LOGO-NEWS-CARIRI

Governo do Ceará avança em transformação digital para melhorar entregas à sociedade

Ascom Seplag

Publicidade

Assunto foi debatido na manhã desta terça-feira (13) durante o primeiro dia do curso Educação Executiva em Transformação Digital – GovExcEd, realizado pela Seplag e pela AWS

“Transformação digital é transformar a entrega do seu serviço. Entregá-lo com rapidez e eficiência”. A definição proferida pelo diretor de Transformação Governamental da AWS, empresa do Grupo Amazon, e ex-diretor de informação e assessor nacional de tecnologia do Reino Unido, Liam Maxwell, durante o primeiro dia do curso Educação Executiva em Transformação Digital – GovExcEd resume o trabalho que o Governo do Ceará vem realizando por meio do Programa Governo Digital, coordenado pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag). “O Governo do Ceará está focado na modernização dos processos e da infraestrutura para promover a transformação dos serviços e entregas para os cidadãos. O Estado do Ceará, que já exemplo em gestão fiscal, em processo educacional, em transparência das informações e em saúde, também será referência em transformação digital no Brasil e na América Latina”, destacou o titular da Seplag, Mauro Benevides Filho, que abriu o evento.

Voltado para a alta gestão da administração pública estadual, o curso realizado pelo Governo do Estado, em parceria com a AWS, tem o objetivo de alinhar o conhecimento dos participantes e prepará-los para o processo de transformação digital no Ceará, promovendo, inicialmente, uma mudança cultural. “É nessa linha que nós consideramos esse momento muito especial. A troca de ideias e o compartilhamento de experiência proporcionados pelo curso são fundamentais para que consigamos os objetivos desejados e façamos a mudança cultural necessária.

Esse curso é uma alavanca para as mudanças que nós podemos passar para entregarmos à população cearense as mudanças que precisam ser feitas”, destacou o presidente da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), Adalberto Pessoa, que também participou da abertura do evento.

Na ocasião, ele também destacou a importância da gestão orientada por dados para melhorar os processos internos, promover a desburocratização e elevar a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos. “A gestão deve, cada vez mais, ser orientada por dados. Temos que ter dados transformados em informação e informação transformada em inteligência de negócios. Com menos empirismo e mais ciência de dados para tomarmos decisões, conseguiremos ter entregas mais eficazes, com custo menor e mais comodidade e agilidade dos serviços para a população cearense”, disse.

Novo normal

Responsável por coordenar o processo de transformação digital no governo do Reino Unido, o diretor de Transformação Governamental da AWS, Liam Maxwell falou sobre como os governos podem construir resiliência em um novo normal, considerando o contexto da pandemia de covid-19. Entre os pontos fundamentais desse processo, ele destacou a velocidade e o dimensionamento das ações e respostas para os cidadãos e a segurança dos dados e da continuidade das iniciativas.

“Precisamos agir rapidamente hoje em dia. O cidadão espera que nós tenhamos essa velocidade. Quando a pandemia teve início, todos viram que o governo consegue trabalhar rapidamente. Mês a mês, vemos a velocidade aumentando. A velocidade é algo que nós podemos aumentar”, afirmou. “A resiliência está no nosso meio. Precisamos que as pessoas confiem nos serviços. Esses serviços precisam permanecer, perdurar”, acrescentou Liam Maxwell.

A durabilidade dos serviços prestados pela administração pública e a confiança gerada na população também foi um tema abordado pelo diretor dos Programas Executivos da Gartner, Cláudio Chauke, um dos participantes do painel “Transformação digital e aceleração do ritmo de mudança”, que também contou com a secretária de Tecnologia da Informação (TI) do Ministério Público do Ceará, Evelise Braga, do diretor de TI e Transformação Digital de Pernambuco, Romero Guimarães, e do sócio-fundador do Elo Group, André Macieira.

 

Conforme Chauke, projetos integrados geram resultado para a sociedade. Por isso, os programas de governo não devem ser centrados em secretárias ou órgãos, correndo o risco de serem encerrados com a troca dos gestores. “Nós precisamos entender como olhamos um programa de governo e o transformamos em plataformas digitais que garantam o desenvolvimento do sistema”, disse, acrescentando que, entre as tendências para os negócios de governo, uma das principais é a confiança. “A sociedade precisa entender o que o governo faz. O cidadão precisa entender como o recurso público que ele empenha por meio de impostos é utilizado em seu benefício. Esse talvez seja o maior desafio”, acrescentou.

 

Durante o painel, a secretária de TI do Ministério Público do Ceará, Evelise Braga, traçou um breve histórico do processo de transformação digital pelo qual o Estado do Ceará vem passando ao longo das últimas décadas, iniciando no ano 2000, com a criação do Governo Eletrônico, e chegando aos dias de hoje, com o Governo Digital. “Nesse período, foram trabalhados os portais da transparência, a Política Nacional de Banda Larga, o fomento à inclusão digital da sociedade e várias legislações para alicerçar esse processo de transformação digital, como Marco Civil da Internet, a Lei de Prestação de Serviços Públicos e a Lei do Governo Digital, sancionada pelo governador Camilo Santana em março deste ano”, lembrou Evelise Braga. A secretária também ressaltou que o Governo Digital está fundamentado em eixos como o trabalho de dados no serviço público, a cultura da transparência e a participação e controle social.

No encerramento do primeiro dia do curso, o diretor geral para o Brasil – Setor Público da AWS, Paulo Cunha, disse estar impressionado com o alinhamento do secretário da Seplag, Mauro Benevides Filho, do presidente da Etice, Adalberto Pessoa, e da secretária de TI do Ministério Público do Ceará, Evelise Braga, no que diz respeito às prioridades para a transformação digital do Governo do Ceará. “Esse alinhamento que vai desde o planejamento e da formação e desenvolvimento de políticas públicas até a execução mostra um caminho sem retorno para o Estado do Ceará na transformação digital”, afirmou.

 

O secretário Mauro Benevides Filho, por sua vez, reforçou que o Ceará está engajado no processo de transformação digital, pois é por meio dele que será possível “elevar a competitividade dos Estado em suas mais diversas esferas de forma mais eficiente e organizada, atendendo melhor às demandas da população e proporcionando a aceleração do desenvolvimento socioeconômico”.

 

O titular da Seplag destacou que o Ceará está no caminho correto ao buscar parceiros como a AWS para acelerar o processo de transformação digital do Estado e ressaltou a importância do curso para a transformação cultura. “Esse evento é um exemplo concreto da crença de que, buscando parceiros, o Ceará está no caminho correto. Minha tarefa é fazer com que as coisas aconteçam. Às vezes, você pode ter até possuir o melhor modelo, mas se você não cobrar a execução, aquilo pode ficar parado. Nosso papel também é fazer a cobrança efetiva. É necessário e indispensável que todos saiamos daqui hoje com a crença absoluta de que estamos determinados em fazer com que a transformação digital não seja apenas um discurso, mas uma realidade na qual o Estado do Ceará será referência internacional”, afirmou.

Sobre o curso

O curso Educação Executiva em Transformação Digital – GovExcEd é uma parceria do Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão, com apoio da Etice e Íris – Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará, com a AWS. A formação está dividida em três módulos. O primeiro ocorreu hoje (13). Os próximos módulos ocorrerão nos dias 27 de abril e 11 de maio, todos de forma online.

Fonte:Dháfine Mazza – Ascom Seplag

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas