Cid Gomes decide voltar ao PSB após 10 anos levando todo o grupo de aliados

Foto: reprodução

Publicidade

Por Leonardo Henrique

O senador pelo Ceará, Cid Gomes, se reuniu com seus aliados políticos, nesta terça-feira (26), e todos optaram pela filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

A sigla já abrigou Cid entre 2005 e 2013. Foi por ela onde ele se elegeu governador do Ceará em 2006 e se reelegeu em 2010. A previsão é que a troca do PDT pelo PSB ocorra no dia 4 de janeiro.

Mas a data pode ser revista, para que nomes importantes do partido, como o prefeito do Recife, João Campos, e presidente nacional, Carlos Siqueira, presenciem o ato.

Também devem participar o governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), e o ministro da Educação e senador licenciado, Camilo Santana (PT), cujo pai, Eudoro Santana, é o presidente do PSB no Ceará.

A garantia para a ida de Cid e seu grupo ao PSB é a autonomia na escolha do candidato a ser apoiado nas eleições da prefeitura de Fortaleza, no ano que vem.

Publicidade

Leia também