LOGO-NEWS-CARIRI

Pacientes com doenças cardiovasculares devem reforçar prevenção durante pandemia

Publicidade

Pessoas com doenças cardiovasculares estão entre os grupos mais suscetíveis a complicações relacionadas ao coronavírus (Covid-19). Geralmente, pacientes com doenças crônicas, como os que possuem problemas no coração, apresentam um sistema imunológico mais fragilizado.

“Hipertensão arterial, diabetes e doenças cardiovasculares em geral são as comorbidades mais prevalentes entre as pessoas vítimas do coronavírus. Não se sabe exata-mente o porquê desse achado, porém pode-se explicar por serem populações mais idosas, por apresentarem deficiências no sistema imunológico causado pelas próprias doenças de base ou pela predisposição própria desses indivíduos”, explica a cardiologista Danielli Lino, do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM).

Referência no tratamento de doenças cardiopulmonares, o hospital Governo do Ceará estabeleceu fluxos diferenciados para o atendimento dos pacientes com suspeita de Covid-19 ou síndrome gripal. “Nós sabemos que essas doenças têm uma alta transmissibilidade. Por isso, é indispensável o estabelecimento de fluxos diferenciados de atendimento. O objetivo é não oferecer risco de contaminação aos pacientes cardiopatas ou com doenças pulmonares que procurarem a unidade para atendimento de suas doenças de base”, explica o coordenador da emergência do Hospital, Breno Dantas.

Prevenção

De acordo com a cardiologista Danielli Lino, é importante que os pacientes com cardiopatias mantenham as doenças de base controladas e as vacinas em dia. As mais importantes, neste momento, são a da gripe e a da pneumonia, mesmo que não protejam especificamente contra a Covid-19.

“Os pacientes cardiopatas devem ter atenção especial com seus tratamentos, seguir corretamente a prescrição médica e os cuidados com suas doenças de base. Neste período de quarentena também é importante não descuidar da alimentação, ter um sono adequado, tentar na medida do possível praticar alguma atividade física em casa e sem dúvidas cuidar da saúde mental”, orienta.

Além disso, é necessário tomar os cuidados gerais, como limpeza frequente das mãos com água e sabão ou álcool a 70%, evitar levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca, limpar e desinfectar objetos frequentemente, manter o ambiente arejado, evitar locais com muitas pessoas, além de cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar.

Quando procurar assistência

Quando os pacientes do grupo de risco apresentam sintomas de Covid-19 ou de síndrome gripal, como febre persistente, tosse ou falta de ar, o recomendado é procurar uma assistência médica para avaliação e prescrição de medicações específicas. O diagnóstico precoce e o tratamento correto podem ajudar o paciente a não desenvolver a fase mais severa das doenças. Em caso da manifestação de sintomas relacionados às doenças de base, o paciente também deve procurar um serviço de saúde.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas