Cid Gomes decide adiar saída do PDT e definir novo partido apenas em janeiro

Foto: Isabella Maciel

Publicidade

Por Leonardo Henrique

Após reunião nesta segunda-feira (18), o senador pelo Ceará, Cid Gomes, resolveu permanecer no PDT, pelo menos, até o mês de janeiro, quando deve bater o martelo sobre o partido para o qual se filiará, junto ao seu grupo político.

Os aliados estiveram em Fortaleza para discutir, com o senador, o novo destino partidário. Ganhou força a preferência para ingressar no PSB, que já teve Cid entre seus filiados, de 2005 a 2013.

O impedimento para voltar à legenda tem a ver com a capital pernambucana, Recife. Isso porque o prefeito João Campos (PSB) deve concorrer à reeleição no próximo ano, com o apoio do PDT. Mas, para isso, o PSB também deve apoiar a reeleição do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT).

Segundo Cid Gomes, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, pediu até janeiro para discutir os arranjos políticos. O senador apontou que há uma boa vontade para que a sigla acolha os aliados.

Publicidade

Leia também