Chapada do Araripe Patrimônio da Humanidade, Museus Orgânicos e Turismo Cultural são temas discutidos na Mostra Sesc de Culturas 2020

Publicidade

A área do Patrimônio é uma das novidades da Mostra Sesc de Culturas 2020, que acontece de 01 a 08 de novembro, com uma programação 100% digital e 100% made in Ceará. Nesse contexto cultural, a parceria entre Sesc Ceará e a Fundação Casa Grande se destaca trazendo uma programação totalmente voltada para discutir o processo de candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, com a participação de especialistas no assunto.

Dando início aos trabalhos, no dia 02 de novembro, os pesquisadores Conceição Lopes (Coimbra) e Patrício Melo (Urca) abordam a iniciativa de estudos para a candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, projeto de pesquisa elaborado juntamente com o Governo do Estado do Ceará, através da Funcap, com apoio da Casa Grande, Fecomércio/Sesc, URCA e demais intuições científicas. A discussão, que teve início em agosto de 2019, visa detalhar todo o processo para inscrever a Chapada do Araripe na lista indicativa como Patrimônio da Humanidade junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Em continuidade, a programação destaca também a rota do Turismo Cultural na Chapada do Araripe também é vertente fundamental nas discussões do evento. No dia 03 de novembro, o gestor em Turismo, Júnior dos Santos, fará uma apresentação da rota turística da região, pelo canal do Youtube do Sesc Ceará, apresentando roteiros dos Museus Orgânicos, potencializados pela parceria Casa Grande, Sistema Fecomércio, através do Sesc. Serão pontuados: o turismo comunitário, social, responsável, além de resultados de impactos de geração de renda, sistematizados a partir de visitações a esses espaços, no ano de 2019.

Para fechar o cronograma das atividades de Patrimônio, acontecerá a apresentação do pesquisador, criador da Fundação Casa Grande e assessor de relações institucionais do Sesc Ceará, Alemberg Quindins, falando sobre a criação dos Museus Orgânicos na Chapada, no dia 04. Recentemente, o projeto dos Museus Orgânicos foi destaque no 11º Prêmio Ibermuseus de Educação, alcançando o segundo lugar entre 20 iniciativas de diversos países. Para Alemberg, o Estado é privilegiado por ser cercado por povoados existentes nas chapadas do Apodi, Araripe, da Ibiapaba, e suas divisas com os estados Rio Grande, Paraíba, Piauí e Pernambuco, respectivamente. “É interessante observar, especialmente em uma viagem, que nessas serras, quando chegamos perto delas, vemos a presença muito forte da água, da ocupação humana desde a pré-história. Acredito que os Museus Orgânicos estão ligados a essa observação, e ao contexto da relação da geografia com a cultura do lugar através da relação antropológica desses povos com esses ambientes”, argumenta Quindins.

 Mini bio Conceição Lopes

 

Maria da Conceição Lopes, Professora Auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, nasceu a 14 de fevereiro de 1961, no concelho de Arganil, distrito de Coimbra, Portugal Licenciada em História – Variante de Arqueologia pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra no ano de 1984, com a média final de Bom. Doutora pela Universidade de Coimbra, no ano de 2000.

Mini bio Patrício Melo

 

Professor Efetivo Associado da URCA.  Mestre e Doutor em Direito. Líder do Grupo de Pesquisas em Direitos Humanos Fundamentais. Pesquisa em temas do Direito Socioambiental, Direito Indígena, Direito das Famílias e Meio Ambiente. Especialista da UNESCO para o Programa de Geoparques Mundiais da UNESCO e Coordenador da Rede de Geoparques da América Latina e Caribe e coordenador do Projeto Dossiê Chapada do Araripe Patrimônio da Humanidade.

Mini bio Alemberg Quindins

 

Pesquisador, músico, empreendedor social, escritor e artista plástico autodidata. Criador da Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri em 1992 na cidade de Nova Olinda, Ceará. É professor do Curso de Pós-graduação Latu Sensu em Arqueologia Social Inclusiva pela Universidade Regional do Cariri – URCA e Investigador do Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Patrimônio – CEAACP da Universidade de Coimbra – Portugal. Atualmente é assessor de relações institucionais do SESC Ceará.

Mini bio Júnior dos Santos

 

Junior dos Santos é responsável pelos programas de sustentabilidade institucional e geração de renda familiar da Fundação Casa Grande Graduado em Gestão do Turismo pela Estácio de Sá, atualmente Mestrando em Direção e Consultoria Turística na Universidade Iberoamericana e criou em 2012 a Agência Turismo Comunitário que atua com receptivo turístico na Região do Cariri.

SERVIÇO: Mostra Sesc de Culturas 2020 – Patrimônio

 

Dia 02/11 – 15h – Live Chapada do Araripe, Patrimônio da Humanidade
Facilitadores: Conceição Lopes e Patrício Melo

Dia 3/11 – 15h – Live Turismo Cultural Responsável na Chapada do Araripe
Júnior dos Santos

Dia 4/11 – 15h – Live Museus Orgânicos da Chapada do Araripe. Facilitador: Alemberg Quindins

As apresentações podem ser conferidas ao vivo, no Youtube do Canal do Sesc.

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

1B43CDFE-AB4F-4807-8EA1-D2DF9298EEB3
25AFD2D6-B201-4EB9-AB79-497BD30A6E8B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas