Suspeito de matar sindicalista “Antonio de Pureza” é preso pela Polícia Civil no Crato

Publicidade

Por Agência News Cariri

Um homem suspeito de participação no latrocínio que vitimou o sindicalista Antonio Laurentino da Silva, conhecido como Antonio de Pureza, no Crato, foi preso nesta segunda-feira, 4, pela Polícia Civil.

O crime ocorreu no dia 4 de setembro do ano passado. A vítima era presidente da Associação de Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais do Distrito de Ponta da Serra, e foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) quando caminhava às margens da Rodovia CE 386, no Sítio Juá. 

O suspeito, identificado como Marcos Costa Freire, foi encaminhado para a Delegacia Regional do Crato para cumprimento do mandado de prisão e, logo após, levado para a realização de exame de corpo de delito na Pefoce, ficando a disposição da Justiça. A investigação segue em andamento.

Publicidade

Leia também