Comércio do Ceará avança 2,9% e cresce acima da média nacional em fevereiro

Foto: Thaís Mesquita/O POVO

Publicidade

O volume de vendas do comércio varejista cearense em fevereiro deste ano apresentou crescimento de 2,9%. O desempenho cearense ficou acima da média nacional de 1,1% para o mês, no comparativo com janeiro de 2021, com o terceiro melhor resultado do Nordeste.

Os dados fazem parte da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada na manhã desta quarta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Conforme o estudo, no comparativo anual, entre fevereiro de 2021 e fevereiro de 2022, o Ceará computa alta de 1,2% no volume de atividades do comércio varejista no Estado.

Cenário denota uma recuperação com relação aos resultados negativos de 2020 e 2021 em decorrência da pandemia de Covid-19. Ainda assim, o saldo do Estado continua negativo no acumulado dos últimos 12 meses, com queda de 2,7%.

Saldo do comércio varejista por estado no Nordeste

  • Maranhão: 4%
  • Rio Grande do Norte: 3,2%
  • Ceará: 2,9%
  • Bahia: 2,3%
  • Paraíba: 2,1%
  • Sergipe: 1,9%
  • Alagoas: 1,4%
  • Piauí: 0,8%
  • Pernambuco: 0,5%

Resultado por setor do varejo cearense

A PMC pontua ainda, que na passagem de janeiro para fevereiro deste ano, o maior destaque do comércio cearense foi a venda varejista de tecidos, vestuário e calçados, com alta de 22,5%. Na sequência, a segunda maior elevação foi registrada pela venda de outros artigos de uso pessoal e doméstico, com aumento de 6,2% no fluxo de vendas.

Em contrapartida, o segmento com o pior resultado no comércio local foi móveis e eletrodoméstico que teve redução de 16,2%. No comparativo do acumulado do ano, o segmento que teve o melhor desempenho foi o de livros, revistas, jornais e papelarias, com alta de 13,6%. Nos últimos doze meses, combustíveis e lubrificantes foi o que mais cresceu, com saldo positivo de 13,6%.

Resultado do varejo ampliado

A pesquisa do IBGE analisa ainda o setor varejista ampliado, analisando neste recorte, a venda de veículos, motocicletas, partes e peças e também dos materiais de construção. Considerando apenas o varejo ampliado, o Ceará apresenta cenário de estabilidade, com aumento de 0,2% no volume de vendas.

Com relação ao comparativo entre fevereiro de 2022 e de 2021, a alta foi de 1,5%, seguida de 2,8% no acumulado entre janeiro e fevereiro deste ano. No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo é mais expressivo, com salto de 8,3%.

Na passagem de janeiro para fevereiro, o volume de vendas de material de construção no Estado registrou alta de 9,9%, destacando recuperação das atividades econômicas do setor.

No acumulado do ano, o destaque se mantém no mesmo segmento, que registra salto de 22% no volume de vendas. No recorte dos últimos doze meses, porém, a venda de veículos, motocicletas, partes e peças se sobressai sobre os demais com alta de 31,5%.

Fonte: O POVO

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

3073C881-B9D1-475B-8DB1-34F55FB87061
25AFD2D6-B201-4EB9-AB79-497BD30A6E8B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas