LOGO-NEWS-CARIRI

Em Potengi, assessora do presidente da Câmara recebe mesmo salário de vereador; assessoria contábil do legislativo diz que houve ‘erro de digitação’

Publicidade

Na pequena cidade de Potengi, distante a cerca de 90 km de Juazeiro do Norte, a Câmara de Vereadores paga uma quantia mensal de R$ 5.950,00 à Chefe de Gabinete do Presidente do legislativo municipal, mesmo salário dos vereadores da casa. Maria Aparecida Rodrigues, nomeada para o cargo no dia 01 de março, é a mulher de confiança do presidente da Casa, Ailton Leite (Psol).

Segundo denúncia enviada ao News Cariri, além de receber uma quantia incompatível e desproporcional com o salário que normalmente seria pago a um assistente da presidência, Maria também teria vínculo de parentesco com a esposa do vereador socialista, o que incorre em ato ilegal de nepotismo. O caso deve ser levado ao Ministério Público nos próximos dias.

Eleito com 281 votos em 2020, Aílton Leite é aliado de primeira ordem do prefeito Edson Veriato, também do Psol, e com o seu apoio conseguiu chegar à presidência da Câmara. Antes de entrar na política, Aílton exercia o ofício de ferreiro, profissão ainda muito praticada na cidade.

Devido ao alto salário pago à sua assistente, a denúncia encaminhada ao NEWS aponta que estaria ocorrendo um suposto esquema de ‘rachadinha’ – quando há divisão dos valores da remuneração entre o político e assessores – na Câmara Municipal de Potengi.

Com o salário pago à assessora, em um ano seria possível comprar cerca de 890 cestas básicas de R$ 80,00, totalizando a quantia de R$ 71.400.

Resposta

Em um grupo de aplicativo de mensagem, a assessoria contábil da Câmara de Potengi diz que houve um “erro de digitação, devido a uma falha no sistema de importação dos dados para o Portal da Transparência”. No entanto, não informou qual seria o valor da remuneração da servidora.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas