendemos dar continuidade a esse trabalho fortalecendo cada vez mais a integração com essas atividades de investigação e de inteligência com a Polícia Federal, em razão até do termo de cooperação assinado na última semana que nos permite passar para um novo patamar em nível de cooperação. E também procurar dar todo apoio da Secretaria para o melhor funcionamento possível do Centro Integrado de Inteligência do Nordeste, que foi aqui instalado em 2018, e que também vai ser fundamental na prevenção e repressão a esses crimes, uma vez que as quadrilhas que praticam esse tipo de crime contra instituição financeira atuam normalmente em vários estados do Nordeste e até mesmo em outros estados da federação, por isso, a integração entre as polícias estaduais e a Polícia Federal é fundamental”, pontua.

Para o delegado geral da Polícia Civil, Marcus Rattacaso, o trabalho especializado da polícia judiciária nesse tipo de roubo no Ceará visa aprofundar as investigações sobre as ramificações de grupos criminosos especializados com objetivo de capturar todos os envolvidos. “A delegacia especializada não exaure por si só naquele momento das prisões pretéritas o trabalho de investigação. Através de apreensões de equipamentos e análise de mídias, a delegacia dá continuidade e faz uma investigação segmentada para prender todas as pessoas envolvidas, mesmo aqueles que tiveram a mínima participação, como também apreender os objetos produtos desse crime. Isso demonstra a capacidade técnica da Polícia Civil, bem como interfere diretamente na queda desses números, porque desestimula a prática. Com as prisões efetuadas, as quadrilhas entendem que não adianta praticar o crime, porque se não hoje, mas num futuro próximo, toda a quadrilha será apreendida”, frisa o delegado geral.

Aparato policial

As ações das forças da segurança pública para coibir a atuação de grupos criminosos nos 184 municípios do Ceará contam com ofensiva de unidades especializadas das Polícias Civil e Militar. Pela PM, o Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) dispõe de três grupos capacitados para agir contra os suspeitos de roubo e furto a banco e similares. São eles: Comando Tático Rural (Cotar) e a Companhia de Operações de Divisas (COD), que atuam no Interior, e o Comando Tático Motorizado (Cotam), com ações na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). No âmbito da polícia judiciária, as ações criminosas são investigadas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), unidade especializada em apurar roubos e furtos consumados e tentados contra bancos de economia mista e privados, além de empresas de transporte de valores e afins.

“As ações da Polícia Militar no combate a roubo a bancos se dão em todo o Estado do Ceará com ações de policiamento de aproximação bancária tanto na Capital quanto na Região Metropolitana, bem como no Interior do Estado. Notadamente no Interior, a gente tem apresentado um reforço muito considerável, principalmente nas ações com o Cotar e Divisas, na madrugada, onde as áreas são mapeadas de acordo com a relevância das agências bancárias e a incidência de roubos já verificados nas regiões de divisas com os estados. Reforçamos essas tropas com muita capacidade operativa justamente visando ao combate mais efetivo, mais apropriado, e investindo no policiamento treinado especialmente para combater esse tipo de roubo”, destaca o comandante geral da PMCE, coronel Márcio Oliveira, sobre o incremento da força policial e as estratégias adotadas pela tropa nos últimos anos.

O esforço humano dos policiais do Ceará é abastecido por dados e ferramentas tecnológicas. As câmeras do sistema de videomonitoramento do Estado com auxílio do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), desenvolvido pela SSPDS, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Universidade Federal do Ceará (UFC), reforçam tanto as ações nas ocorrências em andamento quanto os setores de inteligência no intuito de identificar e prender os suspeitos, bem como antecipar as ações criminosas. A cobertura policial também conta com a agilidade e prontidão das aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS. Com bases em Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte e Quixadá, as dez aeronaves da frota aérea são empregadas nas ações policiais e dão suporte às composições em solo.

Resposta rápida

No início do mês de setembro deste ano, uma ação criminosa na cidade de Aratuba, na região do Maciço de Baturité, terminou com as prisões de quatro homens suspeitos de furtar dinheiro de uma agência bancária do município e simularem um ataque no estabelecimento bancário para que as autoridades policiais achassem que o dinheiro furtado tivesse sido levado por assaltantes. A Polícia Militar do Ceará (PMCE) apreendeu R$ 88 mil em espécie, além de armas de fogo e um veículo que teria sido utilizado na ação criminosa. O grupo foi autuado por furto qualificado mediante fraude, associação criminosa e dano qualificado. A investigação é conduzida pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).