LOGO-NEWS-CARIRI

Passageiros da Avianca dormem no Aeroporto do Recife em busca de vagas em outras companhias

Por Clarissa Góes, TV Globo

Publicidade

A incerteza marca a espera dos passageiros da Avianca que aguardam vagas em outras companhias áreas nesta sexta-feira (26), após chegarem ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre e descobrirem que voo foram cancelados. Na esperança de seguir viagem, alguns deles dormiram no terminal aeroviário.

“Cheguei ontem [quinta-feira] à noite, às 22h. Embarcaria agora de manhã para o Rio de Janeiro. Eles me deram um número do voo [de outra companhia], mas ainda não confirmou, vai ter que ver se tem vaga. Comprei a passagem desde janeiro”, afirmou um homem identificado como Sivonaldo.

Na área do check-in da Avianca, era possível ver passageiros dormindo no chão nesta sexta (26). Entre os que passaram a noite no local, também estava a vendedora Nityananda Campello, aguardando com a família para embarcar para São Paulo.

A viagem da dona de casa Isabela da Silva Santos com os filhos de volta para São Paulo estava prevista para a madrugada desta sexta (26). Com o voo cancelado, ela não sabia quando conseguiria seguir viagem. “Ainda não tenho uma resposta. Não sei como vou conseguir viajar”, conta.

Na manhã desta sexta (26), o G1 tentou simular uma compra no site da Avianca e verificou que não é possível adquirir passagens com partida no Recife. A partir da segunda-feira (29), a Avianca vai operar em apenas quatro aeroportos: Congonhas, em São Paulo; Santos Dumont, no Rio de Janeiro; e os de Brasília e Salvador. Em recuperação judicial, a empresa opera com uma frota reduzida e começou a devolver 18 aeronaves para companhias que fazem empréstimos de aviões.

Mesmo ainda operando oficialmente no Recife, os passageiros relatam que não conseguiram viajar pela companhia. Sérgio da Silva embarcaria com a família de volta para São Paulo na madrugada desta sexta (26), em um voo que era para sair às 3h40. “Cheguei, mas avisaram que foi cancelado. Mandaram aguardar e, depois, disseram para esperar até 16h15 para fazer check-in pela Gol”, diz.

Precisando seguir para o Rio de Janeiro a trabalho, um homem identificado como Cleiton estava na mesma situação. “Pediram para chegar com quatro horas de antecedência. Eles disseram que conseguiram uma recolocação para 20h45, mas sem certeza ainda. Avisaram que eu estou indo, mas não vai ter volta”, afirma, contando que outros colegas não conseguiram vaga.

Falta de informação

Desde quinta-feira (25), o G1 vem mostrando que clientes que compraram passagens da Avianca reclamam de falta de informações e de apoio da empresa após o cancelamento de voos. Cerca de 30 pessoas tiveram problemas e alguns disseram que a companhia não providenciou alimentação ou hospedagem para os passageiros.

Resposta

Por meio de nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que “estava acompanhando presencialmente as medidas que estão sendo adotadas pela Avianca na prestação de assistência aos passageiros que estão sendo afetados com os cancelamentos de voos em diversos aeroportos brasileiros”.

Em relação aos problemas denunciados no Recife, a agência informou que os passageiros estavam sendo acomodados em voos de outras empresas, de acordo com a disponibilidade.

A agência informou, ainda, que “recebeu reclamações pontuais de passageiros insatisfeitos com as alternativas oferecidas pela Avianca e os orientou, conforme as regras da Resolução n° 400, que versa sobre os direitos e deveres dos passageiros”.

Fonte: G1.com

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas