Alunos cratenses participam de projeto e lançam livro “A Cidade da Gente”

Foto: Divulgação/Prefeitura do Crato

Publicidade

Alunos da rede municipal de ensino do Crato participaram do projeto literário, promovido pela Ambiental Crato e Instituto Aegea em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e lançaram nesta terça-feira (12), o livro “A Cidade da Gente”, escrito por estudantes da rede.

Produzido de forma colaborativa, o livro a Cidade da Gente contou com a participação de 400 alunos da rede pública municipal. O projeto, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação da cidade do Crato e patrocinado pela Ambiental Crato e Instituto Aegea com recursos da Lei de Incentivo à Cultura, proporcionou a imersão dos estudantes na história e cultura do município do Crato, dando vida a uma narrativa sobre os diversos patrimônios materiais e imateriais da cidade.

No evento, além de uma sessão de autógrafos dos alunos que participaram da escrita do livro, foi realizada a entrega simbólica dos 2.600 exemplares que serão distribuídos entre as escolas da rede pública municipal do Crato. “Essa é uma oportunidade que incentiva as novas gerações terem acesso ao nosso patrimônio ambiental, cultural e artístico, fortalecendo os laços de pertencimento e identidade cratense. Não podemos esquecer que existem muita diversidade em nosso país, e o saneamento é a ponte que nos ligam a essas histórias”, destaca Carolina Serafim, Diretora-presidente da Ambiental Crato.

A secretária de educação, Germana Brito, comemora o sucesso do exitoso projeto. “O lançamento desse livro é resultado de um projeto que busca o desenvolvimento do hábito de leitura, escrita e construção da autonomia dos estudantes. Isso é reflexo de uma série de atividades planejadas e articuladas, envolvendo alunos e professores”, disse Germana.

Sobre o Projeto

O Projeto Cidade da Gente já foi realizado em outras 25 cidades de norte a sul do Brasil, reunindo produções de estudantes da rede pública, além de também reunir trabalhos de professores, escritores e ilustradores de renome nacional. O projeto já foi vencedor do prêmio Retratos da Leitura 2019, promovido pelo Instituto Pró-Livro, que reconhece e premia ações que incentivam a leitura no país.

Os livros da coleção tendem a se tornar importantes referências de conhecimento para as cidades participantes, com linguagem acessível mesmo para quem não tem hábito de leitura e com a vantagem de trazer o ponto de vista das crianças locais.

Para garantir que o livro se perpetue nas escolas da rede pública de cada cidade, são distribuídos gratuitamente entre elas 2.600 exemplares de sua tiragem e oferecida uma formação aos professores para reunir ideias de uso em diferentes disciplinas, estimulando o uso pelas turmas ano a ano, em temas diversos, por muitas gerações.

Sobre a editora

Com um catálogo heterogêneo, a Olhares trata de temas da cultura brasileira, em especial nos campos da arte, da história, da fotografia, da arquitetura e do design. Além de títulos relevantes nesses segmentos, a editora conquistou prêmios como o Jabuti, o Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira e o Retratos da Leitura.

Publicidade

Leia também