LOGO-NEWS-CARIRI

Vacina da Pfizer é eficaz contra variante sul-africana do coronavírus, apontam dados preliminares

© Shutterstock

Publicidade

A Pfizer anunciou que sua vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a empresa alemã de biotecnologia BioNTech, é eficaz contra a variante do coronavírus primeiramente identificada na África do Sul (B.1.351).

Em um comunicado publicado nesta quinta-feira (1º), a empresa afirma que no braço sul-africano do estudo realizado com o imunizante foram registrados nove casos da Covid-19 com sintomas entre os 800 participantes –todos os registros da doença ocorreram no grupo do placebo (que não recebeu a vacina). Após um sequenciamento genético dos vírus que causaram essas infecções, os cientistas concluíram que seis deles eram da linhagem B.1.351, hoje predominante no país.

Os dados indicam uma proteção de 100% contra a variante, mas esses são números preliminares e a amostra é considerada pequena para permitir conclusões definitivas.

“Esses dados confirmam resultados anteriores que demonstraram que a vacina BNT162b2 [nome do imunizante] induz uma resposta robusta de anticorpos neutralizantes da variante B.1.351”, diz a companhia na nota.

A Pfizer e a BioNTech anunciaram ainda que a vacina BNT162b2 mantém alta eficácia (91,3%) contra o coronavírus mesmo após seis meses depois da aplicação da segunda dose. O resultado vem da análise de dados de mais de 12 mil participantes vacinados no estudo com o imunizante.

As empresas afirmam que nenhum problema sério de segurança foi detectado nos mais de 44 mil participantes do estudo. A vacina BNT162b2 é usada nos Estados Unidos e Israel, entre outros países.

Fonte: Notícias ao minuto

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas