Política: Juazeiro vive momentos de decisão na política

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

Juazeiro do Norte está fervendo no campo político. A oito dias do fim do prazo para a realização das convenções partidárias, o município atravessa momentos decisivos na reta final da pré-campanha. Até agora, pelo menos oito pré-candidatos manifestaram interesse em oficializar postulação ao paço municipal. Arnon Bezerra, do PTB- que vai tentar a reeleição, Gilmar Bender, do PDT, Aurélio Matias do PC do B, Demontieux Fernandes, do PSOL, Nelinho de Freitas, do PSDB, Ana Paula Cruz, do PSDB, Gabriel Santana, do PT e Gledson Bezerra, do podemos. Nem todos devem conseguir a confirmação da candidatura.

Os partidos têm até o dia 26 de setembro para confirmar a candidatura dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. As convenções estão autorizadas desde o dia 31 de agosto e devem ser realizadas de forma remota para evitar a disseminação da covid-19.

Das oito legendas com possíveis candidatos ao executivo, apenas cinco anunciaram as datas de suas convenções. A do Podemos, será no dia 11, na sequência a do PSOL, dia 12, seguida pela do PT no dia 13. Já no dia 15 é a vez do PSB e do PDT realizarem seus atos de convenção. Os demais partidos ainda não confirmaram dia e horário dos eventos.

Neuropsicólogo cearense cria tecnologia para “conversar” com os mortos

Legathum é uma startup brasileira que está chamando a atenção de investidores no Vale do Silício com uma proposta ousada, que é usar a inteligência artificial com o propósito de “recriar” uma pessoa na nuvem para que após a morte ela possa conversar com seus filhos, netos e aliviar a saudade dos familiares.

A inteligência artificial consiste em um ramo da ciência e da informática que tem como objetivo a criação de máquinas inteligentes. Ela se propõe a desenvolver máquinas que tenham a habilidade de pensar e agir como seres humanos, não necessariamente com um “corpo físico”.

Não é uma startup de médiuns nem pretende trazer de volta os espíritos dos que já se foram, mas sim preservar as memórias deles em vida. Em parceria com a universidade, um brasileiro vai usar a inteligência artificial para imortalizar memórias.

A promessa de vida eterna não vem em carne e osso, mas nos chips de servidores espalhados pela nuvem. E para ter o backup, a startup reúne todos os dados da digital do cliente, como e-mails, chats, redes sociais
e fotos para “recriar” uma pessoa virtualmente.

O CONCEITO

A ideia surgiu durante a pandemia do novo Coronavírus, quando os brasileiros perderam inesperadamente seus familiares, e o enterro passou a ser virtual. A falta desse último adeus inspirou o neurocientista a
criar um aplicativo que aliviasse a dor da perda inesperada de milhares familiares.

Para atenuar o sofrimento da separação, a startup brasileira passou a usar a inteligência artificial com o propósito de eternizar o legado das pessoas, transferindo as memórias, lembranças, personalidade e
comportamento para além da nuvem e fazer com que elas durem até pós a morte.

O INVENTOR

Agora, quem está bem vivo nesse projeto e colocando o Brasil em posição de destaque no setor de inovação e tecnologia é Deibson Silva, neuropsicólogo, formado pela Faculdade de Medicina da USP. Ele estuda o comportamento humano desde 2013 e já tem histórico de trabalhos com um software de análise comportamental utilizado por mais de 700 mil pessoas em quatro continentes. Recentemente ele resolveu usar a expertise para montar o Goowit, um aplicativo gratuito de emprego, capaz de fazer o math ideal com 98% de assertividade entre o funcionário e a empresa.

E foi nesse período de pandemia que o neuropsicólogo teve esse insight “… vi o sofrimento das pessoas enterrando o ente querido e resolvi criar algo que ajudasse a guardar o perfil daqueles que tivessem que partir dessa vida”, comenta Deibson Silva ao informar que os efeitos da Covid-19 mostraram o quanto os seres humanos são vulneráveis. “Milhares se foram e levaram com eles lindas histórias e memórias, e que muito provavelmente essas memórias se perderão em até mais duas gerações”, destaca Deibson.
O PROJETO

O Legathum, que terá o primeiro protótipo pronto provavelmente já em dezembro de 2020, será um aplicativo que funcionará através do método storytelling, ou seja, a própria pessoa contará a sua história para o sistema do aplicativo.

“Ela vai conversar com o nosso bot, que é o condutor, como um mentor pessoal, que vai guiar essa pessoa na jornada dentro do aplicativo para que a inteligência artificial possa mapear tudo sobre essa pessoa. Esse
bot é uma aplicação de software concebido para simular as ações humanas por repetidas vezes de maneira padrão e se chamará Ethernum”, destaca.

“O mais importante é poder eternizar as nossas vivências, fazer com que a nossa família, mesmo depois da nossa partida, tenha a possibilidade de acessar esses dados, de maneira privada o filme da nossa vida”, aponta. “As pessoas importantes, as que fizeram grandes coisas, elas têm biografia e, com isso, nós queremos democratizá-la. Porque todo mundo tem uma linda história para ser eternizada”, conclui Deibson.

Para a iniciativa, ele juntou-se com o especialista em Inteligência Artificial e chefe do departamento de ciência e tecnologia da Universidade de Berkeley, Alberto Todeschini, na Califórnia.

Viametro aumenta oferta de ônibus intermunicipais

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

A concessionária do transporte intermunicipal no Cariri, Viametro, anunciou um acréscimo de 25% na frota de veículos que circulam entre os municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. A medida foi tomada para atender a alta na demanda de passageiros, que vem crescendo à medida que o comércio retoma suas atividades na região.

Além do incremento na frota, a companhia também ampliou o horário de circulação dos coletivos, que agora vai de 5h às 21 horas em dias de semana, e até as 20 horas aos sábados, domingos e feriados.

A empresa também deve aumentar a oferta de ônibus do transporte municipal em Juazeiro do Norte quando a cidade ingressar na fase 4 do plano de retomada da economia.

Eleitores com deficiência visual ouvirão nome do candidato na urna

Brasil terá tecnologia pela 1ª vez. Até 2018, urna emitia mensagens indicando número digitado, cargo para o qual votou e instruções sobre teclas

Os eleitores brasileiros com deficiência visual poderão ouvir o nome do candidato após digitar o número correspondente na urna eletrônica pela primeira vez nas eleições de 2020.

O recurso inaugurado nestas eleições é de sintetização de voz, tecnologia que transforma o texto em som, simulando como se, no lugar da máquina, houvesse uma pessoa lendo o conteúdo disposto na tela.

Até as eleições de 2018, a urna emitia mensagens pré-gravadas, indicando ao eleitor com deficiência visual o número digitado, o cargo para o qual votou e instruções sobre as teclas da urna.

Segundo Rodrigo Coimbra, chefe da Seção de Voto Informatizado da Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não houve nenhum custo para o órgão com a nova tecnologia. “A novidade traz uma confiança muito maior para o eleitor, naturalmente, sobre o voto que ele está depositando na urna”, diz.

Para utilizar esta nova tecnologia, o eleitor precisará informar o mesário a respeito de sua deficiência visual, e assim o mesário poderá habilitar o recurso e entregar os fones de ouvido, que garantem o sigilo do voto.

Fonte: R7

Campanha da Serasa para limpar nome por R$ 100 termina nesta terça

Campanha permitiu a quitação de 5 milhões de débitos entre R$ 200,00 e R$ 1.000,00.

Termina nesta terça-feira (8) a campanha da Serasa para que consumidores endividados em até R$ 1 mil quitem suas dívidas por apenas R$ 100.

Quem tiver débitos entre R$ 200 e R$ 1.000com as empresas Tricard, Recovery, Ativos, Itapeva, Credsystem, Avon, Pernambucanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Anhanguera, Unopar, Pitagoras, Unime, Iuni, Uniderp, Unirondon, Unique, Hoepers, Algar, Calcard e Vivo poderá quitá-los por apenas R$ 100.

De acordo com a Serasa, a campanha permitiu a quitação de 5 milhões de débitos entre R$ 200,00 e R$ 1.000,00. A estimativa é que outros 20 milhões de dívidas ainda podem ser quitados por meio da ação.

Como fazer

Para ter acesso à campanha, o consumidor precisa acessar o site do Serasa Limpa Nome, pelo www.serasa.com.br. O consumidor também encontra as mesmas condições no aplicativo do Serasa disponível para Android e iOS.

O interessado pode verificar sua situação de crédito por meio do número de CPF.

As agências da Serasa, que fornecem atendimento presencial, permanecem fechadas. Porém, além do site do Serasa Limpa Nome e do app da Serasa, o consumidor também pode regularizar seus débitos financeiros pelo Whatsapp, através do número: (11) 98870-7025. Todos esses canais contam com as mesmas condições de renegociação.

Veja o passo a passo para a renegociação via internet:

  • Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, devidamente explicadas, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as mais variadas opções para renegociar cada débito.
  • Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas, e a melhor data de vencimento.
  • A plataforma da Serasa gera um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento escolhida.
  • Com o boleto o consumidor pode optar em pagar pelo aplicativo do banco em que tiver conta, que consegue ler o arquivo diretamente do computador, ou então imprimir a via e pagar na agência ou nas casas lotéricas.

Fonte: G1

Projeto aumenta pena para quem cometer maus-tratos a cães e gatos

O Plenário do Senado deve votar na sessão desta terça-feira (8) projeto que aumenta a pena para quem abusa, fere ou mutila cães e gatos. A inclusão do PL 1.095/2019 na pauta foi decidida em reunião de líderes de terça-feira (1º), segundo o senador Major Olímpio (PSL-SP).

Apresentado pelo deputado Fred Costa (Patriota-MG) e já aprovado na Câmara, o projeto eleva a pena atual, de detenção de três meses a um ano e multa, para reclusão de dois a cinco anos e multa. De acordo com Major Olímpio, a inclusão do projeto na pauta atende um pedido do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

“Com apoio imediato meu e de todos lideres, na sessão de terça-feira nós vamos votar esse projeto que vai aumentar a pena para essas pessoas que atacam animais, que não têm condições de se defender. Parabéns a todos que se mobilizaram”, disse o senador em vídeo publicado em sua rede social.

O projeto conta com parecer favorável do relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES). Se aprovado sem mudanças, o PL segue para sanção.

Além desse projeto, a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) pediu urgência, durante sessão remota de terça-feira, para outro projeto de proteção aos animais, o PLC 134/2018.

— Nossa lei para quem maltrata animal ainda é branda. É um crime que não dá cadeia no Brasil – destacou a senadora, que é relatora do projeto.

Além de aumentar a pena prevista na Lei n° 9.605/1998 para quem praticar atos de abuso e maus-tratos ou mutilação contra animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, o PLC 134/2018  lista a prática de zoofilia como agravante. A proposta é de iniciativa do deputado Ricardo Izar (PSD-SP).

Fonte: Agência Senado

Projeto apoiado pelo Governo do Ceará visa preservação da carnaúba cearense

Um projeto com apoio financeiro da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), ganhou avanço significativo no combate de uma espécie invasora e destruidora da carnaúba nordestina. O trabalho visa identificar um fungo para agir no controle da praga, de origem madagascarense.

A “Unha do Diabo” ameaça o setor carnaubeiro e a sobrevivência da biodiversidade na Caatinga. A praga, que já tomou conta da paisagem de áreas no Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí e parte de Pernambuco, cresce em volta do tronco da carnaúba, sufocando a planta e impedindo a absorção de luz solar, levando a palmeira à morte.

Com parcela significativa na economia cearense, a cera da carnaúba está no 8º lugar do ranking de exportações do Estado. O apoio ao projeto por parte da Adece aconteceu para atender uma demanda do setor por meio da Câmara Temática da Carnaúba. “A participação da Adece no projeto acontece desde 2018, tendo em vista a importância da espécie no agronegócio cearense, que geram um número expressivo de empregos. Com aporte de R$ 275 mil, firmamos um convênio com a Associação Caatinga para a concretização do trabalho. Para nós, é uma alegria colher os frutos dessas ações”, comenta o presidente da Agência, Eduardo Neves.

O fungo selecionado para combater a praga é chamado de Maravalia cryspostegiae, conhecido popularmente como ferrugem. A espécie também é nativa de Madagascar e é a principal inimiga natural da Unha do Diabo. A análise do fungo é liderada por pesquisadores do Centro de Agricultura e Biociência Internacional (CABI), uma organização da Inglaterra que atua em parceria com as instituições brasileiras.

Na última quinta-feira (03), estiveram presentes em um dos locais das pesquisas, em Caucaia, o diretor de Desenvolvimento Setorial e a Assessora Técnica da Adece, Ricardo Sales e a assessora técnica Ticiana Mesquita. Os representantes do Governo do Ceará foram acompanhados pelo pesquisador da Universidade Federal do Ceará (UFC), Rafael Costa e pelo coordenador técnico de projetos da Associação Caatinga, Samuel Portela. Os experimentos acontecem também nos municípios de Granja e Jaguaruana.

Além do apoio financeiro da Adece, a pesquisa conta ainda com a participação da Associação Caatinga, Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Estadual de Feira de Santana, Universidade Estadual do Ceará e com o patrocínio do Sindicato das Indústrias Refinadoras de Cera de Carnaúba no Estado do Ceará (Sindcarnaúba).

Arena Multiuso recebe iluminação especial para campanha setembro amarelo

A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) iluminou a Arena Multiuso com luzes amarelas à noite, em alusão à campanha setembro amarelo com o objetivo de fomentar a campanha.

“Acreditamos que essa maneira irá chamar atenção da população para o tema, essa foi uma forma que encontramos para divulgar a campanha que é realizada mundialmente”, disse o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro.

O equipamento ficará iluminado por todo esse mês para sensibilizar e fortalecer a campanha de prevenção ao suicídio. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o suicídio um problema de saúde pública. O suicídio está entre as principais causas de morte de jovens entre 15 e 29 anos. Estima-se que, em cerca de 96% dos casos, o ato de tirar a própria vida está associado a transtornos mentais, que, assim como qualquer outra doença, têm diagnóstico, tratamento e prevenção.

PRTB realiza Convenção e confirma apoio à reeleição de Zé Ailton Brasil, em Crato

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), de Crato realizou sua Convenção no último domingo, 6 de setembro.

De forma virtual e sob a presidência de Márcio Bilhar, o Partido lançou 29 pré-candidaturas à vereança e confirmou apoio à reeleição da chapa que comanda a prefeitura da cidade, Zé Ailton Brasil (PT) e André Barreto.

De acordo com o presidente Márcio Bilhar foram esclarecidas as regras e cumpridas as formalidades de praxe para a homologação futura das candidaturas, seguindo as regras determinadas pela legislação eleitoral. Agora, segundo ele é trabalhar juntamente com os outros partidos da Coligação para garantir a continuidade do trabalho que já vem sendo realizado no município, que considera ser o melhor para o Crato.

Sequelas: crianças podem desenvolver miopia durante esse tempo de pandemia, sabia?

Por Monike Feitosa

Oftalmologista pediátrica alerta que não tem nada com a Covid, mas é reflexo do uso excessivo de eletrônicos e ensina como evitar

A pandemia do novo coronavírus afetou a vida de bilhões de pessoas, mudando assim diversos hábitos do cotidiano, o principal foi o isolamento social, como principal medida de combate ao vírus. Uma das principais áreas afetada foi a pedagógica com a paralisação das aulas presenciais. O setor teve que se reinventar e adaptar o processo de ensino e aprendizagem de forma remota.

Diante da nova realidade, as crianças passaram a ficar mais tempo em frente às telas luminosas, como celulares, tablets, computadores e televisores. Esses aparelhos antes eram usados com fins de entretenimento e diversão, porém agora eles fazem parte da rotina da criança, principalmente para auxiliar nas tarefas escolares.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) estima que até 90% dos usuários de computador, por mais de três horas diárias, apresentam algum tipo de sintoma relacionados à Síndrome Visual Relacionada a Computadores (SVRC), que é uma série de sintomas visuais, dentre eles cansaço, sensação de corpo estranho, ardência, dor, irritação, vermelhidão, ressecamento e turvação visual.

É complicado proibir ou limitar o uso desses aparelhos diante do atual cenário, onde eles se tornaram aliados, sendo assim o ideal é equilibrar para que a criança tenha o mínimo de prejuízos possíveis. Dra. Lorena Melo, médica oftalmopediatra ou oftalmologista pediátrica, da Cliame Cariri, diz que a miopia é o principal dano oftalmológico que o uso excessivo dos eletrônicos pode causar.

*O que é a miopia?*

“O problema se trata da dificuldade para enxergar de uma longa distância. *O que se pode fazer para amenizar a progressão da miopia é a regra 20, 20, 20… onde a cada 20 minutos que a criança passa em frente a telas luminosas, ela deve descansar 20 segundos olhando para uma distância de 20 pés ou aproximadamente seis metros”,* disse Lorena.

Ela explica ainda que, essa simples medida pode evitar a progressão e o surgimento da miopia. Lembra ainda que a criança não deve permanecer com o aparelho tão próximo dos olhos e, se possível, é sempre bom utilizar mais a televisão ao invés do celular, devido a distância do monitor propiciar mais conforto aos olhos.

A Revista Crescer do Grupo Globo divulgou uma pesquisa no dia 06 de julho, realizada por médicos do Hospital JK Lone, em Jaipur, na Índia, feita com 203 crianças. O estudo aponta que cerca de 65% delas estão viciadas em dispositivos e são incapazes de manter distância deles por 30 minutos. A pesquisa serve como parâmetro para se ter uma visão geral em tempos de pandemia.

Os pais devem estar atentos e buscar brinquedos educativos e sem uso de eletrônicos para intercalar com os momentos das aulas on-line e de entretenimento com vídeo game e celular, principalmente.