Farmácias do Ceará sofrem falta de medicamentos; sindicato alega falta de matéria-prima

Foto: Divulgação

Publicidade

O Ceará registra falta de estoque de remédios em farmácias, segundo o Sindicato Varejista de Produtos Farmacêuticos (Sincofarma). Há escassez de medicamentos como antibióticos, analgésicos e até mesmo antitérmicos. O aumento dos casos de síndromes gripais no Ceará tem levado a população às farmácias, que sofrem com a dificuldade para conseguir os medicamentos.

O diretor do Sincofarma, Maurício Filizola, disse que o problema não ocorre apenas no Ceará, mas em todo o país.

“Isso é ocasionado pela falta da matéria-prima no mercado internacional e até mesmo embalagens no mercado nacional, que tem dificultado a indústria nacional de cumprir com seus compromissos de entrega de produtos para as distribuidoras e, em consequência, às farmácias”, disse Filizola.

Uma das pessoas que sofreu com a falta de produtos nas farmácias foi o professor Edilmar Sousa. Ele adoeceu e precisou comprar dois medicamentos, mas teve dificuldades para encontrar os remédios em Fortaleza.

Prescrição médica

 

Maurício Filizola recomenda para a classe médica que, “ao prescrever esses produtos, possam colocar opções para que o consumidor, no momento em que não conseguir na farmácia, ter opção de escolher aquele produto que esteja disponível.”

Fonte: G1 Ceará

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

1B43CDFE-AB4F-4807-8EA1-D2DF9298EEB3
25AFD2D6-B201-4EB9-AB79-497BD30A6E8B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas