LOGO-NEWS-CARIRI

Mais Nutrição: doações ultrapassam 300 toneladas de alimentos

Publicidade

O Governo do Ceará, por meio do programa Mais Nutrição, continua realizando a distribuição dos alimentos cedidos pelos permissionários da Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa-CE), diante da pandemia mundial do coronavírus. Desde o início da ação, em junho de 2019, até o momento, já foram realizadas a doação de cerca de 310 toneladas de alimentos “in natura” e de mix de desidratados para 78 entidades de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú.

 

“É preciso ter um olhar especial para os mais vulneráveis e, assim, ajudar aos que mais necessitam. Por isso, o Estado vem garantindo que famílias beneficiadas com o Mais Nutrição continuem alimentando seus filhos, pois muitos dependem dessa doação de frutas, verduras e legumes”, destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

Um rigoroso trabalho de prevenção e higienização é feito diariamente para garantir alimentação saudável para cerca de 15 mil crianças cearenses, com os profissionais do projeto reforçando a atenção na manipulação dos alimentos. As entidades estão marcadas em horários diferentes para receber as doações na fábrica e evitar aglomeração, além de serem orientadas a agendar o repasse para as famílias.

Para o gerente do Conselho Comunitário do Parque São José (CCPSJ), Narcélio Holanda, muitas pessoas dependem da doação e reforça o compromisso do Estado em atender aos mais vulneráveis. “Estamos com as atividades suspensas, mas garantindo o alimento de várias pessoas que vivem em nossa comunidade. Isso graças à continuidade do programa Mais Nutrição, que nesse momento é fundamental para auxiliar aqueles que estão desempregados, bem como as mães de famílias que dependem dos programas sociais e vivem na extrema pobreza”, finaliza.

Apoio ao Ibama

Além de proporcionar a segurança alimentar das pessoas em situação de vulnerabilidade, o Mais Nutrição alimenta também os animais do Ibama, principalmente aves (passeriformes e psitacídeos) e primatas (macaco prego e guaribas). Até o momento, cerca de 15 mil quilos de alimentos impróprios para o consumo humano já foram doados ao instituto, que semanalmente (segundas e quintas-feiras) realiza a busca de frutas, verduras e legumes, após serem separadas e selecionadas pelo tipo e qualidade.

Programa Mais Nutrição

Estruturado em cima do combate ao desperdício de alimentos, enfrentamento à fome e alimentação saudável, a iniciativa, que integra o Programa Mais Infância Ceará, tem como objetivo manter um banco de alimentos “in natura” aproveitando os que seriam desperdiçados pelos comerciantes da central, por questões meramente estéticas, mas que permanecem adequados ao consumo humano e com suas características nutricionais preservadas. A iniciativa é realizada pelas secretarias de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e Desenvolvimento Agrário (SDA); Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa-CE); com a parceria da empresa M. Dias Branco, da Associação dos Permissionários da Ceasa (Assucece), e do Instituto Agropolos do Ceará.

Ajuda

O Estado, através do programa, também enviou donativos para famílias de Crateús, Hidrolândia, Quiterianópolis e Novo Oriente, que sofreram com as fortes chuvas registradas no Ceará. Os municípios receberam cerca de 25 toneladas de alimentos, água e 400 redes de dormir. A ação contou com o apoio do projeto Somos Todos Um, da empresária Ticiana Rolim e da Central de Artesanato do Ceará (CeArt), Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), e da Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec), órgão vinculado à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) e também dos parceiros tradicionais.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas