LOGO-NEWS-CARIRI

Protesto bloqueia a Avenida Agamenon Magalhães, no Recife

Profissionais de saúde do estado fazem protesto no Centro do Recife, nesta segunda (10) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Publicidade

 

Um protesto realizado por profissionais de saúde do estado bloqueia a Avenida Agamenon Magalhães, no bairro do Derby, no Recife, na manhã desta segunda-feira (10). A categoria reivindica regularização no pagamento do salário que, segundo eles, está atrasado há cinco meses, além de falta de medicamentos e melhores condições de trabalho.

De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), o protesto acontece na altura do Hospital da Restauração, no bairro do Derby, interdita todas as faixas da via no sentido Boa Viagem e causa engarrafamento. Por volta das 12h30, havia regisro de retenção até a altura do viaduto da Avenida Norte.

Os motoristas que seguiriam nesse percurso estão sendo desviados pela Avenida Joaquim Nabuco. Uma equipe de orientadores de trânsito da CTTU está no local. Não há estimativa de quantas pessoas participam do ato.

Segundo um dos representantes do protesto, cerca de 16 mil profissionais de saúde do estado estão com salários atrasados desde agosto, entre médicos, nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros e técnicos em radiologia.

“São todos profissionais contratados diretamente pelo estado para preencher a demanda de concursados. Mas estamos sem receber. Eles dizem que estão sem recursos, que estão aguardando a [Secretaria da] Fazenda repassar a verba, mas não nos dão nenhuma previsão do pagamento”, afirma o técnico em radiologia José Neto.

Além do pagamento atrasado, a categoria denuncia também a falta de medicamentos e outros insumos. “Tem hospital que falta antibióticos e até luvas. É complicado trabalhar sem receber e ainda sem condições de trabalho”, afirma Neto.

Segundo o representante, o protesto é o primeiro passo para o início de uma greve. “É nosso primeiro movimento para iniciar uma greve, caso o pagamento não seja regularizado. Não temos previsão para finalizar o ato”, apona Neto.

Resposta

Por meio de nota, a Secretaria Estaudal de Saúde (SES) informou que o salário dos profissionais de saúde que trabalham como pessoa física no Hospital da Restauração (HR) não está atrasado há cinco meses, como informado pelos manifestantes, mas apenas desde setembro.

A SES disse, ainda, que iniciou na sexta-feira (7) e finaliza nesta segunda-feira (10) o pagamento relativo ao mês de setembro. “É importante destacar que esse tipo de repasse requer uma apuração mais detalhada do serviço prestado, com análise e auditoria nas informações para evitar inconformidades nos repasses”, afirma a nota.

Ainda de acordo com a SES, nesse tipo de contato o pagamento é feito após 60 dias do período trabalhado, tempo utilizado para fazer todas as análises. “A SES reforça que já está realizando as auditorias dos meses subsequentes para a realização de novos pagamentos”, informa a nota.

Sobre os insumos, a secretaria afirma que no geral as unidades de saúde estão abastecidas, mas trabalha para regularizar as faltas pontuais.

Fonte: G1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas